Arquivo para a tag: imac

Kim Jong-Un odeia os EUA, mas ama a Apple

by

Kim Jong-Un-Apple

O “querido líder” da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, odeia os Estados Unidos com todas as suas forças. Bom, em partes. A ideologia comunista que ele impõe ao país só vale para os outros, tal como acontece em toda e qualquer ditadura que se preze.

A Coreia do Norte é um país pobre, cujo povo é vítima de um regime totalitário e opressor, que toma atitudes mais próprias de dinastias asiáticas primitivas do que de uma sociedade do século XXI. Porém, a pobreza e o ódio aos Estados Unidos chocam totalmente com os gostos de Kim Jong-Un, que não só desfruta de luxos impossíveis às custas dos seus cidadãos, mas também gosta de utilizar produtos da Apple, como podemos apreciar nas imagens desse post um iMac e um MacBook Pro.

1-23 1-13

Este é mais um claro exemplo da falsidade e hipocrisia fanfarronesca que rodeia o regime norte-coreano, e nos ajuda a compreender por que a distribuição Linux desenvolvida pelo país tem tantas semelhanças com o OS X, incluindo o dock e as cores do sistema. Falo da Red Star OS, um sistema operacional muito limitado, que se alinha com a filosofia de vida pregada pela Coreia do Norte para os seus cidadãos.

Via Softpedia

iFixit desmontou o novo iMac, que é quase impossível de ser consertado por conta

by

imac-teardown

O pessoal do iFixit já desmontou o novo iMac de 21.5 polegadas com resolução 4K. E depois do processo, eles concluíram que a tela é fabricada pela LG com chips da Texas Instruments, e que os alto-falantes, ventilador e HD são similares às gerações anteriores.

Ok. Agora, as más notícias.

A desmontagem também conclui que o equipamento não permite a possibilidade de adicionar posteriormente o armazenamento flash, e que a RAM também não pode ser trocada. Ou seja, quando comprar o iMac, vai ter que se conformar com o que ele tem. Sem falar que o mesmo é praticamente impossível de ser reparado sozinho, o que explica a nota final de 1 em 10 (quanto mais alta, mais fácil de ser reparado).

A seguir, um vídeo que mostra o processo de desmontagem.

 

Via iFixit

Veja o unboxing do Apple iMac 5k (2015)

by

imac21-desktop-pr-print-1

A Apple atualizou a sua linha de computadores All in One, onde os novos iMacs oferecem telas melhores, processadores de última geração, novos periféricos e um sensível aumento de preço no Brasil. Pois bem, o pessoal do Mashable decidiu fazer o unboxing um dos modelos desse computador.

Temos aqui um dos dispositivos mais avançados do mercado, por conta de sua tela, design e especificações. Os desktops All in One não são grandes campeões de vendas, mas são produtos atraentes para os profissionais, por conta da integração de componentes no mesmo chassi e a eliminação dos cabos.

Os iMacs estão entre os mais vendidos do setor, e não é surpresa ver esse novo iMac 5K. Vale lembrar que a Apple mantém a tela Full HD para o modelo básico de 21 polegadas.

Vídeo a seguir.

 

Via Mashable

iMac de 21.5″ com 4K e iMac de 27″ com 5K (2015)

by

imacs-2015

Não podemos dizer que a notícia nos pega 100% de surpresa, já que os rumores já eram fortes na semana passada. A Apple decidiu renovar a sua família de iMacs, dando praticamente todo o protagonismo das telas.

O modelo de 21.5 polegadas recebeu uma tela com resolução 4K (4096 x 2304 pixels), ou 4.5 vezes a resolução da versão Full HD. Já o modelo de 27 polegadas recebe a resolução 5K (5120 x 2880 pixels) de série, e não mais opcional. Os dois modelos contam agora com uma gama de cores 25% mais ampla, além de atualizarem os seus famosos Fusion Drive.

O modelo de 27 polegadas recebe também os processadores Intel de sexta geração e gráficos AMD R9 (série M300), enquanto que o modelo de 21.5 polegadas deixa de lado a GPU dedicada para contar com os gráficos integrados Intel Iris Pro 6200. A mudança implica na presença de processadores Intel de quinta geração, com chips que foram lançados a apenas alguns meses.

Os novos iMacs estão disponíveis a partir de hoje (13), com preços sugeridos nos EUA a partir de US$ 1.099 para o iMac de 21.5 polegadas mais básico, indo para US$ 1.499 para o modelo com 4K. O novo iMac de 27 polegadas (com 5K) tem o mesmo preço inicial do modelo anterior: US$ 1.799.

No Brasil, a brincadeira continua a sair bem cara. O modelo mais básico do iMac de 21.5 polegadas (1080p) tem preço inicial sugerido de R$ 10.599, enquanto que o modelo básico com 4K sai por R$ 14.299. Já o modelo com 27 polegadas com 5K tem preço inicial sugerido de R$ 16.999.

Mais imagens a seguir.

imacretina-2up-pr-print-1 imacretina-hero-pr-print-1 imac27-accessories-pr-print-1 imac27-desktop-pr-print-1 imac21-accessories-pr-print-1 imac21-desktop-pr-print-1

Via Apple

Apple vai atualizar o iMac de 21 polegadas, com mais desempenho e 4K

by

iMac-Apple

A Apple pode anunciar na semana que vem uma grande renovação do seu desktop All in One iMac de 21.5 polegadas, que não é atualizado há muito tempo.

Uma linha de código na versão prévia do OS X El Capitan indicava um iMac de 21 polegadas com tela 4K, algo que se confirma por uma informação do site 9to5Mac, que normalmente acerta nos vazamentos de produtos da Apple. O novo iMac receberia os novos processadores da Intel (Broadwell ou Skylake), oferecendo gráficos melhores (integrados e dedicados), maior quantidade de RAM base e unidades de estado sólido de maior tamanho e desempenho.

Outra novidade seria a incorporação da nova tela com resolução nativa 4K (4096 x 2304 pixels), o que resultaria em uma densidade de pixels maior que a do modelo de 27 polegadas (com 5K).

Os All in Ones não são campeões de vendas, mas são produtos atraentes para muitos pela integração de componentes em um mesmo chassi, eliminando os cabos. Os iMacs estão entre os mais vendidos do setor, e mesmo a Apple sendo uma empresa de dispositivos móveis, não deixa de lado os seus desktops.

O novo iMac 4K chegaria ao mercado em 13 de outubro. Vamos aguardar.

Via 9to5Mac

Apple pode lançar um iMac de 21.5 polegadas com resolução 4K ainda em 2015

by

apple-imac

Tudo indica que a Apple está planejando lançar uma nova versão do seu iMac de 21.5 polegadas para o outono norte-americano, que vai receber uma tela com resolução 4K e outras melhorias de hardware ainda não relevadas (mas tudo indica que pode ser uma CPU Intel Skylake, utilizando gráficos IPG).

Referências encontradas dentro da beta do OS X El Capitan mostram resoluções correspondentes ao 4K, que dificilmente poderiam pertencer ao modelo de 27 polegadas, já que este utiliza uma resolução 5K. O novo iMac pode ser anunciado no final de outubro, com os primeiros envios no começo de novembro, para que suas vendas comecem ainda nessa janela de final do ano, não muito distante das vendas natalinas.

Também não está descartado que a Apple mantenha os modelos Full HD do iMac de 21.5 polegadas por algum tempo. Sobre o preço, nada foi dito, mas especula-se um valor inicial de US$ 1.300 nos Estados Unidos.

Via 9to5Mac

Uma breve revisão no histórico de design do Apple iMac

by

imac-portada

O iMac está com tudo e não está prosa. A sua última versão, com tela Retina 5K, é o sonho de consumo de muitos que querem desfrutar dos benefícios da alta resolução no seu escritório, mas sem desconsiderar um único detalhe no design. Mas para chegar até aqui, a Apple percorreu um longo caminho.

O primeiro iMac foi lançado em 1998, e não tem nada a ver com o design apresentado pelo atual desktop da Apple. Logo, esse post tem como único objetivo apresentar uma breve revisão na história do iMac, com as fotos em ordem cronológica dos lançamentos dos computadores da empresa.

Confesso que tive vontade de ter alguns dos modelos exibidos abaixo. Sem falar que o atual iMac é simplesmente algo lindo. Enfim…. fotos.

1998-1 1998-1-1 2003-1 2004-1 2005-1 2007-1 2013-1-1 2014-1

Novo iMac, com tela Retina 5K

by

imac-retina-5k

Talvez o produto que mais chamou atenção pelas inovações no evento de hoje (16) foi o novo iMac Retina, que surpreende pela nova resolução de tela para o modelo com 27 polegadas: 5120 x 2880 pixels.

O design do produto é o mesmo, com uma espessura de 5 mm na parte mais fina do produto. A Apple destacou que essa tela é capaz de mostrar imagens ‘pixel a pixel’, algo que é muito bem vindo para os profissionais da edição de fotografia e vídeo.

Mas a grande protagonista do produto é a tela 5K, que só estará disponível no modelo de 27 polegadas (a Apple nem citou os modelos anteriores, o que indica que as versões de 21 e 27 polegadas já existentes se mantém sem mudanças, com suas respectivas resoluções de 1920 x 1080 e 2560 x 1440 pixels).

imac-retina-5k-2

O novo iMac 27 Retina 5K conta com um hardware atualizado, com um processador Core i5, gráficos AMD R9 M290X, e os modelos mais básicos contarão com 8 GB de RAM e armazenamento Fusion Drive (da Apple) de 1 TB.

Não há muitas inovações nos demais itens: a câmera FaceTime HD, as duas portas Thunderbolt 2, USB 3.0, Gigabit Ethernet, conectividades Bluetooth 4.0 e WiFi 802.11 ac estão presentes.

O iMac Retina 5K já chega com o sistema OS X Yosemite, que também foi lançada hoje (16).

O novo iMac é também o novo desktop all-in-one top de linha da Apple. Tem preço inicial sugerido de US$ 2.499. Em outras configurações, é possível encontrar um processador Intel Core i7, gráficos AMD R9 M295X, 16 ou 32 GB de RAM, FusionDrive de 3 TB ou SSD de 256, 512 GB ou 1 TB, entre outras opções.

imac-retina-step1-hero-2014

Via Apple

Apple marca evento para o dia 16 de outubro: novos iPads, Macs e mais

by

apple

A Apple anunciou oficialmente um novo evento para o dia 16 de outubro, em Cupertino, Califórnia (EUA). O convite confirma os rumores os últimos dias, que indicavam que a empresa promoveria um evento nesse mês para apresentar novos tablets, computadores portáteis e desktops (esses dois últimos ainda com apresentação incerta).

Com a proximidade do lançamento dos processadores Broadwell, este seria o momento perfeito para anunciar novas versões do MacBook Air com os chips Intel Core M. Os iMacs também podem receber os novos processadores, além de uma tela Retina. O MacBook Air também pode receber a nova tela.

O que fica muito claro é que teremos a apresentação da versão final do OS X 10.10 Yosemite, e um iOS 8.1 que deve concluir a integração das duas plataformas (via Continuity e Handoff).

Essas e outras dúvidas só serão respondidas no dia 16 de outubro, às 14h (horário de Brasília). E contaremos essas novidades para vocês aqui no blog.

Rumor: novos iMacs com tela Retina podem ser anunciados em outubro

by

imac-apple

Segundo o site 9to5Mac, a Apple pode apresentar os tão esperados iMacs com tela Retina em outubro, aproveitando assim a janela de lançamento oficial do OS X Yosemite. O anúncio pode acontecer em um hipotético evento que aconteceria no dia 21 de outubro, onde também seriam apresentados os novos iPads.

O iMac com tela Retina é um dos sonhos mais recentes entre os usuários Apple. A tecnologia Retina foi introduzida pela primeira vez em 2010, com o iPhone 4. Em 2012, a Retina foi apresentada no iPad e MacBook, e desde então, muitos entusiastas da marca esperam sua integração com os desktops da empresa.

Em junho desse ano, os desenvolvedores que trabalharam com o beta do Yosemite descobriram no código do sistema operacional referências a um iMac com resoluções de 6400 x 3600, 5760 x 32440 e 4096 x 2304 pixels.

De acordo com as fontes internas da Apple ouvidas pelo 9to5Mac, só haverá uma versão do iMac com tela Retina, e será a de 27 polegadas. O design será o mesmo da versão anterior, mas podemos ter melhoras no processador e conectividade WiFi. O novo desktop conviverá com as atuais versões do iMac.

Via 9to5Mac

Novos MacBook Air Retina e iMacs 4K em outubro de 2014? Difícil sem o Broadwell

by

650_1000_macbookair

A Apple liberou a beta pública do OS X 10.10 Yosemite, que promete melhoras visuais importantes, além da integração (não disponível na beta) da promissora tecnologia Continuity. O lançamento da versão final do sistema operacional acontece no final de outubro, e segundo o 9to5Mac, novos modelos de desktops e portáteis da Apple devem aparecer.

Espera-se um MacBook Air de 12 polegadas com tela Retina, e um iMac com tela UHD/4K ou da família Cinema Display, com 4K. Fontes próximas da Apple indicaram para esta fonte que o hipotético MacBook Air chegaria com uma espessura e peso ainda mais reduzidos, porém é muito provável que ele não apareça tão já.

O motivo é bem simples: é mais lógico que a Apple renove esses portáteis como os novos processadores da Intel, o Broadwell, que não deve estrear até o final do ano. Obviamente, existe a chance da Intel ter acelerado a produção já pensando nos novos MacBook Air, mas se isso acontecer, seria uma (grata) surpresa.

O mesmo acontece com os iMac com telas 4K, algo que tem sentido – principalmente com o fato do OS X 10.9.3 suportar essa resolução -, e que também reforçaria sua estratégia de produto, agora que fica claro que características como o Cotinuity reforçarão um ecossistema que pode trabalhar de forma integrada tanto no iPhone como no iPad ou no Mac.

Logo, paciência, caro amigo. Se nenhuma novidade nos computadores Apple for revelada em outubro, você já sabe o motivo.

Via 9to5mac

Apple apresenta um novo iMac de 21.5 polegadas mais barato (ou menos caro)

by

apple-imac-2014

A Apple acaba de renovar a sua linha de desktops iMac, com um novo modelo de 21.5 polegadas, que está disponível a partir de hoje (18), com um preço de 1.129 euros (ou R$ 5.799 no Brasil). Sua configuração é a mais modesta até hoje, mas é a mais “acessível” no preço na sua categoria.

O novo modelo conta com um processador Intel Core i5 de dois núcleos a 1.4 GHz (GPU Intel HD Graphics 5000), além de 8 GB de RAM e disco rígido SATA de 500 GB. Os clientes poderão optar por um HD de 1 TB ou uma unidade SSD de 256 GB, entre outras opções, que consequentemente aumentam o valor final do produto.

Vale um destaque para o processador desse novo iMac “econômico”, que é o Intel Core i5-4250U, lançado no terceiro trimestre de 2013. O produto tem um consumo de apenas 15W, similar ao dos processadores de notebooks, mas sua integração oferece uma boa potência (principalmente por conta de sua GPU integrada), apesar da escolha ser um pouco estranha, uma vez que os usuários de desktops não contam necessariamente com as mesmas necessidades dos usuários de notebooks nesse aspecto.

O novo modelo completa uma linha com outras duas versões de 21.5 polegadas mais potentes, com processadores Intel Core i5 de 2.7 GHz, e Core i5 de 2.9 GHz, com GPU NVIDIA GT 750M, além dos novos modelos com 27 polegadas, que já estavam presentes no catálogo da Apple.

Por enquanto, o sistema operacional que acompanha esse novo iMac segue sendo o OS X Mavericks. A nova versão (OS X 10.10 Yosemite) só estará disponível no terceiro trimestre de 2014, com beta pública disponível durante o verão norte-americano.

Via Apple

OS X Yosemite mostra evidências de um iMac com tela Retina

by

imac-apple

Os desenvolvedores da Apple estão descobrindo intrigantes dados ocultos no código das versões beta do iOS 8 e OS X. A última descoberta nesse sentido é a existência de um possível iMac com tela Retina a caminho.

A versão anterior do OS X (10.9.4) já apontava para essa possibilidade, mas o Yosemite praticamente confirma essa informação. Segundo informa o site francês Macbiouille, a beta do novo sistema operacional inclui um arquivo que define as possibilidades de escala de diferentes resoluções de tela. Nesse arquivo, há um dispositivo definido simplesmente como iMac, onde as resoluções oscilam entre 3.200 x 1.800 pixels e 6.400 x 3.600 pixels. A resolução nativa não se especifica, mas o site estima que pode ficar entre os 5.120 x 2.880 pixels.

A resolução do MacBook Pro Retina de 15 polegadas é de 2.880 x 1.800 pixels, de modo que tal teoria pode ter sentido. O rumor de que a Apple está trabalhando em um desktop com tela Retina circula na web desde que foram lançados os notebooks com esta tecnologia. Porém, desenvolver telas confiáveis com tantos pixels não é algo tão simples, especialmente em um diagonal de 27 polegadas.

Via MacRumors, Macbiouille

Apple atualiza o iMac, que agora conta com um processador Haswell, gráficos NVIDIA GeForce 700 e novo Fusion Drive

by

apple-imac-intel-haswell

Apesar de muitos já esperarem que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde, a Apple atualizou os seus modelos de iMacs com a quarta geração de processadores da Intel. Porém, fez isso de forma repentina, sem nenhum tipo de comunicação mais específica ou com maior destaque.

De qualquer forma, a partir de agora, a plataforma Intel Haswell chega finalmente à linha de desktops da Apple, com configurações que começam nos modelos com Core i5 quad-core de 2.7 GHz, com 8 GB de RAM, 1 TB de HD e gráficos Iris Pro da Intel. Como sempre, aqueles interessados podem personalizar o seu equipamento, adicionando um processador Core i7 de 3.5 GHz e os novos gráficos NVIDIA, da série GeForce 700.

Se isso te parece pouco, saiba que novidades também foram adicionadas ao Fusion Drive. Segundo a própria Apple, a nova versão do sistema de armazenamento é, pelo menos. 1.5 vezes mais rápida que a versão anterior, além do fato que as unidades SSD administradas nesses novos iMacs são agora do tipo Flash PCIe, que por sua vez também possui um desempenho 1.5 vezes superior em relação aos modelos anteriores.

O Wi-Fi dos novos computadores também foi melhorado, passando a ser compatível com as redes 802.11ac, algo mais que compreensível, levando em conta a última atualização do AirPort Extreme, assim como o Bluetooth, que agora está na versão 4.0.

Para preços e mais informações sobre as novas versões dos iMacs, acesse a página oficial do produto, no site da Apple.

Via Apple 

E já copiaram o novo e ultrafino iMac, antes mesmo da Apple lançar o produto

by

Os chineses não perdem tempo mesmo. É praticamente inevitável que qualquer grande produto, de qualquer grande fabricante (principalmente quando esse fabricante responde pelo nome “Maçã” em inglês) não receba a sua cópia ilegítima, ou um irmão bastardo que fale alguma língua asiática. No produto de hoje, temos uma tentativa de cópia descarada do ultrafino design do novo iMac (2012), que certamente não vai tapear nem a mim, nem à você. A sua tia? Quem sabe…

Estamos falando do S21i da Lavi, uma fabricante chinesa que é muito conhecida no seu mercado local por oferecer produtos que são a cara dos modelos de fabricantes famosos, mas com preços bem mais competitivos, e sem toda aquela “purpurina” de ficar fundindo metal no seu átomo (como é nesse caso). O modelo conta com uma tela de 21.5 polegadas, com resolução em 1080p, 4 GB de RAM, processadores Sandy Bridge (i3, de 3.3 GHz, ou i5, de 2.9 GHz), disco rígido de 500 GB ou uma unidade SSD de 128 GB, e Windows 7 ou Windows 8 como sistema operacional.

Como podem ver, apesar de ser um produto fake, ele tem o seu valor. São especificações de hardware bem razoáveis para a maioria dos usuários (não sabemos qual é o tipo de sua placa gráfica), e muitos usuários que eu conheço não vão ficar olhando para o pequeno detalhe dele ser totalmente “inspirado” no iMac. O computador funcionando é o que importa

De qualquer forma, fica a dica para os mais distraídos: a cópia dissimulada pode ser detectada pela logomarca do fabricante (Lavi) na parte inferior da tela, além do fato das portas de comunicação (USB, HDMI, etc) se posicionarem na parte lateral do monitor, o que deixa a cópia pelo menos 4 mm mais espessa que a original. Fora esses detalhes (que, ao meu ver, fazem diferença sim, sem falar em todo o resto), temos uma cópia relativamente próxima da proposta apresentada pela Apple em outubro.

O preço do desktop Lavi S21i varia entre US$ 540 e US$ 621. E não, esse produto não possui a conectividade Thunderbolt.

Via MIC Gadget