Arquivo para a tag: idf

Desktop Alienware Aurora é atualizado com os processadores Ivy Bridge-E

by

xalienware-auro-ivy-bridge-refresh.jpg.pagespeed.ic.O_xcMev6En

Os ótimos PCs para jogos Alienware Aurora acabam de receber uma pequena atualização, para que ele se mantenha como uma das opções mais atraentes do mercado de PCs para games. Os modelos passam a contar com um processador Ivy Bridge-E, com até seis núcleos de processamento, e cache de até 15 MB, podendo alcançar velocidades de 4.3 GHz com overclock.

Mas isso não é tudo, pois os gráficos NVIDIA GeForce 700 e AMD 8900 também estão disponíveis como opcionais de configuração para esses desktops. Ou seja, até mesmo os mais exigentes não terão desculpas para se sentirem atraídos pela proposta. Sem falar que a sua aparência externa é, definitivamente, muito atraente.

Os novos desktops Alienware Aurora já estão disponíveis nos Estados Unidos, no site da Dell, com um preço inicial sugerido de US$ 1.399. No Brasil, não há qualquer tipo de previsão. Mas não custa ficar na torcida.

Via Alienware

Google e Intel anunciam os seus novos Chromebooks com processadores Haswell

by

chromebooks-haswell

A Google, em parceria com a Intel, acaba de anunciar novos modelos de ultrabooks da linha Chromebook, todos dotados com os novos processadores Haswell. Sundar Pichai, vice-presidente sênior das divisões do Chrome e Android, subiu ao palco do Intel Developer Forum 2013 para apresentar os novos portáteis com Chrome OS, fabricados pela Acer, HP, ASUS e Toshiba.

A presença da ASUS e Toshiba em um evento como esse é especialmente interessante, uma vez que até o presente momento, as duas não haviam lançado os seus próprios Chromebooks. Talvez por isso eles quiseram manter o mistério, evitando facilitar os detalhes técnicos de suas máquinas.

A Acer e HP ao menos indicaram os detalhes mais básicos de seus produtos, que contarão com telas de 11.6 e 14 polegadas, respectivamente, 100 GB de armazenamento no Google Drive durante 2 anos, e 8.5 e 9.5 horas de autonomia de bateria, respectivamente. Os demais detalhes não foram revelados pelos fabricantes.

chromebox-haswell

Aproveitando a oportunidade, a ASUS anunciou o lançamento de um novo Chromebox, para os usuários que preferem utilizar o computador como um desktop. Tal como acontece com o seu Chromebook, pouco foi revelado sobre esse equipamento. A única informação que é dada como certa é a presença de um processador Haswell no seu interior. E essa é uma novidade muito bem vinda, considerando que o Chromebox original fabricado pela Samsung conta com um limitado processador Intel Celeron.

Ler – Chromebook da Acer
Ler – Chromebook da HP

Via Google Chrome Blog

Positivo Informática apresenta sua linha de ultrabooks para o mercado brasileiro

by

A Positivo Informática anuncia a chegada ao varejo em julho de sua linha de ultrabooks Positivo Ultra. São dois modelos projetados para oferecerem um alto desempenho, em portáteis com design arrojado, com tampa de liga metálica rígida e acabamento de aço escovado.

Os portáteis combinam a velocidade das unidades SSD com a tecnologia de Resposta Inteligente da Intel, oferecendo um maior desempenho ao produto. A série X8000 tem 18 mm de espessura total, peso de 1.6 kg e tela LCD com tecnologia LED de 14 polegadas. O usuário poderá escolher entre os processadores Intel Core i3 ou Core i5, sistema operacional Windows 7 Home Basic ou Premium, 4 ou 8 GB de RAM DDR3 e SSD de 32 GB para sistema operacional e aplicativos instalados, trabalhando em conjunto com um HD de 320 ou 500 GB.

Os modelos ainda contam com duas portas USB 3.0 e uma USB 2.0, conectividade Bluetooth 4.0, saída HDMI 1.4, rede Gigabit Ethernet, leitor de cartões e autonomia de bateria de até 8 horas de funcionamento. Seu desempenho na inicialização é 20% mais rápido que os notebooks tradicionais, graças à tecnologia Intel Rapid Start, que reduz o tempo de entrada e saída de hibernação e inicialização.

A Positivo aproveita para anunciar o lançamento dos notebooks Ultra Série X5000, com peso de 1,8 kg e unidade óptica. Com tela de LCD com tecnologia LED de 14 polegadas, o modelo conta com processador Intel Core i3 ou i5, sistema operacional Windows 7 Home Basic ou Premium, 4 ou 8 GB de RAM DDR3, HD de 500 GB ou 750 GB, uma porta USB 3.0, duas portas USB 2.0, Bluetooth 4.0, saída HDMI 1.4, rede Gigabit Ethernet e autonomia de bateria de até cinco horas de duração.

Preços não foram revelados pelo fabricante.

Via Assessoria de Imprensa

Google faz uma demonstração do Corebook em um Chromebook com Ivy Bridge

by

A enxurrada de anúncios e aparições de novos modelos de portáteis e ultrabooks é algo bem normal, principalmente quando acontece uma Intel Developers Forum. Durante o congresso de Pequim, um portátil com Ivy Bridge apareceu na feira, rodando o Coreboot. Tal software é uma BIOS de código aberto para sistemas Linux, cuja demonstração foi feita no stand da Intel, em parceria com o Google. No vídeo que você vê abaixo, você poderá ver um desconhecido portátil da Samsung rodando o Chrome OS com uma velocidade impressionante, com a peculiaridade que o sistema está baseado em Ivy Bridge, mas adaptado ao Coreboot. Seria este um avanço dos futuros Chromebooks que nos esperam?

Via NetbookNews

Intel Letexo: um conceito que combina tablet e ultrabook

by

Tal como foi feito na CES, a Intel segue demonstrando todo o seu arsenal criativo de produtos. Ontem (12/04), eles apresentaram um ultrabook que mescla o design de um tablet convertível, de estrutura deslizável (idêntico ao Eee Pad Slider da ASUS) e o rendimento e potencial dos finos portáteis dos dias de hoje (e também o tamanho, é claro), ou “o melhor dos modelos clamshell com o melhor dos tablets”, como o próprio fabricante descreve.

No momento, a única coisa que foi possível ver desse novo conceito são poucos segundos exibidos em um vídeo-resumo do primeiro dia de conferências da Intel em Beiking, e mesmo que o modelo seja visto com o Windows 8, ele não possui data definida para o seu lançamento. Vídeo abaixo.

Via UltrabookNews

[netbook] Viliv S10 Blade: vamos dar uma olhada neste interessante netbook

by

A Viliv mostou um dos seus tablets com melhor aspecto que se pode encontrar na Intel Developer Forum 2009. O novo S10 Blade é bem direto: é fino, é rápido, e ainda por cima tem tela giratória e um bom teclado. Porém, infelizmente, devemos dizer que a tecnologia resistiva que sua tela oferece não é do tipo multitoque, e oferece um tempo de resposta um tanto quanto lento. Será lançado lá fora em novembro, pelo preço de US$ 570. Para quem não tem pressa, pode esperar até o começo do ano que vem pelo modelo com tela multitoque, que chega às lojas com preço em torno de US$ 700.

Mais @Engadget.com

[notebook] Dell Studio 15/17 e XPS 16, que também contam com Core i7.

by

Parece que o Alienware M15x não é o único modelo portátil que a Dell decidiu renovar. Se um mega-laptop é muito pra você, sempre é possível optar por algo novo, porém, mais modesto. Temos as recém anunciadas novas versões do Dell Studio 15 e 17, e do Dell Studio XPS 16. Os três modelos oferecem já a opção de você escolher um procesador Core i7 720QM ou um Core i7 820QM, incluindo ainda o Studio 17 a possibilidade de vir com uma placa gráfica ATI Mobility Radeon HD 4650 com 1 GB e suporte para HDs. Os preços iniciais do Studio 15 e Studio 17 com Core i7 estão na faixa entre US$ 999 e US$ 1099, respectivamente. O Studio XPS 16, por sua vez, chega às lojas na faixa de US$ 1249 (p.s.: a Dell ainda não publicou nenhuma especificação do XPS 16).

Mais @Dell.com

[tecnologia] IDF 2009: Intel auncia Core i7 para portáteis e conexão de fibra óptica de 10 Gbps para sua mobilidade.

by

Se você buscava desesperadamente potência em processamento e mobilidade, eis a resposta para suas súplicas. A Intel anunciou seus novos chips Clarksfield para seus portátes, que, em essência, colocarão um processador Core i7 em portáteis dentro de muito em breve. Serão três CPUs disponíveis, duas com quatro núcleos e um Core i7 Extreme, que já começa a causar comichão no pessoal da Alienware com seus 3,2 GHz possíveis no modo Turbo. Este valor se consegue graças a possibilidade de “limpar” núcleos de forma seletiva para aumentar a velocidade do processador, conservando a autonomia do portátil. A notícia ruim? Não temos preço, nem data de lançamento.

Além disso, a Intel explorou bastante a USB 3.0, tornando esta tecnologia uma das vedetes da IDF deste ano. Por isso, a Intel anunciou algo para o futuro: a Light Peak. A Light Peak é uma conexão de fibra óptica para dispositivos móveis, que pode alcançar uma taxa de 10 Gbps de transferência, com distâncias de mais de 100 metros do ponto de acesso. A ideia da Intel não é só alcançar o máximo nível de transferência de dados, mas também diminuir drasticamente o número de conectores nos dispositivos para se conseguir designs menores. Abaixo tem uma foto de como é este novo sistema de conexão.

Mais @Engadget.com e @Engadget.com