Arquivo para a tag: hololens

Windows Holographic e realidade aumentada chegam ao Windows 10 em 2017

by

Windows Holographic

Durante a Intel Developer Forum 2016, a Microsoft e a Intel anunciaram que o Windows Holographic, suporte para hologramas e realidade aumentada para o Windows 10, chegará em 2017.

O suporte estará disponível em modo comercial e para todos os usuários, e não por conta do futuro lançamento do HoloLens, mas sim por uma importante massificação ao incorporar-se de forma nativa no Windows 10.

 

Plataforma holográfica disponível em qualquer computador com Windows 10

Windows Holographic 02

 

Terry Myerson, chefe da divisão do Windows na Microsoft, anunciou uma parceria com a Intel para que todos os computadores com Windows 10 equipados com chips Intel sejam compatíveis como o Windows Holographic.

Com isso, a experiência disponível no HoloLens estará ao alcance de qualquer pessoa. A interface desenvolvida para interagir com hologramas chegará ao Windows 10 com a ajuda dos capacetes com tela que permitem a interação com os aplicativos holográficos em 3D e 2D, além dos programas com suporte para essa plataforma.

Ou seja, qualquer computador com chips Intel e Windows 10 receberá a realidade aumentada, a realidade mista e a interação com hologramas. Isso vale para desktops e notebooks, mas não foram mencionados requisitos mínimos de hardware. Só mencionam “todos os PCs”.

Espero que isso aconteça realmente da forma como eles afirmam. Todos nós presenciamos o que aconteceu com a compatibilidade dos dispositivos Lumia com o Windows 10 Mobile.

Via Engadget

O HoloLens está na Estação Espacial Internacional

by

Project Sidekick in Action

O Project Sidekick está em ação na Estação Espacial Internacional, com a ajuda do HoloLens da Microsoft. O dispositivo tem dois objetivos ao estar no espaço: servir como elemento central para as chamadas VoIP via Skype, e atuar como ferramenta de visualização de manuais e modos de uso sobre objetos específicos mediante realidade aumentada.

No vídeo do final desse post, é preciso dar uma primeira olhada nos aspectos mais importantes desse projeto, entre os quias se encontram o uso real das HoloLens e também os testes que o dispositivo teve que passar antes de chegar na Estação Espacial Internacional. Um dos testes mais importantes foi o do seu uso em gravidade zero, vital para garantir que o dispositivo poderia ser utilizado em um ambiente nessas condições, sem maiores problemas.

Vídeo a seguir.

 

Via Neowin

Como fica o menu do Windows 10 com o HoloLens

by

hololens-menu-windows-10

O menu clássico do Windows não pode faltar, e ele aparece novamente. Dessa vez, em uma interface especial: a do HoloLens, onde alguns elementos se conservam, mas exibidos de forma diferente.

Um vídeo vazado de um aplicativo chamado Actiongram, podemos ver o menu Iniciar em formato ‘holográfico’, em realidade aumentada, sobre um cenário real. É possível ver as ‘live tiles’ e o acesso às principais configurações, incluindo o Cortana.

Temos a mesma estrutura que mostra a lista de aplicativos instalados, e sua navegação se realiza com os movimentos das mãos no ar, se validando com um simples movimento do dedo como se fosse um clique.

 

O sistema reconhece as mãos do usuário no espaço, e há inclusive um ponto branco que marca o lugar onde estamos apontando. O Actiongram será apresentado oficialmente no dia 29 de fevereiro, e conta com modelos 3D de uma lista, transformando-os em elementos 3D desenhados (hologramas) sobre o cenário real. Podemos interagir com os objetos.

Também especula-se que a Microsoft pode estar preparando um acessório para ajudar na interação com o HoloLens, que depende de gestos e voz para reconhecer a interação, e isso pode ser cansativo de ser feito todos os dias. Por isso, um dispositivo com botões como o da foto abaixo pode ser a solução.

microsoft-hololens-gadget

A Microsoft não quer que aconteça com a HoloLens o mesmo que aconteceu com o Kinect. Vão medir bem os passos antes de lançá-lo ao mercado, e só o fazer quando tiver muito conteúdo útil para ele. E os primeiros ensaios (como em eventos como o Super Bowl) são muito promissores.

O Super Bowl e o Microsoft HoloLens formam uma bela dupla

by

microsoft-hololens-super-bowl

As transmissões esportivas com o HoloLens serão algo alucinante. Pelo menos é o que a Microsoft promete em um um vídeo que mostra as possibilidades do seu sistema de realidade aumentada.

A Microsoft é parceira tecnológica da NFL, e aproveita a ocasião do Super Bowl 50 (final do campeonato de futebol americano e o evento mais visto pela TV dos EUA do ano) para mostrar as impressionantes possibilidades do HoloLens.

Com ele, é possível ver o jogo em 3D a partir de múltiplos ângulos de câmera, ter o estádio inteiro na mesa de café ou de centro da sala, selecionar replays de jogadas em vários ângulos, estatísticas de jogadores atualizadas e as últimas jogadas. Ainda vai levar tempo para que essa tecnologia chegue nas casas dos usuários, mas é uma experiência completamente nova. Já vimos as possibilidades do HoloLens nos videogames, mas nas visualizações de conteúdo multimídia não ficam atrás.

O Microsoft HoloLens é um dos projetos de realidade aumentada mais atraentes do momento. A última novidade sobre o projeto é que será totalmente sem fio, e que pode se conectar “a qualquer coisa” mediante WiFi e Bluetooth. Teria uma autonomia de 5h30 de uso básico, enquanto que o uso intensivo será reduzido para 2h30.

O campo de visualização do HoloLens será equivalente a uma tela de 15 polegadas a 60 centímetros de distância. Campo limitado por enquanto para reduzir custos e aumentar a autonomia de bateria, ainda que seja preciso ter em conta que, por enquanto, é a versão de desenvolvimento do produto, antes da v2.0, que será a versão comercial.

A versão de desenvolvedores erá distribuída nesse primeiro trimestre de 2016, com preço de venda de US$ 3.000.

Microsoft HoloLens será sem fio, e contará com 5h30 horas de autonomia

by

microsoft-hololens

O Microsoft HoloLens é um dos projetos de realidade aumentada mais atraentes do momento. Ele chegará ao mercado no terceiro trimestre de 2016 em sua versão para desenvolvedores, com preço de venda de US$ 3.000. Não há data de disponibilidade para a versão comercial de consumo e empresas, e nem preço definido.

Pouco sabemos do produto além de espetaculares demonstrações e escaços detalhes técnicos. Mas nesse fim de semana, técnicos da Microsoft compartilharam mais informações em um evento realizado em Tel Aviv (Israel). A mais importante informação é que o Microsoft HoloLens será totalmente sem fio, podendo se conectar a “qualquer coisa” via WiFi e Bluetooth, inclusive em casas separadas, desde que o alcance permita.

MicrosoftHoloLens_2

Também sabemos que sua autonomia de bateria será de 5h30 em uso básico, ou 2h30 em uso intensivo. Também está confirmado que qualquer um dos “aplicativos universais” da Microsoft ou de terceiros serão suportados nativamente no HoloLens.

O campo de visão do HoloLens será equivalente a uma tela de 15 polegadas a 60 centímetros de distância. Um campo limitado por enquanto para reduzir custos e aumentar a sua autonomia, mas é preciso ter em conta que ainda é a edição de desenvolvimento do produto, uma prévia da versão 2.0, que será a comercial.

MicrosoftHoloLens_3

Kit de desenvolvedores do HoloLens tem preço e data de lançamento

by

xray2

O Microsoft HoloLens, dispositivo de realidade aumentada, deu o ar de sua graça no evento realizado hoje (06) em Nova York (EUA), com uma interessante demonstração de um jogo desenvolvido especificamente para o dispositivo.

O game Project X-Ray gerou grandes expectativas pelos presentes, por conta do seu bom planejamento e visualização precisa e cheia de detalhes. Fica bem claro que a aposta da Microsoft com o HoloLens é muito ambiciosa, e queremos ver os que os grandes desenvolvedores podem fazer com o produto. Sem falar no grande potencial para o setor profissional, tanto nos setores formativos como os de pesquisa.

4

A versão para desenvolvedores do HoloLens estará disponível a partir do primeiro trimestre de 2016, e seu preço sugerido é de US$ 3 mil. Vale lembrar que esse é um dispositivo totalmente independente e na sua fase inicial de desenvolvimento, o que explica o elevado preço. É de se imaginar que a versão para o consumidor final terá um preço mais comedido.

5 6

HoloLens é o motivo pelo qual a Microsoft comprou o Minercraft

by

hololens-minercraft

 

A Microsoft parece ter uma ideia muito ambiciosa para o Minercraft: vincular o jogo ao HoloLens, o seu dispositivo de realidade aumentada que pretende ir muito além do que foi o Google Glass. Sem mencioná-lo de forma explícita, Satya Nadella disse ao The New York Times que ‘vamos ter um jogo que, de fato, vai nos ajudar a mudar radicalmente as novas categorias”.

As possibilidades do Minercraft no HoloLens podem ser enormes, já que este é um dispositivo de realidade aumentada, de modo que o jogo poderia acontecer no local onde o usuário está, interagindo com os objetos reais, com os elementos do jogo projetados sobre os mesmos.

Dispositivos como o Oculus Rift já são uma realidade a algum tempo, mas na informática de consumo, a realidade virtual sempre foi uma promessa. Conseguirá a Microsoft fazer do HoloLens uma referência? Não seria a primeira vez que a gigante de Redmond revolucionaria o segmento de games. O Kinect é a prova disso.

Via PCWorld

HoloLens: o futuro do Windows é holográfico e espetacular

by

project-hololens-microsoft

A Microsoft apresentou na BUILD 15 mais novidades sobre o Project HoloLens, o sistema que combina realidade virtual e aumentada que deixou todos embasbacados na sua primeira aparição. De janeiro até agora, o sistema evoluiu a ponto de se relacionar de forma direta com o Windows 10.

A Microsoft mostrou que o HoloLens pode ser útil em várias instâncias, como por exemplo em residências, escolas e escritórios. A empresa parece levar a sério o universo de ‘aplicativos universais’, já que o código será aproveitado pelos mais diversos segmentos.

 

Decorando sua casa com o Windows 10

A Microsoft não se contentou com o software próprio. Agora, o HoloLens pode executar o Windows 10 e seus aplicativos, apresentando uma nova forma de interagir e mostrar os elementos do sistema. O site The Verge publicou um vídeo que mostra tudo em funcionamento.

O sistema projeta janelas no meio dos elementos reais ao nosso redor, abrindo um aplicativo que pode – por exemplo – reproduzir vídeos suspensos enquanto estamos sentados no sofá da sala, ou uma conversa via Skype em outro canto da casa.

Mas a ideia não se limita a criar janelas planas no meio da sala. O HoloLens pode criar objetos vivos em 3D, que podemos rodear e interagir a partir de diferentes pontos desse objeto. E essa é a real essência do Project HoloLens.

Essas janelas e objetos podem mudar de tamanho e de destado. Também é possível fazer com que esses objetos sigam o usuário ao longo da casa, com um simples comando de voz. Algo como ‘follow me’. Além de mascotes virtuais e elementos do Windows, a Microsoft entende que o projeto deve ter uma orientação empresarial, atuando como ferramenta de produtividade.

Algumas empresas já se comprometeram a trabalhar com o HoloLens: Cleveland Clinic, Unity, Case Western Reserve University, Trimble, JPL, NASA, AudioKinetic, AutoDesk, Legendary Pictures, The Walt Disney Company, Dassault Systèmes e Sketchfab. Nas escolas, podemos por exemplo considerar uma sala de aula onde alunos e professor podem ver como um corpo humano se desmonta em partes, e sem necessitar que todos estejam na mesma sala de aula.

Na apresentação da BUILD 15, a Microsoft levou centenas de protótipos aos desenvolvedores, para que eles conheçam a experiência de primeira mão, e se sintam tentados a começar a programar para o sistema.

Sem cabos

A Microsoft reforça que todo o sistema do HoloLens dispensa o uso de cabos ou periféricos externos (câmeras, controles ou elementos de controle e sinalização) para funcionar. A conexão com computadores ou dispositivos móveis que se comunicam com o capacete é feita de forma sem fio. Vale lembrar que o capacete tem a sua própria unidade de processamento, sendo capaz de executar os aplicativos Windows sem a ajuda de outros dispositivos.

Teremos jogos do Xbox One para o Hololens

by

hololens

A integração que a Microsoft quer para o seu Xbox e Windows 10 não fica apenas nos computadores e smartphones. Uma vez que o Hololens é planejado como um computador que podemos levar conosco, os jogos também fazem parte do seu atrativo.

Na Game Developers Conference, a Microsoft confirmou que os desenvolvedores que quiserem já podem pensar nos jogos para as Hololens. Olhando mais adiante, quando o produto será uma realidade, será possível jogar usando a realidade aumentada, e sem nenhum elemento, console o computador adicional. Só a Hololens.

A Microsoft não quer limitar a realidade aumentada para usos mais práticos, mas eles entendem que o entretenimento e os jogos serão pilares fundamentais para o projeto.

Como acontece na realidade virtual, a aumentada planejada nas Hololens são candidatas à novas formas de jogar que chegarão nos próximos anos, e serão protagonistas ao lado dos jogos no smartphone e segundas telas.

A Microsoft não revelou mais detalhes, mas preparou o terreno para a Build 2015, que já tinha o grande interesse por conta do Windows 10.

 

Via Microsoft

Especial | Windows 10: assim é o novo sistema operacional da Microsoft

by

windows_10_full

O ano de 2015 mal começou, e a Microsoft já teve uma das suas semanas mais importantes. Eles apresentaram novidades importantes para o Windows 10 e outros produtos que o cerca de alguma forma. Na verdade, chegou a hora da verdade para a gigante de Redmond, que informou que até o momento mais de três milhões de usuários instalaram o preview do novo sistema, com mais de 800 mil mensagens de feedback.

Esse post faz uma geral de tudo o que foi anunciado pela Microsoft nessa semana.

 

Atualização gratuita para aqueles que atualizarem no primeiro ano

Uma das perguntas que estavam sem resposta até agora era sobre o preço do Windows 10. Pois bem, para quem possui uma licença do Windows 7, do Windows 8.1 ou um smartphone com Windows 8.1, a atualização do Windows 10 será gratuita, desde que seja realizada durante o primeiro ano de vida do novo sistema. Uma vez atualizado, o dispositivo seguirá rodando o Windows 10 pelo resto de sua vida útil.

É uma aposta de risco? Sim. Porém, é uma estratégia interessante e inteligente. Com tal medida, a Microsoft incentiva os usuários a atualizarem os seus dispositivos, evitando que muita gente fique agarrado no Windows 7, tal como aconteceu com o Windows 8. De acordo com os números da NetMarketShare de dezembro de 2014, o Windows 7 segue sendo a versão mais utilizada do Windwos, com 53.71. de cota de mercado. O Windows 8.1 vai tão mal nesse aspecto, que está atrás inclusive do Windows XP.

Ou seja, a ideia da Microsoft é: ou atualiza, ou atualiza. E nada mais atraente do que oferecer o produto de graça por um tempo limitado, para potencializar essas atualizações.

 

Menu iniciar  central de notificações

650_1000_windows-menu-iniciar

O debate e a polêmica gerada pela eliminação do menu iniciar no Windows 8 e sua ‘volta’ no Windows 8.1 resultaram na volta em definitivo desse item no Windows 10. Porém, sem abandonar completamente a proposta apresentada pela interface Metro. Por isso, a Microsoft decidiu combinar os dois mundos na nova versão do sistema operacional.

Do lado esquerdo, teremos o menu iniciar tradicional. Do lado direito, temos as tiles que estrearam no Windows 8. E se tudo ficar muito pequeno para o usuário, é possível exibir as tiles em um modo de tela cheia.

Do lado direito da área de trabalho temos a central de notificações, onde são exibidas as últimas mensagens recebidas e os alertas dos programas que utilizamos. Na parte inferior existem várias caixas de ação rápida, ou uma espécie de Action Center, onde é possível ativar o WiFi, conectar à uma VPN, ativar o modo tablet, o modo avião… ou sejam uma alternativa muito parecida com o que temos no Windows Phone 8.

 

Cortana chega ao PC

1000_1000_cortana-oficial

Outra novidade muito especulada era a chegada do Cortana ao desktop, e isso foi confirmado pela Microsoft, que lembra que o Cortana é um assistente pessoal digital que aprende coisas sobre o usuário, conforme o mesmo vai utilizando o seu dispositivo.

Na opção ‘Libreta’, o usuário pode adicionar informações pessoais para serem consideradas, ou eliminar aquelas que não são relevantes. Uma vez iniciado o assistente, ele vai mostrar apenas as notificações consideradas relevantes, em uma experiência que eles chamam de ‘homepage’.

Por exemplo, o Cortana recompila os eventos próximos do usuário ou informações que pode interessar em função do que o assistente sabe sobre ele. Na essência, o Cortana para PC é um Cortana para smartphones ‘vitaminado’, por conta das diversas possibilidades que um computador naturalmente oferece.

Se o usuário solicitar a exibição dos arquivos em PowerPoint de uma determinada pasta, o Cortana mostra uma lista de arquivos armazenados no computador com tal característica. Se pede para exibir as fotos tiradas em dezembro, o assistente mostra as fotos armazenadas no PC com esse mês. Faz o controle total da reprodução musical… e outras atividades.

É preciso ainda ver o recurso em ação, mas o fato é que, pelo menos na apresentação, estamos diante de um assistente muito completo e poderoso.

 

Modo Continuum

windows_10_continuum

A Microsoft quer que o usuário tenha a mesma comodidade de uso do Windows 10 usando o Surface no modo desktop e no modo tablet. Para isso, eles criaram o Continuum, um recurso que vai adaptar a interface do sistema operacional ao equipamento em que ele é utilizado, para que o usuário não sinta o impacto da experiência quando o teclado magnético do dispositivo é retirado.

A experiência de uso se mantém intacta, já que os aplicativos passarão do modo janela para o modo de tela completa, com uma interface mais adequada para os dedos. Ao recolocar o teclado, a visualização em modo janela volta a ser acionada, e termos um desktop mais próprio de um equipamento desktop.

 

Project Spartan, o substituto do Internet Explorer

650_1000_win10_windows_spartan_web-3

Aqui, poucas surpresas. Sobre o Project Spartan, o que sabemos é que o novo navegador da Microsoft é oficial, e que a empresa está trabalhando nele, mas não veremos resultados práticos em até ‘três, quatro ou cinco meses’. De fato, foi mostrado um primeiro preview, onde três funcionalidades foram destacadas. Por um lado, temos a capacidade de realizar anotações de forma nativa e colaborativa, no próprio navegador, podendo compartilhar seu conteúdo com outros usuários.

O segundo item é a utilização do ‘modo leitura’ para conteúdos, adaptando uma página web como se ela fosse uma página de um livro, com a informação centrada, e sem distrações para as laterais. O resultado é simples, que pode ser personalizado. Também está incluída uma lista de leituras que pode ser sincronizada entre dispositivos, onde o usuário pode enviar conteúdos para ler mais tarde.

Além disos, o Cortana está completamente integrado ao novo navegador, oferecendo endereços e mais informações sobre um determinado tema, ou se a busca está relacionada aos estabelecimentos comerciais, temos as indicações de reviews, telefones e endereço do mesmo. Os resultados são exibidos de forma instantânea na barra de endereços, caso você faça uma busca relacionada ao tempo.

 

Hologramas!

microsoft-hololens

A grande surpresa da Microsoft foi o HoloLens, um ambicioso projeto de realidade aumentada baseado em hologramas.

Com a ajuda de um cristal e um chip de processamento holográfico, os óculos são capazes de projetar objetos ao nosso redor, onde é possível obter resultados muito surpreendentes (pelo menos na teoria). Tudo isso é possível com a ajuda da plataforma Windows Holographic, uma ferramenta que os desenvolvedores deverão explorar para tirar ao máximo proveito dos óculos.

De acordo com a Microsoft, veremos essa funcionalidade ‘em algum momento dentro do período de vida útil do Windows 10’, de modo que vamos ter que esperar um bom tempo (e esperar de forma indeterminada).

 

Conquistar os gamers com o app Xbox

xbox-gaming-win10

Se você é proprietário de um Xbox One, a Microsoft criou uma espécie de rede social, mas orientada aos jogos do seu universo. A partir do aplicativo Xbox para Windows 10, será possível visualizar o perfil do jogador, os progressos em todos os jogos, um feed de atividades dos seus amigos, o chat do Xbox Live e uma lista do que é jogado naquele momento (independentemente se você está no console, no PC ou no smartphone).

Outra grande novidade é que se o usuário tem qualquer jogo do Xbox One (incluindo jogos exclusivos que não estão disponíveis em outras plataformas), ele poderá jogar esse jogo a partir de qualquer outro dispositivo Windows da sua casa, por conta da nova função de streaming. Ou seja, você pode (por exemplo) começar um jogo no Surface, sem estar diante do console, e terminar no Xbox One. Você pode inclusive desligar o console remotamente, tornando o recurso bem prático.

 

Windows 10: disponibilidade

windows_10_all

Não foram reveladas datas de lançamento, e ao longo do evento, a Microsoft insistiu em várias oportunidades que tudo o que eles mostraram não são as versões definitivas, mas sim as versões que eles estão trabalhando nesse momento.

Na semana que vem, teremos acesso à uma nova build do Windows 10 para desktops, que estará disponível em 25 idiomas. Para os smartphones, a espera vai ser maior: o primeiro preview só estará disponível ao público em fevereiro.

windows-10-novidades windows_10_smartphone

Project HoloLens: o futuro da computação pessoal, segundo a Microsoft

by

microsoft-hololens

Talvez a grande surpresa do evento realizado hoje (21) pela Microsoft seja o Windows Holographic. Em fase de desenvolvimento, eles mostraram um esboço de como a empresa vê o futuro do computador pessoal.

O Holographic baseia a experiência em um computador chamado HoloLens, que nada mais é do que um óculos de realidade aumentada, que sobrepõem a holografia ao redor do usuário para realizar a interação com os conteúdos apresentados.

Infelizmente a demonstração realizada ainda está muito distante do vídeo de apresentação do produto. Mesmo assim, não deixa de ser um conceito que chama e muito a atenção para um futuro a médio prazo.

O HoloLens integra um computador completo dentro de um óculos de realidade aumentada, com CPU, GPU, sensores e tela HD, além de uma câmera similar ao Kinect para identificar o que está ao nosso redor, os gestos realizados com as mãos e os comandos de voz. Tudo sem fio, e com funcionamento autônomo, o que chama ainda mais a atenção para o conceito.

650_1000_banners_and_alerts_y_windows_10__the_next_chapter_28

Ainda que falte muito para ver como será a sua versão final, as demonstrações foram positivas A Microsoft afirma que o Holographic chegará pelas mãos do Windows 10, e já existe um programa para testes, aplicativos e formas de interação com os elementos ao redor: o HoloStudio.

650_1000_windows_10__the_next_chapter_43 project-hololens-microsoft