Arquivo para a tag: hands-on

LG K4 | Primeiras Impressões

by

2016-02-16 13.03.22-5

No mesmo evento de apresentação do LG K10, também conhecemos o LG K4, o modelo de entrada dessa nova série de smartphones. Pela sua própria proposta de preço, temos aqui um dispositivo mais comedido nas suas especificações técnicas, mas com uma proposta igualmente válida.

Começando pelas diferenças visualmente detectáveis. O LG K4 tem uma tela menor, algo que todo mundo consegue reconhecer em um primeiro contato. Há quem prefira um telefone com tela menor, o que facilita o manejo do dispositivo com uma única mão. Porém, o preço a pagar nesse caso é justamente ter um menor desempenho, maiores restrições de uso, e um software da geração anterior do Android.

2016-02-16 13.03.30-1

As linhas arredondadas estão mantidas, mas as bordas ao redor da tela são maiores. O seu acabamento inclui o plástico na sua construção, mas visualmente aparenta ser mais simples que os modelos mais completos dentro dessa série.

2016-02-16 13.03.36-2

Há um ponto positivo aqui: diferentes de outros modelos da concorrência, ao menos o LG K4 não conta com os botões do Android físicos e impressos na área frontal da carcaça. Isso quer dizer que, apesar de chegar ao mercado com um Android defasado (Android 5.1 Lollipop), ele pode receber a atualização para uma versão mais recente um pouco mais rápido. Resta saber se a LG terá interesse em atualizar esse dispositivo em algum momento.

2016-02-16 13.04.09

Outro destacado diferencial do LG K4 em relação aos demais modelos da série K é a presença dos botões de controle de volume na lateral do dispositivo. Isso chama a atenção, e levanta questões: isso teria acontecido por conta das dimensões do dispositivo, ou por que o design dos botões traseiros encarece de alguma forma o preço final do produto?

2016-02-16 13.04.16-1

Mesmo assim, não temos um produto espesso. É um smartphone com agradável agarre, e cômodo transporte nas jornadas diárias, sem gerar muito volume quando carregado no bolso da calca.

2016-02-16 13.04.23-2

A decisão de manter um acabamento com relevo para oferecer um melhor agarre ao produto está mantida e é muito bem vinda. De novo: pensando no perfil de usuário que esse produto é voltado, essa medida é mais que acertada, ao menos para tentar oferecer uma maior segurança ao produto no uso diário.

2016-02-16 13.04.29-1

Também temos uma câmera traseira mais modesta, mas herdando alguns dos recursos inteligentes implementados pela LG nos modelos maiores. Será que serão suficientes para ao menos produzir boas fotos para os usuários compartilhar suas imagens nas redes sociais? Esperamos que sim.

2016-02-16 13.04.35-1

O LG K4 entra na briga dos modelos de entrada, concorrendo diretamente com o Moto E da Motorola e os modelos da Samsung, além dos dispositivos lançados por fabricantes nacionais recentemente. Vamos aguardar o produto efetivamente chegar ao mercado para identificar qual será a reação do consumidor brasileiro diante dessa proposta.

A seguir, vídeo com o hands on e as primeiras impressões.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil.

LG K10 | Primeiras Impressões

by

2016-02-16 12.54.33-2

Estive ontem (16) em São Paulo para o evento de lançamento da nova série de smartphones de linha média da LG. A série K é composta por três modelos: K10, K8 e K4, e nesse post, passo minhas primeiras impressões do modelo mais completo dessa série, o LG K10.

A LG destacou em seu evento que a maioria dos usuários brasileiros de smartphones nesse momento está concentrada entre o público jovem (13-20 anos). Logo, eles queriam focar nesse nicho de mercado, oferecendo produtos que contam com um preço menor, mas com qualidades pontuais nos itens que mais interessam a esse grupo de consumidor: tela, desempenho e câmera.

2016-02-16 12.55.05-2

Uma das coisas boas dessa nova série é que os smartphones contam com películas que protegem a tela no kit de compra do produto. Se levarmos em conta que o público alvo desse produto está entre os mais jovens, é mais do que razoável ter essa preocupação, aumentando a integridade da tela diante da rotina movimentada do seu usuário.

O design do LG K10 é bem cuidado, com cantos arredondados, e apesar da predominância do plástico ao longo de sua construção, o modelo é aparentemente bem construído. Outro detalhe bem vindo nesse modelo é a presença de uma tampa traseira com relevo, que oferece um melhor agarre durante o uso.

2016-02-16 12.55.18-1

A LG manteve a tendência de design dos seus últimos smartphones top de linha, ao deixar os botões de controle de volume e liga/desliga/bloqueio de tela na parte traseira do dispositivo. Isso curiosamente não é mantido no LG K4 (que ainda vou escrever as primeiras impressões hoje), talvez por conta das dimensões do dispositivo, e também pela estrutura técnica para implementar essa solução, o que pode (na teoria) encarecer o valor final do produto.

2016-02-16 12.55.29-2

Um dos pontos mais promissores do LG K10 é a sua câmera traseira de 13 megapixels. A LG fez um excelente trabalho no conjunto sensor + software no caso do LG G4. Resta saber o quanto que eles decidiram adotar dessa qualidade no seu novo smartphone intermediário.

2016-02-16 12.55.50-5

É um dispositivo com baixa espessura, bem ajustado para o perfil jovem, que vai levar o dispositivo no bolso para todos os lugares. Isso resulta em uma pegada agradável para o smartphone.

2016-02-16 13.01.36-3

Uma das boas novidades do LG K10 é essa capa protetora inteligente. Ela é capaz de exibir notificações importantes e até mesmo que o usuário receba ligações sem precisar abrir a tampa do dispositivo.

2016-02-16 13.01.44-5

É um recurso inteligente, adotado com inteligência, e um modelo de linha média.

Uma das preocupações dos leitores do TargetHD (e minha também, confesso) é a presença de apenas 1 GB de RAM no LG K10. Vale lembrar que esse smartphone conta com um processador MediaTek octa-core e o sistema operacional Android 6.0 Marshmallow, cuja otimização de software é um dos grandes pontos que a Google promove nessa versão. Resta saber se isso será o suficiente para entregar um desempenho final satisfatório, em virtude do seu conjunto de hardware.

O LG K10 já está aqui para testes, e vamos responder essas questões todas em um review que será publicado em breve. A seguir, o vídeo das primeiras impressões desse lançamento.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil.

Hands On | LG G4 Stylus

by

IMG_20150528_140736083

A LG também apresentou ontem (28) o LG G4 Stylus, versão ‘phablet’ do LG G4, mas sem todo o seu poderio técnico. A ideia aqui é oferecer um smartphone com tela de grandes dimensões (5.7 polegadas), para uma melhor interação com a interface Android e a ajuda de uma caneta Stylus.

IMG_20150528_140339310

O LG G4 Stylus segue a mesma filosofia do LG G4 Beat, ou seja, herdar as características de design do LG G4, mas com especificações de hardware mais modestas, visando obter uma melhor relação custo-benefício. A ideia é oferecer os mesmos elementos de interface, recursos e funcionalidades (principalmente as de câmera para garantir uma maior proximidade dos produtos nesse aspecto.

IMG_20150528_140345899

Em linhas gerais, estamos diante de um interessante smartphone de linha média, com uma boa pegada e uma boa construção. É um modelo bem ajustado para a sua proposta, mas resta saber se o seu desempenho geral será algo satisfatório. O modelo que testamos no evento da LG estava com as personalizações da Claro, além de uma indicação de software em versão de testes (e não definitiva).

Ou seja, vamos esperar para receber o produto para review antes de tirar conclusões antecipadas.

IMG_20150528_140402921

Assim como os demais produtos apresentados, o LG G4 Stylus também carrega uma leve curvatura na sua tela. Essa característica está se tornando cada vez mais presente nos dispositivos da marca, o que é algo positivo. Afinal de contas, a tendência das telas curvas era algo um tanto quanto questionado por muita gente dentro do setor de telefonia, por conta de sua validade. Mas parece que a LG está sabendo como fazer.

IMG_20150528_140426500

Assim como aconteceu no LG G4 Beat, o LG G4 Stylus também conta com o sensor a laser, mantendo assim o compromisso dos coreanos em oferecer os seus diferenciais mais relevantes nos modelos de linhas inferiores.

IMG_20150528_140442371

Temos aqui mais um bom trabalho da LG, em linhas gerais. É um dispositivo que pode atender bem as necessidades dos usuários intermediários, principalmente aqueles que buscam uma interação com o smartphone através da caneta Stylus.

Vídeo de hands on a seguir.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG Electronics do Brasil.

Hands On | LG G4 Beat

by

IMG_20150528_135752927

Não se deixe enganar! Parece o LG G4, mas não é. Nem só de smartphones top de linha viveu a LG no evento de ontem (28) em São Paulo. Eles também apresentaram o LG G4 Beat, modelo intermediário que herda as principais características do modelo mais completo, mas com algumas restrições visando a melhor relação custo/benefício.

IMG_20150528_135808802

O LG G4 Beat traz a tela levemente curvada, o design refinado (menos os diferentes acabamentos), a disposição de elementos físicos, o software UX 4.0 (com Android 5.0 Lollipop nesse caso) e toda a experiência de uso do modelo mais completo. Com isso, aqueles usuários que gostaram do que viram no top de linha poderão receber algo muito próximo nesse modelo, mas com um hardware mais modesto, uma tela menor… enfim, tudo tem o seu preço, certo?

IMG_20150528_135822133

O que não quer dizer que o LG G4 Beat não seja uma opção interessante. É um modelo fluído, muito funcional e bem ajustado. Esperamos que a sua performance com tarefas mais pesadas seja pelo menos funcional, sem engasgos e travamentos. É claro que o objetivo final desse smartphone não é exatamente rodar os jogos mais pesados com fluidez (sabemos que ele é capaz de rodar), mas mesmo assim, ele precisa ter um comportamento que justifique o seu preço.

IMG_20150528_135829417

Outra boa notícia para quem gosta de fotos: a tecnologia de sensor a laser – uma das inovações da LG que está presente nos tops de linha LG G3 e LG G4 – também se faz presente no LG G4 Beat, mostrando um maior compromisso dos coreanos em exportar ao máximo as características e funcionalidades mais relevantes nos modelos intermediários.

Vídeo de hands on a seguir.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG Electronics do Brasil.

Hands On | LG G4

by

IMG_20150528_132820853

Ontem (28), estive em São Paulo para o evento de lançamento do LG G4 no Brasil, novo smartphone top de linha dos coreanos para o mercado local. Já falamos de suas características técnicas e das melhorias que o produto recebeu em um post publicado ontem aqui no blog. Nesse post, vou relatar a minha breve experiência com o dispositivo, com o meu primeiro contato com o mesmo.

IMG_20150528_132853311

Estamos diante de um telefone que é realmente muito fino e leve. Mais uma vez a baixa espessura fala a favor de um smartphone top da LG, e essa boa tradição vem desde o LG G2. O seu peso reduzido também é outro ponto de destaque, pois cai muito bem para a proposta de um smartphone mais refinado. Nada contra telefones pesados, mas é que a diferença é substancial. Carregar ele no seu bolso não deve ser um grande problema.

IMG_20150528_132740550

A tampa traseira com revestimento de couro é realmente algo que chama a atenção positivamente no LG G4. Muito bem feita na sua construção e acabamento, o material oferece uma agradável sensação de agarre, além de ser aparentemente mais seguro do que o policarbonato no encaixe das mãos. Sem falar que esse material reduz as chances de danos sérios no caso de quedas.

IMG_20150528_131943148

De fato, a tela do LG G4 recebe uma leve curvatura, que pode passar desapercebida para os olhares menos atentos. É uma curva discreta, que não se compara com aquela encontrada pelo LG G Flex 2. Estou curioso para saber se ela garante mesmo uma maior segurança em caso de quedas (segundo a LG, esse formato reduz as chances da tela trincar em caso de queda acidental).

IMG_20150528_132005633

A tela do LG G4 realmente impressiona. A tecnologia Quantum IPS adotada nesse modelo realmente apresenta diferenciais substanciais na qualidade de imagem e cores, e é fácil concluir que estamos diante de uma das melhores telas disponíveis no mercado atual de smartphones.

O toque é suave e preciso, tornando assim a interação com o sistema operacional algo agradável e eficiente. Aliás, aparentemente, a LG mais uma vez fez um trabalho bem eficiente na interface UX 4.0 que reveste o Android 5.1 Lollipop presente no LG G4, já que temos um sistema fluído, sem engasgos.

É claro que temos que levar em conta que o smartphone possui um hardware poderoso. E, pelo menos nas primeiras impressões, o processador Qualcomm Snapdragon 808 não deixa muito a desejar em relação ao mais potente Snapragon 810. Resta saber se essa mudança (em conjunto com a nova tela) vai se reverter em uma maior autonomia de bateria. Não deve adiantar muito esse novo hardware se o software não for melhor otimizado.

IMG_20150528_132746223

As câmeras do LG G4 parecem manter a elevada qualidade das versões anteriores. A própria LG decidiu disponibilizar diferentes tipos de testes, com diferentes condições para que os presentes pudessem avaliar por si a qualidade da câmera traseira, que possui um dos sensores com maior capacidade de captação de luz no mercado mobile.

Posso dizer que a velocidade de disparo continua elevada, que o novo modo manual de câmera parece ser bem interessante, e que os resultados das fotos tiradas no local (ambiente com diferentes níveis de iluminação) parecem promissores.

Por fim, o LG G4 é um autêntico top de linha. Bem construído, com um ótimo acabamento… um modelo que deve fazer barulho no mercado. Já esperando pela oportunidade de fazer o review desse smartphone.

Vídeo de hands on a seguir.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG Electronics do Brasil.

Hands On | LG G Watch R

by

650_1000_lg_g_watch_r

Também aproveitamos nossa passagem na LG Digital Experience 2015 para dar uma olhada mais de perto no LG G Watch R, relógio inteligente dos sul-coreanos com o sistema Android Wear.

O produto chama a atenção pelo acabamento final, o ar esportivo e a ideia de se aproximar de um relógio convencional, tanto na parte de software como principalmente nos aspectos físicos do dispositivo, algo que pode fazer com que aqueles usuários ainda mais reticentes sobre a compra do produto.

De um modo geral, o dispositivo agrada, tanto na sua aparência quanto no seu desempenho. O Android Wear 2.0 parece um sistema mais maduro, abandonando o ar de item experimental das versões anteriores.

Vídeo a seguir.

 

O TargetHD.net viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil. 

Hands On | LG G Flex 2

by

lg-g-flex-2-main

Durante a LG Digital Experience 2015, realizada na semana passada em São Paulo, eu tive a oportunidade de testar por alguns minutos um dos lançamentos da empresa no segmento de smartphones, o LG G Flex 2. E mostro um pouco da experiência do produto nesse vídeo de hands on.

O smartphone está um pouco mais compacto, potente e funcional do que a primeira versão. Deixou de ser um produto experimental para ser uma proposta real de dispositivo top de linha, com especificações técnicas poderosas e uma tela com excelente qualidade de imagem.

As impressões deixadas pelo produto são muito positivas. Esperamos poder testar o modelo em breve.

Vídeo a seguir.

 

O TargetHD.net viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil.

Veja o Android L em ação, em um vídeo de primeiras impressões

by

android-l-hands-on

Mais cedo ou mais tarde, isso iria acontecer. Com a Google I/O 2014 em andamento, e os desenvolvedores já podendo utilizar o Android L de forma antecipada, começam a pipocar pela internet os primeiros vídeos de hands on (ou primeiras impressões) da nova versão do sistema operacional móvel da Google.

E as primeiras impressões realmente chamam a atenção. O vídeo mostra um sistema visualmente atraente, fluído, com transições perfeitas e novas animações e recursos visuais que chamam a atenção. É claro que alguns fatores precisam ser considerados, como o fato de ser uma versão “Developers Preview” do Android L, e do dispositivo rodar em um Nexus 5, que possui um hardware top de linha (estamos curiosos para ver como o sistema vai se comportar em dispositivos com um hardware mais modesto).

De qualquer forma, esse é um dos primeiros de muitos vídeos que veremos na internet com o novo Android L em ação. Logo, fiquem ligados em nossas atualizações. Vem muito mais por aí.

 

LG G3, em uma minuciosa seção de fotos, com riqueza de detalhes

by

lg-g3-launch-london-2014-6

Enfim, o LG G3 foi anunciado oficialmente. Tudo bem que todo mundo conhecia o smartphone a algum tempo por conta de tantos vazamentos, mas agora que o produto é real, é fundamental que possamos vê-lo em detalhes, mesmo que à distância.

O pessoal do CNET fez um verdadeiro ensaio fotográfico com o novo modelo top de linha da LG, onde podemos ver melhor algumas de suas principais características.

lg-g3-launch-london-2014-7

A baixa espessura foi mantida, algo herdado do LG G2.

lg-g3-launch-london-2014-19

Visão geral da parte traseira, com um material que simula um acabamento metálico, mas na verdade, é o velho e conhecido plástico. Detalhe para o alto falante traseiro, que sai da parte inferior do dispositivo, e volta para as costas do telefone.

lg-g3-launch-london-2014-8

Na parte inferior do dispositivo, o conector micro USB e a entrada para fones de ouvido, nas mesmas posições do predecessor.

lg-g3-launch-london-2014-9

A QuickCircle case em ação.

lg-g3-launch-london-2014-10

Uma das novidades de software do LG G3 é o Smart Keyboard, que pode ter o seu tamanho ajustado pelo usuário.

lg-g3-launch-london-2014-11

Quem tem dedos grandes vai agradecer pela existência desse recurso.

lg-g3-launch-london-2014-12

LG G3 na cor branca. Também está bonito…

lg-g3-launch-london-2014-13

Tampa traseira removível, que oferece acesso à bateria, igualmente removível. Outra novidade do LG G3.

lg-g3-launch-london-2014-14

Slot para cartões microSD. Já deixe esse item anotado, futuros compradores.

lg-g3-launch-london-2014-15

A bateria de 3.000 mAh. Por ser removível, já dá até para imaginar fabricantes alternativos trabalhando em baterias maiores.

lg-g3-launch-london-2014-16

Os novos ícones da nova interface de usuário: gráficos planos, seguindo a tendência estética atual.

lg-g3-launch-london-2014-17

A interface Android da LG foi reformulada nas fontes e nas cores, mas mantém a essência das gerações anteriores no seu formato.

lg-g3-launch-london-2014-18

O LG G3 conta com o sistema operacional Android 4.4.2 KitKat.

lg-g3-launch-london-2014-22

O sensor traseiro do LG G3, com o flash LED e o laser para auxiliar no foco das fotos. Além do novo design do botão traseiro de liga/desliga e controles de volume.

lg-g3-launch-london-2014-24

Por fim, uma tela Quad HD (1.440p), a primeira entre as gigantes do setor. Pode ser o início de uma nova fase no mundo da telefonia.

Veja o Sony Xperia Z2 Tablet em ação (em vídeo)

by

sony-xpera-z2-tablet1

Enquanto ele não é lançado oficialmente no Brasil, vamos matando a curiosidade dos compradores em potencial, mostrando um vídeo de hands on do Sony Xperia Z2 Tablet.

O vídeo (disponível no final desse post) dá uma boa ideia sobre como está o novo Xperia Z2 Tablet, além de alguns de seus novos recursos associados ao Android 4.4 KitKat presente no dispositivo. O novo tablet possui tela de 10.1 polegadas Full HD (1920 x 1080 pixels), processador quad-core 2.3 GHz (Qualcomm Snapdragon 801), GPU Adreno 330, 3 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD de até 64 GB). conectividade 4G/LTE, câmera frontal de 2.2 megapixels, e câmera traseira de 8.1 megapixels.

Vídeo de hands on a seguir.

 

Via Clove

LG Digital Experience 2014 | Em mãos, o LG G2 Mini

by

2014-03-25 11.36.46

Outro produto que recebeu destaque da LG na Digital Experience 2014 foi o LG G2 Mini, modelo que se propõe a ser uma versão mais compacta e com valor mais competitivo do muito elogiado LG G2. Por conta disso, possui algumas “restrições de hardware”, mas pelo menos nas primeiras impressões, a adaptação foi bem sucedida.

Para começar, o LG G2 Mini é um dos clássicos exemplos de ser “mini” em tudo. Não só na redução do tamanho, mas nas especificações técnicas (tela, dimensões, resolução de tela, bateria, processador, quantidade de RAM, entre outros). Aliás, os executivos da LG compartilharam no evento a informação que as duas versões do smartphone estarão disponíveis no mercado brasileiro, ou seja, uma versão com conectividade 3G, e outra, com 4G/LTE, que contam com diferenças técnicas entre si (principalmente no processador).

2014-03-25 11.37.16

Em linhas gerais, o LG G2 Mini é uma cópia autêntica e reduzida do LG G2, com uma diferença estética: a presença de uma carcaça traseira com relevo no lugar da carcaça traseira lisa. Um diferencial interessante, para que o smartphone fique melhor ajustado nas mãos. O que não é difícil, levando em conta que a sua tela é de 4.7 polegadas (porém, com bordas maiores que as presentes no Moto X e no LG G2, ou seja, com menor aproveitamento de área de tela).

De qualquer forma, é um dispositivo simpático. Por manter a mesma estética do LG G2, é igualmente agradável diante dos olhos. O botão traseiro, tão comentado no modelo maior, está devidamente adaptado às novas dimensões do modelo menor. Afinal de contas, é basicamente a assinatura não só do G2, mas da nova série G da LG, uma vez que o G Flex também possui essa característica de design.

2014-03-25 11.36.58

Curiosamente, o fato dele ser um modelo “mini” fez com que sua espessura aumentasse (até porque seria difícil uma redução nesse aspecto, ainda mais em um modelo intermediário). Ele é mais espesso sim, mas não algo gritante. Porém, é algo que precisava ser registrado, apenas como uma observação. Entendo que tal detalhe não vai interferir no interesse dos usuários em relação ao smartphone.

2014-03-25 11.36.38

Outro ponto positivo do LG G2 mini é a sua tela. Apesar de contar com uma resolução mais baixa (qHD), ela possui a mesma qualidade apresentada pelo G2 original. Esse é um dos principais pontos positivos do modelo maior, e é algo que deve pesar na eventual escolha do cliente em potencial. Sua câmera traseira (de 8 megapixels) oferece parte dos recursos já conhecidos nos modelos anteriores.

2014-03-25 11.37.29

Por fim, o seu desempenho. A boa notícia é que o LG G2 Mini aparentemente oferece um desempenho bem ajustado para suas características técnicas. Mais uma vez, é preciso ressaltar que existe a possibilidade dos dispositivos terem sido ajustados para oferecer a melhor performance possível, evitando assim que eventuais falhas sejam detectadas durante as degustações. Mesmo assim, como estamos falando das primeiras impressões do dispositivo, o que posso dizer sobre o pequeno G2 da LG é que ele aparenta ser um modelo fluído, bem funcional e com desempenho fluído na maior parte do tempo.

O LG G2 Mini chega para competir na faixa de preço que estão hoje o Motorola Moto X, o Samsung Galaxy Gran 2 Duos (já podemos citar esse), o Sony Xperia SP e derivados. Não estou considerando aqui as diferenças técnicas entre os diferentes modelos (e no caso específico do LG G2 Mini, só com o review poderemos saber se essas diferenças são significantes ou não).

O LG G2 Mini tem preços sugeridos de R$ 1.179 (versão 3G) e R$ 1.299 (versão 4G). Para a versão 3G, sua chegada está prevista para o mês de abril. A versão 4G do smartphone só vai chegar ao mercado brasileiro em junho.

Abaixo, veja o vídeo de hands-on do dispositivo.

Nota: Eduardo Moreira viajou para São Paulo (SP) a convite da LG do Brasil

LG Digital Experience 2014 | Em mãos, o LG G Flex, o smartphone curvado (com hands on)

by

2014-03-25 11.25.39

A LG do Brasil deu um destaque especial para o LG G Flex, modelo que é o primeiro do mercado brasileiro a contar com tela e bateria curvas, oferecendo uma nova proposta de design para o já mais que saturado mercado de smartphones. Experimentei o modelo por alguns minutos, e nesse post, eu passo as minhas primeiras impressões sobre o exótico modelo.

A primeira curiosidade que você tem ao se deparar com um produto como esse é verificar como ele vai ficar em suas mãos. Ok, eu não sou parâmetro para isso – pois minhas mãos são grandes -, mas a partir da minha perspectiva, a primeira palavra que vem na minha cabeça é “estranho”. O LG G Flex é, efetivamente, uma nova proposta de dispositivo, que pretende se “encaixar” ao usuário no ato da conversação. Na mão, ele encaixa melhor, mas quando você vive a vida inteira segurando dispositivos com superfície plana, e passa para uma que tem uma curva, a tendência é você estranhar um pouco.

Agora, se a comunicação por voz se torna mais eficiente e inteligível em um produto com esse formato, só saberemos quando o mesmo chegar até aqui para review. Algo que já estamos na espera.

2014-03-25 11.25.44

Por outro lado, essa curva do LG G Flex não é o fim do mundo. Ela existe, mas não é acentuada a ponto de tornar o smartphone impossível de ser colocado no bolso, como alguns (de forma tola até) temiam. Essa curva dá um ar de modernidade ao seu design, combinando com o seu ar futurista. Sem falar que (teoricamente) a sua tela acaba sendo mais resistente que as demais, uma vez que, por ser curva, ela também é flexível. Mas até um certo ponto, que fique bem claro – isso foi muito frisado durante a apresentação do produto.

Além disso, temos que lembrar que a tela curva está presente no G Flex também com o objetivo de melhorar a experiência multimídia do usuário, aumentando a imersão da reprodução de vídeos em alta definição. Até porque essa será uma excelente maneira de aproveitar a tela de 6 polegadas do dispositivo.

2014-03-25 11.26.11

Outro ponto que a LG destacou de forma enfática foi a sua carcaça traseira, que como já foi amplamente divulgado, possui um recurso de “regeneração”, que praticamente remove os pequenos riscos provocados por moedas, chaves e outros objetos que normalmente transportamos no bolso junto com o dispositivo. Para mostrar a eficiência desse sistema, a LG montou um stand específico para o recurso, que foi comparado com um case protetor da própria LG. Infelizmente, não temos imagens do processo, mas falando como alguém que presenciou a demonstração: definitivamente, o recurso de regeneração funciona muito bem, eliminando quase completamente os arranhões realizados no dispositivo.

E digo “quase”, mas não com tom de desprezo. É simplesmente surpreendente que um smartphone consiga tal efeito. É claro que os mais cismados vão querer usar o smartphone com um case – e até recomendo. Mas para uma tecnologia considerada como novidade e diferencial, é animador saber que ela ainda pode evoluir.

2014-03-25 11.27.35

Também testei de forma breve a sua câmera, que com um sistema de foco muito rápido, promete ser outro ponto de destaque do LG G Flex. A LG vem dando prioridade ao sensor fotográfico nos seus últimos lançamentos, não apenas acrescentando novos recursos e efeitos no software, mas efetivamente melhorando o seu sensor. É claro que não dá para tirar qualquer tipo de conclusão dom um teste tão breve (mais uma vez, dependo do review para tirar conclusões definitivas), mas é outro ponto do smartphone que deve ser pelo menos muito procurado pelos usuários nos futuros reviews.

2014-03-25 11.27.18

Sobre o seu desempenho, nenhum senão. Com um hardware competente, a presença do Android 4.4 KitKat e uma ótima tela, o LG G Flex oferece uma experiência de uso prazerosa, com uma performance limpa e fluída. Deixando de lado que muito provavelmente os modelos demonstrados pela LG no evento podem ter sido otimizados para serem à prova de falhas, devo dizer que fiquei bem animado com a performance do aparelho. Sem engasgos, sem sinais de lags, e mostrando um potencial de desempenho excelente.

Por fim, as primeiras impressões do LG G Flex são realmente muito positivas. Eu gostei muito do que vi na proposta geral do aparelho e no seu desempenho. Fica evidente que a LG tenta repetir o resultado de ótimas primeiras impressões que o LG G2 obteve na época da sua apresentação, mas a proposta do modelo curvo ainda tem alguma resistência por parte de alguns. Esse quadro talvez só mude depois dos primeiros reviews.

Informações técnicas:

Processador: quad-core 2.26 GHz Qualcomm® Snapdragon™ 800
Display: 6”, HD (1280×720), OLED plástica curva (Real RGB)
Memória: 2GB RAM, 32 GB de memória interna
Câmera: 13MP traseira, 2.1 MP frontal
Bateria: 3,400 mAh
Sistema operacional: Android JellyBean+ 4.2.2
Tamanho: 160.5 x 81.6 x 7.9- 8.7mm
Peso: 177g

Preço sugerido: R$ 2.699,00

A seguir, um breve vídeo de hands-on do dispositivo, e mais fotos.

2014-03-25 11.25.59 2014-03-25 11.26.27 2014-03-25 11.26.41

Nota: Eduardo Moreira viajou para São Paulo (SP) a convite da LG do Brasil

Assim funciona o Project Morpheus, o visor de realidade aumentada do PS4 (com vídeo)

by

visor-realidade-ps4-01

A Sony apresentou na Game Developers Conference 2014 o Project Morpheus, um protótipo de um óculos de realidade virtual pensado para ser utilizado com o PlayStation 4. Será o concorrente direto do Oculus Rift. O pessoal do site Kotaku conseguiu testar o produto, e passou as suas impressões sobre o mesmo.

Tudo o que você precisa para utilizar o acessório está na foto abaixo: um controle DualShock 4, a PlayStation Camera, o visor, um adaptador para dividir o sinal do visor e replicar esse sinal na TV ou em outra tela e o teclado.

visor-realidade-ps4-02

O design do produto é curioso: todo o peso do aparelho está na parte posterior da cabeça, e o acessório se ajusta com uma tira de plástico. No visor em si, temos uma tela LCD de 1080p, contando com uma espécie de gancho que se conecta à tira de plástico. Tudo acaba se encaixando bem no rosto do jogador.

visor-realidade-ps4-03 visor-realidade-ps4-04

O produto oferece uma boa sensação imersiva, mas isso pode variar de acordo com o jogo. Por enquanto, a Sony demonstra o acessório com jogos como The Deep e EVE Valkyrie, mas o verdadeiro potencial do Project Morpheus ainda está por vir.

Shuhei Yoshida, chefe da Sony Worldwide Studios, confirmou que o lançamento comercial do acessório não vai acontecer em 2014, e não revela datas estimadas. Ao longo desse ano, a Sony centrará os seus esforços na melhoria da tecnologia, e convencer os desenvolvedores a criarem jogos adaptados para o visor.

Tudo isso mostra uma corrida contra o tempo, que o Ocululs Rift tomou a dianteira, por enquanto.

visor-realidade-ps4-05

 

Via Kotaku

Samsung lança vídeos oficias de hands on dos novos Galaxy S5, Gear 2 e Gear Fit

by

galaxy-s5-gear-2-gear-fit

A Samsung segue na sua fase de promoção dos novos produtos apresentados durante a Mobile World Congress 2014. Os novos Galaxy S5, Gear 2 e Gear Fit receberam vídeos oficiais de hands on, para oferecer aos consumidores mais detalhes sobre as principais funções desses dispositivos.

A Samsung está dando sequência para uma “tradição” que começou recentemente. Como a empresa adiciona várias novidades nos seus lançamentos (ok, no caso do Galaxy S5, nem tanto), eles mesmo se encarregam de apresentar em vídeo algumas dessas novidades de maior destaque em um vídeo, até mesmo para que o consumidor conheça melhor essas novas funcionalidades.

O vídeo do Galaxy S4 mostra as principais características de hardware e software, como os aplicativos relacionados à saúde. Também são destacadas as novas funções da câmera.

Já no vídeo do Gear 2 e do Gear Fit, são exibidas as propriedades da nova interface, e como funciona o monitor de ritmo cardíaco nesses relógios inteligentes. O vídeo também mostra o player de música em funcionamento no Gear 2, que dispensa a coenxão com o smartphone, além das funções de personalização do Gear Fit.

Vídeos a seguir.

 

Via CNET

MWC 2014 | Veja o Android do Nokia X em ação (vídeo)

by

X-body

Após o anúncio oficial, o Nokia X começou a ser testado pelos presentes na Mobile World Congress 2014. E como já era de se imaginar, os primeiros vídeos de hands on e testes de primeiras impressões começam a aparecer na internet, permitindo que aqueles que não estão fisicamente presentes no evento de Barcelona consigam obter uma impressão inicial da proposta Android “fork” via AOSP (Android Open Source Project) da Nokia. A seguir, você pode conferir um desses vídeos.

 

[Vídeo] Veja o Motorola Moto G em ação

by

motorola-moto-g-0000

O Motorola Moto G mal foi anunciado, e já está disponível no mercado a partir de hoje (14). Por consequência, os primeiros vídeos de hands on do aparelho começam a aparecer na internet.

O pessoal do site SlashGear já colocou as mãos no dispositivo, que chega ao mundo com a proposta de ser um modelo de linha média, com preço competitivo e especificações técnicas ajustadas para os usuários que desejam um produto com uma experiência de uso plena. E no vídeo a seguir, você pode conferir com os seus próprios olhos se o Moto G pode cumprir essa missão.

 

Via Android Community

[Vídeo] Enfim, veja o Google Nexus 5 em ação

by

nexus-5-google-oficial

O pessoal do site britânico Three conseguiu colocar as mãos em uma unidade do Google Nexus 5, o recém lançado smartphone da Google em parceria com a LG. E como muita gente está curiosa para ver como o Android 4.4 KitKat (que também foi anunciado nessa semana) se comporta no telefone, esse vídeo pode dar um gostinho de como o conjunto está desempenhando. Além de aguçar aqueles que pensam em comprar o smartphone em um futuro não muito distante. Vídeo a seguir.

 

Via Three

Vídeo oficial da Samsung, com o hands on do Galaxy Note 3 + Galaxy Gear

by

note-gear-samsung-hands-on

Muitos estão curiosos para saber como exatamente o Galaxy Gear vai trabalhar em conjunto com o Galaxy Note. Pois bem, a Samsung quis responder essa pergunta, e com elevados níveis de profundidade, por assim dizer.

O fabricante sul-coreano disponibilizou um vídeo de aproximadamente 18 minutos de duração, que mostram os mais destacados entre os novos itens dos dois dispositivos. Acredito que os mais curiosos ficarão satisfeitos com o conteúdo que será ofertado no vídeo. Até porque é uma forma bem interessante de conhecer os dois produtos, antes dos mesmos chegarem ao mercado, no final do mês de setembro.

Vídeo abaixo.

 

Via Droid-Life

Veja um hands-on em vídeo do iOS 7 em ação

by

ios7_01

O iOS 7, nova versão do sistema operacional móvel da Apple, foi apresentado oficialmente ontem (10/06), durante o evento de abertura da WWDC 2013. Todo mundo comentou como ele é colorido e diferente, mas ninguém viu o sistema funcionando na prática, em um smartphone mundano, ou de um usuário como outro qualquer.

No vídeo abaixo, o pessoal do site PocketNow mostra como ficou o iOS 7 em um iPhone 5, mostrando pare dos seus recursos novos, e relatando suas primeiras impressões. Entendo que o vídeo ajuda a mostrar um pouco de como o sistema é na prática, e como as modificações aplicadas por Jony Ive podem resultar em uma melhor experiência de uso. Vale a pena lembrar que os resultados podem variar de acordo com o modelo de iDevice utilizado para a instalação da versão beta do sistema (não espero a mesma fluidez encontrada em um iPhone 5 no iPhone 4), mas pelo menos temos uma ideia exata de como e até que ponto o sistema se modificou, e como ele está se comportando com a versão beta do iOS 7.

Vídeo abaixo.