Arquivo para a tag: first flight

FES, o relógio com tela de tinta eletrônica da Sony, já tem preço e data de lançamento

by

fes-sony

O FES é um dos projetos curiosos da Sony. É um relógio com tela de tinta eletrônica (não é um smartwatch), e é fruto da plataforma de crowdfunding dos japoneses. Em breve, ele chegará nas lojas, e já sabemos qual é o seu preço. E que não será tão barato assim.

O FES estará disponível no Japão, e tem claro foco no mundo da moda. Chega ao mercado em 1 de dezembro, e em comunicado oficial, a Sony não revela detalhes sobre o lançamento global, já que o produto deve ter uma distribuição muito limitada, utilizando plataformas digitais para a comercialização. Seu preço sugerido é de 230 euros (custos de envio não incluídos).

O FES Watch foi apresentado no ano passado, como um dispositivo que precisava apenas de um botão para personalizar o relógio. As primeiras previsões dos seus criadores eram que ele estivesse no mercado em maio, mas como podem ver, ele só chega ao mercado agora em dezembro.

A Sony criou a First Flight, uma plataforma de crowdfunding que visa ajudar propostas criadas dentro da empresa, com o objetivo de se transformar em um produto final. O FES é um estúdio independente, mas relacionado com uma das divisões da Sony.

 

Via First Flight

Sony Wena Wrist, o smartwatch sem tela, com pulseira inteligente

by

Sony Wena wrist-01

Em julho, informamos que a Sony iniciou uma plataforma de crowdfunding para os projetos dos seus funcionários, a First Flight. E tudo indica que ela está rendendo boas ideias. A última é o Wena Wrist, um smartwatch sem tela, que é analógico na exibição das horas, mas a sua parte inteligente fica na pulseira.

O Wena Wrist tem na sua pulseira uma receptor NFC, compatível com o padrão japonês Felica, sendo capaz de alertar sobre notificações através de vibrações e de uma luz LED na pulseira, que pode ser personalizada, além de incorporar funções para o segmento de atividades. O único inconveniente é que o aplicativo que emparelha o relógio com o smartphone só está disponível para o iOS (por enquanto).

Sony Wena wrist-05

O Wena Wrist está disponível em dois modelos. O Chronograph incorporas três agulhas (horas, minutos e segundos), que podem ser configurados de forma independente, enquanto que o modelo Tree Hands é um relógio mais clássico. Os dois modelos são de 42 mm de diâmetro e sua bateria tem autonomias prometidas de até 5 e 3 anos, respectivamente. Já a pulseira precisa ser recarregada uma vez por semana.

O Sony Wena Wrist deve chegar ao mercado entre março e abril de 2016, com preços sugeridos de US$ 267 para a versão Three Hands, e US$ 576 para a versão Chronograph.

A seguir, vídeo de apresentação do produto, e mais fotos.

Sony Wena wrist-15 Sony Wena wrist-14 Sony Wena wrist-13 Sony Wena wrist-12 Sony Wena wrist-11 Sony Wena wrist-10 Sony Wena wrist-04 Sony Wena wrist-06 Sony Wena wrist-08 Sony Wena wrist-02 Sony Wena wrist-03 Sony Wena wrist-07Sony Wena wrist-09

Via First Flight

Sony lança o First Flight, plataforma de crowdfunding para as ideias dos seus funcionários

by

sony-crowdfunding

A Sony anunciou o lançamento da First Flight, uma plataforma de crowdfunding para financiar produtos desenvolvidos pelos seus funcionários.

O objetivo da Sony é impulsionar novas ideias e torná-las rentáveis. Além do crowdfunding, o First Flight também vai permitir aos investidores comprar e reservar novos produtos lá apresentados. Hoje, estão disponíveis dois projetos de produtos que já podem ser reservados, já que sua etapa de financiamento foi concluída com sucesso.

O MESH Smart DIY Kit e o FES e-ink watch são esses dois produtos, enquanto que o controle remoto HUIS Remote Controller arrecadou a metade dos 5 milhões de ienes necessários para a sua produção. Cada projeto tem uma página de apresentação muito similar ao do Kickstarter, com vídeos, imagens, uma apresentação do produto e uma série de ‘episódios’, tal como acontece em um blog, permitindo aos investidores conhecer cada fase do projeto.

Por enquanto, o First Flight está disponível apenas para os clientes japoneses, o que justifica todas as informações não serem traduzidas. E ficam algumas perguntas: estaria a Sony reinventando a filosofia do crowdfunding? Não pode ela mesma financiar suas próprias ideias e projetos?

O crowdfunding nasceu principalmente para ajudar empreendedores, pequenas empresas e usuários com ideias ambiciosas, mas com poucos recursos para levar adiante. Será que a Sony não está invadindo um terreno que não lhe pertence?

Via The Verge