Arquivo para a tag: eletronicos

Comida e eletrônicos substituem roupas de griffe como sinônimo de status social

by

iphone5s

Reparou como ultimamente os jovens andam com roupas todas desleixadas? Tá, isso existe desde a década de 1970 (pelo menos). Mesmo assim, o que quero dizer que as roupas não são mais de marcas reconhecidas. E existe uma explicação para isso: todo o investimento vai parar no bolso desse mesmo adolescente, na forma de um iPhone.

Um artigo publicado na International Business Times revela que os adolescentes consideram que a vestimenta como símbolo de status social é coisa do passado. Hoje, os adolescentes investem seu dinheiro em dois novos símbolos de condição social: a comida (não me pergunte porque) e os dispositivos eletrônicos. Mais precisamente o iPhone. 
Citando um estudo do banco de investimentos Piper Jaffray e a professora de negócios da Universidade de Fordham, Marcia Flicker, o artigo do IBT indica que as marcas de roupa para adolescentes sofrem com a ausência da sua jovem clientela, que agora gasta o seu dinheiro em comida no lugar de uma calça jeans.

Os jovens investem 21% dos seu dinheiro em comida, de acordo com o estudo. Não fica claro se é no Burger King ou em um restaurante gourmet. Fato é que, quando não estão comendo, os adolescentes gastam seu dinheiro na aquisição de dispositivos tecnológicos para simbolizar sua condição social.

Flicker cita como exemplo o iPhone, e afirma que os adolescentes não só acham que o iPhone 4 é um modelo do passado, mas que aqueles que o possuem sentem vergonha de ter um. A tendência é que os jovens sejam clientes e potencial de um hipotético iPhone 6, assim que ele for lançado.

Por outro lado, a pesquisa mostra que os jovens desfavoreciam os produtos da Apple, e estavam mais inclinados a adquirir produtos das linhas Samsung Galaxy e Microsoft Surface. Por outro lado, um estudo realizado por Piper Jaffray, publicado no mês passado, afirma que 61% dos jovens nos EUA eram proprietários de um iPhone, um aumento de 13% em relação ao mesmo estudo do ano passado. Mais: 67% desses usuários afirmam que o seu próximo telefone seria um iPhone.

Então… os adolescentes abandonaram o código do vestuário para investir o seu dinheiro nos dispositivos eletrônicos como símbolo de status social? A resposta não é tão simples quando vemos os números, muito menos para detectar se quem está gastando esse dinheiro nos gadgets são mesmo os jovens ou os seus pais, que compram os dispositivos para alimentar o ego dos pequenos e mimados pimpolhos.

Via CNET

Philips deixa nas mãos da Gibson Brands a sua divisão de multimídia e acessórios

by

philips-soundsphere-8800

A Philips confirmou ontem (28) que vai passar a centrar seus esforços exclusivamente nas áreas de saúde e bem estar. Por conta disso, passou o negócio de áudio, vídeo  e acessórios para a Gibson Brands.

Essa empresa norte-americana, que recentemente investiu na Onky e TEAC, pagará pela divisão WOOX Inovations da Philips (que é responsável pela linha de produtos Fidelio, entre outras linhas de áudio) a quantia de US$ 135 milhões, em um acordo que inclui o uso da marca Philips em esses produtos durante 7 anos, com opção de renovação do acordo.

Com isso, a Philips dá adeus a outros segmento da tecnologia de consumo. Para a Gibson Brands, é um passo a mais para alcançar o seu objetivo de se tornar líder desse mercado, aumentando a sua presença fora dos Estados Unidos, com a ajuda da marca Philips.

Via Xataka

Dicas de Compras | Ar Condicionado Split Confee BR 12000 BTUs, por R$ 1.044 (03-04-2014)

by

112035179_1GG

Oferta com tempo limitado para a data indicada no título desse post (ou enquanto durarem os estoques do e-commerce).

O Ar Condicionado Split Confee BR 12000 BTUs Quente e Frio (220V) está com o preço promocional de R$ 991, com opção de pagamento no boleto bancário, ou R$ 1.044, para pagamento via cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes sem juros.

Para comprar esse produto no TargetHD, clique no banner no final do post (ou nas imagens que ilustram essa publicação).

04-botao-clique037-180.jpg

Dicas de Compras | Ar Condicionado Portátil Springer Nova 12000 BTUs

by

Springer-Nova-03

O ar condicionado portátil Springer Nova de 12.000 BTUs está disponível para compra no mercado brasileiro, com o preço sugerido de R$ 1.999, com opção de pagamento no cartão de crédito, com parcelamento em até 12 vezes sem juros, ou R$ 1.899, com pagamento via boleto bancário.

Para comprar esse produto no TargetHD, clique no banner no final do post (ou nas imagens que ilustram essa publicação).

Springer-Nova-02 Springer-Nova-03 Springer-Nova-04 Springer-Nova-05

04-botao-clique037-180.jpg

Como está a Black Friday 2012 no Brasil? (até agora)

by

23 de novembro de 2012. Uma data esperada pelos consumistas, e por aqueles que pensavam em economizar alguma grana na compra de alguns produtos de tecnologia. A terceira edição da Black Friday Brasil (ou, pelo menos, o terceiro ano onde o comércio resolveu abraçar essa proposta, mesmo que de forma falsa em alguns casos) ainda está em andamento, mas já podemos analisar alguns de seus resultados. Nesse post, passo minha experiência pessoal em uma madrugada de compras promocionais. Ou, pelo menos, tentando comprar alguma coisa.

Algumas lojas foram mais espertas, e publicaram alguns itens com valores promocionais antes da meia-noite. Foi o caso do Ponto Frio, que chegou a anunciar o Motorola RAZR i por R$ 999,00, no cartão de crédito (preço normal do produto: R$ 1.299,00). Como era de se esperar, a oferta se esgotou em poucas horas, mas nesse momento em que escrevo esse post, o mesmo RAZR i é encontrado por R$ 1.039,00 na Americanas. Não é a mesma coisa, e nem é um desconto tão forte assim. Mas levando em conta que é um lançamento de menos de três meses, é um desconto a se considerar.

Depois da meia-noite, tivemos um cenário virtual de caos. Completo. A maioria dos e-commerces simplesmente saíram do ar, e não por conta de manutenção interna para as ditas mudanças de preços, e sim, por causa do volume de acessos de internautas ávidos pelos descontos. A primeira hora da Black Friday Brasil 2012 foi praticamente offline. Alguns poucos links de ofertas eram publicados na internet, mas os internautas não conseguiam acessar, por pura inviabilidade. Curiosamente, o único que me lembro que ainda tinha sobrevivido ao volume de acessos era o site do Ponto Frio.

Depois da 1h da manhã, as coisas começaram a se tranquilizar, e foi possível verificar algumas ofertas com mais calma. Foi aí que constatamos a dura realidade: mais uma vez, boa parte dos e-commerces nacionais utilizaram a técnica do ano passado, de aumentar os preços de alguns itens muito procurados, para depois aplicarem os descontos, fazendo com que os preços voltem novamente para os valores normais. Em alguns casos, os preços ficam até mais caros que os valores cobrados fora da Black Friday.

Os e-commerces que mais estão adotando essa prática são: Submarino, Americanas, Shoptime, Walmart e Kabum. Todas elas adotaram essa estratégia nas categorias de telefonia (principalmente smartphones), tablets, informática, eletrônicos, TVs e games. As lojas sabem que, em dia de Black Friday, esses são os produtos mais procurados pelos internautas. Logo, procuraram de forma inescrupulosa obter o menor prejuízo possível, e não seguir as “regras” do dia de queima de estoque.

A Apple também adotou essa mesma estratégia. A sua página da loja online brasileira mostra que a empresa não aplicou um desconto que podemos chamar de generoso para entrar em uma regra de queima de estoque. Na maioria dos casos, você não consegue um desconto que seja suficiente para você comprar o novo fone de ouvido da empresa (que por sinal, é caríssimo, pela qualidade que entrega). A dica aqui é que, se você vai comprar um produto da Apple nessa Black Friday, que não compre na própria Apple. Se você garimpar um pouco mais nos e-commerces, você encontra ofertas melhores. Por exemplo, o MacBook Pro, que na Apple Store é anunciado a partir de R$ 3.628,00, na Fast Shop pode ser encontrado por R$ 3.268,00.

Outros abusos são registrados e compartilhados pelos internautas. Por exemplo, a Americanas.com está oferecendo o jurássico celular Nokia 3310 por R$ 429,00. Primeiro, nem sabia que esse modelo ainda é comercializado. Segundo, eles não podem sequer chegar perto de chamar isso de promoção.

Mas isso não quer dizer que você não vai encontrar ofertas interessantes nessa Black Friday 2012. Você vai ter que garimpar muito, e ficar muito atento às atualizações dessas lojas nas redes sociais. Além disso, mesmo que você corra o risco de perder aquele item que aparentemente está barato naquele momento, espere mais um pouco e faça uma pesquisa apurada de preços antes de utilizar o cartão de crédito. Um dos itens que destaco (e que ainda está disponível para compra) é o pacote Microsoft Office 2010 Home and Student (Word, Excel e PowerPoint, com atualização gratuita para o Office 2013), com licença para até três máquinas, por R$ 39,90. Ok, a Walmart maquiou um pouco o preço, pois esse software pode ser encontrado em preço normal por R$ 99,00, mas não podemos negar que um desconto de 66% no seu preço de tabela é uma ótima oferta. Ainda mais quando você tem a próxima atualização garantida nesse valor.

Outra que está indo bem (melhor até que a própria Apple) é a Fast Shop, que anunciou o iPad 2 de 16 GB (WiFi) por R$ 999,00 (ou R$ 907,00, no pagamento via boleto bancário). Para quem entende que ele vai suprir as suas necessidades mais básicas, é uma excelente escolha, mesmo com algumas ressalvas (particularmente, acho o iPad 2 um modelo que ficará obsoleto com a chegada do iPad Mini no Brasil). É uma boa indicação de compra. A mesma Fast Shop está oferecendo o Windows 8 Pro (em DVD) por R$ 99,00 (preço normal de R$ 269,00), o que é considerado um forte desconto para o novo sistema operacional da Microsoft.

Muitos me questionaram nessa madrugada sobre o preço sugerido para o Samsung Galaxy S III por de R$ 1.407,00 (via boleto bancário). Ele vale esse preço? Para mim, se for pago no boleto, vale sim. Se for pagar ele no cartão de crédito, o preço sobe para R$ 1.599,00 (em média), e aí a conta começa a ficar um pouco desvantajosa (se levarmos em conta que estamos em uma Black Friday). Por outro lado, se levarmos em conta que algumas operadoras estão vendendo o mesmo smartphone por R$ 1.999,00 e até R$ 2.2999,00, até mesmo a compra por cartão de crédito pode parecer vantajosa nesse caso.

Infelizmente, o Brasil não tem uma genuína Black Friday, que continua fazendo mais sentido nos Estados Unidos mesmo. Sites que simplesmente despencam com o alto volume de acessos, e-commerces que alteram os valores de forma abusiva, e poucas ofertas realmente interessantes. É uma pena que em um país onde as pessoas realmente estão dispostas a investir em produtos de tecnologia, e porque não, pagar preços mais justos por esses produtos, as velhas práticas para ludibriar o consumidor são adotadas.

Enfim, o melhor conselho que eu posso te dar nessa Black Friday 2012 é: fique de olho. Pesquise mesmo, investigue os e-commerces e os preços que eles estão cobrando, e não caia em qualquer suposta “promoção”, onde na verdade temos apenas os preços normais inflacionados, para que os descontos sejam aplicados. Compartilhe conosco a sua experiência de compra, deixando a sua opinião na área de comentários desse post.

O que é a IFA, e por que você precisa se importar com ela?

by

Amigos fanáticos por tecnologia, nessa semana teremos mais um importante evento que promete mostrar alguns dos lançamentos que podem chegar ao mercado antes do Natal desse ano. Fabricantes como Samsung, LG, HTC, Motorola, entre outras estão se preparando para aquele que é o principal evento de tecnologia do terceiro trimestre do ano, a IFA 2012, de Berlim.

O evento é uma espécie de “versão europeia” da CES de Las Vegas, que acontece a cada começo de ano, oferecendo aos moradores do Velho Continente a possibilidade de ver os novos “brinquedinhos tecnológicos” que os fabricantes preparam para lançar ao mercado em um futuro próximo, com foco nos tables, smartphones e smart TVs. A diferença do evento desse ano é que ele promete ser a maior edição já realizada da IFA.

O que você precisa saber?

Para começar, IFA quer dizer “Internationale Funkausstellung Berlin” (algo como “Feira Internacional de Rádio Exibição de Berlim”), e ela é bem mais antiga que a CES, pois sua primeira edição aconteceu em 1924. Diferente do evento de Las Vegas, a IFA é aberta ao público, permitindo que os geeks “mortais” possam testar todas as novidades do mercado junto com blogueiros, jornalistas e especialistas de mercado. Todos os anos, o evento recebe visitantes ilustres. Ano passado, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, em companhia com a chanceller alemã, Angela Merkel, abriram a feira, e em 1930, o evento foi oficialmente aberto por ninguém menos que Albert Einstein.

Atualmente, a atenção da feira não está mais voltada para os rádios, e sim, para os produtos de tecnologia e seus fabricantes. E os fabricantes, por sua vez, dão muita atenção ao evento. Por exemplo, no ano passado, a Samsung apresentou ao mundo o segmento “Galaxy Note”, além de novas Smart TVs. Hoje, o Galaxy Note é um sucesso absoluto. A fabricante sul-coreana espera fazer mais barulho na IFA 2012, com a chegada do Galaxy Note 2, com tela maior, mantendo a caneta Stylus, mas com mais recursos técnicos.

A HTC, por sua vez, prepara algumas surpresas para o evento desse ano. A empresa, que está tendo um ano de 2012 muito difícil, deve apresentar novos modelos com Android (os modelos com Windows Phone 8 vão ter que esperar um pouco, uma vez que a Microsoft só vai apresentar o sistema oficialmente daqui a algumas semanas).

Mas a IFA não fala apenas de smartphones e tablets. A feira se foca muito no mercado de TVs e de entretenimento doméstico, além dos setores de robótica e do mercado de “linha branca”, como eletrodomésticos. Tudo bem, a maioria de vocês não se interessam muito pelo último refrigerador lançado no mercado (bom, isso é, enquanto esse refrigerador não roda o Android), mas as Smart TVs, e os modelos com Google TV certamente serão destaques na feira, com marcas como Sony, LG e Samsung apresentando novidades nesse segmento.

Também teremos algumas novidades que devem já mostrar como os fabricantes estão se comportando em relação às recentes questões legais entre Apple e Samsung. Vale lembrar que, no ano passado, durante a IFA, de forma misteriosa, a Apple forçou a Samsung a retirar de exposição o novo Galaxy Tab 7.7, que a empresa sul-coreana estava apresentando em seus stands, horas depois de ser anunciado. Com certeza teremos advogados da Apple de olho naquilo que a Samsung vai apresentar no evento desse ano, para localizar possíveis motivos para “canetadas futuras”.

Enquanto isso, longe disso tudo, a Apple deve apresentar o novo iPhone depois da IFA, para ter todos os holofotes para si, e para, de certa forma, “dar a última cartada”. Os modelos de smartphones que serão apresentados na feira alemã certamente serão comparados com o novo iPhone que está por vir (e ainda com o iPhone 4S, que é um campeão de vendas). Isso, sem mencionar a Nokia, que no dia 5 de setembro apresenta os seus novos smartphones com Windows Phone.

Repetindo: os próximos dias serão intensos!

Com isso, a IFA se tornou um dos eventos mais importantes do ano. Vale a pena você ficar de olho nas postagens do blog, seguindo a hashtag #IFA2012 no Twitter, ou lendo os posts que vamos publicar sobre o evento (clique aqui). Para quem quer ficar por dentro das novidades, é um evento obrigatório.

Começa a Photoimage Brazil 2012 e a Brazil Consumer Electronics Expo 2012

by

A vigésima edição da Photoimage Brazil 2012, e a terceira edição da Brazil Consumer Electronics Expo tiveram início com uma coletiva de imprensa realizada na sala de imprensa do local do evento (Expo Center Norte, São Paulo). Na coletiva, estavam presentes representantes da Reed Alcantara Machado, Eletros e GfK Retail, e executivos ligados aos setores o mercado de câmeras digitais e televisores, os dois pontos de maior destaque do evento.

Entre os números apresentados durante a coletiva, alguns ligados ao comporptamento do mercado brasileiro nos dois segmentos merecem destaque. O volume de vendas de câmeras digitais cresceu 22%, e é esperado uma expansão constante nas vendas das TVs de LED, que hoje já ultrapassam as TVs de LCD em volume total de vendas, representando 43% do mercado. Para os organizadores, a importância de uma feira como a Photoimage Brazil está nas novas possibilidades de negócios, parcerias e expansões comerciais.

Alguns dos principais fabricantes do setor de fotografia estão presentes na edição desse ano da Photoimage Brazil. Marcas como Canon, Nikon, Sony, Panasonic, Fujifilm e Kodak mostrarão suas principais novidades nos três dias de evento. Algumas marcas estão presentes pela primeira vez, como a GoPro, famosa pelas suas câmeras de ação.

Por sua vez, a BCEE está focada nas tendências e lançamentos de tecnologias emergentes, de mercados emergentes. Além das TVs de LCD e LED, é possível encontrar muitos eletrônicos de consumo, como aparelhos de som, gadgets, acessórios de informática e entretenimento, tablets, smartphones, celulares alternativos, entre outros. Traduzindo para o nosso mundo: é o “Deal Extreme” ao nosso alcance.

Fiquem ligados. Nos próximos dias, vamos abastecer o TargetHD com as principais novidades da Photoimage Brazil 2012 e a Brazil Electronics Expo.

Especial | Samsung abre as portas de sua fábrica em Manaus. E ficamos impressionados com o que vimos

by

Fui convidado pela assessoria de imprensa da Samsung Brasil para conhecer as dependências de sua fábrica em Manaus (AM). A unidade concentra hoje mais de 5 mil funcionários, e é considerado o melhor complexo de produção da empresa no mundo. Melhor até que a fábrica da Samsung na Coreia do Sul. Abaixo, passo minhas impressões sobre tudo o que foi apresentado.

Antes de qualquer coisa, quero agradecer ao convite feito pela assessoria de imprensa da Samsung. Vale a pena acrescentar que não foram autorizados os registros de imagem das dependências da fábrica (vídeo e/ou foto), mas existe a possibilidade de recebermos imagens autorizadas, realizadas pela própria equipe da Samsung. Assim que recebermos essas imagens, atualizaremos esse post.

A fábrica está localizada na área industrial de Manaus, e tem uma estrutura de produção que engloba grande parte dos principais produtos da empresa, como câmeras digitais, monitores, TVs, smartphones, celulares, home theaters, mini systems, entre outros. O segmento de notebooks é produzido na unidade de Campinas (SP), e a unidade manauara se prepara para iniciar ainda em 2012 a produção de tablets e o aumento do número de telefones a serem produzidos na unidade. De acordo com os responsáveis pelo tour realizado na empresa, essa fábrica da Samsung em Manaus será capaz de produzir cerca de 30 celulares/smartphones diferentes (até o final do ano passado, esse número era de apenas 12 modelos).

Cinco setores diferentes formam a linha de montagem da empresa. Os produtos lá produzidos passam pelo mesmo estágio de produção, sofrendo pequenas alterações e adaptações para os respectivos segmentos de produtos fabricados. Algumas coisas realmente chamam a atenção na linha de montagem da Samsung. A primeira delas é o equipamento adotado para parte do sistema de montagem de placas e componentes eletrônicos. Muito dos equipamentos que a empresa utiliza para essa primeira fase do processo de montagem são da própria Samsung, o que mostra que a empresa não investe só nos produtos, mas também nos equipamentos que vão fabricar esses mesmos produtos. Para não dizer que tudo o que vi lá recebia a marca Samsung, apenas alguns poucos equipamentos menores, como monitores, computadores e leitores de CD/DVD utilizados pelos terminais de controle contavam com a logomarca de concorrentes.

Tal como em outras fábricas, as placas de circuito interno recebem uma espécie de “impressão”, onde cada produto conta com o seu esquema de circuito integrado em uma espécie de molde. Um ponto interessante está no sistema de distribuição de solda para tais placas, que é feita inicialmente de forma autômata, por uma das máquinas, e em um momento posterior, todo o excesso é retirado manualmente. A distribuição do trabalho de montagem dos produtos é bem equilibrado: a parte do processo que exige a intervenção humana está nos pequenos detalhes, como inserção de chips e conectores, detalhes de acabamento e embalagem, e área de testes. Setores estes onde a máquina não é mais eficiente do que a percepção humana.

Dois setores de produção chamaram a atenção durante a visita: os setores de telas (TVs e monitores) e o setor de celulares.

Antes do tour começar, fomos convidados a conferir alguns dos lançamentos da Samsung para a linha 2012 de produtos. E a maior ênfase dessa apresentação foi para as novas tecnologias de tela, como por exemplo a nova TV 3D Smart TV da empresa, que possui o recurso de detecção de gestos. Tal funcionalidade foi testada e aprovada pelos presentes, principalmente pelo fato que o recurso pode facilitar e muito a vida daqueles que não contam com muita intimidade com o controle remoto (como nossos pais e avós, por exemplo). Com poucos comandos de voz e gestos simples, o usuário pode realizar as tarefas mais básicas para utilização do televisor.

E a melhor parte é que a Samsung faz questão de lembrar que tais TVs são produzidas no Brasil, na sua unidade de Manaus. Isso mostra o empenho e investimento da empresa no desenvolvimento de uma estrutura que permite a produção de produtos com tecnologia elevada.

Entre TVs e monitores, a unidade de Manaus da Samsung tem uma produção média de 26 mil unidades/dia. É um volume realmente impressionante, pois a linha de produção envolve uma certa complexidade, e algumas fases de produção dessas telas aparenta ser mais lentas e detalhadas do que outras. Por outro lado, tudo ali é muito bem pensado, e cada um tem o seu lugar e sua função nessa linha de produção.

Uma das áreas mais interessantes da fábrica da Samsung em Manaus é a sua área de testes de produto. Uma unidade de um determinado lote final é deslocado para uma área que podemos chamar de “campo de tortura” dos equipamentos. Diversos testes são realizados para saber se o produto é capaz de suportar às mãos maléficas dos usuários. E são testes muito inusitados. Por exemplo, eles usam um compartimento que lembra uma câmara frigorífica, onde vários produtos da empresa são acondicionados, e lá ficam por um determinado momento, sofrendo variações constantes de temperatura, que variam entre 80 graus positivos e 30 graus negativos.

Outro teste simula o transporte do produto. As caixas ficam em uma base suspensa, que carinhosamente chamei de “máquina de terremoto”, que simulam as vibrações provocadas pelo transporte de caminhão (ainda mais nas estradas brasileiras, cheias de buracos). O teste tem como objetivo saber se produto e embalagem são capazes de chegar ao ponto de venda e/ou ao consumidor em perfeitas condições. Outro teste submete o produto a quedas de alturas consideráveis, para depois analisar os potenciais danos que a unidade pode sofrer com essas quedas, que são mais frequentes do que imaginamos.

Mas um dos testes mais bizarros é aquele que envolve pegar vários modelos de TVs e monitores, e colocá-los em funcionamento durante 96 horas consecutivas. Detalhe: em uma sala com uma temperatura elevadíssima. O objetivo desse teste é colocar o produto em ponto de estresse, buscando saber qual é o limite do mesmo sob condições extremas. E acredite, não dá pra ficar naquela sala.

Falando um pouco mais da produção de telefones celulares e smartphones, o processo é muito semelhante ao que vemos na fabricação de TVs, mas com algumas diferenças. Por ser um produto de maior porte, o seu processo de montagem não envolve tantos maquinários automáticos, com uma maior presença de atuação do ser humano na montagem dos produtos. Na fábrica de Manaus, a Samsung produz no momento em torno de 12 modelos de telefones, sem contar a variação de cores de cada modelo. Até o final de 2012, a empresa vai produzir na unidade manauara aproximadamente 30 modelos diferentes de smartphones e celulares, além dos seus tablets.

Os modelos montados ficam linhas separadas e devidamente identificadas pela sua foto e nome de código, que os identificam internamente na empresa. E foi por causa disso que aconteceu um dos momentos únicos da visita. Ao ser questionada sobre a produção do tão cobiçado Galaxy S III, a responsável pelo tour informou que o modelo não estava em produção naquela unidade, mas que isso aconteceria em breve.

O que ela não imaginava era que o “breve” dela seria mais breve do que ela mesmo imaginava. Ao passar em um dos corredores de linhas de montagem, uma em especial chamou a atenção dos blogueiros e jornalistas presentes: aquela que contava com a inscrição “Galaxy i9300L”, sem a foto do modelo. E o modelo em questão era esse da foto abaixo.

Sim, ele mesmo: o Galaxy S III Azul, que de perto, é muito mais bonito que o modelo na cor branca.

A guia do tour ficou um tanto quanto sem graça, ficou surpresa, mas levou nosso bom humor diante do fato inusitado numa boa. Pudemos conferir de perto alguns detalhes de sua fabricação, deixando alguns ainda mais desejosos por ter um modelo nessa tonalidade. Inclusive esse que vos escreve.

Outro detalhe interessante sobre a fábrica é que ela não possui área de estoque. Depois de todo o processo, as unidades produzidas ficam, no máximo, 12 horas embaladas, e seguem para os pontos de distribuição (lojas, revendedores autorizados, e-commerces, etc). A justificativa é que, para a Samsung, um produto parado em estoque significa dinheiro que está parado. Logo, eles produzem na fábrica apenas unidades que já estão com sua encomenda devidamente fechada, garantindo assim os números de unidades distribuídas de um determinado produto. Por causa disso, a sua produção acaba sendo flexível. Eles evitaram com isso informar números exatos de produção, sendo mais flexíveis nesses valores, justamente pelo fato da rotina da empresa ser de números variados em sua produção.

Além disso, foram revelados detalhes da escolha de produtos que são lançados no mercado nacional. Meses antes do seu lançamento, a Samsung da Coreia informa aos seus respectivos mercados um catálogo de opções de produtos, que por sua vez são escolhidos por um grupo de profissionais responsáveis em cada país, de diferentes setores da fábrica, para determinar aqueles que possuem um maior potencial para o nosso mercado. Tudo é meticulosamente pensado e planejado com o objetivo do processo de produção do novo produto ser o mais eficiente possível, analisando inclusive o impacto da produção do novo produto na linha de produção atual. Se um produto promover alterações muito drásticas na tecnologia presente na fábrica, isso pode encarecer o produto no seu preço final. E ninguém quer isso, não é mesmo?

Em linhas gerais, a Samsung impressionou com toda a sua estrutura e organização apresentada em sua fábrica de Manaus, que é considerada a melhor unidade da Samsung no mundo. É bom saber que é no Brasil que está o modelo a ser seguido pelas demais unidades da empresa no planeta, e que o Brasil tem tal capacidade de produção. Isso mostra todo o investimento feito pela fabricante coreana em buscar um mercado promissor, e com grande potencial comercial (pra você ver, HTC…), e explica porque a empresa é uma das maiores do mundo no setor de tecnologia de consumo.

Aproveito para agradecer mais uma vez a assessoria de imprensa da Samsung pelo convite.

UPDATE: a Assessoria de Imprensa da Samsung enviou novos dados sobre a unidade de Manaus.

NÚMEROS DA SAMSUNG EM MANAUS
(Julho/2012)

No segmento de Eletrônicos, é a primeira empresa em recolhimento de impostos no estado do Amazonas (e a segunda no ranking geral).

2002:

– 1.150. 000 unidades de 3 produtos: celulares, monitores e HDD

– 300 profissionais

2011:

– 13.889.728 de unidades fabricadas de 10 produtos: monitores, TVs LCD, TVs plasma, TVs CRT, DVD Players, Blue-ray Players, Home Theaters , Mini Systems, Câmeras Digitais, Condicionadores de Ar

– 5.912 profissionais

– Aumento de quase 767% no faturamento em relação a 2002

Próximos 5 anos:

– Área disponível: 435.000 m²

– Área construída: 120.000 m²

Novos Produtos e Componentes:

– Celulares

– Displays de LCD / LED

– Injeção Plástica

– Estampagem de metais Ferro e alumínio

– Ar condicionado Inverter

– Trocadores de calor

Samsung inaugura sua loja exclusiva em Sáo Paulo

by

A Samsung inaugurou na última quarta-feira (25/04) a sua loja própria em São Paulo, pensada na venda de produtos, consultoria e experimentação de modelos. A loja fica no shopping Pátio Higienópolis, na zona Oeste da capital paulista, e possui 80 metros quadrados, que apresenta todo o portfólio da empresa (celulares, smartphones, tablets, notebooks, câmeras, entre outros).

A ideia da Samsung é oferecer ao consumidor um contato mais direto e pessoal aos produtos no ato da compra, com a finalidade de aumentar as chances de acerto na compra do produto escolhido. Além disso, a loja é focada em apresentar o conceito da marca, oferecendo um atendimento especializado e a degustação de produtos.

A loja de São Paulo é a primeira de uma série de seis inaugurações previstas para 2012 no Brasil, todas com esse mesmo conceito de vendas e prestação de consultoria tecnológica.

Promoção

Na primeira semana de funcionamento da loja, os consumidores que comprarem um Samsung Galaxy Note serão presenteados com uma capa exclusiva para o aparelhos celular.

Serviço

Samsung Store Shopping Patio Higienópolis
Avenida Higienópolis, nº 618 – São Paulo
Piso Pacaembu – Loja 230/231

Via Assessoria de Imprensa

PhotoImage Brazil e Brazil Consumer Electronics Expo antecipam os lançamentos do segundo semestre

by

O mercado brasileiro de câmeras fotográficas deve atingir 5 milhões de unidades vendidas em 2011. Só no primeiro semestre deste ano, houve um crescimento de 17% nas vendas, em comparação com o mesmo período do ano passado – bastante superior aos 4% registrados no mercado mundial; sendo que a região nordeste do país é que anota os maiores índices de crescimento – previsão de 20% do total do mercado para este ano. Os dados da GfK Retail and Technology foram apresentados nesta quarta-feira, em São Paulo, durante coletiva de imprensa da PHOTOIMAGE BRAZIL e da BCEE (BRAZIL CONSUMER ELECTRONICS EXPO), que acontecem de 16 e 18 de agosto, das 14h às 21h, no Expo Center Norte, em São Paulo. Os dois eventos reunirão 240 expositores e mais de 350 marcas e devem receber um público profissional estimado em 30 mil compradores.

Segundo o presidente da Reed Exhibitions Alcântara Machado, Juan Pablo de Vera, a PHOTOIMAGE BRAZIL, maior evento de foto e imagem da América Latina e uma das mais importantes feiras de negócios do setor,  chega a sua 19ª edição comemorando o bom momento do segmento, antecipando os lançamentos e tendências para o segundo semestre. “As duas feiras apresentam um panorama de como a indústria de foto e imagem e consumer eletronic está se preparando para atender ao crescimento do número de consumidores, principalmente em função da mobilidade da classe C – ávidos para usufruir de novas tecnologias”, afirma.

Simultaneamente à PHOTOIMAGE BRAZIL, a 2ª edição da BCEE irá apresentar as últimas tendências e lançamentos de Tecnologias Emergentes, Games, Eletro-eletrônicos, Notebooks e Gadgets, muito focados na Eletrônica Verde. “Nunca se produziu tanta imagem e se ofereceu esse conteúdo ao consumidor. A palavra-chave hoje é convergência digital, por isso, a importância da realização simultânea das duas feiras, que se complementam”, explica o diretor das feiras, Paulo Rezende.

Para a Show Manager Duda Escobar, que está a frente do evento desde a primeira edição, a realização das feiras simultaneamente amplia e completa a oferta do mercado de imagem que o profissional quer encontrar. Segundo ela, o crescimento do setor se reflete na própria história da PHOTOIMAGE BRAZIL. “Na primeira edição, realizada em 1991, a feira ocupou uma área de 1.900m2, com 54 expositores e cerca de 80 marcas. Este ano, ocuparemos um área de 34 mil m2, com 240 expositores e mais de 350 marcas”, diz.

Segundo Alex Ivanov, diretor da área de negócios da GFK Retail and Technology, embora o mercado de câmera digitais no pais cresça acima da média mundial e cada vez mais as câmeras digitais profissionais ganhem importância, este segmento ainda tem pouca representatividade no Brasil – cerca de 1% do faturamento. Nos mundo, chega a 10%. “Aí entram vários fatores: as câmeras SLR ainda são caras aqui, por conta dos custos de importação, e tem ainda a questão cultural, afirma. Embora o mercado brasileiro conte hoje com cerca de 40 marcas de câmeras digitais, poucas são representativas. Cerca de 70% do faturamento está concentrado em 3 marcas.

Ivanov também apresentou número referentes ao mercado de notebooks, que já representam hoje mais da metade do mercado brasileiro de PCS. Pesquisa da GfK mostra que o canal de auto-serviços (supermercados, hipermercados e grandes magazines)  é o que mais cresce, respondendo hoje por mais de um terço das vendas, e o canal com menor preço médio; e que o Nordeste é a região mais importante para PCs (17% do total das vendas).

Durante a coletiva, Gisela Pougy, diretora da área de negócios da GFK Retail and Technology, também fez uma apresentação sobre mercado de consumer eletronics no Brasil e no Mundo, falou sobre novas tecnologias (2011 será o ano dos smartphones, que representarão 16% do total), e o mercado de televisores de tela fina. “A previsão de crescimento mundial em consumer eletronics é modesta, deve ficar em torno de 6%, chegando a 668 bilhões de euros. No Brasil, a receita do primeiro semestre foi de cerca de R$ 9,5 bilhões, com aumento de 2% em relação ao mesmo período do ano passado”, afirmou. Na America Latina o setor deve ser impulsionado pelos televisores de tela fina.

NOVO CONCEITO

Além do bom momento do setor, a adoção de um novo formato com o conceito “EDUCAÇÃO + NEGÓCIOS” também será destaque na feira. Segundo Duda Escobar, o novo formato da feira será implantado a partir desse ano e continuará enquanto eficaz. “Nesses quase 22 anos junto ao mercado de Imagem identificamos que o maior gargalo do setor é a carência por informação correta. A sofisticação e velocidade do digital nos faz correr contra a obsolescência seja de técnicas ou de tecnologia. Nos três dias de feira pretendemos fornecer aos compradores  (através de intenso trabalho junto aos expositores), o melhor da informação de produtos, práticas, ferramentas e tecnologias, promovendo a compra consciente, que atenda suas expectativas. Esse modelo de negócio permite um ganho real para ambas as partes: a oferta e a procura”, explica.

A grande inovação dentro do conceito “EDUCAÇÃO + NEGÓCIOS” é manter o maior número de profissionais compradores dentro da feira. Os expositores tomam para si a responsabilidade de transferir conhecimento tecnológico, discutir e apresentar as tendências, conquistar, com suas oficinas, demonstrações e palestras novos clientes, “alimentando” os cativos .

PHOTOIMAGE BRAZIL e BCEE (Brazil Consumer Electronics Expo) www.photoimagebrazil.com.br

Data: de 16 a 18 de Agosto de 2011
Horário: 14h às 21h
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Vermelho – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – SP

OBS.: Proibida a entrada de menores de 16 anos. Feira exclusiva para profissionais do setor.

via assessoria de imprensa

LG lança no Brasil o ar condicionado Split Librero Inverter

by

A LG Electronics anuncia o lançamento do modelo Split Libero Inverter, ar condicionado mais silencioso do mercado, e amplia a área de negócios de Ar Condicionados da empresa destacando investimentos globais, além de empreendedorismo local com vendas recordes em 2010.

A LG tem como premissa o desenvolvimento de produtos com design diferenciado, alta tecnologia, e que efetivamente entreguem benefícios reais ao consumidor. O Líbero Inverter chega como o condicionador de ar split mais silencioso do mercado, apresentando nível de ruído de apenas 19db em sua unidade interna, além de ser o único split a funcionar no modo aquecimento com temperaturas externas a partir de -10º C.

A tecnologia Inverter deste produto permite economia de energia de até 66% em relação aos equipamentos splits convencionais, isso porque utiliza um sistema com compressor de velocidade variável com o qual a capacidade de refrigeração e aquecimento é ajustada automaticamente de acordo com a necessidade do ambiente, evitando desperdícios ao sistema convencional. Indicado, principalmente, para uso residencial, o Libero Inverter foi desenvolvido para ampliar o conforto e reforçar os princípios de saúde e bem estar ao usuário por meio do novo sistema de filtragem de ar Neo Plasma Allergy Free, que elimina poeira, odores, ácaros/bacterías e pelos de animais, causadores de alergia. O modelo apresenta ainda função Jet Cool, que permite um potente resfriamento com mais rapidez e utilização de gás R410A, ecologicamente correto.

Preço médio sugerido: De R$ 1.949,00 a R$ 4.299,00
* de acordo com a capacidade.

via assessoria de imprensa

[tecnologia] LG mostra o seu ar condicionado híbrido, utilizando energia solar

by

Uma ideia da LG que, apesar de ser bem interessante, parece ser um tanto quanto utópica. Eles apresentaram na Coreia um sistema híbrido de ar condicionado, que utiliza energia elétrica e solar. Ele conta com um painel de células fotoelétricas instaladas na sua parte superior, que podem gerar até 70 watts/hora, que ajudarão a compensar em quase 2 mil watts o consumo de uma residência normal. Segundo seus criadores, este pequeno gesto pode fazer com que o planeta evite de receber quase 215 kg de CO2 a cada 10 anos. Na prática, é mais um passo para que, no futuro, as residências contem cada vez mais com aparelhos auto suficientes, ainda que seja um passo discreto. Não tem preço anunciado, mas não será barato. Isso é fato.

Fonte

[gadgets] Roger Linn busca investidores para seu instrumento musical multitouch

by

Não dá pra enumerar o número de gêneros e estilos musicais que devem o seu sucesso ao trabalho de Roger Linn. Para você que não sabe, este cara é o inventor da caixa de ritmos moderna, que é mitificada na Akai MPC-60, lançada em 1988. Agora, ele traz um novo instrumento eletrônico, chamado de LinnStrument, que tem uma aparência bem interessante.

O aparelho começou a ser desenvolvido em 2006, e é uma plataforma musical multitouch, que conta com propriedades de regulagem de volume, timbre e altura, apenas com o toque das pontas dos dedos. O produto conta com a tecnologia desenvolvida pela empresa TouchCo. Ok, beleza, vamos produzir o produto. Calma, não é bem assim.

O pequeno problema é que a Amazon comprou a TouchCo durante o desenvolvimento do Kindle, e agora Linn ficou sem a tal tecnologia necessária para continuar o seu projeto, de modo que não ficou outra alternativa para ele que não fosse buscar novos investidores, mostrando ao mundo aquilo que ele já realizou. E aí? Quer investir em um produto de tecnologia?

Fonte