Arquivo para a tag: disco rígido

Novo disco rígido da Seagate de 2 TB para notebooks

by

Seagate2TB

A Seagate apresentou um disco rígido para computadores portáteis, com a maior densidade de armazenamento do mercado: 2 TB em 2.5 polegadas, e 7 mm de espessura.

Esse HD de 2 TB da Seagate é um novo avanço na capacidade de armazenamento, com dois pratos de 1 TB, conexão à interface SATA e uso da tecnologia SMR, que é o que permite alcançar essas capacidades, mas com redução da velocidade de leitura e gravação de dados. Talvez por isso a Seagate não revelou dados de desempenho, cache ou rotação dessa unidade.

A boa notícia é que mais melhorias chegam dos fabricantes de discos rígidos, que oferecem várias alternativas ao usuário. Para quem busca uma maior capacidade de armazenamento pelo menor preço, esse HD de 2 TB da Seagate é o produto recomendado. Para quem busca especificações, tamanho, menor aquecimento, ruído e consumo, as SSDs ainda são a melhor opção, apesar da menor capacidade de armazenamento.

Via BusinessWire

Um disco rígido de 10 TB. Isso mesmo: dez terabytes!

by

HGST-10-TB

A nova unidade de armazenamento da HGST (uma subsidiária da Western Digital) conta com 10 TB de espaço para o seu conteúdo pessoal. Algo que é praticamente inesgotável para a maioria dos usuários.

Para tal façanha, eles fazem uso da tecnologia HelioSeal, técnica que utiliza o hélio para selar e preencher o interior do disco, e assim reduzir a fricção da cabeça na hora de realizar as leituras e gravações sobre o prato.

Por outro lado, a unidade também estreia a tecnologia SMR (ou Gravação Magnética Escalonada), que coloca as faixas do disco de foma similar ao das telhas de um telhado. Dessa forma, é possível obter uma densidade muito maior, mas com uma velocidade de gravação menor, já que é preciso voltar a reescrever as faixas que estão acima para manter os dados.

Esse handicap faz com que esse espetacular disco de 10 TB não tenha muita pressa de chegar ao mercado, já que ele é mais focado aos servidores com sistemas operacionais que oferecem suporte para essa tecnologia.

Via SlashgearHGST

 

Seagate lança um disco rígido de 8 TB por US$ 260

by

seagate-shingles

A Seagate apresentou o seu novo disco rígido de 8 TB, que se destaca pelo preço acessível de US$ 260. O valor é surpreendente, se levarmos em conta que essa mesma unidade poderia alcançar com facilidade os US$ 1.000 (com um sistema selado com hélio, que fique claro).

A unidade estreia a nova família Archive HDD, e utiliza a tecnologia SMR (gravação magnética escalonada), que permite armazenar mais dados no mesmo espaço de sempre.

Com versões de 5, 6 e 8 TB, essas unidades podem alcançar velocidades de leitura de até 150 MB/s. Muito abaixo de uma SSD, mas levando em conta o seu custo por giga, ainda temos uma excelente opção para quem busca ter o maior espaço de armazenamento possível. A Seagate começou a distribuição desses discos, o que significa é que o produto estará no mercado em breve.

 

Via Seagate

Seu disco rígido de 100 TB será seu… em 2025!

by

650_1000_disco-helio

O consórcio Advanced Storage Technology Consortium (ASTC) publicou um informe que mostra como será o futuro a curto e médio prazo das tecnologias de armazenamento, prevendo que em 2025 teremos discos rígidos de 100 TB de capacidade.

Para isso, serão utilizadas tecnologias como Bit Patterned Media Recording (BPMR) e Head-Assisted Magnetic Recording (HAMR). Essas técnicas permitirão o alcance de densidades de até 10 Tbits por polegada (Tbpsi). Hoje, essa marca é de apenas 0.86 Tbpsi.

650_1000_astc-technology-roadmap-2014-v8-100532640-large.idge

Hoje, as unidades convencionais podem armazenar até 10 TB de informação – no melhor dos casos -, mas com tais tecnologias, será possível multiplicar por dez essa capacidade de armazenamento em 10 anos.

Hoje, temos métodos de gravação magnética perpendicular que melhoram a capacidade de armazenamento, e empresas como HGST – divisão da Western Digital – começou a utilizar o hélio em certas unidades empresariais, para reduzir a fricção criada pelos pratos giratórios. Alguns fabricantes utilizaram a chamada Shingled Magnetic Recording (SMR), mas esse método tem sérias limitações: enquanto que a SMR permite densidades de até 1 Tbpsi, a tecnologia HAMR pode alcançar os 5 Tbpsi.

Algumas empresas já trabalham a algum tempo com unidades baseadas em HAMR, mas por enquanto nenhuma solução desse tipo chegou ao mercado. A Seagate já conta com protótipos dessas unidades, e seus responsáveis afirmam que as primeiras unidades em HAMR chegarão ao mercado em 2016.

Via ComputerWorld

Se 4 TB não são suficientes para armazenar seus arquivos, a Toshiba oferece um HD de 5 TB!

by

toshiba-5tb-hdd

O mundo do armazenamento continua a evoluir, e apesar das unidades SSD ficarem cada vez mais populares, os discos rígidos ainda são soberanos em termos de capacidade. Nesse caso em especial, os discos de 5 TB já são uma realidade, e estarão disponíveis no mercado nos próximos meses.

A Toshiba foi a primeira a alcançar essa capacidade, com os modelos MG04SCA Series, que antes estavam restritos aos perfis profissionais, mas agora, chega ao usuário casual, contando com uma interface SAS e 128 MB de cache. Além do modelo de 5 TB, a Toshiba também vai disponibilizar para compra modelos menores, com 2, 3 e 4 TB de armazenamento, todos com 3.5 polegadas, e algumas com a interface SATA.

Tradicionalmente, os modelos domésticos só chegam ao mercado aproximadamente quatro meses depois do lançamento dos modelos profissionais. Logo, não espere os HDs de 5 TB da Toshiba para o consumidor final para antes do final do primeiro semestre de 2014.

Seja como for, os discos rígidos tradicionais oferecem alguma coisa de novo, ao menos na sua capacidade. Que as unidades SSD são o futuro, não temos dúvida. Mas até ganhar essa capacidade de armazenamento, vai levar algum tempo. E muito dinheiro dos usuários.

Via BSN, Toshiba

Western Digital apresenta o Blue Ultra-Slim, um disco rígido com apenas 5 mm de espessura

by

western-digital-blue-ultra-slim-top

A Western Digital apresentou nessa semana uma nova linha de discos rígidos que surpreendem por sua baixa espessura. Falamos dos modelos ultrafinos Blue, de 2.5 polegadas, mas apenas 5 mm de espessura, com capacidade de armazenamento de até 500 GB e uma interface SATA, com alimentação integrada.

Diferente dos discos atuais, o seu conector está em outra posição, permitindo que o prato de armazenamento disponha de maior espaço interno, mas obrigando que os fabricantes redesenhem o espaço dedicado para o disco rígido em seus equipamentos (e eliminando a possibilidade de conectá-lo nos atuais modelos, a não ser que algum adaptador seja criado). Com tais medidas, a espessura final se reduz em 2 mm que as opções que os fabricantes ofereciam até agora, e esse novo modelo poderá ser instalado em equipamentos ultracompactos e Ultrabooks com designs ainda mais reduzidos.

Esperamos que os nossos futuros computadores com essas unidades apareçam no mercado o quanto antes possível, já que comprar a unidade em separado não vai servir de muita coisa para os equipamentos atuais. Justamente por causa do novo posicionamento do conector e do tamanho reduzido do equipamento, é claro.

Via Western Digital

Seagate lança no Brasil um HD com capacidade de 4 TB de armazenamento

by

seagate-hd-4TB

A Seagate anunciou o lançamento no Brasil do Desktop HDD, que se destaca pela sua capacidade de armazenamento de até 4 TB. O produto foi desenvolvido para atender aos usuários de desktops, tanto para dispositivos all-in-one como para desktops RAID, servidores domésticos, dispositivos NAS e DAS, sendo assim um item de hardware muito versátil para diferentes objetivos e necessidades.

O novo periférico da Seagate conta com a tecnologia AcuTrac da empresa, que aumenta a densidade de armazenamento do produto. Além disso, essa tecnologia promete uma leitura e gravação de dados segura e eficiente em ambientes ativos, através de uma trilha de 75 nanômetros. Conta ainda com uma interface SATA de 6 Gb/s, que é compatível com as versões anteriores, sendo 22% mais rápida quando combinados com as caches maiores.

Tudo isso se converte em um maior desempenho do produto, que pode ser de até 45% maior, graças à tecnologia OptiCache da Seagate. Outro recurso presente no Desktop HDD é o NCQ (Native Command Queuing), além da gravação perpendicular.

Para que o usuário possa obter acesso aos discos com mais de 2 TB de armazenamento, é necessário utilizar o novo padrão de BIOS, o UEFI. A Seagate oferece o DiscWizard, um software gratuito para que o seu computador com sistema operacional Windows (incluindo o Windows XP) consiga identificar os discos de 3 e 4 TB, mesmo que o seu computador não conte com o padrão UEFI. A Seagate também oferece assistentes para formatação e criação de divisões no disco, através de assistentes que também atuam na transferência e backup dos dados.

desktop-hdd-pen-reflection

Via Assessoria de Imprensa

[Vídeo] Disco rígido gravado em slow motion, em plena ação

by

Já conhecíamos a mecânica: os discos rígidos giram a toda velocidade, mas estão sempre ocultos aos olhares dos usuários curiosos. Porém, sempre que temos a curiosidade, vamos atrás de descobrir como as coisas funcionam. E da melhor forma possível: desmontando.

Temos abaixo o vídeo “The Slow Mo Guys”, que registra o funcionamento de um disco rígido em slow motion, onde é possível ver o giro de um disco rígido em uma velocidade de até 40 vezes menor que a normal, e se isso não parece ser o suficiente, veja com os seus próprios olhos o resultado. Garantimos que é algo espetacular.

Via The Next Web

HD-PATU3, o primeiro disco rígido externo da Buffalo com USB 3.0 e Thunderbolt

by

A fabricante japonesa Buffalo apresenta o seu primeiro disco rígido externo com USB 3.0 e Thunderbolt, o HD-PATU3. A empresa tardou, mas não falhou, e o seu lançamento é um dos poucos modelos a combinar com as duas conexões mais badaladas do momento.

Desta forma, o produto facilita a vida dos usuários não só por causa da velocidade na transmissão de dados, mas também pela possibilidade de intercâmbio de dados de forma simples entre equipamentos Mac e PC, uma vez que o produto possui interfaces para cada uma das plataformas.

Disponível inicialmente com capacidades de 500 GB de 1 TB, o HD-PATU3 se destaca por não precisar de fontes de alimentação própria, já que se alimenta com a energia da própria porta utilizada pelo computador. Com isso, ele é o candidato ideal para as nossas necessidades de mobilidade, já que os acessórios que necessita para o seu correto funcionamento são mínimos.

Sem preço, nem data de lançamento revelada.

Via Gizmologia

Discos rígidos My Passport Studio 2TB da Western Digital incluem duas portas FireWire 800

by

Como é bom saber que nos dias de hoje é possível ter discos rígidos de 2 TB em tamanhos diminutos nas mãos. Agora, aparece mais um desses discos, o My Passport Studio, da Western Digital, que além de garantir tal capacidade de armazenamento, conta ainda com duas portas FireWire 800 (mas não possui porta USB 3.0).

O dispositivo foi desenvolvido para um uso com os computadores Mac (mas nada impede que se utilizem em outras plataformas), permitindo a utilização de uma porta FireWire 800 para se comunicar com o computador, enquanto que a outra porta é usada para conectar um segundo periférico, como um disco rígido adicional.

O My Passport Studio da WD inclui ainda um sistema de criptografia baseada no hardware e software do produto, para proteção por senha, e podem ser adquiridos nos tamanhos de 500 GB, 1 TB e 2 TB, com preço sugerido de até US$ 300 para o modelo de 2 TB.

Via WDC.com

Hitachi lança o 5K4000, um HD de 4 TB de capacidade de armazenamento

by

Aquele seu disco rígido de 1 TB não é nada perto desse aqui. A Hitachi tornou oficial o Deskstar 5K4000, um disco rígido de nada menos que 4 TB, superando assim a marca de 3 teras, mesmo que seja com uma velocidade de 5.400 RPM. O modelo incorpora um cache de 32 MB, e já está disponível no mercado internacional em “quantidades limitadas”, por um preço de US$ 400. O modelo tem como objetivo suprir a necessidade daqueles que trabalham com arquivos de grandes volumes de dados, como fotógrafos profissionais, que manipulam imagens no formato RAW.

via Electronista

Seagate GoFlex Cinema permite que você tenha até 3 TB de arquivos multimídia na sua TV

by

É difícil chamar o GoFlex Cinema da Seagate de disco rígido, porque ele vai muito além disso. O pequeno dispositivo pode reproduzir arquivos multimídia de vários formatos, como MKV e MP4, com resolução de até 1080p, por meio de conexões HDMI, composta e S/PDIF.

O modelo ainda conta com uma porta mini USB para transferência de arquivos de computadores e discos rígidos externos, e uma USB Host, para você conectar dispositivos secundários, como câmeras digitais. Para navegar pela sua interface, um pequeno controle remoto acompanha o produto.

O Seagate GoFlex Cinema já está disponível na Europa, com preço inicial de 99 euros (1 TB), podendo chegar a 179 euros (3 TB).

Via SlashGear

Western Digital renova seus discos rígidos My Passport Studio e My Passport for Mac

by

A Western Digital lança a sua nova geração de discos rígidos My Passport, desenvolvidos especialmente para os equipamentos Mac. Os conhecidos My Passport Studio e My Passport for Mac se apresentam oferecendo capacidades máximas de até 1 TB sem sacrificar a sua portabilidade ou se design, e em novos corpos que devem combinar com o seu equipamento Apple que você tem em casa ou na mochila.

O modelo Studipo possui carcaça resistente aos arranhões e em tons preto e metalizado, conta com duas portas FireWire 800, interface USB 2.0 e vários softwares utilitários, como o WD Security (para proteção de senha) e o WD Drive Utilities (que realiza diferentes diagnósticos do estado do disco). Por sua vez, a unidade My Passport for Mac, com carcaça completamente prateada, usa apenas a interface USB 2.0, e vem com os mesmos pacotes de softwares proprietários da empresa.

Os discos My Passport Studio e My Passport for Mac já estão disponíveis na loja online da Western Digital, assim como em alguns distribuidores europeus, em verões de 500 GB, 750 GB e 1 TB. Preços: para o My Passport Studio, 139, 159 e 179 euros, e para o My Passport for Mac, 99, 119 e 139 euros.

via WDC (My Passport Studio e My Passport for Mac)

Satechi LockDown te ajuda a proteger a informação no seu disco rígido com uma senha

by

Com certeza você poderia usar algum tipo de software para armazenar as informações em uma unidade externa com criptografia de primeira qualidade, mas isso não é tão divertido quanto colocar uma senha na própria tela do disco rígido. A Satechi oferece isso com o LockDown.

Esse case para disco rígido inclui uma tela OLED touch, onde você poderá adicionar a senha que quiser para permitir o acesso aos arquivos, mantendo uma codificação de 256 bits. Além disso, o periférico inclui uma conexão USB 3.0, para que você possa transferir dados em alta velocidade.

O produto funciona com os computadores Windwos e Mac, e pode ser adquirido por US$ 90.

via Engadget

Hitachi Deskstar e CinemaStar: até 1 TB de armazenamento em um único prato

by

Mais simples, com maior velocidade de acesso, e menores possibilidades de problemas no futuro. A Hitachi lançou os primeiros discos rígidos de um único prato de 1 TB; Os modelos Deskstar 7K1000.D e 5K1000.B contam com 32 MB de cache. O primeiro modelo é dedicado aos usuários domésticos e empresariais mais comuns (7.200 RPM), e o segundo é dedicado aos usuários que querem um consumo de energia reduzido (exatos 23% a menos que os discos rígidos convencionais). E, caso você não necessite de tanto espaço, os discos estão disponíveis em versões de 250, 320, 500 e 750 GB. Os dois modelos Deskstar já estão sendo distribuídos (sem preço anunciado), e em breve, a versão CinemaStar chega ao mercado.

via Hitachi

Disco rígido Iomega Mac Companinon será o melhor amigo do seu Mac com seus 3 TB de armazenamento

by

Com um design elegante (e inegavelmente parecido com um Mac mini), chega o Mac Companion Hard Drive da Iomega, que graças ao seu tamanho pode ser instalado na base de um iMac, ou embaixo de um monitor da Apple.

Esse disco rígido externo pode ser adquiridos em tamanhos de 2 e 3 TB, que na maioria dos casos é o bastante para guardar todos os nossos arquivos em um mesmo lugar. Na parte frontal, temos quatro LEDs, que avisam quanto de espaço foi utilizado, e assim o usuário fica sabendo quando precisa liberar espaço no dispositivo.

O produto conta com uma porta USB e outra FireWire, mas infelizmente, não há menções sobre a conexão Thunderbolt. Além disso, o produto possui uma porta para recarga de iPads. Preços: US$ 195 (2 TB) e US$ 295 (3 TB).

via Engadget

LaCie e Porsche Design se unem para lançar um disco rígido USB 3.0 em forma de cubo

by

Se nenhum dos desenhos de produtos da LaCie te chamou a atenção até esse momento, talvez os novos discos lançados pela empresa, em parceria com a Porsche Design, façam você mudar de opinião. Os modelos P’9220 (HD portátil) e P’9230 (HD de mesa) podem fazer a alegria daqueles que acreditam que a beleza das coisas não está apenas no seu interior.

As duas unidades de armazenamento contam com tecnologia de transferência de dados USB 3.0, e vem com o seu próprio software de backup e segurança de dados, além de contar com modo de economia de energia. O modelo P’9220 está disponível em versões de 500 GB e 1 TB, além da versão de 750 GB, que só pode ser adquirida na loja online da Porsche Design. Seu preço inicial é de 109,90 euros. Já o P’9230 pode ser encontrado em capacidades de 1 e 2 TB, com preços de 129,90 e 159,90 euros, respectivamente.



via LaCie

Mitsubishi mosta uma TV all-in-one com gravador de Blu-ray e disco rígido de 500 GB

by

Uma TV all-in-one com gravador de Blu-ray não é uma grande novidade. O que mais interessa na TV Real LCD-22BLR500 da Mitsubishi é que, além do seu design compacto, inclui um disco rígido interno de 500 GB, para armazenamento da programação exibida na TV.

Com retro-iluminação LED, a TV de 22 polegadas possui uma resolução de 1366 x 768, que é suficiente para um quarto pequeno. Sobre suas portas, ela conta com um conector USB, duas entradas HDMI, slot SD, conectividade Ethernet e i.Link. Exclusiva para o mercado japonês, chega ao mercado em 21 de julho, com preço de aproximadamente US$ 1.360.

via CrunchGear

Freecom Mobile Drive XXS Leather, USB 3.0 e elegância em formato portátil

by

A Freecom quer mostrar que pode adicionar bom gosto e elegância na hora de levar o seu disco rígido para qualquer lugar, com o lançamento do seu novo Mobile Drive XXS Leather. Este modelo portátil com disco de 2,5″ é uma versão especial do catálogo de produtos da Freecom, e conta com uma seleta carcaça de couro negro para satisfazer os mais exigentes.

No seu interior, seguimos encontrando capacidade para armazenar até 640 GB de informação, com a vantagem que o usuário pode contar com a interface USB 3.0, oferecendo uma taxa de transferência de 130 MB/s. O modelo tem tamanho de 11,3 x 8,6 x 1,2 cm e um peso de 140 gramas, e tem preço de 99 euros para o modelo de 320 GB, 119 euros para 500 GB e 159 euros para 640 GB. O fabricante promete para a segunda metade de 2011 as versões de maior capacidade, sem entrar em maiores detalhes.

via Engadget

Western Digital começa a produzir HDs de até 1TB no Brasil a partir do mês de junho

by

A Western Digital inicia em junho a produção de HDs (discos rígidos) de alta capacidade no Brasil. Para ampliar a linha de produção no Brasil a Western Digital (WD) investiu R$ 5 milhões na ampliação da capacidade de produção e a outra parte na capacitação de 50 novos funcionários. As novas linhas de HDs serão fabricadas em Manaus e os modelos terão até 1TB (equivalente a 1.024 gigabytes) de capacidade.

Em 2011, a WD estima produzir no Brasil quatro milhões de discos rígidos para abastecer o mercado interno e também externo, o que deve gerar o equivalente a R$ 274 milhões em vendas.  A WD produz localmente discos de 320 GB e 500 GB, tanto para desktops quanto para computadores portáteis como notebooks e netbooks. A operação é resultado de uma parceria estabelecida em outubro do ano passado com a empresa brasileira Digitron, que produz placas-mãe para computadores e será responsável pela fabricação e serviço de assistência técnica dos HDs.

Segundo Scott Davis, vice-presidente mundial de vendas da WD, iniciar uma produção no Brasil foi um grande passo para a companhia. “Mercados como os Estados Unidos e Europa Ocidental já estão desenvolvidos. Não vemos muitas oportunidades por lá. Para continuar crescendo, a WD precisa investir em mercados como o brasileiro. De acordo com nossa previsão, dois terços do nosso crescimento nos próximos três anos precisam ocorrer nos mercados emergentes”, afirma.

De acordo com Sergio Santos, diretor de vendas de Western Digital no Brasil, a empresa irá diversificar os itens que fabrica no país. “No mercado brasileiro, a maioria dos laptops é vendida com HD de 320 GB, enquanto os computadores de mesa saem com um HD de 500 GB”, diz.

Em março de 2011 a Western Digital comprou a divisão de HDs da Hitachi por US$ 4,3 bilhões, e se consolidou como líder global do segmento. Davis afirma que juntas Western Digital e a Hitachi têm uma capacidade produtiva de 80 milhões de discos rígidos por trimestre, o que equivale a quase 50% do mercado global de HDs.

via assessoria de imprensa