Arquivo para a tag: digitimes

DigiTimes prevê 85 milhões de unidades enviadas do iPhone 6s e 6s Plus no final de 2015

by

iphone6srosa

O DigiTimes publicou um estudo onde prevê que a Apple deve enviar 85 milhões de unidades dos novos iPhone 6s e iPhone 6s Plus para os distribuidores até o final de 2015. Uma marca gigantesca para o mercado, na tentativa de igualar as vendas dos iPhones dos últimos trimestres e superar o recorde histórico do final do ano passado.

Os demais modelos (iPhone 6, iPhone 6 Plus e iPhone 5s) se manterão com um estoque menor, e o estudo estima que o segundo semestre de 2015 (entre julho e dezembro) deve registrar vendas de 235 milhões de unidades de todos os telefones da Apple. São quase 40 milhões de unidades vendidas ao mês (em média).

Apesar desses novos modelos terem um aumento de tamanho e peso por conta das novas tecnologias inseridas, o poder de venda da Apple é inegável, e sua margem de melhora em mercados como a China continua sendo de grande valor para eles. Em compensação, na Europa e no Brasil, os valores dos smartphones serão consideravelmente mais altos, e isso pode lastrar as vendas nesses mercados.

O último trimestre de cada ano é tradicionalmente o mais potente em vendas de iPhones, e todo mundo sabe disso. O lançamento dos novos iPhones pode continuar com essa tendência, e ajudar a manter a Apple como uma das líderes do mercado de smartphones.

Via DigiTimes

Tablets com preços elevados seguem perdendo terreno

by

tablets-conversíveis-alto-preço

Os últimos dados publicados pelo DigiTimes mostram que os tablets de alto custo seguem perdendo terreno dentro do mercado, cedendo espaço para os modelos chineses de baixo custo.

Durante o primeiro trimestre de 2015, o setor de tablets se mantém estável, com um total de 49.3 milhões de unidades vendidas. Porém, o que nos interessa é observar as vendas de cada linha de tablets. Um dos grandes prejudicados foi o iPad da Apple, que vendeu 9.8 milhões de unidades, registrando assim uma queda de 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, as soluções 2 em 1 da ‘Wintel’ ganharam mercado em relação à Apple e outros fabricantes de tablets de linha branca. É claro que esse tipo de produto apresenta um atrativo maior par aos consumidores, já que integram em um único dispositivo as possibilidades de um portátil e a comodidade de um tablet, sem resultar em um grande aumento de preço.

Via DigiTimes

LG vendeu 60 milhões de smartphones em 2014, segundo a Digitimes

by

650_1000_lg-g3-vs-lg-g

Não são números divulgados pela própria LG, mas são relatórios que chegam a partir dos analistas da Digitimes e TrendForce, que são bastante confiáveis. A divisão mobile dos coreanos teria colocado no mercado 59.6 milhões de smartphones ao longo de 2014.

O mais chamativo desse número não é a quantidade, mas sim o crescimento em relação ao ano de 2013, quando eles venderam 47.6 milhões de unidades. O crescimento foi de 25.2%, e levando em conta o quão competitivo é esse mercado, esses resultados são muito positivos.

Com esses números a LG pode pelo menos ameaçar o terceiro lugar no mercado global. Apple e Samsung continuam distantes, mas marcas como Xiaomi, Huawei ou Lenovo são perfeitamente alcançáveis.

De acordo com o TrendForce, a LG estaria na quarta posição, com 6% de cota de mercado, em um ranking que teria essa ordem: Samsung (28%), Apple (16.4%), Lenovo (7.9%), LG (6%), Huawei (5.9%) e Xiaomi (5.2%).

A LG está consolidando sua posição de mercado, apagando a má imagem obtida com os seus primeiros smartphones Android. Os responsáveis por isso são modelos como LG G2, G Flex e LG G3. Para o começo de 2015, já temos o LG G Flex 2 e quem sabe um já esperado LG G4.

Via Digitimes