Arquivo para a tag: desmontado

LG G3 é desmontado, e se mostra de fácil reparo

by

slide-0001-2-1

É inevitável: tenho uma queda por gadgets desmontados. Especialmente naqueles que são caros demais para que eu mesmo desmonte, mas que outros fazem o trabalho sujo. A boa notícia é que, no caso do LG G3, ele é de fácil reparo, de acordo com o pessoal do sie UBreakIFix.

Na análise, foi possível constatar que o novo smartphone top de linha da LG é de fácil desmontagem, além de ser de fácil reparo – desde que a pessoa que está se envolvendo nessa tarefa saiba o que está fazendo, é claro. Para conferir a aula de anatomia gadget, basta conferir as fotos a seguir.

slide-0002-2-1 slide-0003-2-1 slide-0004-2-1 slide-0005-2-1 slide-0006-1 slide-0007-1 slide-0008-1 slide-0009-1 slide-0010-1 slide-0011-1 slide-0012-1 slide-0013-1 slide-0014-1

Para ver a análise completa do UBreakIFix, clique aqui.

Xbox One é desmontado pelo pessoal do iFixit

by

xbox-one-teardown-ifixit-topo

Desmontar, fuçar e descobrir o quanto vai te custar para consertar. Esses são os objetivos do pessoal do site iFixit quando eles decidem desmontar completamente um dispositivo de tecnologia. Dessa vez, eles não quiseram se envolver em polêmicas, e depois de desmontar o PlayStation 4, eles despedaçaram o Xbox One, com muito cuidado e gentileza.

O principal objetivo foi conhecer as entranhas do produto, e o quanto o seu eventual conserto pode ser complexo, caso necessite ser desmontado para uma manutenção. Apesar do processo ainda não estar concluído (pelo menos no momento que esse post foi feito: a tendência é que, em um futuro não muito distante, o processo de desmonte esteja concluído), o site se deparou com alguns detalhes curiosos durante o processo, como por exemplo o fato do disco rígido do console ser um SATA II de 2.5 polegadas, mais precisamente um Samsung Spinpoint com 8 MB de cache.

xbox-one-teardown-ifixit-08

Para poder substituir essa unidade por uma nova e/ou de maior tamanho, é necessário desmontar a carcaça, o módulo WiFi e os alto-falantes, manobra que automaticamente invalidará a garantia do produto, diga-se de passagem. Outra descoberta do processo de desmontagem foi a identificação de uma boa seleção de elementos de fácil substituição, já que são elementos físicos considerados padrão, como parafusos Torx de 64 mm, unidade de Blu-ray/DVD conectada ao conecto SATA, entre outros elementos.

O processo de desmontagem continua, de forma que ainda não há uma nota definida para o nível de dificuldade de reparação do produto (apesar que as primeiras impressões parecem ser bem positivas, pelas informações coletadas até o momento). Caso alguma grande surpresa apareça (que contrarie essa perspectiva de praticidade), manteremos vocês informados.

Mais imagens do processo de desmontagem do Xbox One a seguir.

xbox-one-teardown-ifixit-01 xbox-one-teardown-ifixit-02 xbox-one-teardown-ifixit-03 xbox-one-teardown-ifixit-04 xbox-one-teardown-ifixit-05 xbox-one-teardown-ifixit-06 xbox-one-teardown-ifixit-07

Via iFixit

O Nexus 5 já foi desmontado pelo pessoal do iFixit

by

nexus-5-ifixit-topo

Você já sabe como isso funciona: se tem um produto recém lançado no mercado, o pessoal do site iFixit prepara as suas ferramentas para desmontar esse produto, apenas pelo prazer de mostrar para os meros mortais como esse produto é construído. O já muito desejado Nexus 5 passou recentemente pela bancada do site, onde algumas dúvidas sobre sua construção podem ser sanadas ou esclarecidas.

Segundo o relatório publicado no site, o Nexus 5 é muito fácil de ser montado ou desmontado, e esse é sempre um ponto positivo para os usuários mais intrépidos. O smartphone recebeu uma nota 8 em 10 no seu fator de reparação, o que confirma a sua facilidade em ser consertado.

nexus-5-ifixit-02

Um dos principais motivos para determinar que a sua desmontagem e reparo seja um processo relativamente simples está no fato que o smartphone possui um design modular, que permite a substituição de elementos, como o conector para os fones de ouvido ou alto-falantes sem maiores problemas. Além disso, os seus parafusos são do tipo “standard”, enquanto que os pontos de emenda da carcaça com a parte frontal possui uma fixação de média complexidade de remoção.

Para resumir, se você pensa em conferir o interior do Nexus 5 quando ele chegar até você, não será um grande problema voltar ao estado original do produto (se você tiver as devidas habilidades para realizar esse processo, é claro).

Agora, se você não quer colocar em risco o seu smartphone, ou quer conferir tudo antes, pode ver o vídeo do resumo do processo de desmontagem a seguir, além de mais fotos do produto durante os testes. O processo completo de desmontagem do Nexus 5 está disponível no post do iFixit.

 nexus-5-ifixit-01 nexus-5-ifixit-03 nexus-5-ifixit-04 nexus-5-ifixit-05 nexus-5-ifixit-06

Surface Pro 2 é desmontado pelo iFixit, e é tão complexo de ser desmontado quanto o modelo anterior

by

surface-pro-2-ifixit-02

Quando a primeira versão do tablet Microsoft Surface Pro foi desmontado, o pessoal do iFixit reprovou o produto no seu índice de reparações, por considerar o modelo complexo demais para ser desmontado e consertado. Parece que o Surface Pro 2 vai pelo mesmo caminho.

Para que você tenha uma ideia melhor sobre o que o assunto se trata, a nota que o Surface Pro 2 obteve foi 1 em 10, e segundo informa o próprio site, durante o processo de desmontagem do tablet, eles se depararam com a maioria dos impedimentos já detectados no passado.

surface-pro-2-ifixit-01

Para começar, a tela é muito difícil de ser desmontada, isso para não mencionar que são muitos os componentes importantes que estão diretamente conectados à ela, como por exemplo, a sua bateria. Para completar, eles indicam que é necessário remover mais de 90 parafusos para prosseguir com os testes, além de remover na força vários componentes.

Tal como já se suspeitava, a maior diferença entre um modelo e outro é mesmo o processador Haswell, responsável pelo considerável ganho de desempenho e autonomia de uso do produto.

surface-pro-2-ifixit-03

Para conferir o processo de desmontagem completo do Surface Pro 2 realizado pelo iFixit, clique aqui.

iPhone 5s já foi desmontado pelo site iFixit

by

ilswxnobx3mstxxh

Já virou uma tradição no mundo da tecnologia. A cada novo lançamento de um dispositivo de tecnologia de destaque, o pessoal do site iFixit pega as suas ferramentas para fazer o trabalho sujo que nós, usuários comuns, que bem sabemos o quanto esse produto é caro, não queremos fazer: desmontar os gadgets, para saber como ele é por dentro, e se o seu conserto é algo muito complexo. Dessa vez, o iPhone 5s, que começa a chegar ao mercado hoje (20), foi o desmontado da vez.

Ainda que nenhuma grande novidade no seu processo de construção ou componentes internos possam ser encontradas, é possível apreciar algumas coisas (que igualmente já eram esperadas). Dentre as principais curiosidades, vale o destaque que o identificador biométrico Touch ID se conecta com um pequeno cabo à porta Lightning, e que a sua bateria possui agora 1.560 mAh, ao contrário dos 1.440 mAh presentes no iPhone 5.

oV2R3CSTYVMcmAxp

De qualquer forma, melhor do que ficar contando como foi esse processo de desmontagem, é convidar que você, leitor do TargetHD, veja com os seus próprios olhos como foi esse processo. Clique aqui para ler a postagem do iFixit, na íntegra.

Motorola Moto X foi devidamente desmontado pelo site iFixit (e é altamente consertável)

by

motorola-moto-x-ifixit

Todo gadget que se preze passa, mais cedo ou mais tarde, pelo rigoroso teste de desmontagem do pessoal do site iFixit que, com muitas chaves de fenda nas mãos, despedaçam o equipamento para nos oferecer um dado que interessa pra muitos: se o produto é fácil de ser consertado ou não.

No caso desse post, o produto que ocupa o centro das atenções é o já mundialmente famoso Motorola Moto X, que parece ter passado nesse teste. No processo do iFixit, nos deparamos com a placa-mãe, o armazenamento de 16 GB em eMMC NAND, os módulos de carga indutiva e a bateria de 2.200 mAh.

Mas o detalhe que mais nos interessa é que o equipamento foi considerado de fácil conserto, já que, entre outras coisas, ele usa um único tipo de parafuso em suas entranhas. Porém, o modelo também foi alvo de críticas, por contar com a bateria integrada ao chassi, o que impediu uma nota mais alta na análise.

Clique aqui para ler a análise completa do iFixit.

Nexus 7 (2013) já foi desmontado pelo pessoal do iFixit

by

nexus7-ifixit.jpg.pagespeed.ce.AIkZ1WqVkr

O que seria de nossas vidas se não fosse o pessoal do iFixit para fazer o trabalho sujo, não é mesmo? Afinal de contas, eles contemplam o nosso sonho de criança, desmontando os gadgets caros e recém lançados, nos poupando de gastar dinheiro com um produto apenas para desmontá-lo. Dessa vez, a equipe dos artistas da chave Philips desmontou o novíssimo tablet Google Nexus 7 (2013).

Fora as novidades de hardware anunciadas pela própria Google na ocasião da apresentação, o novo tablet não possui muitas diferenças em relação ao modelo anterior, no que se refere ao seu estrutural. Segundo o pessoal do iFixit, o principal diferencial está na bateria, que é maior (muito maior, segundo o site), e que o maior problema que eles encontraram foi na remoção da tela do produto.

Dito isso, o tablet recebeu uma nota 7 (avaliação de 0 a 10), sendo considerado um produto de fácil conserto. Para mais detalhes sobre o processo de desmonte do novo Nexus 7, visite o post do site Fixit.

Nexus 7 é desmontado, sem nenhum tipo de compaixão, pela iFixit (menos mal que ele é fácil de se remontar)

by

Já vimos o tablet Google Nexus 7 de todos os ângulos possíveis, sabemos que ele saiu vitorioso de sua primeira leva de testes (com diversos reviews espalhados por vários sites de tecnologia), e alguns países já sabem quando ele vai chegar em seus respectivos mercados. Mas ficava pendente um detalhe bem importante: como ele é por dentro?

Sim, amigos. Aquela velha curiosidade dos tempos de criança precisa ser respondida. Senão, não tem graça ser geek. Felizmente, o pessoal do iFixit não demorou em sanar nossas dúvidas, despedaçando completamente o tablet, e documentando todo o processo, no caso de algum dia você ter o seu Nexus 7, quiser fazer o mesmo e, na hora de remontar, não ter que ficar com alguns parafusos a mais acima da bancada.

Fazendo juz ao seu nome, a página deu ao produto uma nota de reparabilidade de 7 em 10 (para que você tenha uma ideia, o Kindle Fire, seu adversário direto, recebeu uma nota 8). Ou seja, o Google Nexus 7 é mais fácil de ser remontado em casos de desastres. Isso acontece pelo fato da maioria dos seus componentes poderem ser substituídos sem maiores problemas, graças aos seus parafusos em forma de estrela.

Com isso, a tarefa de troca de bateria, módulos de memória e outros componentes se torna algo mais fácil para quem vai fazer a manutenção. A única parte mais problemática está na sua tela, que vem totalmente unida com a capa protetora de cristal instalada pela Corning.

Preparado para ver a ação cirúrgica em mais um tablet Android? Então… clique aqui e divirta-se! (ATENÇÃO: cenas fortes para os mais sensíveis emocionalmente e no bolso).

MacBook Pro com Retina Display é despedaçado pela iFixit, com fins educativos

by

O lançamento de um novo produto da Apple só pode significar uma coisa: mais um post de desmontagem do iFixit. Como não podia ser de outra forma, o novo MacBook Pro com Retina Display passou pelas mãos dos especialistas em desmontagem de gadgets, descobrindo assim cada um dos novos segredos que esconde o poderoso e fino notebook.

Ao visitar o post do iFixit, você poderá ver o clássico processo de desmontagem, além de alguns pontos interessantes do produto, como o novo sistema de ventilação com saídas laterais, a remoção do logo “MacBook Pro” da tela (agora fica na parte inferior) e, obviamente, o olhar do microscópio na tela com densidade de 220 pontos por polegada. Vale a pena a leitura do post dos caras.

Via iFixit

Samsung Galaxy S III é desmontado diante das câmeras dos sites iFixit e Chipworks

by

Sim, você esperava por esse momento. Ou não, já que aqui esse smartphone custa mais de R$ 2 mil, e esse tipo de cena dói no âmago daqueles que não possuem essa grana toda. Pois bem, o pessoal dos sites iFixit e Chipworks pegaram as chaves de fendas e ferramentas para desmontar o Samsung Galaxy S III, revelando os segredos mais ocultos do dispositivo.

Ainda que a maioria das qualidades do smartphone muita gente já sabe de cabeça, essa desmontagem permitiu que um detalhe interessante sobre sua câmera fosse revelado: o sensor do Galaxy S III é o mesmo CMOS retroiluminado fabricado pela Sony, que está presente em modelos como o Xperia Arc e o iPhone 4S.

Para saber mais sobre o projeto de desmontagem (cuidado: cenas fortes…), clique aqui.

Nokia Lumia 900 mostra suas entranhas, em fotos publicadas na FCC dos EUA

by

Se você estava curioso para ver o interior do Lumia 900 da Nokia, a boa notícia é que você não vai precisar esperar que o telefone chegue ao Brasil para desmontá-lo. O pessoal da FCC (Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos, a Anatel deles) recebeu uma unidade para testes de conectividade e aprovação do produto para venda no país, e publicaram as fotos do seu interior em seu site na internet. Não há muito o que se possa dizer sobre os seus componentes (as fotos falam por si), mas uma boa notícia é saber da localização das antenas do dispositivo. Mais fotos abaixo.



Via FCC

[games] Microsoft desmonta um Kinect, para satisfazer a nossa curiosidade

by

Tái. Vai dizer que você não estava curioso em ver como é o interior do revolucionário acessório para Xbox 360 recém lançado pela Microsoft? Pois bem, a revista T3 teve um contato bem íntimo e pessoal com o Kinect, e pode desvendar alguns detalhes de seu mecanismo, principalmente sobre a técnica de captura de movimentos que a Microsoft usa.

Dando uma olhada inicial, você poderá ver a câmera para as funções de reconhecimento facial e captura de vídeo, o sensor de profundidade (que é um projetor infra-vermelho com uma câmera CMOS monocromática), os quatro microfones encarregados para o reconhecimento de voz, o motor silencioso encarregado de rotacionar a base, além de outros segredos para aqueles que contam com o devido conhecimento em eletrônica. Ou para aqueles modders, que já sonham no seu proximo projeto, integrando o Kinect. Clique na fonte deste post para ver a análise completa desta desmontagem.

Fonte

[notebook] Desmontaram o novo MacBook e transplantaram sua bateria para um modelo anterior sem dificuldades

by

Não tem nem uma semana do lançamento do novo MacBook pela Apple e o pessoal da iFixit decidiu arregaçar as mangas e desmontá-lo. Em linhas gerais, o produto não é nada de outro mundo, salvo alguns componentes, o processador, sua placa gráfica e a bateria, que foram modificados desde a versão anterior.

Segundo o relato deles, o que merece destaque é a nova bateria, uma vez que ela é idêntica à anterior no tamanho e forma: de modo que você pode começar a respirar aliviado, pois caso você queira ter 350 mAh a mais em seu MacBook de plástico, o transplante será bem sucedido. Obviamente, a nova bateria pesa um pouco mais, mas em compensação, você poderá alcançar a marca de 10 horas de autonomia de uso com uma única carga. Clicando na fonte do post, você poderá ver todo o processo, passo-a-passo.

Fonte