Arquivo para a tag: dell

Dell Latitude 12, mais um que bebe da mesma fonte do Surface

by

dell-12-7000

A Dell apresentou na CES 2016 o novo Dell Latitude 12 7000, um novo 2 em 1 premium.

A Microsoft já comentou que a ideia do Surface Pro não é vender milhões de unidades, mas ser um modelo referência para os seus parceiros, impulsionando um novo formato de PCs que vai ampliar a presença do Windows 10. O Dell Latitude 12 7000 é mais um modelo que segue essa teoria, contando com chassi de magnésio (mais leve e fino que o Surface Pro 4) e tela (opcional) UltraSharp multitouch de 12.5 polegadas com Gorilla Glass (4K, 3840 x 2160 pixels).

O Dell Latitude 12 7000 possui um processador Intel Core M de sexta geração, 4 ou 8 GB de RAM e 512 GB de armazenamento SSD (PCIe). Conta ainda com a conectividade WiFi ac, Bluetooth 4.1, leitor microSD, câmeras de 8 MP e 5 MP, conectividade LTE (opcional) e porta USB Type C (com Thunderbolt 3). Inclui também uma base com teclado que funciona por conexão magnética e lápis ótico. 

O novo Latitude 12 7000 estará disponível em fevereiro, com preço inicial sugerido de US$ 1.049. Obviamente, recebe o sistema operacional Windows 10.

A Dell também atualizou o seu outro 2 em 1, o Latitude 11 5000, com tela Full HD de menores dimensões, mas com as mesmas opções de processamento do modelo maior. Seu preço inicial sugerido é de US$ 749, e também com disponibilidade em fevereiro.

Via Winbeta

Dell Inspiron 11 3000 Series, um notebook que custa apenas US$ 199

by

in3162nt-gnb-10000f90-master-1

A Dell apresentou na CES 2016 um novo notebook básico com Windows, o Dell Inspiron 11 3000 Series, com tela de 11 polegadas (1366 x 768 pixels), processador Intel Celeron N3050, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento eMMC e WiFi 802.11 bgn. E tudo isso custa apenas US$ 199.

O modelo básico, claramente centrado no armazenamento na nuvem, vem acompanhado de um segundo modelo, com processador Pentium N3700, até 4 GB de RAM, 128 GB de SSD ou 500 GB de HD, com WiFi 802.11 ac dual-band. Esse modelo é focado nos usuários que buscam um notebook mais tradicional, armazenando seus dados no equipamento. Obviamente, vai custar mais caro.

in3162nt-lnb-00000f90-bl-1

Os dois modelos contarão com bateria de 32Whr, teclado resistente à gotas de água, HDMI, conector para fones de ouvido, porta microSD, uma USB 3.0 e uma USB 2.0.

O Dell Inspiron 11 3000 Series estará disponível nas cores branco, vermelho e azul, e em alguns países será possível substituir o Windows 10 pelo Ubuntu (válido para o modelo de 500 GB).

in3162nt-lnb-90000t90-bl-1

Via Liliputing

Dell mantém liderança no mercado brasileiro de PCs

by

notebooks-dell

A Dell manteve a liderança no mercado brasileiro de computadores, com 19% de todas as unidades vendidas, no terceiro trimestre de 2015, de acordo com relatório divulgado pela consultoria IDC Brasil. Com o resultado, a empresa contabiliza a maior participação de mercado no país e o terceiro trimestre consecutivo como a marca mais vendida de PCs.

O desempenho da Dell no mercado brasileiro, que, em um ano, saltou da terceira para a primeira posição nas vendas de PCs no Brasil – entre janeiro de 2014 e 2015 – é reflexo de uma estratégia baseada na combinação de: um portfólio completo e adequado às diferentes necessidades dos clientes; a qualidade dos produtos e dos serviços; a expansão dos canais de vendas; e a oferta dos computadores como parte de uma linha de soluções de TI ponta-a-ponta fornecidas pela marca.

A ampliação da presença da empresa no varejo também foi essencial para a manutenção da liderança nos três primeiros trimestres do ano. Atualmente, a Dell também mantém a liderança em outros segmentos-chave no Brasil, seguindo sua estratégia de posicionar-se como uma fornecedora de soluções de TI ponta-a-ponta.

Entre os destaques, há dez anos a marca lidera o setor de servidores no país, assim como concentra o maior volume de vendas de storage abaixo de US$ 150 mil.

eDellRoot é o novo Superfish (e como você pode resolver isso?)

by

notebooks-dell

Varios usuários descobriram um certificado raiz CA denominado eDellRoot pré instalado nos equipamentos da Dell. É um problema similar ao Superfish da Lenovo, mas ainda pior.

Inicialmente, ele foi localizado no novo Dell XPS 15, mas com o passar das horas, foi comprovado que o caso se repetia em outros modelos, e é bem mais perigoso do que se imaginava. Um dos usuários do XPS 15 descobriu que o certificado está auto-assinado, e conta com um código provado marcado como não exportável,mas que é simples de se obter com ferramentas facilmente encontradas na internet.

O usuário contactou outro cliente Dell, e comprovou que o certificado e o código eram exatamente os mesmos, deixando o equipamento vulnerável ao malware, à espionagem e ao roubo de identidade se um atacante tiver esses dados, e de forma bem simples.

Um atacante poderia (por exemplo) criar outros certificados falsos para usar em sites web reais, sem que o usuário tenha conhecimento. Os navegadores web e outros aplicativos que executam o hardware da Dell afetados confiarão nesses falsos certificados emitidos pelo eDellRoot, incluindo conexões HTTPS assinadas, que podem estar em sites maliciosos, com o objetivo de realizar crimes cibernéticos.

A função desse certificado não é conhecida, mas ao mesmo tempo, não há nenhuma certeza que a informação atual não é vulnerável. O certificado pode ser eliminado, mas é reinstalado a cada reinicialização. Pior: o Superfish da Lenovo é instalado por terceiros, e  o eDellRoot é um bloatware da própria Dell, com prazo de expiração para 2039. Ele foi criado no começo do mês de maio de 2015, meses depois do escândalo do Superfish vir à tona.

A Dell emitiu um comunicado garantindo que “a segurança dos clientes e a privacidade é uma preocupação importante para a Dell. Temos uma política restrita para reduzir ao mínimo o número de aplicativos pré-instalados, após avaliar sua segurança e facilidade de uso. A Dell tem uma extensa prática de segurança para o usuário final, desenvolvendo as melhores soluções para proteger nossos clientes. Temos uma equipe investigando a situação atual, e atualizaremos tão breve tenhamos mais informações”.

 

Como resolver o problema?

A Dell confirmou que o eDellRoot “introduziu involuntariamente uma vulnerabilidade de segurança”, mas garante que não é um malware ou um adware, nem mesmo recompila dados pessoais. É uma ferramenta de apoio criada pela Dell Foundation Services para “facilitar o sistema de assistência online”. O certificado será retirado de todos os equipamentos novos da Dell, e eles lançarão uma atualização de software para comprovar o certificado e eliminá-lo. Também agradece os clientes que descobriram a vulnerabilidade, e publicou um guia para a sua eliminação manual.

 

Para verificar se o eDellRoot está no seu equipamento Dell:

– Pressione as teclas Windows + R ou acesse o menu Iniciar e execute “certmgr.msc”, para acessar o gerenciador de certificados.
– Entre em “Entidades de certificação de raiz de confiança”.
– Acesse Certificados, e veja se na lista está o eDellRoot.

 

Como eliminar:

A partir desse mesmo gestor de certificados, você pode eliminar o eDellRoot, mas o problema é que ele volta a se instalar a cada reinicialização. Mas existem outros meios.

Automático 

A Dell publicou uma ferramenta de eliminação, o eDellRootCertFix (clique aqui para fazer o download).

Manual

– Entre no Administrador de Tarefas, selecione Serviços. Procure por Dell Foundation Services
– Abra o explorador de arquivos, navegue em c:\Program Files\Dell\Dell Foundation Services, e apague a biblioteca Dell.Foundation.Agent.Plugins.eDell.dll.

 

Dell lança o XPS 13 no Brasil, o primeiro com a 6ª geração de processadores Intel Core

by

dell-xps-13-xps-15-03

A Dell anuncia o lançamento no Brasil do ultrabook Dell XPS 13, o primeiro do mercado brasileiro a contar com a 6ª geração de processadores Intel Core (Skylake), além de ser o menor de sua categoria, e ainda assim oferecer um processamento gráfico 30% superior na comparação com o modelo anterior, além de até 11 horas de autonomia de bateria.

O Dell XPS 13 tem 9 mm de espessura no seu lado mais fino e peso inicial de 1.27 kg. Sua tela sensível ao toque possui borda infinita, ampliando a área útil total da tela, combinando o IPS com a resolução QHD+, com 400 nits de brilho.

O XPS 13 também possui suporte ao padrão Thunderbolt 3 em uma porta USB 3.1 Type-C, que possui taxa de transferência de dados de até 40 GB, permitindo (por exemplo) uma conexão simultânea de até dois monitores 4K. O armazenamento em disso é em SSD, que trabalha com 8 GB de RAM, o que oferece uma inicialização rápida e um desempenho mais completo e eficiente.

A tela sensível ao toque é revestida com a proteção Corning Gorilla Glass, e combina com o acabamento em alumínio usinado, e o revestimento de fibra de carbono na parte interna oferece conforto durante a digitação (com o teclado retroiluminado) e maior precisão no touchpad.

O Dell XPS 13 pode ser adquirido no site da Dell no Brasil, com um preço inicial sugerido de R$ 8.499.

 

Detalhes: 

  • Ultrafino e Ultraportatil com Windows 10;
  • Tela Ultrasharp 13”  IPS (maiores ângulos de visão) com touchscreen resolução QHD+ (3200×1800) e InfinityEdge
  • Fabricado com materiais premium: Alumínio, Fibra de carbono e Gorilla Glass (vidro)
  • Processador da 6ª geração Intel Core i5 ou i7
  • Placa de vídeo integrada Intel HD 520
  • Memória de até 8GB Dual Channel DDR3L
  • SSD de até 256 GB com tecnologia Intel Rapid Start
  • Compatibilidade com padrão Miracast para espelhamento da tela
  • Alto-falantes estéreo com processamento Waves MaxxAudio® Pro
  • Porta USB 3.1C com Thunderbolt 3 (1), Porta USB 3.0 (1) mini DisplayPort (1), leitor de cartão (SD) + leitor de cartão 3 em 1 (SD, SDHC e SDXC), e conexão para fone de ouvido e microfone (1);
  • Porta HDMI 1.4a para entretenimento em HD e Webcam com resolução HD (1280 x 720)
  • Autonomia de bateria de até 11h
  • Dimensões: Espessura: 9-15mm / Largura: 304 mm / Profundidade: 200 mm/ Peso: a partir de 1,27kg
  • Oferta de Serviços profissionais e garantia ProSupport com atendimento dedicado 24×7 e Complete Care, serviço que garante proteção contra danos acidentais ao equipamento, como derramamento de líquidos, quedas e oscilações.
  • Compatível com a linha própria de software de segurança da informação da Dell, voltada a dispositivos de acesso à rede corporativa Dell Data Protection (DDP)

 

Acessórios Dell recomendados:

– Capa Dell Premier (P) para XPS
– Mouse Wireless Bluetooth 3.0 WM524
– Adaptador Universal USB 3.0 para VGA/HDMI/USB/Ethernet da Dell
– Doca Universal D3100 USB 3.0 UltraHD(4K) da Dell
– Gravador de DVD RW USB Externo Ultrafino da Dell
– Carregador Portátil de 4 Células/45W – 12.000mAh da Dell (expande o tempo total de bateria para 18h no XPS 13)
– Alto-falante portátil Bluetooth Dell AD211

Dell e EMC: uma compra milionária histórica

by

dell-globos

A Dell anunciou a compra da EMC, que é nada menos que a maior compra da história da indústria de tecnologia.

A EMC, empresa que não é muito conhecida do grande público, tem muitos dos seus produtos e subsidiárias espalhadas no mercado. Oferece serviços na nuvem, armazenamento e soluções analíticas para algumas empresas, além de ser dona da RSA e da VMware. Foi fundada em 1979 em Massachusetts (EUA), conta hoje com 70 mil empregados.

A Dell pagou US$ 67 bilhões pela EMC. Nunca um volume de dinheiro tão grande foi utilizado para uma compra desse porte.

Mas… como a Dell se permitiu a esse luxo?

Ao que parece, o acordo é financiado pela MSD Capital (firma de investimento de propriedade de Michael Dell) em parceria com a Silver Lake (que já estava envolvida na privatização da Dell em 2013). Vale esperar pela aprovação da papelada, mas se nada falhar, tudo indica que em breve Michael Dell será nomeado CEO de um importante e potencial império, onde a nuvem é a indiscutível protagonista.

Alguns detalhes sobre os US$ 67 bilhões precisam ser esclarecidos, principalmente os relacionados, que seguirá como empresa independente, com cotações na bolsa. A Dell aceitou assim pagar aos acionistas da EMC US$ 24,05 por ação, além de manter as ações da VMware, o que pode mudar ligeiramente o valor global da empresa quando o acordo for encerrado.

Com isso, a Dell iniciou hoje um novo capítulo na história do mercado tecnológico, dando os passos necessários para se transformar em uma autêntica gigante. Será interessante ver como será a sua evolução e influência a partir de agora.

Boa sorte, Dell.

Dell S2716DG, um monitor para games com NVIDIA G-Sync

by

S2716DG

A Dell apresenta o monitor S2716DG, novo monitor para games que usa a tecnologia de tela NVIDIA G-Sync.

A tela de 27 polegadas TN LED (WQHD, 2560 x 1440 pixels) possui taxa de refresh de 144 Hz, contraste de 1000:1, 350 cd/m2 de brilho, tempo de resposta de 1 milissegundos e ângulos de visão máximo entre 160 e 170 graus. Além disso, o Dell S2716DG conta com uma base ajustável, 4 portas USB 3.0, 1 HDMI, DisplayPort, saída de áudio e saída para fones de ouvido.

O Dell S2716DG chega ao mercado em 27 de outubro, com preço sugerido de US$ 667 (já convertidos).

Via Dell

Windows 10 não evita nova queda nas vendas dos PCs

by

notebook-teaser

Dados da IDC e da Gartner coincidem sobre os dados de vendas de PCs no terceiro trimestre de 2015, e apesar de algumas discrepâncias em pontos ou quantidades, o resultado final é o mesmo: as vendas caíram aproximadamente 10% em todo o planeta, com os mesmos protagonistas.

A Gartner informa que a queda nas vendas de computadores no período é de 7,7%, com 73,7 milhões de unidades. Os líderes de vendas (pela ordem) são Lenovo, HP, Dell, Apple e Acer. Na tabela abaixo, vemos como Apple e Dell são as únicas que melhoraram os seus números em relação ao mesmo período do ano passado.

vendas-pc-q3-2015-01

A IDC não mostra a melhora de algumas empresas. Para ela, todas tiveram resultados piores do que em 2014, com perdas maiores para ASUS e Acer. Nesse relatório, vemos a mesma ordem nos fabricantes, mas as vendas são inferiores, com 71 milhões de unidades. A queda registrada foi de 10,8%.

Três empresas se destacam das demais em vendas: Lenovo, Dell e HP, que superam as 10 milhões de unidades vendidas. É curioso ver que as quatro primeiras (com a Apple) são as que melhor mantém suas posições, e as quedas mais acentuadas aparecem a partir da quinta posição.

No caso da Lenovo, líder do setor, sofre pela falta de aumento nas vendas na Ásia-Pacífico, que foi moderada por um bom comportamento nos Estados Unidos (com muitos lançamentos de híbridos), sem falar na variação da cotação do dólar, que afetou diversos mercados.

vendas-pc-q3-2015-02

Os analistas indicam que a situação pode melhorar quando o Windows 10 deslanchar. No quarto trimestre de 2015, veremos vendas melhores motivadas pelo crescimento do sistema da Microsoft, e também pela nova leva de processadores da Intel (Skylake).

Para os fabricantes, não é tão simples mudar de geração de hardware. É preciso ajustar os preços ao longo de 2016 para que eles não mudem em relação ao que eles oferecem agora, atualizando as novas configurações. As vendas se estabilizarão em 2016, com quedas menos acentuadas.

surface-pro-4-surface-book

Sobre a Apple, a Gartner aponta a empresa como a única “vencedora”, considerando os melhores resultados de 2015 em relação ao ano passado. O aumento nas vendas foi de 1,5%, com uma cota de mercado de 7,6%.

A IDC discorda da Gartner. A queda da Apple nas vendas foi de 3,4%, mas mantendo a cota de mercado. Desde o terceiro trimestre de 2013, a empresa não registrou um “crescimento” tão lento, e também culpam o dólar nas vendas fora dos Estados Unidos.

Via IDC, Gartner

Dell XPS 12, mais um com cara de Surface

by

dell-xps-12-1

A Dell segue atualizando a sua linha de portáteis, e anunciou o lançamento do Dell XPS 12, mais um 2 em 1 que quer brigar com o Surface Pro 4.

Apesar de Dell e HP oferecer suporte de venda ao Surface Pro, as duas empresas contam com serviços e produtos próprios. O Dell XPS 12 é mais uma alternativa na lista de concorrentes, sendo esta uma opção muito atraente. Com alta qualidade de acamamento nos chassis e teclado da linha profissional Latitude, o Dell XPS 12 possui uma tela de 12.5 polegadas com resoluções de Full HD e 4K (3840 x 2160 pixels), ambos com suporte para lápis ativo (vendido separadamente).

O modelo recebe o processador Intel Skylake (Core M5-6Y54) de dois núcleos a 2.7 GHz, 8 GB de RAM e opções de armazenamento SSD de 128 e 256 GB.

dell-xps-12-2

Tal como acontece com o HP Specre x2, o Dell XPS 12 inclui dois conectores USB Type-C, câmeras de 8 e 5 megapixels, e uma conexão magnética do teclado com a tela, mas em uma única posição, mostrando que esse modelo está mais focado no seu uso como ultraportátil.

Com o Windows 10 pré-instalado, o Dell XPS 12 estará disponível no mercado no mês de novembro, com preço inicial sugerido de US$ 999 (ou US$ 1.299 para o modelo com tela 4K e 256 GB de SSD).

Via Ars Technica

Novos notebooks Dell XPS 13 e XPS 15, com Intel Skylake

by

dell-xps-13-xps-15-01

A Dell apresentou os renovados notebooks XPS 13 e XPS 15, dois portáteis com linhas mais tradicionais, com perfil mais similar aos MacBooks da Apple.

Os dois modelos são leves e finos, feitos com fibra de carbono e alumínio. O XPS 15 é mais fino do que nunca, com 17 mm de espessura e peso de 1.81 kg. Outro detalhe importante é que os dois modelos incorporam uma webcam na parte inferior da tela.

A Dell incorporou nos novos XPS 13 e XPS 15 os novos processadores Intel Skylake, nas linhas i3, i5 e i7. Os notebooks podem abrigar até 16 GB de RAM e até 1 TB de armazenamento SSD (PCI-Express). O XPS 15 conta com resoluções entre 1080p e 4K, enquanto que o XPS 13 pode alcançar os 3200 x 1800 pixels de resolução.

dell-xps-13-xps-15-03

O Dell XPS 15 é um notebook de propósitos gerais, podendo atender os setores mais exigentes, como os gamers e os artísticos. Opcionalmente, pode receber gráficos NVIDIA GTX 960M. Sua tela mostra o mínimo de 100% da escala da gama de cores sRGB. Os dois modelos incorporam um conector USB Type-C/Thunderbolt 3.

O XPS 13 possui uma autonomia de bateria de até 18 horas de uso, enquanto que o XPS 15 pode trabalhar por 16 horas longe da tomada. Esses números podem variar, de acordo com o tipo de uso e configuração escolhida. Os dois modelos já estão disponíveis nos Estados Unidos, e contam com preços base de US$ 799 (XPS 13) e US$ 999 (XPS 15).

dell-xps-13-xps-15-02

Dell XPS 12 tem mais imagens e detalhes vazados na internet

by

dell-xps-12-leak-00

A Dell planeja lançar um novo tablet com Windows 10, tela de 12.5 polegadas (4K) e processador Intel Core M. O Dell XPS 12 contará com teclado removível, se encaixando no perfil de produto 2 em 1.

Já falamos do produto antes no blog, e agora temos mais informações sobre as futuras características desse tablet:

– Uma versão mais barata vai contar com resolução de tela Full HD (1920 x 1080 pixels)
– O modelo 4K incorpora uma tela Sharp IGZO com uma densidade de 352 pixels por polegada
– O Active Pen da Dell vai funcionar com este modelo de tablet
– Terá como CPU um Core M Skylake da Intel, podendo escolher entre as versões Core M3, M5 e M7
– Pode incorporar 4 ou 8 GB de RAM, com SSD com conexão SATA M2
– Deve contar com conexões WiFi 802.11 ac, Bluetooth 4.0, portas Thunderbolt e USB Type-C, leitor de cartões SD e câmeras de 8 e 5 MP
– A bateria será de 30 Wh

Além disso, para o XPS 12 teremos dois modelos de teclado a escolher. Um será mais fino e leve, e o outro, mais grosso e pesado, incorporará uma porta USB Type-C extra, duas portas USB 2.0 e outra HDMI. Esse último vem perfeito para os usuários que buscam um equipamento para tarefas de produtividade.

Parece que finalmente a Microsoft conseguiu fazer com que o conceito apresentado no Surface receba o apelo comercial merecido. A Dell não é a primeira a oferecer um “clone” do Surface Pro, e pelo visto, não será a última.

Mais imagens a seguir.

dell-xps-12-leak-06 dell-xps-12-leak-05 dell-xps-12-leak-04 dell-xps-12-leak-01 dell-xps-12-leak-03 dell-xps-12-leak-02

Via WinFuture

Dell Venue Pro: tablets conversíveis que querem se consolidar como “os novos notebooks”

by

dell-venue-2015-01

A Dell apresentou os seus novos tablets conversíveis Dell Venue 8 Pro e Dell Venue 10 Pro, ambos com teclados físicos rígidos desacopláveis que contam com porta USB Type-C.

A Dell afirma que esses novos dispositivos estão orientados ao mercado profissional (setores de saúde, comércios e produção industrial), mas podem ser utilizados por qualquer usuário, para que o mesmo aproveite do seu formato e características. Aqui, temos um processador da família Intel Atom (nada dos modelos mais potentes), mas trabalhando com 4 GB de RAM e LTE opcional.

dell-venue2015

O com tela de 8 polegadas tem variantes com resoluções de 1280 x 800 pixels e 1080p, enquanto que o modelo com tela de 10.1 polegadas está disponível apenas na resolução 1290 x 1200 pixels. Nos dois casos temos o Windows 10 como sistema operacional, e a presença de alto-falantes e microfones dual garantem a boa interação com o Cortana.

Além da porta USB Type-C, os tablets da Dell contam com porta USB 2.0, porta microHDMI, porta microSD e slot para trancas de segurança. Os preços nos EUA partem de US$ 299 para o Venue 8 Pro, e US$ 429 para o modelo Venue 10 Pro, com chegada ao mercado prevista para o mês de novembro.

Dell XPS 12 vaza na web, e é um autêntico competidor do Microsoft Surface

by

dell-xps-12-2015-leak

O site Giga publicou imagens vazadas do Dell XPS 12, que oferece aos usuários uma proposta muito similar ao Surface.

Temos aqui um tablet com conector magnético para a incorporação de um teclado retroiluminado, transformando assim em um prático notebook. O modelo conta com uma tela touch 4K e uma borda ultrafina similar ao do XPS 13. A Dell não se esqueceu do conector Thunderbolt 3, além de incluir uma câmera de 8 megapixels e uma bateria com autonomia prometida de 10 horas de uso.

Não há informações sobre preço e data de lançamento, mas a incorporação de tecnologias como 4K ou Thunderbolt há dão indícios que o produto não será precisamente barato. De qualquer forma, ainda resta esperar para ver que tipo de processador inclui o produto, ou a quantidade de armazenamento interno.

O veículo que produziu o vazamento indica que o lançamento do Dell XPS 12 pode acontecer em outubro, mas tudo fica no ar até que a Dell se pronuncie. É preciso ter em conta que o fabricante recentemente foi incluído em um programa de suporte da Microsoft, cujo acordo inclui vender – a partir de outubro – os tablets Surface Pro 3 nos seus canais oficiais, como a sua loja na internet, por exemplo.

Ou seja… temos um conflito de interesses surgindo?

dell-xps-12-2015-leak-02

Via The VergeGiga

 

Dell e HP responsáveis pelas vendas e suporte ao Microsoft Surface Pro

by

SurfacePro

A Microsoft anunciou o programa ‘Iniciativa Empresarial Surface’, ampliando assim as relações com os seus parceiros mais importantes para impulsionar a adoção do Windows 10 e as vendas dos seus tablets Surface Pro.

Como parte do novo programa, a Dell vai começar a vender os tablets Surface Pro e os acessórios aos seus clientes empresariais na América do Norte, expandindo posteriormente para outros 28 mercados onde os tablets da Microsoft está disponível. A Dell não apenas vai vender o hardware, mas também oferecerá o suporte, serviços, garantia de hardware de até quatro anos em modo ProSupport, entre outros. A Dell vai continuar a vender os seus próprios tablets.

O novo programa é interessante para a Microsoft, que deixa nas mãos dos seus parceiros uma das preocupações que esse tipo de produto pode oferecer, ou seja, o suporte. A Dell não está sozinha nessa empreitada: HP, Accenture e Avande também fazem parte da iniciativa, ingressando em um momento posterior.

Um detalhe interessante: no comunicado de imprensa, a Microsoft menciona os modelos ‘Surface Pro’ de forma genérica, e não os ‘Surface Pro 3’. Isso pode indicar que o Surface Pro 4 está a caminho. A data de início do programa de venda da Dell está prevista para o começo de outubro.

Via Blog do Windows

Alienware 18, um notebook monstruoso com 5.5 kg de peso

by

alienware-18

A Dell ressuscitou o notebook premium para games Alienware 18, renovando suas especificações, tamanho e preço.

Faz algum tempo que a Alienware passou a apostar em formatos mais compactos, reduzindo o tamanho da tela de seus notebooks para até 13 polegadas. Agora, voltam a adotar um formato que não pode ser qualificado como portátil, pois o peso do Alienware 18 é de 5.5 kg. Em compensação, você recebe uma impressionante tela de 18.4 polegadas (Full HD) e componentes de grande potência.

A Dell aposta no uso dos processadores Haswell, e na versão mais potente desse notebook temos um Core i7-4790K quad-core de até 4.4 GHz, 32 GB de RAM e armazenamento com dupla unidade SSD de 512 TB e um disco rígido de 1 TB.

O Alienware 18 ainda conta com gráfico duplo dedicado em SLI NVIDIA GTX 980M, com até 8 GB de memória GDDR5. Possui também conectividades Gigabit Ethernet, WiFi ac, gravador de DVD e todos os tipos de portas.

O preço máximo do Alienware 18 é de US$ 4.649. A Dell oferece uma versão ‘econômica’ desse notebook, com um preço sugerido de US$ 2.499.

 

Via Alienware 18

Dell Chromebook 13, um notebook premium com Chrome OS por US$ 399

by

Dell Chromebook 13-01

A Dell apresenta um novo notebook com Chrome OS, o Dell Chromebook 13, equipamentos que chegam com configurações que vão além do básico, pensando em um uso mais avançado.

O design desses modelos é similar ao dos Dell XPS 13, com algumas linhas ou componentes, como o seu touchpad de cristal, carcaça externa em fibra de carbono e parte inferior de alumínio. No seu interior, ao redor do teclado e touchpad, temos um revestimento de magnésio.

Suas configurações de hardware partem de um conjunto modesto, com um processador Intel Celeron de 1.5 Ghz, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento, além de tela IPS de 13.3 polegadas (1080p), webcam 720p, porta HDMI, USB 2.0, USB 3.0, entrada para fones de ouvido e porta microSD.

Dell Chromebook 13-02

No modelo mais avançado temos um processador Intel Core i5, 8 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e tela touch com Gorilla Glass. Duas outras opções intermediárias – com e sem tela touch – completam a linha. A bateria desses notebooks prometem uma autonomia de uso estimada em 12 horas.

Os novos Chromebooks da Dell são destinados especialmente aos usuários empresarias que baseiam o seu trabalho em aplicativos web. O Chrome OS instalado nesse equipamento recebeu melhorias interessantes, orientadas para esse grupo de usuários.

Uma das mais importantes novidades é o suporte VPN, que chega via aplicativo Dell SonicWALL Mobile Connect, permitindo o uso de redes privadas virtuais para se conectar aos ambientes de trabalho empresarial.

Dell Chromebook 13-03

Também são importantes os avanços realizados no software de virtualização Dell Appliance for Wyse – e Workspace no Chrome OS, permitindo aos usuários executar aplicativos do Windows no sistema do Google. Além disso, a Dell quer oferecer um suporte especializado para esses usuários, facilitando a resolução de problemas.

O Dell Chromebook 13 tem preço inicial sugerido de US$ 399, alcançado os US$ 899 na versão mais completa. Os modelos desembarcam nos Estados Unidos no dia 17 de setembro. Não há informações sobre sua distribuição em outros países.

Via Dell