Arquivo para a tag: cubo de rubik

Solucione o Cubo de Rubik com menos de 20 movimentos, com a ajuda da realidade aumentada

by

cubo-de-rubik-realidade-aumentada

O Mistr Kostly é um software de realidade aumentada, que além de “entender” como funciona o Cubo de Rubik para solucioná-lo, oferece ao usuário a opção de solução através da realidade aumentada.

Marin Španěl é o desenvolvedor do projeto, e seu sistema é capaz de detectar duas ou três faces do cubo graças a aplicação de mecanismos de inteligência artificial e da biblioteca OpenCV para o processamento de imagem. A partir daí, a realidade aumentada se sobrepõe às instruções de giro, indicando ao usuário quais são os movimentos que devem ser realizados para resolver o cubo.

De acordo com o programador que desenvolveu o projeto como item final de carreira, se o usuário sai do padrão marcado pelo programa, ele deve reiniciar o processo. O aplicativo, desenvolvido para o sistema Android, ainda não foi publicado, e segue em desenvolvimento para resolver o cubo de forma ainda mais rápida, e de forma utilizável em outros tipos de cubos.

Ou seja, da próxima vez que você pensar em resolver o Cubo de Rubik com maior rapidez e eficiência, muito provavelmente você poderá utilizar as instruções que aparecem na sua tela, sem precisar quebrar muito a cabeça com um simples cubo mágico. Gaste energia pensando em outras coisas.

 

Via Motherboard

Cubimorph, uma tela conceitual funciona como um Cubo de Rubik

by

cubimorph-ed

Um gripo de pesquisadores da Universidade de Briston desenvolveu a Cubimorph, uma tela reconfigurável que adota diferentes formas, podendo se valer dos dispositivos modulares com múltiplas formas.

A Cubimorph funciona através de uma estrutura de pequenos cubos que contam com seis pequenas telas, que giram e rotacionam entre si, com um movimento que lembra o cubo de Rubik, adotando formas bem estranhas, que transformam completamente o dispositivo.

Por exemplo, se vamos utilizar o dispositivo como um smartphone, as peças se colocariam como um retângulo plano, para que o dispositivo possa ser guardado no bolso. Se for utilizado como um videogame portátil, os pequenos cubos se alinhariam para criar pequenas empunhaduras para um agarre mais cômodo. A melhor parte é que os usuários não precisam realizar todos os movimentos dos cubos, já que pequenos motores e um complexo algoritmo se encarregam do processo.

O projeto ainda tem muito o que se desenvolver, e por enquanto é uma ideia ainda bem complexa. Porém, seus criadores não temem o caminho que precisam percorrer, e não tem dúvidas em confirmar que apresentarão seus avanços na Conferência Internacional de Robótica e Automação, que acontece em Estocolmo (Suécia).

A seguir, um vídeo demonstrativo do conceito geral da Cubimorph.

 

Via CNETBristol Interaction Group

 

É preciso ser muito forte para resolver o maior Cubo de Rubik do planeta

by

cubo-de-rubik-gigante

Não basta ter um robô que resolve o Cubo de Rubik em menos de um segundo. O negócio é ter uma réplica do quebra-cabeça gigante. Tony Fisher, um designer britânico de puzzles, criou uma versão gigante do icônico brinquedo.

Cada lado do cubo mede 1.56 metros, e pesa quase 100 quilos (cada face pesa 13 quilos) e mantém o design tradicional do cubo húngaro (3 x 3). O cubo gigante é totalmente operacional, porém não é qualquer pessoa que possui a força suficiente para mover as peças.

Fisher tinha a intenção de fazer inclusive um cubo um pouco maior do que o que nós vemos, mas alguns inconvenientes o fizeram segurar um pouco suas expectativas, para poder manipular o cubo.

Existem outros cubos maiores (7 metros de lado), como o Groovik’s Cube, mas os seus elementos não giram. Ele está instalado no Liberty Science Center de Nova Jersey.

 

Via Tony Fisher

Sub1, o primeiro robô que pode resolver o Cubo de Rubik em menos de um segundo

by

Sub1-05

No começo de fevereiro, foi anunciado que um robô era capaz de resolver um Cubo de Rubik em pouco mais de um segundo. Pois bem, a competição agora é séria, e temos um outro robô que faz a mesma coisa em menos de um segundo. Mais precisamente 0.887 segundos.

O Sub1 foi desenvolvido por Adam Beer, que quis chamar a atenção para o seu feito visando um registro pelo livro Guinness dos Recordes. porém, isso não foi possível, uma vez que não havia responsáveis da instituição no seu evento de tentativa.

Existem algumas particularidades nesse projeto, já que o cubo possui algumas agulhas (permitidas pela World Cube Associaton) para que os braços robóticos possam atuar sobre eles. É preciso deixar claro que, recordes a parte, o Sub1 é a primeira máquina que baixa de um segundo no tempo de resolução, em evento realizado no dia 23 de janeiro em Munique (Alemanha), mas só agora a marca recebeu a devida visibilidade. O robô possui uma implementação de Tomas Rokicki do Algoritmo de Herbert Kociemba para resolver o cubo.

Tão logo é ativado o botão de início, as duas webcams que possui o sistema podem ver o cubo (cada câmera vê três faces), analisando as cores e enviando a informação para um notebook, que realiza os cálculos e informa aos braços do robô quais são os movimentos pertinentes. No meio do caminho temos um sistema Arduino gerenciando o processo dos giros.

Vídeos a seguir.

Este robô pode resolver o Cubo de Rubik em apenas um segundo

by

robo-cubo-de-rubik

A resolução do Cubo de Rubik está a caminho de um novo recorde: pouco mais de um segundo. O feito é alcançado pelo robô programado por dois engenheiros de software.

O Cubo de Rubik é um quebra-cabeças mecânico de seis faces com diferentes cores. Seu mecanismo de eixos permite a cada face girar e forma independente, mesclando assim as cores. Para resolver o jogo criado por Erno Rubik, cada face deve ter a mesma cor em seus nove quadros individuais.

Até agora, o recorde em humanos pertence a um garoto de 14 anos de idade, que pode completar o cubo em 4.9 segundos. No universo da robótica, o recorde até agora é de 3.2 segundos. Esse robô foi construído com partes impressas em 3D, motores e câmeras para escanear o cubo. Todo o conjunto se conecta a uma placa Arduino com sistema Linux e o algoritmo de código aberto kociemba, desenvolvido para resolver o Cubo de Rubik.

O cubo foi perfurado para poder ser manipulado pelo robô, terminando a tarefa entre 1 e 2 segundos. Os engenheiros esperam poder validar o novo recorde mundial em breve.

Vídeo a seguir.

 

A seguir, o recorde entre os humanos.