Arquivo para a tag: crowdfunding

NutriRay3D, um acessório que faz o seu smartphone contar as calorias de sua comida

by

nutriray3d

O NutriRay3D é um acessório com tecnologia laser, que escaneia diretamente a comida para fazer uma análise precisa e concreta das calorias e valores nutricionais da comida que está no seu prato.

O resultado pode não ser 100% preciso, mas nos testes realizados, o NutriRay3D teve uma taxa de acerto que variou entre 87,5% e 91%, podendo identificar até o momento aproximadamente 9 mil tipos de alimentos. É sem dúvida um projeto interessante, que parece estar bem avançado, e pode ser de grande utilidade para quem quer cuidar do seu peso ou seguir dietas.

O NutriRay3D está em fase de financiamento, e custa US$ 199.

 

Via IndieGoGo

Donos da franquia Star Trek processa fan-film depois de sucesso em crodwfunding

by

star-trek-fan-film

A CBS Studios e a Paramount Studios, co-proprietárias da marca Star Trek, estão processando os responsáveis pelo projeto do filme Axanar, um fan-film em homenagem à saga, depois que o mesmo arrecadou mais de US$ 1 milhão nas campanhas de crowdfunding no Kickstarter e no Indiegogo.

O argumento da CBS e da Paramount para o processo está na violação dos direitos autorais da marca Star Trek que a equipe de produtores independentes liderados por Alec Peters (criador de Axanar) estariam cometendo (ou deixando de pagar). A utilização de termos empregados na saga (vulcanianos, USS Enterprise, klingons, etc) que estão registrados não podem ser utilizados sem o consentimento dos donos da sua propriedade intelectual.

Alec Peters publicou um comunicado, mostrando sua insatisfação com a CBS/Paramount. Se defendeu, alegando que seu projeto não visa lucros, e que pretende ser um filme de fãs para fãs. O filme está previsto para iniciar suas filmagens em 2016. Se os demandantes não cederem, os produtores de Axanar terão que devolver o dinheiro das campanhas e cancelar o projeto.

A seguir, o curta metragem que deu origem ao filme: Prelude to Axanar.

 

Via Engadget, SpinOff.com.br

SyncPhone, um PC em formato de smartphone com Windows 10

by

SyncPhone

A startup Nurve Technologies iniciou uma campanha no Indiegogo para financiar o SyncPhone, um dispositivo em formato de smartphone, mas que na verdade é um PC no seu hardware. O dispositivo executaria diretamente o Windows 10 para PC, e não o modo mobile do sistema da Microsoft.

Não sabemos quais as vantagens reais de usar o Windows 10 do desktop em um dispositivo com tela de 5.4 polegadas, ainda mais com a função Continuum do Windows 10 funcionando tão bem. De qualquer forma, o SyncPhone será oferecido em três versões (standard, S e Pro), utilizando os novos processadores Intel Atom. Seus preços serão de US$ 199, US$ 299 e US$ 499.

O SyncPhone Pro terá um hardware impressionante (pelo menos no papel): processador Intel Atom x7 Z8700 quad-core a 2.4 GHz, 8 GB de RAM e 128 GB de SSD. Esse modelo contaria com suporte ao lápis ótico, e todos incluiriam suporte ao dual SIM, WiFi ac e LTE.

Não é provável que o projeto alcance os US$ 750 mil solicitados para o financiamento. De qualquer forma, é uma proposta apresentada: um PC completo com Windows 10 no formato de um smartphone.

 

Via Indiegogo

PuzzlePhone inicia a sua campanha de financiamento

by

puzzlephone

O PuzzlePhone é um smartphone modular semelhante ao Project Ara, onde é possível configurá-lo por peças, de forma que o usuário decida como vai personalizá-lo e atualizá-lo no futuro. A empresa responsável pelo projeto iniciou a sua campanha de financiamento no Indiegogo, esperando que as pessoas se apaixonem por ele e apostem nesse smartphone Android.

O PuzzlePhone é composto por três módulos independentes e substituíveis: a Espinha, formada por uma tela LCD de 5 polegadas, a borda e os alto-falantes, o Cérebro, onde fica o processador e a câmera, e o Coração, com a bateria e as demais especificações secundárias.

Por um valor mínimo de US$ 333, é possível ter um equipamento com processador octa-core, 3 GB de RAM, tela de 1080p, câmera traseira de 12 MP, câmera frontal de 5 MP, 16 GB de armazenamento e chassi de plástico na cor negra. Por US$ 444, você recebe 32 GB de armazenamento e detalhes de metal. Por US$ 777, você recebe 64 GB de armazenamento, e detalhes em cobre.

O PuzzlePhone só chega ao mercado em setembro de 2016, e eles precisam de US$ 250 mil para iniciarem a produção.

 

Via The VergeIndiegogo

 

Jus: mais um case com bateria que recarrega o smartphone com a ajuda da energia solar

by

Jus

A Jus é basicamente um case com células solares distribuídas em sua superfície traseira, que coleta a luz solar ou artificial e a transforma em eletricidade, recarregando uma bateria interna de lítio de 4.000/5.000 mAh.

A bateria pode recarregar um smartphone completamente por até duas vezes (dependendo do modelo), e seu funcionamento através de energia solar é por tempo indeterminado, segundo informa os seus criadores. A página do projeto afirma que em quase 6 meses de testes eles não tiveram que recarregar o produto na tomada em nenhuma ocasião, funcionando completamente com a energia solar.

Para isso, temos que ter uma fonte mais ou menos direta. Por exemplo, deixar o smartphone próximo de uma janela durante 4h30 para recarregar o Jus com luz solar direta, ou 6h10 com luz solar indireta ou artificial.

Por enquanto, o Jus está em processo de financiamento no Kickstarter, e é compatível inicialmente com os smartphones iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6s e iPhone 6S Plus, com um preço sugerido de US$ 120. Chega ao mercado em fevereiro de 2016.

 

Via Jus

Blocks, um interessante smartwatch modular

by

smartwatch-modular-blocks

O Blocks nos propõe a possibilidade de criar e personalizar um smartwatch, se adaptando as nossas necessidades.

A base do Blocks é formada pelo o que seria o relógio inteligente em si, ou seja, a esfera e os componentes essenciais, como processador e RAM. Mas é possível adicionar diferentes funções, através de elos que formam a pulseira. Desta forma, cada um dos módulos integram os demais componentes, como:

– Bateria adicional
– NFC
– GPS
– Sensor de ritmo cardíaco e outros sensores
– Módulo com slot SIM
– Armazenamento flash adicional
– Luz LED
– Câmera
– Leitor de digitais

Inicialmente, o Blocks contará com 20 módulos, mas outros fabricantes devem criar mais soluções para o produto. Por enquanto, o projeto vai iniciar a sua frase de arrecadação no Kickstarter.

 

Via Blocks

Eyecatcher, um wearable que quer passar desapercebido quando utilizado

by

Eyecatcher-01

Per Ljung fundou uma startup chamada Looksee Labs, que iniciou uma campanha no Kickstarter da Eyecatcher, uma pulseira feminina que na verdade é um wearable que quer passar totalmente desapercebido aos olhos das demais pessoas.

O produto lembra o projeto que a Sony está preparando, até porque o Eyecatcher também usa a tinta eletrônica para criar uma tela curva, que se estende ao longo do pulso, deixando um espaço livre para ajuste da mesma. A pulseira mostra informações visuais, e não com linhas de texto. A empresa promete que tudo será muito intuitivo e gráfico, visando criar uma conexão emocional com o que é importante para o usuário.

Eyecatcher-02

O vídeo do projeto (no final do post) mostra vários detalhes sobre o funcionamento da Eyecatcher, que deve exibir notificações, passos dados, mapas, horas, QR Codes para embarque em voos… fato é que a pulseira é bem diferente do que o que encontramos hoje no mercado.

A Eyecatcher tem promessa de autonomia de bateria de um ano de uso, algo que gera dúvidas. É fato que uma tela de tinta eletrônica economiza muita energia, mas o design muito fino e as baterias curvas atuais, não.

O projeto no Kickstarter busca US$ 75 mil para iniciar a sua produção, e é muito provável que eles vão atingir essa meta. A Eyecatcher custa US$ 239 no seu valor mais baixo, e quando terminar a campanha, vai custar US$ 400. As primeiras unidades serão distribuídas em fevereiro de 2016.

 

Unique: a pulseira que transforma o seu relógio comum em um smartwatch

by

unique

A Unique é uma família de “pulseiras inteligentes para relógios comuns”, que adiciona ao relógio algumas das funções clássicas dos relógios inteligentes.

A presença de um LED, de um pequeno dispositivo de vibração, um sensor de atividades e um chip Bluetooth são os elementos que justificam a existência do Unique. Apesar de sua aparência de uma pulseira de couro tradicional, uma segunda olhada mostra que o LED multicolorido (combinado com o sistema de vibração) faz com que o relógio receba notificações diversas, com uma simples identificação, assim como atender chamadas com um simples gesto ou obter alertas de prevenção de perda ou extravio do smartphone.

O sensor de atividades pode contar os passos e calorias consumidas, enquanto que a conectividade Bluetooth não só oferece o emparelhamento com o smartphone, mas dota a Unique com um sistema de identificação para associar com outros elementos compatíveis com o Bluetooth LE.

A Unique está em campanha de financiamento na Kickstarter, e tem preço inicial sugerido de US$ 199 (valor promocional de US$ 139), e deve começar a chegar ao mercado em abril de 2016.

 

Via TechCrunchKickstarter

Um relógio que te força a acordar e pensar para ver as horas

by

Albert-digital-clock-for-kids-and-grownups

Coloque o seu cérebro para trabalhar logo cedo todos os dias com o Albert.

Temos aqui um relógio digital que apresenta contas para mostrar as horas corretas. Ou seja, você vai ter que fazer as contas para saber que horas são.

As equações matemáticas são exibidas pelo relógio, e o resultado delas são as horas daquele momento. Você pode ajustar o relógio para diferentes níveis de dificuldade, onde você pode começar pelo nível um, e depois você pode elevar essa dificuldade de acordo com o seu conhecimento matemático.

Albert-digital-clock-for-kids-and-grownups1

O relógio Albert está em campanha de crowdfunding no Kickstarter, com o valor mínimo de 140 euros por uma unidade.

Sony lança o First Flight, plataforma de crowdfunding para as ideias dos seus funcionários

by

sony-crowdfunding

A Sony anunciou o lançamento da First Flight, uma plataforma de crowdfunding para financiar produtos desenvolvidos pelos seus funcionários.

O objetivo da Sony é impulsionar novas ideias e torná-las rentáveis. Além do crowdfunding, o First Flight também vai permitir aos investidores comprar e reservar novos produtos lá apresentados. Hoje, estão disponíveis dois projetos de produtos que já podem ser reservados, já que sua etapa de financiamento foi concluída com sucesso.

O MESH Smart DIY Kit e o FES e-ink watch são esses dois produtos, enquanto que o controle remoto HUIS Remote Controller arrecadou a metade dos 5 milhões de ienes necessários para a sua produção. Cada projeto tem uma página de apresentação muito similar ao do Kickstarter, com vídeos, imagens, uma apresentação do produto e uma série de ‘episódios’, tal como acontece em um blog, permitindo aos investidores conhecer cada fase do projeto.

Por enquanto, o First Flight está disponível apenas para os clientes japoneses, o que justifica todas as informações não serem traduzidas. E ficam algumas perguntas: estaria a Sony reinventando a filosofia do crowdfunding? Não pode ela mesma financiar suas próprias ideias e projetos?

O crowdfunding nasceu principalmente para ajudar empreendedores, pequenas empresas e usuários com ideias ambiciosas, mas com poucos recursos para levar adiante. Será que a Sony não está invadindo um terreno que não lhe pertence?

Via The Verge

Saygus, um smartphone com 464 GB de armazenamento!

by

saygus-464GB

É tão impressionante, que parece até ser um projeto fake. De qualquer forma, deixamos o registro que o Saygys V Squared é um projeto de smartphone que apareceu no Indiegogo, que se descreve como um dispositivo top de linha que se diferencia dos demais por contar com nada menos que (até) 464 GB de armazenamento.

Isso pode ser considerado uma loucura dentro do mercado mobile, mas ao mesmo tempo é o sonho de muitos usuários que ficam limitados aos 16, 32 ou 64 GB de armazenamento. E mesmo com os slots para cartões microSD, pelo menos por enquanto, a maioria só vai até os 128 GB de armazenamento.

Isso acaba – em partes – com o Saygus V Squared, que só consegue os citados 464 GB de armazenamento porque conta com 64 GB internos para aplicativos e sistema operacional, e dois slots para cartões microSD de até 200 GB cada, para os dados do usuário. Uma solução que até agora nenhum fabricante tentou inserir em seus modelos.

O Saygus V Squared possui uma tela de 5 polegadas (1080p), Soc Snapdragon 801, 3 GB de RAM, certificação IPX7 (resistência a água e poeira), som Harman Kardon 3D, leitor de digitais, câmeras de 21 e 13 megapixels, bateria de 3.100 mAh e sistema operacional Android 5.1 Lollipop.

Para iniciar a sua produção, o projeto precisava arrecadar US$ 1 milhão, mas eles superaram essa marca 25 dias antes do término da campanha. O smartphone será fabricado na China, onde os seus responsáveis contam com acordos com diferentes fabricantes para uma produção que aspira um lançamento mundial.

Se tudo der certo – sem surpresas desagradáveis (aka produto falso), o Saygus V Squared deve chegar ao mercado no terceiro trimestre de 2015, com um preço sugerido de US$ 650.

 

Via Indiegogo

HidrateMe, a garrafa conectada que te lembra quando você deve se hidratar

by

hidrateme-1

É incrível como de vez em quando precisamos de um pouco de tecnologia para nos lembrar que precisamos beber água regularmente. A HidrateMe é mais uma solução pensada nessa finalidade.

O produto é uma garrafa conectada, que avisa o usuário que ele precisa se reidratar depois de um longo período sem consumir esse líquido. Seu objetivo de financiamento era de US$ 35 mil, mas no momento da produção desse post, eles já ultrapassaram os US$ 110 mil, o que significa que tem muita gente por aí consciente dessa necessidade – e bebendo menos água do que o necessário.

hidrateme-2

A HidrateMe conta com LEDs integrados, que indicam também quanto tempo você ficou sem beber água, além de monitorar o seu consumo. O aplicativo do produto também pode se integrar a outros dispositivos wearables para ajudar a monitorizar os seus objetivos de consumo durante as atividades físicas.

De quebra, o app utiliza sua localização para ajustar o seu objetivo de consumo diário, dependendo da temperatura, umidade e outros fatores.

A HidrateMe custa US$ 45.

hidrateme-3

Via Kickstarter

Blu quer lançar o ‘smartphone dos sonhos’

by

blu-smartphone-dos-sonhos

A Blu publicou um projeto no Indiegogo de um smartphone que podemos chamar de ‘dispositivo dos sonhos’, já que é em forma de bracelete e totalmente flexível.

A ideia é muito ambiciosa, inclusive na sua meta de arrecadação, que é de nada menos que US$ 1 milhão. Até o momento da produção desse post, eles arrecadaram pouco mais de US$ 60 mil. No seu design, o vídeo no final do post fala por si, e deixa qualquer geek embasbacado, mas sem deixar de lado a qualidade interna dos seus componentes.

O smartphone da Blu possui uma tela OLED flexível de 5.3 polegadas (1080p), duas baterias de íons flexíveis, SoC Snapdragon 810, 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, câmera de 13 megapixels sem flash e conectividade 4G.

O que impressiona na campanha de financiamento do Indegogo é o preço final do produto, que tem como preço base US$ 319, uma pechincha perto do valor final de US$ 799 que serão cobrados daqueles que não apoiaram a campanha.

blu-smartphone-dos-sonhos-02

Não sabemos se esse projeto vai alcançar a sua meta de financiamento, mas aos interessados, basta clicar aqui para obter mais detalhes. Se a meta for alcançada, a sua data estimada de lançamento é para o mês de agosto de 2016.

Kokoon: fones de ouvido que te ajudam a dormir e sonhar

by

kokoon-dormir-eeg-viaje

Um projeto no Kickstarter está sendo bem acolhido, não por ser algo 100% inédito, mas por atender as necessidades de muitos. O Kokoon são fones de ouvido EEG desenvolvidos pelo engenheiro mecânico Tim Antos em parceria com a Onkyo, que podem ajudar o usuário a conciliar o sono, além de ter o potencial de induzir sonhos lúdicos (aquele que a pessoa tem consciência de estar sonhando).

Para isso, os fones contam com um design especialmente pensado para o uso durante o sono, com toque suave, transpirável e sem o uso de cabos. Seus sensores EEG internos se encarregam de ler as suas ondas cerebrais, ajustando assim a reprodução de áudio do dispositivos, se ajustando aos parâmetros à medida que detecta o sono do usuário, bloqueando ruídos externos, para evitar que perturbem o seu descanso.

O Kokoon registra a sua atividade cerebral durante a noite, compilando essa informação para uma exibição posterior em um aplicativo. Desse modo, o usuário aprende o seu padrão de sono, com qual som é capaz de descansar melhor, e será capaz de sugerir determinados ajustes para um descanso perfeito. O dispositivo ainda conta com um alarme inteligente, que se encarrega de te acordar nas fases mais leves do sono, para que você acorde mais ‘esperto’.

kokoon-dormir-eeg

Os fones Kokoon podem no futuro serem utilizados para induzir os sonhos lúdicos, em seções de aprendizagem, a prática de meditação e outras soluções. A ideia é abrir o dispositivo para terceiros, para que novas soluções e aplicações sejam criadas.

Até o momento, o Kokoon conseguiu quatro vezes mais que o necessário para iniciar a sua produção, de modo que o produto deve chegar ao mercado em fevereiro de 2016, com preço inicial sugerido (versão simples, que não serve para o melhor sono) de US$ 189.

Bons sonhos!

 

Via Digital TrendsKickstarter