Arquivo para a tag: crowdfunding

Jus: mais um case com bateria que recarrega o smartphone com a ajuda da energia solar

by

Jus

A Jus é basicamente um case com células solares distribuídas em sua superfície traseira, que coleta a luz solar ou artificial e a transforma em eletricidade, recarregando uma bateria interna de lítio de 4.000/5.000 mAh.

A bateria pode recarregar um smartphone completamente por até duas vezes (dependendo do modelo), e seu funcionamento através de energia solar é por tempo indeterminado, segundo informa os seus criadores. A página do projeto afirma que em quase 6 meses de testes eles não tiveram que recarregar o produto na tomada em nenhuma ocasião, funcionando completamente com a energia solar.

Para isso, temos que ter uma fonte mais ou menos direta. Por exemplo, deixar o smartphone próximo de uma janela durante 4h30 para recarregar o Jus com luz solar direta, ou 6h10 com luz solar indireta ou artificial.

Por enquanto, o Jus está em processo de financiamento no Kickstarter, e é compatível inicialmente com os smartphones iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6s e iPhone 6S Plus, com um preço sugerido de US$ 120. Chega ao mercado em fevereiro de 2016.

 

Via Jus

Blocks, um interessante smartwatch modular

by

smartwatch-modular-blocks

O Blocks nos propõe a possibilidade de criar e personalizar um smartwatch, se adaptando as nossas necessidades.

A base do Blocks é formada pelo o que seria o relógio inteligente em si, ou seja, a esfera e os componentes essenciais, como processador e RAM. Mas é possível adicionar diferentes funções, através de elos que formam a pulseira. Desta forma, cada um dos módulos integram os demais componentes, como:

– Bateria adicional
– NFC
– GPS
– Sensor de ritmo cardíaco e outros sensores
– Módulo com slot SIM
– Armazenamento flash adicional
– Luz LED
– Câmera
– Leitor de digitais

Inicialmente, o Blocks contará com 20 módulos, mas outros fabricantes devem criar mais soluções para o produto. Por enquanto, o projeto vai iniciar a sua frase de arrecadação no Kickstarter.

 

Via Blocks

Eyecatcher, um wearable que quer passar desapercebido quando utilizado

by

Eyecatcher-01

Per Ljung fundou uma startup chamada Looksee Labs, que iniciou uma campanha no Kickstarter da Eyecatcher, uma pulseira feminina que na verdade é um wearable que quer passar totalmente desapercebido aos olhos das demais pessoas.

O produto lembra o projeto que a Sony está preparando, até porque o Eyecatcher também usa a tinta eletrônica para criar uma tela curva, que se estende ao longo do pulso, deixando um espaço livre para ajuste da mesma. A pulseira mostra informações visuais, e não com linhas de texto. A empresa promete que tudo será muito intuitivo e gráfico, visando criar uma conexão emocional com o que é importante para o usuário.

Eyecatcher-02

O vídeo do projeto (no final do post) mostra vários detalhes sobre o funcionamento da Eyecatcher, que deve exibir notificações, passos dados, mapas, horas, QR Codes para embarque em voos… fato é que a pulseira é bem diferente do que o que encontramos hoje no mercado.

A Eyecatcher tem promessa de autonomia de bateria de um ano de uso, algo que gera dúvidas. É fato que uma tela de tinta eletrônica economiza muita energia, mas o design muito fino e as baterias curvas atuais, não.

O projeto no Kickstarter busca US$ 75 mil para iniciar a sua produção, e é muito provável que eles vão atingir essa meta. A Eyecatcher custa US$ 239 no seu valor mais baixo, e quando terminar a campanha, vai custar US$ 400. As primeiras unidades serão distribuídas em fevereiro de 2016.

 

Unique: a pulseira que transforma o seu relógio comum em um smartwatch

by

unique

A Unique é uma família de “pulseiras inteligentes para relógios comuns”, que adiciona ao relógio algumas das funções clássicas dos relógios inteligentes.

A presença de um LED, de um pequeno dispositivo de vibração, um sensor de atividades e um chip Bluetooth são os elementos que justificam a existência do Unique. Apesar de sua aparência de uma pulseira de couro tradicional, uma segunda olhada mostra que o LED multicolorido (combinado com o sistema de vibração) faz com que o relógio receba notificações diversas, com uma simples identificação, assim como atender chamadas com um simples gesto ou obter alertas de prevenção de perda ou extravio do smartphone.

O sensor de atividades pode contar os passos e calorias consumidas, enquanto que a conectividade Bluetooth não só oferece o emparelhamento com o smartphone, mas dota a Unique com um sistema de identificação para associar com outros elementos compatíveis com o Bluetooth LE.

A Unique está em campanha de financiamento na Kickstarter, e tem preço inicial sugerido de US$ 199 (valor promocional de US$ 139), e deve começar a chegar ao mercado em abril de 2016.

 

Via TechCrunchKickstarter

Um relógio que te força a acordar e pensar para ver as horas

by

Albert-digital-clock-for-kids-and-grownups

Coloque o seu cérebro para trabalhar logo cedo todos os dias com o Albert.

Temos aqui um relógio digital que apresenta contas para mostrar as horas corretas. Ou seja, você vai ter que fazer as contas para saber que horas são.

As equações matemáticas são exibidas pelo relógio, e o resultado delas são as horas daquele momento. Você pode ajustar o relógio para diferentes níveis de dificuldade, onde você pode começar pelo nível um, e depois você pode elevar essa dificuldade de acordo com o seu conhecimento matemático.

Albert-digital-clock-for-kids-and-grownups1

O relógio Albert está em campanha de crowdfunding no Kickstarter, com o valor mínimo de 140 euros por uma unidade.

Sony lança o First Flight, plataforma de crowdfunding para as ideias dos seus funcionários

by

sony-crowdfunding

A Sony anunciou o lançamento da First Flight, uma plataforma de crowdfunding para financiar produtos desenvolvidos pelos seus funcionários.

O objetivo da Sony é impulsionar novas ideias e torná-las rentáveis. Além do crowdfunding, o First Flight também vai permitir aos investidores comprar e reservar novos produtos lá apresentados. Hoje, estão disponíveis dois projetos de produtos que já podem ser reservados, já que sua etapa de financiamento foi concluída com sucesso.

O MESH Smart DIY Kit e o FES e-ink watch são esses dois produtos, enquanto que o controle remoto HUIS Remote Controller arrecadou a metade dos 5 milhões de ienes necessários para a sua produção. Cada projeto tem uma página de apresentação muito similar ao do Kickstarter, com vídeos, imagens, uma apresentação do produto e uma série de ‘episódios’, tal como acontece em um blog, permitindo aos investidores conhecer cada fase do projeto.

Por enquanto, o First Flight está disponível apenas para os clientes japoneses, o que justifica todas as informações não serem traduzidas. E ficam algumas perguntas: estaria a Sony reinventando a filosofia do crowdfunding? Não pode ela mesma financiar suas próprias ideias e projetos?

O crowdfunding nasceu principalmente para ajudar empreendedores, pequenas empresas e usuários com ideias ambiciosas, mas com poucos recursos para levar adiante. Será que a Sony não está invadindo um terreno que não lhe pertence?

Via The Verge

Saygus, um smartphone com 464 GB de armazenamento!

by

saygus-464GB

É tão impressionante, que parece até ser um projeto fake. De qualquer forma, deixamos o registro que o Saygys V Squared é um projeto de smartphone que apareceu no Indiegogo, que se descreve como um dispositivo top de linha que se diferencia dos demais por contar com nada menos que (até) 464 GB de armazenamento.

Isso pode ser considerado uma loucura dentro do mercado mobile, mas ao mesmo tempo é o sonho de muitos usuários que ficam limitados aos 16, 32 ou 64 GB de armazenamento. E mesmo com os slots para cartões microSD, pelo menos por enquanto, a maioria só vai até os 128 GB de armazenamento.

Isso acaba – em partes – com o Saygus V Squared, que só consegue os citados 464 GB de armazenamento porque conta com 64 GB internos para aplicativos e sistema operacional, e dois slots para cartões microSD de até 200 GB cada, para os dados do usuário. Uma solução que até agora nenhum fabricante tentou inserir em seus modelos.

O Saygus V Squared possui uma tela de 5 polegadas (1080p), Soc Snapdragon 801, 3 GB de RAM, certificação IPX7 (resistência a água e poeira), som Harman Kardon 3D, leitor de digitais, câmeras de 21 e 13 megapixels, bateria de 3.100 mAh e sistema operacional Android 5.1 Lollipop.

Para iniciar a sua produção, o projeto precisava arrecadar US$ 1 milhão, mas eles superaram essa marca 25 dias antes do término da campanha. O smartphone será fabricado na China, onde os seus responsáveis contam com acordos com diferentes fabricantes para uma produção que aspira um lançamento mundial.

Se tudo der certo – sem surpresas desagradáveis (aka produto falso), o Saygus V Squared deve chegar ao mercado no terceiro trimestre de 2015, com um preço sugerido de US$ 650.

 

Via Indiegogo

HidrateMe, a garrafa conectada que te lembra quando você deve se hidratar

by

hidrateme-1

É incrível como de vez em quando precisamos de um pouco de tecnologia para nos lembrar que precisamos beber água regularmente. A HidrateMe é mais uma solução pensada nessa finalidade.

O produto é uma garrafa conectada, que avisa o usuário que ele precisa se reidratar depois de um longo período sem consumir esse líquido. Seu objetivo de financiamento era de US$ 35 mil, mas no momento da produção desse post, eles já ultrapassaram os US$ 110 mil, o que significa que tem muita gente por aí consciente dessa necessidade – e bebendo menos água do que o necessário.

hidrateme-2

A HidrateMe conta com LEDs integrados, que indicam também quanto tempo você ficou sem beber água, além de monitorar o seu consumo. O aplicativo do produto também pode se integrar a outros dispositivos wearables para ajudar a monitorizar os seus objetivos de consumo durante as atividades físicas.

De quebra, o app utiliza sua localização para ajustar o seu objetivo de consumo diário, dependendo da temperatura, umidade e outros fatores.

A HidrateMe custa US$ 45.

hidrateme-3

Via Kickstarter

Blu quer lançar o ‘smartphone dos sonhos’

by

blu-smartphone-dos-sonhos

A Blu publicou um projeto no Indiegogo de um smartphone que podemos chamar de ‘dispositivo dos sonhos’, já que é em forma de bracelete e totalmente flexível.

A ideia é muito ambiciosa, inclusive na sua meta de arrecadação, que é de nada menos que US$ 1 milhão. Até o momento da produção desse post, eles arrecadaram pouco mais de US$ 60 mil. No seu design, o vídeo no final do post fala por si, e deixa qualquer geek embasbacado, mas sem deixar de lado a qualidade interna dos seus componentes.

O smartphone da Blu possui uma tela OLED flexível de 5.3 polegadas (1080p), duas baterias de íons flexíveis, SoC Snapdragon 810, 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, câmera de 13 megapixels sem flash e conectividade 4G.

O que impressiona na campanha de financiamento do Indegogo é o preço final do produto, que tem como preço base US$ 319, uma pechincha perto do valor final de US$ 799 que serão cobrados daqueles que não apoiaram a campanha.

blu-smartphone-dos-sonhos-02

Não sabemos se esse projeto vai alcançar a sua meta de financiamento, mas aos interessados, basta clicar aqui para obter mais detalhes. Se a meta for alcançada, a sua data estimada de lançamento é para o mês de agosto de 2016.

Kokoon: fones de ouvido que te ajudam a dormir e sonhar

by

kokoon-dormir-eeg-viaje

Um projeto no Kickstarter está sendo bem acolhido, não por ser algo 100% inédito, mas por atender as necessidades de muitos. O Kokoon são fones de ouvido EEG desenvolvidos pelo engenheiro mecânico Tim Antos em parceria com a Onkyo, que podem ajudar o usuário a conciliar o sono, além de ter o potencial de induzir sonhos lúdicos (aquele que a pessoa tem consciência de estar sonhando).

Para isso, os fones contam com um design especialmente pensado para o uso durante o sono, com toque suave, transpirável e sem o uso de cabos. Seus sensores EEG internos se encarregam de ler as suas ondas cerebrais, ajustando assim a reprodução de áudio do dispositivos, se ajustando aos parâmetros à medida que detecta o sono do usuário, bloqueando ruídos externos, para evitar que perturbem o seu descanso.

O Kokoon registra a sua atividade cerebral durante a noite, compilando essa informação para uma exibição posterior em um aplicativo. Desse modo, o usuário aprende o seu padrão de sono, com qual som é capaz de descansar melhor, e será capaz de sugerir determinados ajustes para um descanso perfeito. O dispositivo ainda conta com um alarme inteligente, que se encarrega de te acordar nas fases mais leves do sono, para que você acorde mais ‘esperto’.

kokoon-dormir-eeg

Os fones Kokoon podem no futuro serem utilizados para induzir os sonhos lúdicos, em seções de aprendizagem, a prática de meditação e outras soluções. A ideia é abrir o dispositivo para terceiros, para que novas soluções e aplicações sejam criadas.

Até o momento, o Kokoon conseguiu quatro vezes mais que o necessário para iniciar a sua produção, de modo que o produto deve chegar ao mercado em fevereiro de 2016, com preço inicial sugerido (versão simples, que não serve para o melhor sono) de US$ 189.

Bons sonhos!

 

Via Digital TrendsKickstarter

 

Light Phone: o celular para quem só quer um celular!

by

Light Phone-01

Às vezes, menos é mais. E o Light Phone segue esse filosofia. Esse projeto do Kickstarter tem como objetivo oferecer um celular que serve exclusivamente para realizar e receber chamadas.

Ok, dá pra ver as horas também, mas isso é o de menos.

O principal objetivo dos criadores do produto é fazer com que o usuário tenha um descanso do bombardeio de informações que recebemos todos os dias, fazendo com que muitas das nossas relações interpessoais se deteriorando.

 

Light Phone: o telefone ideal para quem não quer distrações

Light Phone-02

O Light Phone é um projeto que nasceu na 30 Weeks, uma das incubadoras de negócios do Google, e é uma parceria entre o artista Joe Holler e o designer de produtos Kaiwei Tang, com a ideia de trazer de volta a tecnologia que todo mundo usava em 2000, quando não estávamos rodeados de tantos dispositivos conectados.

O telefone conta com especificações discretas e design minimalista e prático. O seu tamanho é o mesmo de um cartão de crédito, pesando apenas 38.5 gramas e com uma espessura de 4 mm. Por só receber e realizar chamadas (e ver a hora na tela de matriz de pontos), o Light Phone tem uma autonomia de bateria de até 20 dias em standby.

O dispositivo é equipado com um processador MediaTek MTK6250, é compatível com micro SIM com tecnologia GSM nas bandas 850, 900, 1800 e 1900 MHz, e pode ser configurado para discagem rápida com até 10 números.

Light Phone-03

O Light Phone também não possui toques de chamadas. O usuário é alertado pela luz branca instalada no dispositivo, que também atua como lanterna. A sua meta no Kickstarter é de US$ 200 mil, e o preço para quem apoiar o projeto é de US$ 100, com os primeiros envios previstos para o mês de maio de 2016 para quem comprar o produto nos EUA. Nesse valor está incluso um SIM Card com 500 minutos de ligações.

 

Via Light Phone, Kickstarter

Better Re: transforme a bateria do seu velho smartphone em uma bateria externa

by

Better Re-01

O Better Re é um projeto muito interessante. Ele transforma as baterias dos antigos dispositivos que deixamos guardados ao longo dos anos em baterias externas, que podem dar uma vida extra para os nossos smartphones do pressente.

As baterias antigas podem manter depois de dois anos de uso mais de 80% de sua capacidade total. E esse foi o principal argumento para a empresa Enlighten criar o Better Re. O produto é um case que no seu interior tem um espaço para alojar as baterias dos antigos dispositivos, transformando-as efetivamente em baterias externas.

O Better Re é compatível com baterias de diferentes marcas, modelos e pinos de conexão, com tamanhos de até 58.5 x 97.8 x 6.5 mm. Isso é possível graças a um sistema magnético do case, que oferece uma bateria ainda mais potente.

Better Re-03

A Enlighten ganhou com o Better Re o RedDot Awards 2014, e recentemente iniciou uma campanha de financiamento no Kickstarter, onde eles esperam arrecadar US$ 50 mil para iniciar a produção e distribuição do produto, algo previsto para o mês de novembro.

O problema é que o seu preço inicial de venda é de US$ 39, ou seja, mais caro do que uma bateria externa nova e mais potente. Mas se a sua intensão é a reciclagem, o Better Re é a melhor opção.

Better Re-02

 

Via Enlighten, Kickstarter

Retro VGS que resgatar os cartuchos de videogames

by

retro-vgs-01

O Retro VGS (ou Retro Video Games System) é uma criação de Mike Kennedy, que tem no seu histórico iniciativas como o site de leilões GameGavel e a revista Retro Magazine. Esse console basicamente combina o conceito dos videogames do passado, mas gravando os jogos nos cartuchos próprios, permitindo uma maior flexibilidade de uso.

Diferente do Retron 5, que conta com vários slots para os cartuchos dos diferentes consoles do passado, o Retro VGS utiliza um sistema de gravação de ROMs nos cartuchos do próprio console. De acordo com o seu criador, os jogos poderiam durar pelo resto da vida, sem sofrer dos efeitos do tempo, tanto no cartucho como por conta do leitor do dispositivo.

Com ele, seria possível rodar um jogo do Atari, lançado na década de 1980, como um jogo do Xbox lançado hoje, mas daqui a 30 anos (na teoria). O console é compatível com os controles do passado através de um conector de nove pinos (tal como era usado pelo Mega Drive e outros consoles míticos), e o sistema será compatível com qualquer controle com conexão USB. Comenta-se que o Retro VGS será vendido com o controle da foto abaixo, desenvolvido pela Inerworks para o Wii e o Wii U.

retro-vgs-controller

 

Pouco se conhece sobre o hardware do Retro VGS, mas sabemos que ele funcionará em uma arquitetura ARM, e sua missão é reproduzir gráficos no mesmo nível que um PS4 ou Xbox One, nem mesmo se igualar à geração anterior de consoles.

Por outro lado, o produto também não será um brinquedo de criança, já que será capaz de reproduzir a grande maioria dos jogos com gráficos 2D, explorando intensamente o maravilhoso mundo dos consoles de 16 bits. Várias saídas de vídeo estão disponíveis, pensadas em todos os tipos de telas (S-Video, composto, HDMI).

Já vimos vários consoles baseados no Android que podem carregar emuladores dos consoles do passado. Logo, é difícil pensar que um console que usa cartuchos/cartões pode bater de frente em um mundo onde baixamos os nossos conteúdos. De qualquer forma, o Retro VGS está em processo de arrecadação no Kickstarter.

Mais fotos do produto a seguir.

retro-vgs-02 retro-vgs-03 retro-vgs-04

Via Ars TechnicaRetro VGS

CHIP, um micro computador Linux que custa apenas US$ 9

by

chip-microcomputador-linux

O CHIP é um projeto de um micro computador Linux que está em processo de arrecadação no Kickstarter, que custa apenas US$ 9, mas é cheio de possibilidades.

Apesar do seu pequeno tamanho, temos aqui um computador plenamente funcional e consideravelmente potente, já que integra um SoC AllWinner com CPU de 1 GHz, GPU Mali 400, 512 MB de RAM DDR3, 4 GB de armazenamento e conectividades WiFi e Bluetooth.

O Chip impressiona, principalmente se levarmos em conta que o seu tamanho é similar ao de um pendrive, contando ainda com conectores USB 2.0 e microUSB, além de saída vídeo composto. O computador ainda oferece a opção de compra com saídas VGA e HDMI, caso o usuário pague um pouco mais.

O Chip permite que você faça praticamente tudo o que você já faz no seu computador atual: navegar na internet, trabalhar e até mesmo jogar. E tudo isso por apenas US$ 9. O melhor de tudo é que estamos diante de um projeto que busca crescer com a ajuda da comunidade de desenvolvedores, com tudo o que isso pode implicar em médio e longo prazo.

Outro detalhe interessante é o seu módulo para transformá-lo em um equipamento portátil, integrando uma tela de 4.3 polegadas, bateria com autonomia de 5 horas de uso e teclado QWERTY físico.

chip-microcomputador-02 chip-microcomputador
Via Kickstarter

Couchlet adiciona portas USB no seu sofá

by

couch-usb-ports

O Couchlet é um projeto do Indiegogo que permite a instalação de portas USB no seu sofá, permitindo que você carregue o seu gadget enquanto assiste televisão.

Quantas vezes você já se sentou no sofá e teve que deixar o seu smartphone carregando longe de você, uma vez que os cabos e carregadores não eram longos o suficiente? O Couchlet resolve esse problema, instalando portas USB nos espaços onde normalmente não são muito aproveitados no móvel.

couchlet-2

O Couchlet conta com um cabo de seis pés para energizar as portas USB. O projeto tem preço sugerido de apenas US$ 16, e os primeiros envios estão previstos para acontecer no mês de dezembro.

 

Via Indiegogo

Nexpaq quer ser o Project Ara dos cases para smartphones

by

Nexpaq_01

A Nexpaq está desenvolvendo um case modular, cujos componentes podem ser alterados de acordo com as necessidades do usuário. É o mesmo conceito do Project Ara, mas aplicado aos cases. O produto está em campanha de financiamento no Kickstarter nesse momento.

O case parece não ser muito espesso pelas fotos, e nos permite a adição de módulos de todos os tipos. De base, temos uma bateria de 1.000 mAh, que ao menos servem para oferecer um pouco de carga ao smartphone e alimentar os módulos adicionais. os três primeiros smartphones compatíveis com o Nexpaq são: iPhone 6, Samsung Galaxy S6 Edge e Samsung Galaxy S5.

Os módulos cobrem várias funções: expansão de capacidade de armazenamento, flash LED para a câmera, botão físico programável, sensor de umidade, ponteiro laser, leitor de cartões SD, medidor de qualidade de ar, alto-falante, entre outros. A Nexpaq quer que o seu case seja uma espécie de ‘canivete suíço’, onde o usuário pode fazer de tudo com ele. Eles esperam que outros fabricantes também desenvolvam módulos para o produto (até agora, eles contam com 12 módulos).

Todas as peças serão compatíveis entre si, permitindo passar de um smartphone para outro sem maiores problemas. Também não será necessário reiniciar o smartphone ao adicionar e remover módulos. A conexão e gerenciamento das peças é feito via Bluetooth e uma série de aplicativos específicos.

Nexpaq_02

A ideia é boa, mas levanta muitas dúvidas: o quão bom são os componentes? O quão eficiente são os componentes? Esse alto-falante vai ser ‘tão bom’ quanto a maioria dos telefones presentes no mercado? Veremos se a Nexpaq é capaz de ir além das boas intensões, podendo produzir um produto realmente bom.

A  versão mais acessível do Nexpaq custa US$ 89, e conta com bateria, botão físico, leitor de cartões SD e alto-falante. Até o momento da produção desse texto, eles conseguiram quase US$ 80 mil, sendo que o objetivo era de US$ 50 mil, e ainda restam 27 dias de campanha. Ou seja, é fato que o produto chegará ao mercado.

19361979

iPhone 6

O HydraDock oferece várias portas para o seu novo MacBook

by

hydradock_1

O HydraDock resolve um problema que nasceu com o novo MacBook, que é a presença de uma única porta para conectar os seus dispositivos: a USB-C. Temos aqui um hub com várias portas de comunicação, ampliando a versatilidade do computador portátil, e se alinhando às suas necessidades.

O HydraDock conta com 11 portas diferentes, ampliando assim as funcionalidades do portátil da Apple. O acessório oferece as seguintes opções:

– porta de 3.5 mm para fone de ouvido eséreo
– porta Gigabit Ethernet
– slot para cartões SDXC
– porta Mini DisplayPort (até 2560 x 1440 pixels)
– porta HDMI (até 1920 x 1080 pixels)
– quatro portas USB 3.0
– duas portas USB-C (apenas dados, sem vídeo)

hydradock-2

Basta então você conectar o HydraDock na porta USB-C do novo MacBook, e passar a contar com uma usabilidade muito maior, se alinhando às suas necessidades. O acesório é leve, compacto, portátil, e pode até oferecer uma maior ergonomia para a sua digitação.

O HydraDock está em processo de financiamento no Kickstarter, tem preço sugerido de US$ 129, e tem previsão de chegada ao mercado em junho.

hydradock_2 hydradock-1

Via Kickstarter

Eye2TV promete ajustar as cores exibidas na TV para os daltônicos

by

Eye2TV

O Eye2TV é um dongle HDMI que pode ser conectado a qualquer TV, e promete alterar em tempo real as cores das imagens, ajustando as mesmas para os daltônicos.

O dispositivo fica entre a TV e a sua fonte de imagem, alternando o sinal em tempo real. Há diferentes níveis de correção que podem se ajustar aos diferentes tipos de daltonismo, ao mesmo tempo que oferece um padrão final de imagem onde as pessoas que contam com uma visão normal não notem uma grande diferença na coloração.

O Eye2TV Adapter usa o Eyeteq, uma nova tecnologia que processa a imagem matematicamente, baseado nas pesquisas da Universidade de East Anglia, que se transformou no laboratório para a produção do produto real, com o apoio da empresa Spectral Edge. Eles oferecem um aplicativo para que qualquer pessoa possa testar na prática o que a tecnologia desenvolvida por eles é capaz de fazer. O usuário ainda pode enviar imagens para eles, determinando qual é o tipo de variação que eles desejam para obter a imagem perfeita, dentro das suas necessidades.

eye2tv-1

O Eye2TV está em fase de arrecadação no Kickstarter, com preço sugerido de US$ 74.

Via Kickstarter

SteadyLaser: um ponteiro a laser que não treme, mesmo que você queira

by

steadylaser

O quão ruim é quando você treme a mão durante a apresentação diante do seu chefe ou um grupo de pessoas? Sim, é péssimo. Por isso você deve considerar investir US$ 150 no SteadyLaser.

O produto incorpora uma tecnologia similar ao que encontramos nos estabilizadores ópticos das câmeras digitais. O mecanismo inclui dois eixos de precisão, que balanceiam o movimento das mãos, estabilizando o ponteiro. Isso permite que o laser se mova de forma independente do corpo do ponteiro, ficando estável mesmo quando você está tremendo mais que uma vara verde.

Ou seja, quanto mais você treme, mais estável o produto fica. E se o dinheiro para você nunca foi um problema, o SteadyLaser pode ser um bom investimento pelos US$ 150 cobrados. O produto está em campanha de financiamento no Kickstarter, e precisa de US$ 150 mil para chegar ao mercado. Como arrecadou apenas US$ 1.445 até agora, é pouco provável que ele alcance o sucesso.

Via Kickstarter

Mag-Vest mantém suas ferramentas protegidas enquanto você trabalha

by

magnetic-vest

O Mag-Vest é mais um projeto em fase de financiamento no Kickstarter que é um case de cerâmica magnética, que permite que você prenda as ferramentas no seu corpo enquanto você estiver trabalhando. Na verdade, eu torço muito para que o produto realmente funcione, pois a coisa mais desagradável do mundo é ter um martelo caindo acidentalmente no seu pé. Enfim, o Mag-Vest custa US$ 60, e o vídeo de apresentação do projeto você confere a seguir.