Arquivo para a tag: copia

Quatro hilariantes cópias do iPhone

by

iPhone

A Apple é uma das marcas que mais “inspira” os fabricantes de dispositivos clônicos. O problema é que algumas cópias do iPhone ficam muito fiéis ao original, enquanto que outras nos custam a acreditar que existem.

Apesar de serem totalmente reais e não exclusivos da China, outros fabricantes da Europa criaram suas próprias cópias do smartphone da Apple. E esse post mostra alguns desses delírios em forma de dispositivo de tecnologia.

 

E-boda T300

18

Um celular romeno que imita a parte traseira do iPhone 6, mas que tem um teclado físico e um botão iniciar na zona central do dispositivo. Possui 32 MB de armazenamento, 32 MB de RAM, tela de 2.8 polegadas (240 x 320 pixels) e câmera de 0.3 MP.

 

E-boda T200

222

Antecessor do modelo anterior, inspirado na parte traseira do iPhone 5, mas com uma frontal totalmente diferente. Mantém as especificações do modelo anterior, mas com uma tela com resolução de 360 x 400 pixels.

 

iPhone Nano

3

Fruto de um rumor que não aconteceu. Em 2011, disseram que a Apple poderia lançar um iPhone de tamanho pequeno. Não rolou. Mas isso não impediu que alguns fabricantes se antecipassem, lançando a sua própria cópia de algo que nunca existiu.

 

iPhnoe

4

Não é um erro. O nome é esse mesmo. E ele imita o acabamento do iPhone 4/4S, mas com um toque muito particular.

O UleFone Dare N1 é mais um clone chinês do iPhone 6

by

650_1000_ulefone-dare-n1

Pouco depois do lançamento do iPhone 6, começaram a aparecer na China os primeiros clones desse smartphone. Uma jovem empresa desse país asiático anunciou que em breve vai colocar no mercado o UleFone Dare N1, um dispositivo que, aparentemente, é uma cópia exata do iPhone 6, sem sequer dissimular a sua intensão de plagiar o smartphone da Apple.

A imagem que ilustra esse post é um render, mas com a clara intenção de clonar o iPhone 6. O UleFone Dare N1 possui uma tela de 5.5 polegadas (720p), SoC MediaTek com oito núcleos, 2 GB de RAM, câmera traseira de 13 megapixels, leitor de digitais com formato similar ao do iPhone 6 e sistema operacional Android.

Obviamente, sua aparência similar ao do iPhone 6 não garante que a sua experiência de uso será equiparável. Com essa configuração, ele é um Android de linha média interessante, mas com o descaramento da cópia, será praticamente impossível comprá-lo fora da China. Até porque em outro país ele seria apenas mais uma cópia do iPhone 6, e nada mais.

Via GizChina

Oppo começa a se preocupar com as cópias dos pequenos fabricantes chineses

by

650_1000_oppo_n3

O conceito de cópia na China é bem diferente do que temos no ocidente. É difícil de explicar, mas de forma resumida, a cópia por lá não é tão mal vista como é por aqui. Mas isso não impede que empresas como a Oppo comecem a se preocupar com os excessos.

Não só a Oppo. Marcas chinesas (e de fora) estão preocupados com os fabricantes menores que copiam de forma desenfreada. A lista é longa: Huawei, Lenovo, ZTE, Xiaomi, Meizu, Coolpad, Vivo e Gionee.

Em um segundo patamar, temos marcas muito menos conhecidas, que fabricam produtos muito parecidos com aqueles lançados pelo primeiro escalão. É uma situação curiosa, levando em conta que nos últimos anos foram essas empresas as acusadas de imitarem os produtos coreanos ou de fabricantes ocidentais.

650_1000_150131-oppo-find-7-malaysia

A Oppo está estudando o seu caso, que é um dos mais fáceis de se identificar, uma vez que possui dispositivos com diferenciais marcantes (a linha N, com a câmera rotatória, por exemplo). Eles já encontraram 644 caso de cópia de recursos e funcionalidades, e apenas na Malásia. Se somarmos o que pode ser encontrado na China, podemos entender que o sistema de cópia está bem instaurado e funciona.

Mas uma coisa é comparar um produto inferior que se parece com outro, sem os mesmos níveis de qualidade e tecnologia. Outra, muito diferente, é vender gato por lebre, através de uma falsificação com más intenções. A Oppo está agindo na Malásia para resolver o problema, ou ao menos criar certificações oficiais para as lojas que vendem os seus produtos.

650_1000_150131-oppo-genuine-dealer-certificate

Via soyacincau

O Galaxy S5 já tem o seu clone: o Goophone S5

by

gs5---goophone

Eles fizeram de novo. A Goophone, especialista em clonar smartphones dos principais fabricantes do planeta, lança o seu clone do Galaxy S5. E dessa vez, em tempo recorde. Os chineses levaram apenas dois dias para apresentar o seu Goophone S5.

A cópia é praticamente idêntica ao original na sua estética, e apesar da sua pagina web indicar o produto como “fora de estoque”, ao menos podemos ver uma foto do mesmo. Porém, as semelhanças param na parte de fora. No seu interior, algumas diferenças são detectadas para baratear o custo final do produto. Mesmo assim, ele (surpreendentemente) não faz tão feio.

* Tela de 5 polegadas Full HD (1920 x 1080 pixels)
* Processador MediaTek MT6592 octa-core de 2 GHz
* 2 GB de RAM
* 32 GB de armazenamento interno (expansíveis via slot para cartões microSD)
* Câmera traseira de 13 megapixels com flash LED
* Câmera frontal de 5 megapixels
* Conectividades 3G (sem 4G) e WiFi 802.11 b/g/n
* Bateria de 2.800 mAh
* Sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean

650_1000_goophones5

Este smartphone está disponível nas cores branco, preto, dourado e azul. Talvez a sua grande ausência esteja na conectividade LTE, mas o certo é que sua configuração até que está bem interessante, principalmente se levarmos em consideração o seu preço: US$ 299.

A Goophone não informa a sua disponibilidade, mas é provável que o mesmo esteja disponível no mercado lá fora em breve. Quem sabe você já não trombe com ele na sua próxima viagem ao exterior?

Via Goophone

Conheça o HDC X, o clone do Motorola Moto X chinês

by

HDC-X

Essa história já é mais ou menos conhecida por todos os leitores do TargetHD, e para aqueles que acompanham mais de perto o mundo da tecnologia: os clones chineses não dormem no ponto. E eles fizeram de novo. Dessa vez, o copiado é o Motorola Moto X, e a cópia responde pelo nome de HDC X.

O produto é realmente muito parecido com o Moto X original, e pode enganar os mais distraídos (ou menos atentos aos detalhes) que não faz questões simples e diretas, como “onde está o logo da Motorola?”. Além disso, ao verificar as configurações do HDC X, é possível detectar as reais diferenças, que são gritantes quando comparadas com o Moto X original.

O HDC X possui uma tela de 4.7 polegadas, com resolução HD (720p), mas apenas 1 GB de RAM. Possui uma câmera traseira de 8 megapixels, câmera frontal de 2 megapixels, 4 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD) e um processador MediaTek quad-core, de 1.2 GHz.

Obviamente, o seu desempenho será consideravelmente menor, se comparado com o Moto X original, mas entendo que não podemos pedir muito de um dispositivo que custa apenas US$ 190. Logo, não recomendo para ninguém a compra de um dispositivo que claramente viola a propriedade intelectual de outra. Nesse caso em particular, a propriedade da Motorola.

E não… não vou aqui passar o link para compra do produto. Procure por sua conta e risco. Mas, repito: não vale o sacrifício.

Via GizChina

Gadget Fake: um “iPhone 5” falso, que tem até o conector Lightning, para disfarçar melhor

by

Até que demorou um pouquinho para aparecer um iPhone 5 falso “made in China” que mereceu destaque pela sua riqueza de detalhes. Antigamente, era possível ver falsificações perfeitas até um pouco antes de um novo lançamento da Apple. Mas parece que o conector Lightning dificultou um pouco as coisas. Mesmo assim, tardou, mas não faltou.

O pessoal do Engadget publicou esse belo clone de iPhone 5, que se destaca muito mais pela cara de pau de usar um conector que lembra o Lightning do modelo original do que pelo fato de ser uma cópia. O modelo não tem um fabricante que reconheça a sua fabricação, mas cumpre o seu papel de contar com um design muito próximo ao original, merecendo assim o seu design.

Já nas especificações técnicas, temos as grandes diferenças O modelo possui uma tela de 4 polegadas (854 x 480), processador MTK6575 de 1 GHz, câmera traseira de 8 megapixels, câmera frontal de 0.3 MP, um único slot para chips SIM (algo que surpreende, em se tratando da china) e o sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich, como era de se esperar (ou você esperava o iOS 6 nesse modelo?).

O produto tem preço sugerido de US$ 160. E com um cabo “Lightning” incluído no pacote.

Via Focalprice

E já copiaram o novo e ultrafino iMac, antes mesmo da Apple lançar o produto

by

Os chineses não perdem tempo mesmo. É praticamente inevitável que qualquer grande produto, de qualquer grande fabricante (principalmente quando esse fabricante responde pelo nome “Maçã” em inglês) não receba a sua cópia ilegítima, ou um irmão bastardo que fale alguma língua asiática. No produto de hoje, temos uma tentativa de cópia descarada do ultrafino design do novo iMac (2012), que certamente não vai tapear nem a mim, nem à você. A sua tia? Quem sabe…

Estamos falando do S21i da Lavi, uma fabricante chinesa que é muito conhecida no seu mercado local por oferecer produtos que são a cara dos modelos de fabricantes famosos, mas com preços bem mais competitivos, e sem toda aquela “purpurina” de ficar fundindo metal no seu átomo (como é nesse caso). O modelo conta com uma tela de 21.5 polegadas, com resolução em 1080p, 4 GB de RAM, processadores Sandy Bridge (i3, de 3.3 GHz, ou i5, de 2.9 GHz), disco rígido de 500 GB ou uma unidade SSD de 128 GB, e Windows 7 ou Windows 8 como sistema operacional.

Como podem ver, apesar de ser um produto fake, ele tem o seu valor. São especificações de hardware bem razoáveis para a maioria dos usuários (não sabemos qual é o tipo de sua placa gráfica), e muitos usuários que eu conheço não vão ficar olhando para o pequeno detalhe dele ser totalmente “inspirado” no iMac. O computador funcionando é o que importa

De qualquer forma, fica a dica para os mais distraídos: a cópia dissimulada pode ser detectada pela logomarca do fabricante (Lavi) na parte inferior da tela, além do fato das portas de comunicação (USB, HDMI, etc) se posicionarem na parte lateral do monitor, o que deixa a cópia pelo menos 4 mm mais espessa que a original. Fora esses detalhes (que, ao meu ver, fazem diferença sim, sem falar em todo o resto), temos uma cópia relativamente próxima da proposta apresentada pela Apple em outubro.

O preço do desktop Lavi S21i varia entre US$ 540 e US$ 621. E não, esse produto não possui a conectividade Thunderbolt.

Via MIC Gadget

Apple publica em seu site que a Samsung não copiou o iPad… porque o iPad é “incrivelmente simples”

by

Se você bem se lembra, a Apple perdeu o seu processo no Reino Unido contra a Samsung, na sua tentativa de provar ao mundo que o Galaxy Tab 10.1 é uma cópia do iPad. Como consequência dessa perda, eles foram condenados a publicar uma nota onde eles afirmam isso, de forma bem clara. Hoje, finalmente, essa ordem foi cumprida. Mas não sem um pouco de sarcasmo no canto da boca.

A Apple publicou em sua página britânica uma extensa nota que cumpre os requisitos estabelecidos pelo juiz daquele país. E devemos falar de requisitos, porque como você já deveria imaginar, o pessoal de Cupertino tentou a todo custo se esquivar da comprometedora situação de fazer uma publicidade positiva dos produtos do rival. Desse modo, eles afirmam que a Samsung “não infringiu o design registrado 0000181607-0001”, mas cita em seu texto as frases da sentença do juiz, que na ocasião, afirmou que “o design da Apple surpreende por sua simplicidade”.

No texto, bem trabalhado na malícia por sinal, a Apple deixa bem claro para quem quiser ler que a sentença afeta apenas o Reino Unido, e que em outros países da União Europeia, esse critério não se aplica (citam de forma expressa o caso da Alemanha). Ou seja, assim como a decisão da Califórnia favorável à Apple só vale para o estado da Califórnia, essa decisão do Reino Unido também só se aplica ao Reino Unido. Na Itália, por exemplo, a Apple vai afirmar que a Samsung copiou o iPad e pronto.

Leia o comunicado na íntegra.

O novo iPod Nano lembra muito o design de um certo smartphone “Lumia”… inspiração? Ou cópia?

by

Todo mundo sabe que a Apple está em uma batalha mundial contra a Samsung por causa de violação de patentes, e um dos argumentos mais fortes da empresa de Cupertino é  que a Samsung, deliberadamente, “copiou” o formato do iPhone em seus modelos. Porém, muitos sites lá fora estão de olho em fotos como a que você vê acima, para lembrar que a própria Apple pode estar fazendo o mesmo, e sendo chamado por aí como “empresa inovadora” e com “design único”. Bom, não sei você, mas acho que a Nokia não deve estar gostando muito do design do novo iPod Nano.

Vale lembrar que não é a primeira vez que a Apple “se inspira” no design de alguém para seus produtos. Veja a foto do LG Prada, lançado em 2006, comparado com o iPhone 4, lançado em 2010. Aliás, esse foi um dos argumentos utilizados pela Samsung para dizer que “a Apple não é tão inovadora assim” no tribunal da Califórnia, e que, estranhamente, foi recusado pela juíza Lucy Koh. Veja e tire suas próprias conclusões.

Fato é que sites como o Reddit, CNET e o BGR.com, que são veículos de prestígio lá fora, observaram a mesma coisa, e até afirmam que o design do novo iPod Nano apresentado ontem parecia “desconfortavelmente familiar”. Uma coisa que é sempre bom lembrar: apesar de todos os seus erros e tropeços, a Nokia foi muito bem sucedida com o design dos novos modelos Lumia, apresentados ainda em 2011, e é justamente o formato dos smartphones apresentados em 2012 que se estabelecem como um dos pontos positivos dos novos smartphones (Lumia 920 e Lumia 820).

Outro ponto que devemos levar em consideração, é que a própria Apple utilizou como argumento em seu julgamento contra a Samsung no tribunal da Califórnia os modelos Nokia Lumia como exemplo de “como fazer um smartphone sem precisar copiar o design do iPhone”.

Uma coisa é certa. As versões prévias do iPod Nano (com exceção da penúltima, que era um quadrado com tela touchscreen) sempre seguiram a mesma lógica de formato e design. Porém, o novo Nano apostou em uma tela maior, com um único botão central. Tudo bem, eles podem fazer isso. porém, fizeram de tal forma que o seu acabamento ficou muito parecido com o Nokia Lumia, o que faz levantar as suspeitas de todos. Para resumir: é basicamente o Nokia Lumia, com um botão Home.

Eu não me atrevo a dizer que o produto é uma “cópia”, pois seria tendencioso da minha parte. Afinal, outros veículos ditos especializados conseguem colocar “cópia” e “muito parecido” na mesma frase do título de post, apenas para atrair os haters. Levantei sim a questão no título: para vocês, o que a Apple fez? Se inspirou em algo que chegou a elogiar nos tribunais? Ou copiou de forma deliberada, porque sabe que esse é um dos pontos fortes dos modelos Lumia?

Deixo a pergunta para vocês responderem.

Via CNET, MyNokiaBlog, BGR.com

Gadget Fake: o smartphone Vox nos confunde, com os seus quatro chips SIM e dois cartões de memória

by

Com um corpo muito parecido com um Samsung Galaxy, mas com uma interface “inspirada” no iOS, apresentamos o telefone indiano Vox V9100, que é mais um daqueles gadgets fakes que não passam desapercebidos por causa de suas especificações muito curiosas.

Se no passado ter um smartphone com dois slots para chips SIM era algo “de outro mundo”, o que dizer de um produto que tem quatro slots para SIM cards e dois leitores para cartões de memória, além de uma antena removível para sintonizar os sinais de TV. Os demais componentes do produto (como processador e memória interna) não foram revelados, mas por US$ 62 (já convertidos), esse não é um modelo tão desprezível assim. Afinal de contas, o que importa é que ele funciona, não é mesmo?

Via Engadget

Gadget Fake: o MacBook Air Chinês

by

A cópia pode parecer perfeita, mas não é. Para aqueles que não se importam em usar um modelo que não é o original, mas tem cara de original (ou para quem deseja ter logo um ultrabook, mesmo que não seja tão potente assim), apresentamos o MacBook Air “Made in China”, uma cópia que é até bem feita, mas não oferece as mesmas configurações do modelo original.

O notebook possui tela de 13,3 polegadas, e um combo de portas RJ45/VGA, que certamente necessita de um adaptador para funcionar. Além disso, o modelo possui saída mini-HDMI, e bateria com autonomia de até 3 horas e meia. Permite a visualização de filmes em 1080p, mais conta com um processador Intel Atom N2800, de 1.86 GHz, com placa gráfica integrada GMA3600, 2 GB de RAM e 32 GB de SSD. Seu peso final é de 1,36 kg.

A Shenzen Technology, autora da cópia do MacBook, está vendendo o modelo por US$ 471 (preço convertido), e as primeiras unidades chegam ao mercado ao longo do mês de novembro.

via Giz-China

Gadget Fake: um iPhone 4 com Android!

by

Bom, não é a primeira vez que vemos uma cópia de um iPhone rodando Android, e convenhamos, é difícil ficarmos chateados com um dispositivo tão “bonitinho” quanto esse. O Hero H2000 é um telefone fabricado pela chinesa Sinoteck, e ainda que seja a primeira vez que estamos vendo ele, vídeos sobre o aparelho foram publicados no YouTube a algum tempo.

Entre suas características básicas, vale saber que ele pode receber dois chips SIM, possui tela capacitiva de 3,5 polegadas, câmera traseira de 2 MP, câmera frontal de 0.3 MP, Android 2.2 (Froyo) e preço de US$ 150. Se você realmente se interessou pelo smartphone, saibda que ele está disponível na DealExtreme.

Abaixo, dois vídeos do “iPhone 4 com Android”.

via KakaTech (link para compra no DealExtreme)

Gadget Fake: o Magic Mouse e o iPhone se unem, para nascer o iPhonc. Como assim?

by

Desde os primórdios, os seres humanos dedicam suas vidas para cruzar plantas e animais, em busca de espécies mais evoluídas… ou seres bizarros. No passado, falava-se de monstros como o minotauro (a figura mitológica, não o lutador da UFC), mas agora, outros monstros surgem, como o iPhonc, da foto acima. Este estranho aparelho chinês é uma mescla do Magic Mouse e um iPhone, com uma cor verde que chama a atenção de qualquer um a metros de distância, e que pode assustar qualquer pessoa que saiba o verdadeiro valor do dinheiro para não comprar uma coisa como essa. A qualidade, bem, você sabe… típico dos produtos que vemos nas banquinhas e Promocenters da vida. Enfim, um gadget fake para descontrair e encerrar o dia.

Fonte

Gadget Fake: O Microsoft Kin está de volta, mas em uma cópia descarada

by

É realmente impressionante. Como que um telefone que é considerado cancelado pela sua fabricante oficial, entra na lista dos “gadgets fakes” do TargetHD.net. O Microsoft Kin One, que é o projeto #fail da empresa de Bill Gates, em sua tentativa de entrar no mundo da telefonia com aparelhos para redes sociais, acaba de ser clonado, com o nome de Haina X5-01. Tudo bem, pelo fato de que se trata de um produto cancelado, e que foi feita uma cópia quase que exata do aparelho, temos que tirar o chapéu para esta clonagem. O pior é que os clonadores foram tão caras de pau, que até as imagens da tela usada pelo Kin original eles colocaram na sua propaganda. É, amigo… eles não tem mais limites mesmo…

Fonte

[pra descontrair] Gadget Fake: o “Nokia” Booklet 3G, para os bolsos mais rasos

by

Se você era um daqueles que babavam no Nokia Booklet 3G, mas não tinha dinheiro para pagar o que eles pediam por ele, não se desespere. Diretamente do mundo das clonagens, chega um equipamento que é a cópia do modelo da Nokia, mas livre de contratos de permanência, e com um preço “máximo” de US$ 300, que é um preço bem convidativo, se levarmos em conta as suas características: ele tem tela de 10,1″ (1024 x 600), processador Atom N450, 1 GB de RAM, 160 GB de HD, bateria não substituível e (provavelmente) porta HDMI.

Fonte

[pra descontrair] Gadget Fake: O Nokia N8 agora tem sistema Android. Acredite… se quiser!

by

O Nokia N8 continua sendo fonte de inspiração para empresas chinesas e derivadas que desejam “homenagear” (para não dizer clonar) seu design e suas características. A última novidade no mundo do “Copy and Paste” é este modelo altamente inspirado no Nokia N8, mas com uma grande diferença: rodando o sistema operacional do Google, o Android 2.1, que é o sonho de muita gente.

Na verdade, o nome deste aparelho é iZiNN CJ-3, e seu desenho é muito parecido com o modelo original, mas conta com melhorias próprias, como aumento de resolução de sua tela capacitiva de 3,5″ (800 x 480).O detalhe é que ele mantém a mesma câmera de 5 MP e a mesma porta HDMI. Nada mal, para um produto Made in China.

Fonte

Microsoft denuncia a Datel por cópia de software de seus controles

by

Tem gente nos lados de Redmond brava com a Datel, e já é uma briga de uma certa data. Primeiro, a Microsoft resolveu bloquear o Xbox 360 para utilização com cartões de memória e discos rígidos não oficiais, e isso motivou a Datel a entrar com uma representação contra a empresa de Steve Ballmer por práticas de monopólio. A resposta da Microsoft veio na mesma moeda: denunciar a Datel por cópia dos software dos controles TurboFire e WildFire. A representação foi apresentada em Seattle. Com isso, a Microsoft busca uma ordem judicial para parar a produção dos controles, exigindo um pagamento de royalties e benefícios que a Datel obteve com o produto, isso para não citar a indenização por danos e prejuízos. No mundo da tecnologia, também podemos dizer que “amor com amor se paga” #ironic.

Fonte

As redes sociais chegam aos e-books com os leitores Copia

by

homeBanner1

Se existe uma tecnologia que teve mais presença nesta CES 2010 do que as telas em 3D são os livros eletrônicos. A DMC Worldwide anunciou o Copia, uma interessante combinação de loja de e-books, leitor de livros eletrônicos e rede social, que te permitirá descobrir e adquirir novos libros sem cabos.

A parte de hardware fica por conta de quatro modelos: o Tidal/Tidal Touch e o Ocean 6/Ocean 9, disponíveis em duas versões. Estão equipados com telas de 6 e 9″, com 600 x 800 e 768 x 1024 píxels de resolução e 2/4 GB de memória, ampliáveis no modelo Touch, através de cartões microSD. No que se refere ao Ocean 9, também será oferecido com telas de 6 e 9″ e integram WiFi (em b/g apenas), sensores de inclinação, 4 GB de armazenamento, slot microSD, conectores para fone de ouvido e microfone.

homeBanner3

De forma adicional, tanto o Tidal Touch como o Ocean 9 poderão ser equipados com 3G. Estará disponível a partir de abril, com preços variando entre US$ 199 e US$ 299. Sobre o Copia, a rede social vai sair, em estágio beta e privado ainda este mês, e em março será liberado para o restante do publico.

Fonte