Arquivo para a tag: clone

E esta é a cópia chinesa do iPhone 6s

by

iPhone-6s-copia-china

Não é a primeira vez que a China se antecipa ao lançamento de um produto da Apple e apresenta uma cópia muito fiel ao original na estética, além de ser muito mais barato que o modelo original. E eles fizeram de novo, com o lançamento da cópia do iPhone 6s antes da chegada do original no mercado asiático.

É obvio que esse dispositivo tem muitas diferenças diante do iPhone original. Os clones mais baratos oferecem em via de regra um desempenho mais fraco, e qualidade geral muito baixa, algo visível também na qualidade das câmeras. E esse caso não é diferente, já que roda uma versão personalizada do Android que parece com o iOS, e tem um acabamento externo que é a cópia do original, mas a experiência de uso é muito ruim.

Levando em conta que esse é um smartphone de US$ 91, não podemos pedir muito. Mas desde já temos smartphones com Android e Windows Phone que por esse preço são melhores em todos os sentidos.

A febre dos produtos da Apple na China é algo evidente, onde os clones e as lojas que imitam a Apple Store são sucesso. Além disso, a revenda de smartphones novos alcança preços que são até o dobro do original, com pessoas dispostas a pagar o que for para ter o último smartphone da Apple antes de todo mundo.

 

Via IbiTimes

NeoKylin OS é uma cópia do Windows XP

by

neokylin-neoshineicons

A China decidiu procurar um substituto para o Windows XP, que ainda é muito utilizado no país. E encontraram no NeoKylin OS o candidato perfeito. Até porque ele é uma cópia do clássico sistema operacional da Microsoft.

O NeoKylin OS foi desenvolvido pela China Standard Software, usando como base a distribuição Linux Fedora (dados não oficiais). Vendo as imagens, tudo lembra muito o Windows XP, a ponto de ser considerado uma cópia do mesmo, inclusive nos ícones e na barra de tarefas que são muito parecidas com o sistema da Microsoft.

neokylin

Isso não é tudo. Eles também criaram o NeoShine, sua própria versão do Microsoft Office baseada no OpenOffice e equipado com três ferramentas básicas: um editor de textos, uma planilha de cálculo e um produtor de apresentações.

Por fim, parece que o NeoKylin OS não vai permitir a instalação de aplicativos de terceiros, algo que foi pensado na melhoria da segurança geral do sistema, evitando a possível entrada de malwares.

neokylin-desktop

Via Neowin

O UleFone Dare N1 é mais um clone chinês do iPhone 6

by

650_1000_ulefone-dare-n1

Pouco depois do lançamento do iPhone 6, começaram a aparecer na China os primeiros clones desse smartphone. Uma jovem empresa desse país asiático anunciou que em breve vai colocar no mercado o UleFone Dare N1, um dispositivo que, aparentemente, é uma cópia exata do iPhone 6, sem sequer dissimular a sua intensão de plagiar o smartphone da Apple.

A imagem que ilustra esse post é um render, mas com a clara intenção de clonar o iPhone 6. O UleFone Dare N1 possui uma tela de 5.5 polegadas (720p), SoC MediaTek com oito núcleos, 2 GB de RAM, câmera traseira de 13 megapixels, leitor de digitais com formato similar ao do iPhone 6 e sistema operacional Android.

Obviamente, sua aparência similar ao do iPhone 6 não garante que a sua experiência de uso será equiparável. Com essa configuração, ele é um Android de linha média interessante, mas com o descaramento da cópia, será praticamente impossível comprá-lo fora da China. Até porque em outro país ele seria apenas mais uma cópia do iPhone 6, e nada mais.

Via GizChina

Apple Watch já está disponível na China… em forma de clones baratos

by

650_1000_apple-watch-2

A China não perde tempo, e os primeiros clones do Appe Watch já podem ser vistas nas lojas físicas e online do país. Diversos modelos de fabricantes que não tem nenhum escrúpulo em comercializar tais relógios com os mesmos logotipos e o nome do dispositivo da Apple, mesmo que o preço pareça suspeito (apenas 40 euros em média).

Na parte externa, tudo parece ser idêntico ao relógio oficial da Apple, e os fabricantes se esforçaram especialmente em oferecer acabamentos idênticos. Inclusive uma versão do Apple Watch Edition (o mais caro), que pode ser considerado caro para um produto falsificado: o modelo de ‘ouro’ pode custar 447 euros.

A esperada leva de cópias indiscriminadas do Apple Watch começou já na CES 2015 em janeiro, e agora os falsificadores voltam com força total para mostrar a sua capacidade de cópia de design. Obviamente, uma coisa é a sua aparência externa, e outra bem diferente é o hardware interno e o sistema operacional desses dispositivos, que fatalmente oferecem uma versão modificada do Android.

Pode ser que alguns se limitem a oferecer as horas, algo que volta a mostrar a ousadia de alguns falsificadores que certamente conseguem chamar a atenção de um ou outro menos desavisado. Ou daqueles que querem ostentar sem gastar muito.

Via BusinessInsider

GooPhone ataca novamente, e já clonou o Galaxy Note 4 antes do seu lançamento

by

goophone-note4

Depois de clonar o HTC One (M8), e o iPhone 5C, a GooPhone ataca novamente, e publica o clone do Samsung Galaxy Note 4, antes mesmo dos coreanos apresentarem oficialmente o produto – algo que só deve acontecer em setembro, durante o Samsung UNPACKED em Berlim (Alemanha).

A GooPhone usa a tática de aproveitar as imagens previamente vazadas dos futuros lançamentos, além das informações coletadas de suas fontes próximas aos fabricantes de acessórios ou fornecedores de componentes dos fabricantes para criar o seu próprio modelo. E, por enquanto, o índice de acerto deles é elevado.

O modelo não decepciona muito nas especificações técnicas. O GooPhone Note 4 possui uma tela de 5.7 polegadas (1920 x 1080 pixels), um processador MediaTek de oito núcleos com 1.7 GHz de clock, 16 GB de armazenamento interno (expansíveis via microSD), 3 GB de RAM, câmera traseira de 13 megapixels e câmera frontal de 5 megapixels. Contando ainda com suporte micro SIM e bateria de 3.200 mAh, o conjunto é gerenciado pelo sistema operacional Android 4.4 KitKat.

Seu preço não foi mencionado, mas as reservas começam a ser aceitas a partir do dia 15 de setembro.

Via GizChina

O Galaxy S5 já tem o seu clone: o Goophone S5

by

gs5---goophone

Eles fizeram de novo. A Goophone, especialista em clonar smartphones dos principais fabricantes do planeta, lança o seu clone do Galaxy S5. E dessa vez, em tempo recorde. Os chineses levaram apenas dois dias para apresentar o seu Goophone S5.

A cópia é praticamente idêntica ao original na sua estética, e apesar da sua pagina web indicar o produto como “fora de estoque”, ao menos podemos ver uma foto do mesmo. Porém, as semelhanças param na parte de fora. No seu interior, algumas diferenças são detectadas para baratear o custo final do produto. Mesmo assim, ele (surpreendentemente) não faz tão feio.

* Tela de 5 polegadas Full HD (1920 x 1080 pixels)
* Processador MediaTek MT6592 octa-core de 2 GHz
* 2 GB de RAM
* 32 GB de armazenamento interno (expansíveis via slot para cartões microSD)
* Câmera traseira de 13 megapixels com flash LED
* Câmera frontal de 5 megapixels
* Conectividades 3G (sem 4G) e WiFi 802.11 b/g/n
* Bateria de 2.800 mAh
* Sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean

650_1000_goophones5

Este smartphone está disponível nas cores branco, preto, dourado e azul. Talvez a sua grande ausência esteja na conectividade LTE, mas o certo é que sua configuração até que está bem interessante, principalmente se levarmos em consideração o seu preço: US$ 299.

A Goophone não informa a sua disponibilidade, mas é provável que o mesmo esteja disponível no mercado lá fora em breve. Quem sabe você já não trombe com ele na sua próxima viagem ao exterior?

Via Goophone

250 unidades falsas do Samsung Galaxy S4 são confiscadas na Alemanha

by

fake-s4

Autoridades alemãs ficaram surpresas ao encontrar aproximadamente 250 unidades falsas do Samsung Galaxy S4 em uma remessa vinda de Hong Kong no aeroporto de Stuttgart, na manhã de hoje (27).

De acordo com a imprensa local, os policiais presentes no aeroporto desconfiaram quando os supostos donos da remessa declararem que o valor total dos smartphones era de apenas US$ 2.000. Quando as autoridades abriram os pacotes, eles encontraram as centenas de clones do smartphone da Samsung.

Aparentemente, os modelos não seriam vendidos na Alemanha, uma vez que o destino dos donos dos telefones era a Georgia. Todas as 250 unidades falsas do Galaxy S4 foram confiscadas e destruídas com martelos.

Se as 250 unidades fossem verdadeiras, o seu valor total seria de aproximadamente US$ 200 mil (US$ 800 cada unidade). As autoridades alemãs agora querem saber se essa foi a primeira vez que a remessa falsificada chegou ao país, ou se existe uma rede de contrabando e comercialização das unidades.

Não ficou claro se os modelos falsos do Galaxy S4 eram tão bem feitos a ponto de enganar os consumidores. De qualquer forma, é sempre bom ter o máximo de cuidado, e só comprar produtos de compradores/lojas com reputação comprovada.

Via Phone Arena

“Emule” um Mac Pro 2013, com uma lixeira de banheiro

by

Mac-Pro-Hackintosh

A criatividade humana (quando bem aplicada, diga-se de passagem) é algo fascinante. O lançamento do Mac Pro (2013) foi mais uma vez fonte de inspiração para os fãs do modding. Uma das provas mais claras disso que estou falando é esse Mac Pro “emulado”, contando com um design similar ao produto da Apple, mas feito com uma simples lixeira de banheiro.

O “Trash Pro”, como já é apelidado o pequeno notável, não possui o mesmo poder de processamento do Mac Pro original. Mesmo assim, o seu criador se esforçou para emular alguns dos elementos considerados chave da estação de trabalho da Apple. Se bem que o principal esforço está na reprodução do seu design cilíndrico.

Mac-Pro-Hackintosh2

O modelo acima possui uma placa-mãe mini-ITX Gigabyte Z78n WiFi, gráficos AMD Radeon HD 7750, duas unidades de armazenamento de 2.5 polegadas (uma SSD e outra HD), processador Intel Core i3 Haswell, dois ventiladores fabricado a mão, que copiam o sistema de refrigeração da Apple, entre outros elementos.

Tá, eu sei que você está curioso, e vou responder essa pergunta: a lixeira de banheiro foi comprada na Amazon, por 27 euros.

trash-pro

Deixemos de lado os aspectos técnicos. O resultado da reprodução é algo surpreendente, e para reforçar o aspecto de emulação, o modelo é um Hackintosh autêntico, rodando o OS X sem maiores problemas aparente. De novo: seu desempenho não chega aos pés do Mac Pro, mas pode fazer a alegria dos pobres abnegados que não contam com mais de R$ 13 mil na conta bancária para comprar o produto original.

Mas se o que você quer emular é o desempenho do Mac Pro a partir de um PC, temos um desktop publicado no blog do José Jacas, que pode chamar a sua atenção. O seu PC com Windows (ele não optou pelo Hackintosh) custou pelo menos 1.000 euros a menos que o Mac Pro, mas consegue superar em desempenho o produto da Apple, em quase todos os quesitos.

jacas-pc

Qualquer uma dessas duas ideias pode servir de inspiração para muitos leitores do TargetHD. As opções estão aí. Basta você começar a trabalhar nelas.

Via ArsTechnica, TonyMacx86

…e a Goophone já clonou o Samsung Galaxy Note 3!

by

goophone-n3-1

A Goophone é mundialmente conhecida pelas suas cópias de smartphones top de linha de grandes fabricantes, mas podemos dizer também que ela é conhecida pela sua peculiar cara de pau. Não satisfeita em clonar vários modelos de iPhones (alguns antes mesmo da própria Apple anunciar o produto de forma oficial), eles agora investem nos dispositivos da Samsung, apresentando a sua versão do Galaxy Note 3.

O Goophone N3 FHD (onde o N3 é, presumidamente, de ‘Note 3’) é realmente muito parecido com o modelo da Samsung. O clone possui uma tela de 5.7 polegadas em Full HD (1920 x 1080 pixels), tal como no modelo que lhe deu a inspiração para esse lançamento.

Porém, as semelhanças param por aí. O Goophone N3 possui um processador quad-core MTK MT6589 de 1.5 GHz, 1 GB de RAM e 16 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD). O modelo vem com o sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean, possui uma câmera traseira de 13 megapixels, e câmera frontal de 5 megapixels.

goophone-n3-2

Como você pode ver nas fotos, o design do clone da Goophone é muito similar ao Galaxy Note 3, incluindo a parte traseira, que possui um material que imita o couro. Ou seja, ele pode passar desapercebido para os olhares menos atentos.

O produto pode ser encontrado (lá fora) por US$ 250. Mas… será que vale a pena? Particularmente, não.

Via Nowhereelse

Clone de iPad mini é vendido na China por menos de US$ 200

by

GooPad-Mini2

Não chega a ser surpresa a essa altura do campeonato. E também não tenho certeza do por que demorou tanto tempo para um fabricante chinês fazer a sua própria “versão” do iPad mini da Apple. Talvez a culpa foi minha, por não ter pesquisado por esses clones antes.

De qualquer maneira, temos um dispositivo que se aventura a copiar o tablet da Apple, e ele responde pelo nome de GooPad Mini 2. Entretanto, diferente do que o nome dele indica, ele é um clone do primeiro iPad mini, e não da versão mais recente, com tela Retina.

As especificações desse clone? Pois não: tela de 7.85 polegadas (1024 x 768 pixels), processador MediaTek quad-core de 1.5 GHz, 1 GB de RAM, câmera traseira de 5 megapixels, câmera frontal de 2 megapixels, conectividades 3G e WiFi e bateria de 4.100 mAh.

O tablet está disponível nas cores branco e prata, e tem preço sugerido de US$ 196,99. Obviamente, não dá para garantir (ou prometer) a mesma qualidade e satisfação que você pode ter ao comprar um iPad mini. Mas, como eu posso dizer… a decisão é sua!

 

Via GizChina, IntoMobile

Conheça o HDC X, o clone do Motorola Moto X chinês

by

HDC-X

Essa história já é mais ou menos conhecida por todos os leitores do TargetHD, e para aqueles que acompanham mais de perto o mundo da tecnologia: os clones chineses não dormem no ponto. E eles fizeram de novo. Dessa vez, o copiado é o Motorola Moto X, e a cópia responde pelo nome de HDC X.

O produto é realmente muito parecido com o Moto X original, e pode enganar os mais distraídos (ou menos atentos aos detalhes) que não faz questões simples e diretas, como “onde está o logo da Motorola?”. Além disso, ao verificar as configurações do HDC X, é possível detectar as reais diferenças, que são gritantes quando comparadas com o Moto X original.

O HDC X possui uma tela de 4.7 polegadas, com resolução HD (720p), mas apenas 1 GB de RAM. Possui uma câmera traseira de 8 megapixels, câmera frontal de 2 megapixels, 4 GB de armazenamento (expansíveis via slot para cartões microSD) e um processador MediaTek quad-core, de 1.2 GHz.

Obviamente, o seu desempenho será consideravelmente menor, se comparado com o Moto X original, mas entendo que não podemos pedir muito de um dispositivo que custa apenas US$ 190. Logo, não recomendo para ninguém a compra de um dispositivo que claramente viola a propriedade intelectual de outra. Nesse caso em particular, a propriedade da Motorola.

E não… não vou aqui passar o link para compra do produto. Procure por sua conta e risco. Mas, repito: não vale o sacrifício.

Via GizChina

Goophone já apresenta o seu clone do iPhone 5C (que ainda não é oficial)

by

iPhone-5C-Clone

Já virou uma tradição. Antes mesmo da Apple tornar oficial um novo modelo de iPhone, a Goophone, fabricante chinesa que não nega que faz clones dos produtos da Apple antes mesmo deles serem oficialmente anunciados, já apresentou ao mundo a sua versão do iPhone 5C, que só deve ser anunciado no dia 10 de setembro (e nem essa data está oficialmente confirmada, por sinal). Conheça a seguir o Goophone i5C.

A regra da Goophone é a seguinte: se eles ainda não anunciaram, não podem chamar de cópia. Caso eles apresentem o mesmo produto, alegamos que lançamos primeiro. Se eles lançarem um produto minimamente diferente, estamos “na nossa”, pois não copiamos.

Acontece que o que a Goophone faz é algo que chamo de “clonagem especulativa”. Eles pegam diversas informações de design que vazaram na internet nos últimos meses, coletam as informações das características divulgadas, consultam as suas fontes entre os fabricantes de acessórios e componentes (que invariavelmente já receberam ao menos o mockup da versão final do produto), e lançam o smartphone, como se fosse um produto que eles “adivinharam” que seria assim.

De qualquer forma, vamos aqui detalhar as especificações técnicas do Goophone i5C. O modelo possui um processador dual-core de 1.2 GHz MTK MT6572 de 28 nanômetros, 1 GB de RAM, 4 GB de armazenamento interno, câmera frontal de 2 megapixels, câmera traseira de 8 megapixels, e sistema operacional iOS 7… ops, desculpe, falha minha… Android 4.2 Jelly Bean. O produto ainda conta com uma bateria de 2000 mAh, que promete uma autonomia de até 5 horas de conversação, ou 48 horas em standby.

Nada mal para um produto com preço sugerido de US$ 99. Detalhe: ele já pode ser adquirido na região asiática.

O original? Só no dia 10 de setembro. E olhe lá.

Via Geeky Gadgets, Giz China, AnyBuying

[Rumor] Seria este o iPhone de baixo custo (e os chineses já teriam criado uma versão Android dele)?

by

suposto-iphone-barato

Duas coisas podem ser consideradas verdades absolutas quando falamos dos gadgets chineses:

1) não é de se estranhar que as empresas “alternativas” (para não chamar de piratas) de Shenzhen consigam fazer as cópias dos produtos antes mesmo dos fabricantes originais (e não seria a primeira vez que isso aconteceria);

2) essas empresas baseiam suas atividades econômicas na arte da enganação e da mentira.

Logo, antes que você comece a dizer qualquer besteira sobre a veracidade da imagem acima (ou sobre nossa linha editorial), devemos lembrar que essa imagem está com os dois pés afundados na zona dos rumores, sem nenhuma base para ter algum ponto de veracidade. Pelo sim, pelo não, a fonte fornecedora dessa imagem garante estamos diante o design do suposto iPhone de baixo custo, que deve ser anunciado no terceiro trimestre de 2013.

O pessoal do site M.I.C Gadget revela que fontes muito próximas ao assunto (e esse talvez seja o único motivo pelo qual esse post existe) conseguiram uma dessas carcaças vazias, que andaram circulando por alguns sites chineses há semanas, que até mostram alguns detalhes do interior do suposto smartphone.

Ao que parece, o primeiro iPhone “barato” (sabe-se lá o que a Apple considera o que quer dizer a palavra “barato”) faria uso de uma tela de 4 polegadas, protegida por uma carcaça externa de plástico resistente, descrito como “nada barato ao toque, e mais sólido do que aquele utilizado pela Samsung em sua linha Galaxy”.

Na prática, estamos diante do “nada que a gente já não viu antes”, mas agora em fotos mais nítidas.

Por outro lado, baseando-se nessas carcaças, uma empresa chamada “Bear” criou a sua própria imitação do dispositivo com o sistema Android, integrando um processador Snapdragon 600 e 2 GB de RAM. Não é um produto legítimo? Pois é tão legítimo quanto a suposta carcaça do iPhone em questão.

Via

E já que é 01 de abril, por que não um HTC One falso? Na verdade, um HDC One…

by

hdc-one-portadilla

Consideramos praticamente uma redundância esse post. Ou um pleonasmo. Não sabemos ao certo. Mas publicar um produto clonado, vindo da China, em pleno primeiro de abril? Parece ser algo muito óbvio até para a gente. De qualquer forma, aproveitamos o dia de hoje para mostrar um produto que, por essência, é uma mentira, mas é mais uma realidade publicada pelo pessoal do GizChina.com. Falamos do HDC One, que como você pode ver, nasceu exatamente igual ao atraente HTC One, mas com algumas, digamos, “restrições”.

O HDC One (é bom ler com atenção, para não confundir com o original) conta com um processador quad-core de 1.2 GHz, 1 GB de RAM e sistema operacional Android 4.2.1 Jelly Bean. Ou seja, até aqui, ele não deixa muito a desejar em relaçãoa os modelos top de linha. Os problemas começam quando vemos as demais especificações: tela de 4.7 polegadas (com resolução HD), bateria de apenas 1.600 mAh, câmera traseira de 8 MP, câmera frontal de 2 MP, e o detalhe que mais o diferencia do HTC One original: a sua mundana carcaça de plástico, no lugar do elegante corpo de alumínio do modelo original.

O preço da cópia? Apenas US$ 160.

 

Via GizChina

E já copiaram o novo e ultrafino iMac, antes mesmo da Apple lançar o produto

by

Os chineses não perdem tempo mesmo. É praticamente inevitável que qualquer grande produto, de qualquer grande fabricante (principalmente quando esse fabricante responde pelo nome “Maçã” em inglês) não receba a sua cópia ilegítima, ou um irmão bastardo que fale alguma língua asiática. No produto de hoje, temos uma tentativa de cópia descarada do ultrafino design do novo iMac (2012), que certamente não vai tapear nem a mim, nem à você. A sua tia? Quem sabe…

Estamos falando do S21i da Lavi, uma fabricante chinesa que é muito conhecida no seu mercado local por oferecer produtos que são a cara dos modelos de fabricantes famosos, mas com preços bem mais competitivos, e sem toda aquela “purpurina” de ficar fundindo metal no seu átomo (como é nesse caso). O modelo conta com uma tela de 21.5 polegadas, com resolução em 1080p, 4 GB de RAM, processadores Sandy Bridge (i3, de 3.3 GHz, ou i5, de 2.9 GHz), disco rígido de 500 GB ou uma unidade SSD de 128 GB, e Windows 7 ou Windows 8 como sistema operacional.

Como podem ver, apesar de ser um produto fake, ele tem o seu valor. São especificações de hardware bem razoáveis para a maioria dos usuários (não sabemos qual é o tipo de sua placa gráfica), e muitos usuários que eu conheço não vão ficar olhando para o pequeno detalhe dele ser totalmente “inspirado” no iMac. O computador funcionando é o que importa

De qualquer forma, fica a dica para os mais distraídos: a cópia dissimulada pode ser detectada pela logomarca do fabricante (Lavi) na parte inferior da tela, além do fato das portas de comunicação (USB, HDMI, etc) se posicionarem na parte lateral do monitor, o que deixa a cópia pelo menos 4 mm mais espessa que a original. Fora esses detalhes (que, ao meu ver, fazem diferença sim, sem falar em todo o resto), temos uma cópia relativamente próxima da proposta apresentada pela Apple em outubro.

O preço do desktop Lavi S21i varia entre US$ 540 e US$ 621. E não, esse produto não possui a conectividade Thunderbolt.

Via MIC Gadget

Gadget Fake: o MacBook Air Chinês

by

A cópia pode parecer perfeita, mas não é. Para aqueles que não se importam em usar um modelo que não é o original, mas tem cara de original (ou para quem deseja ter logo um ultrabook, mesmo que não seja tão potente assim), apresentamos o MacBook Air “Made in China”, uma cópia que é até bem feita, mas não oferece as mesmas configurações do modelo original.

O notebook possui tela de 13,3 polegadas, e um combo de portas RJ45/VGA, que certamente necessita de um adaptador para funcionar. Além disso, o modelo possui saída mini-HDMI, e bateria com autonomia de até 3 horas e meia. Permite a visualização de filmes em 1080p, mais conta com um processador Intel Atom N2800, de 1.86 GHz, com placa gráfica integrada GMA3600, 2 GB de RAM e 32 GB de SSD. Seu peso final é de 1,36 kg.

A Shenzen Technology, autora da cópia do MacBook, está vendendo o modelo por US$ 471 (preço convertido), e as primeiras unidades chegam ao mercado ao longo do mês de novembro.

via Giz-China

O netbook inspirado no Nokia N97 que pode conquistar você

by

O que seria de nós sem os clones chineses? A última novidade vindo dos asiáticos é esse netbook altamente inspirado no Nokia N97, de tela de 10 polegadas. O próprio fabricante chinês confessa a inspiração no famoso smartphone da fabricante finlandesa, e vem com as configurações básicas de qualquer netbook que encontramos no mercado.

Além da tela de 10 polegadas, ele possui processador Intel Atom N455 de 1,6 GHz, 1 GB de RAM, 160 GB de HD, algumas portas USB, leitor de cartões SD, bateria de 3700 mAh e um slot para cartões SIM, permitindo a navegação em 3G. Seu preço é de atraentes US$ 244, mas vai ser difícil que um deles chegue ao nosso mercado. Mas, se algum dia você trombar com um desses em um mercado alternativo, nos avise. Principalmente se comprá-lo.

via Cloned in China

[Dicas de Compras] Esse kit para notebook da Clone pode ajudar os geeks mais previnidos a trabalhar com comodidade

by

Quem usa notebook sabe: não se conta com, por exemplo, teclado numérico para uma digitação mais prática de números em tabelas. Além disso, é incômodo você levar um mouse solto, fora de um case. Então, para aqueles geeks mais organizados, e que querem trabalhar com mais comodidade em qualquer lugar, vale a pena ter na mochila esse estojo de acessórios para notebook, que torna a vida de quem tem notebook bem mais prática. Ele conta com webcam de 1.3 MP, mini hub USB 2.0, mini mouse óptico USB, mini teclado numérico de 17 teclas, fones de ouvido com microfone, e todos os itens que requerem cabos são com cabos retráteis, o que garante que esses itens serão devidamente acondicionados no seu case de transporte. Preço: R$ 129,00.

[pra descontrair] Gadget Fake: o “Nokia” Booklet 3G, para os bolsos mais rasos

by

Se você era um daqueles que babavam no Nokia Booklet 3G, mas não tinha dinheiro para pagar o que eles pediam por ele, não se desespere. Diretamente do mundo das clonagens, chega um equipamento que é a cópia do modelo da Nokia, mas livre de contratos de permanência, e com um preço “máximo” de US$ 300, que é um preço bem convidativo, se levarmos em conta as suas características: ele tem tela de 10,1″ (1024 x 600), processador Atom N450, 1 GB de RAM, 160 GB de HD, bateria não substituível e (provavelmente) porta HDMI.

Fonte