Arquivo para a tag: Cinema

Veja o primeiro trailer do filme ‘Snowden’

by

snowden-trailer

Se você quer conhecer mais detalhes sobre a vida de Edward Snowden, fique de olho no filme que está chegando. ‘Snowden’ conta a vida do ex-funcionário da NSA e da CIA, que desafiou o governo dos Estados Unidos depois de revelar suas questionáveis técnicas de espionagem.

Não vamos contar maiores detalhes, de modo que convidamos você a ver o vídeo no final do post, para aproveitar do primeiro trailer do filme (que não revela muito).

 

Um algoritmo é o crítico de cinema mais confiável do mundo

by

650_1000_casablanca

Um recente estudo da Universidade de Northwestern (Illinois, EUA), o elemento mais importante para um filme ser considerado um clássico do cinema é a sua relevância em filmes posteriores, e não as críticas pontuais. E essa é uma das variáveis de maior peso do seu algoritmo criado para determinar com absoluta precisão se um título merece ou não a honra de entrar no Registro Nacional do Cinema da biblioteca do Congresso dos Estados Unidos.

Os cientistas responsáveis pelo estudo tomaram como ponto inicial os filmes que estão nesse tal registro. Filmes que podem ser considerados autênticos clássicos do cinema. Para alcançar esse feito, é preciso esperar pelo menos 10 anos após a sua estreia, e um comitê de especialistas analisa os mais diferentes e relevantes fatores, como por exemplo os impactos cultural, estético ou histórico.

Alem disso, as avaliações dos críticos não são as opiniões mais confiáveis para determinar se um filme vai entrar ou não nessa seleta lista. Muito menos os prêmios conquistados ou o sucesso de bilheteria, que dependem de variáveis como a promoção do filme, o momento político de um determinado país na época de sua estreia, entre outros. No final das contas, o algoritmo conseguiu acertar mais que os críticos na hora de determinar quais filmes mereciam entrar no Registro Nacional.

Tomando como base os filmes desse registro, o estudo se fixou em seis variáveis principais: as críticas dos especialistas no site Metacritic, as opiniões de Robert Ebert (um dos críticos mais reconhecidos do mundo), a popularidade de um filme no IMDB de acordo com os votos e sua classificação geral, e o ponto que o estudo considera o mais importante: a influência ou relevância desse filme em outras produções.

Essas duas últimas variáveis demonstraram ser as que mais acertavam na hora de colocar um determinado filme entre os clássicos do Registro Nacional, superando aos títulos que foram inseridos apenas se baseando nas críticas dos especialistas, ou na popularidade do público.

650_1000_webdevs-11

Para determinar a relevância de um filme pela sua influência posterior, o estudo se valeu do pagerank do Google e das conexões entre filmes na página do IMDB. Quanto maiores são essas relações entre os títulos, maiores são as possibilidades de um título se transformar em um clássico, uma vez que se supõe que essa influência em outros diretores é uma das chaves para determinar o valor de um filme.

A base do seu algoritmo será usada para melhorar o filtro e a avaliação de estudos científicos e técnicos, uma tarefa mais simples de acordo com o autor do estudo, já que nesses casos é indicado ao final de cada estudo os trabalhos anteriores em que se basearam, ou se realizaram tais consultas.

Via EurekaAlerts

O problemático filme de Steve Jobs começa a ser rodado

by

jobs-movie

Talvez você ainda não saiba, mas um novo filme contando a vida de Steve Jobs está em desenvolvimento. Na verdade, esse projeto existe desde 2011, quando os primeiros problemas para rodar o filme apareceram. Mas parece que agora a coisa vai!

Graças aos recentes vazamentos ocorridos pela Sony Pictures, todo mundo ficou sabendo que a Sony adquiriu os direitos do livro ‘Steve Jobs by Walter Isaacson’ há quase quatro anos. Porém, depois de várias idas e vindas, eles decidiram abandonar a ideia. Então, a Universal Pictures reciclou o projeto.

Mas este não é o único inconveniente no projeto. David Fincher, diretor do filme ‘A Rede Social’, foi escolhido para conduzir essa nova história. Porém, desistiu por conta de divergências artísticas e financeiras com a Sony. O novo encarregado de dirigir o filme é Danny Boyle (com a bênção de Aaron Sorkin), enquanto que Michael Fasbender (de 12 Anos de Escravidão) dará vida à Steve Jobs – não sem antes a produção encontrar problemas com dois candidatos prévios: Christian Bale e Tom Cruise. Seth Rogen fará o papel de Steve Wozniak.

Uma das primeiras localizações de gravação já foi invadida pela equipe do filme: a mítica garagem de Steve Jobs em sua antiga casa em Los Altos, lugar onde várias cenas devem acontecer, apesar do próprio Wozniak ter reconhecido que não aconteceram tantas histórias no local tal como foi relatado na biografia.

Veremos se esse segundo filme agrada mais a crítica.

Via CNET

Caixa Belas Artes lança aplicativo exclusivo para Windows 8 e Windows Phone 8.1

by

belas-artes-2-e1405715041197

A Microsoft e o Cine Caixa Belas Artes lança o aplicativo Caixa Belas Artes, para as plataformas Windows 8 e Windows Phone 8.1. O app permite que os cinéfilos e entusiastas comentem sobre filmes em cartaz e clássicos do Brasil e do mundo, compartilhando suas opiniões nas redes sociais.

O aplicativo reúne informações sobre os filmes em cartaz como sinopses, horários, avaliação do público comum (sendo a pontuação máxima 5 estrelas), além de pequenas análises de espectadores e acesso à bilheteria do cinema via Ingresso.com. As críticas postadas pelo público poderão ser avaliadas pelos usuários, ganhando maior visibilidade as melhores análises.

O aplicativo ainda dá a possibilidade aos usuários de compartilharem nas redes sociais as opiniões postadas e ainda convidarem amigos, via Facebook, a os acompanharem nas sessões do cinema, por meio do botão “eu vou”, que aparece após a compra dos ingressos. O espectador poderá comparar a sua opinião à da crítica especializada.

O aplicativo ainda conta com outras funções para facilitar a vidar de quem vai ao cinema. A pessoa pode salvar seus filmes favoritos e traçar a rota de onde estiver com o HERE integrado.

Os frequentadores do cinema Caixa Belas Artes poderão acessar o app de qualquer dispositivo com Windows 8, seja nos smartphones Lumia, computadores e tablets. Quem preferir, seis tablets Lumia 2520 estarão à disposição do público no foyer do cinema.

Em 2015, o app Caixa Belas Artes estará disponível para outras plataformas.

Via assessoria de imprensa

(Quase) Todos os filmes da Disney, em ordem cronológica

by

s6yitsolqcotbfpksace

Um fã dos filmes da Disney chamado Aish reuniu os dados que tinha ao seu alcance para ordenar as animações da empresa na ordem cronológica de suas histórias.

Aish avisa que, em alguns casos, as datas são uma estimação aproximada, pois alguns filmes (O Rei Leão, por exemplo) que não mostram uma referência temporal clara. Também foram excluídos da lista os filmes feitos exclusivamente para a TV, e outros que ocorrem em várias linhas temporais foram divididos em dois.

A seguir, o gráfico cronológico. E, se você não for capaz de reconhecer todos os filmes, Aish criou uma lista com os títulos (clique aqui para acessar).

bt6dblfwyeijlxzwbbbe ze5w2xjwrd6drnemovt7 wra6hvwlquhmmnkwwqc1 onjckh8joplqblzlbdrl

+info

Matrix em 8 bits consegue ser melhor que as duas sequências do filme

by

bmtrfpyujyrv9bkp0zg4

A má fama construída por Matrix Reloaded e Matrix Revolutions tem mais um ponto para ser reforçada, com essa versão do filme em 8 bits, que resgata parte da magia do primeiro filme.

Os próprios autores do vídeo no CineFix reconhecem que alguns fragmentos do vídeo estão mais para 16 bits do que para 8 bits, mas isso não tira em nada o encanto do vídeo inspirado nos videogames da década de 1980. O curta faz parte da série ‘8-Bit Cinema’, que homenageia consoles como o NES adaptando clássicos muito populares do cinema.

 

+info

Alguns segredos que (talvez) você não conhecia sobre o filme ‘Guardiões da Galáxia’

by

cena-do-trailer-de-guardioes-da-galaxia

O filme ‘Guardiões da Galáxia’ está a caminho de se tornar o filme mais visto do ano (e, quem sabe, de alguns anos). Uma comic praticamente desconhecida se tornou um dos maiores sucessos da Marvel no cinema, e esse post compartilha com você algumas coisas que (muito provavelmente) você não sabia sobre o filme.

O vídeo criado pelo pessoal do CineFix é realmente interessante. E sim, vale o aviso: TEM SPOILERS. Se você não viu o filme, eu lamento pela sua alma, e recomendo que você feche essa página imediatamente.

 

Bom, você foi avisado.

1. Por que a nave de Peter Quill se chama Milano.

R. A referência é para a atriz Alyssa Milano, o amor platônico de infância de Quill.

 

2. Em quem Bradley Cooper se inspirou para criar a voz do guaxinim Rocket?

R. No mítico ator Joe Pesci. Além disso, Rocket não foi inspirado em um guaxinim qualquer, mas sim em um muito famoso no Reino Unido, o Oreo.

 

3. Não… Bradley Cooper não participou de um processo de captura de movimentos para criar o Rocket.

R. Quem cumpriu essa missão foi Sean Gunn, irmão do diretor James Gunn. Sean também faz o papel de Kraglin, um dos saqueadores do bando de Yondu (Michael Rooker).

 

4. Quem é Yondu na realidade?

R. O que o filme não conta (e só sabe quem leu os comics) é que Yondu é originalmente um membro dos Guardiões. Era um arqueiro, que possui uma flecha letal. O personagem e a arma foram reinventados para o filme.

 

5. Vin Diesel ficou com o papel mais fácil do filme?

R. Não exatamente. Vin Diesel empresta a sua voz para Groot, que durante (quase) todo o filme, só diz ‘I’m Groot’. Porém, o ator teve que gravar essa frase centenas de vezes, com centenas de entonações e testes, para ajustar ao que o filme realmente precisava. Diesel também fez a voz em muitos outros idiomas.

 

6. Em quem Josh Brolin se inspirou para interpretar Thanos?

R. Em Marlon Brando, e sua interpretação como Coronel Kurtz, no filme ‘Apocalypse Now’.

 

7. Como Chris Pratt conseguiu o seu papel no filme?

R. Pratt teve que perder quase 30 quilos em seis meses para interpretar Peter Quill. Mas o que realmente fez ele conseguir o papel foi uma selfie que ele publicou na internet enquanto rodava o filme ‘A Hora Mais Escura’. James Gunn viu a foto, e pediu para ele fazer os testes. O resto? É a história que você já conhece.

 

Vídeo a seguir.

 

via

Na China, você pode enviar mensagens na tela do cinema, durante o filme

by

650_1000_mensajes_de_twitter

Na China, uma ideia que está se aplicando em algumas salas de cinema de idades importantes do país é pensada para atrair o interesse do público jovem: abrir uma segunda tela para envio de mensagens pelas redes sociais, enquanto a tela principal exibe o filme. Detalhe: isso não é de graça.

Além da sua entrada no cinema, no sistema idealizado por alguns distribuidores de filmes, cada mensagem (SMS) que você queira que apareça na tal segunda tela do cinema tem um custo de 10 centavos (aproximadamente). Tal prática está se tornando comum na televisão, onde os canais ou TVs com recursos inteligentes mais recentes já incluem esse recurso.

O mais curioso é que as seções com essa funcionalidade contam com uma ocupação de aproximadamente 90%. Ou seja, está dando certo. Porém, os próprios organizadores da ação entendem que, a longo prazo, é provável que distração criada pelo ato de envio de mensagens acabe por matar o sistema.

Por enquanto, os testes continuam para alguns títulos que atraiam especificamente o público jovem, mais habituado a enviar mensagens nas redes sociais enquanto consomem conteúdos na TV ou via internet.

Via The Hollywood Reporter

Todas as interfaces de usuário exibidas no filme Guardiões da Galáxia

by

dejh8i062iuvxhzrf3eb

Nem só de personagens, design das naves, vestuário, piadas e Groot vive um filme de ficção científica. Há detalhes pequenos, como por exemplo as telas dos veículos, que parecem pequenas, mas ajudam a dar a personalidade que o filme precisa. O vídeo desse post resume as interfaces gráficas apresentadas no filme Guardiões da Galáxia.

Territory, o estúdio encarregado de dar vida às telas que aparecem no filme, foi quem compilou o vídeo, que mostra as telas da prisão Nova Corps, dos controles da nave Milano, ou o dispositivo de análise utilizado pelo Rocket Raccoon. Confira.

 

+info

Activision quer produzir os filmes dos seus principais jogos

by

the-last-of-us

Segundo o site The Information, a Activision não tem planos de vender os direitos cinematográficos dos seus principais jogos para terceiros. Pelo contrário: a própria Activision pensa em produzir os filmes dos seus jogos.

Ou seja, podemos ver grandes sucessos do mundo dos games, como Call of Duty, GTA, Beyond e The Last of Us no cinema, pela própria Activision. Só depende deles. Vendo de longe, não é uma má ideia ou algo descabido manter o controle completo dos seus títulos. Por outro lado, pode ser algo arriscado para eles.

Por enquanto, a ideia é criar uma divisão de estúdios cinematográficos que complemente a criação de videogames, para que depois seja dado próximo passo na sétima arte.

Via Engadget

Dos 447 minutos da saga de filmes Transformers, apenas 19 deles são de lutas entre robôs

by

TRANSFORMERS

Todo mundo passou anos acusando o diretor Michael Bay de lotar os filmes da saga Transformers de explosões e brigas de robôs gigantes. E se eu te disser que apenas 4% de todos os filmes dessa saga são combates entre robôs?

O site Ultra Danger Lord publicou um vídeo que compila todos os combates entre Autobots e Decepcticons dos três primeiros filmes da série. O vídeo dura “apenas” 19 minutos. Lembrando que os três filmes (Transformers, Transformers: A Vingança dos Derrotados e Transformers: O Lado Escuro da Lua) duram 143, 150 e 154 minutos respectivamente, somando os já citados 447 minutos.

Exceto pelo fato dos autores do vídeo terem comido alguma cena (ou alguma parte de cena), isso quer dizer que apenas 4.2% desses filmes contam com as tais brigas entre os robôs.

Com isso, algumas perguntas ficam sem resposta:

1) o que acontece nos 418 minutos restantes? Dormimos nesse tempo?
2) Michael Bay é o novo Shakespeare? Ou um novo gênio, que enganou todo mundo?
3) será que sobra 200 minutos de explosões que perdemos?

E a mais importante de todas…

Você, que ficou aí enchendo o saco do “pobre” Michael Bay… ONDE ESTÁ O SEU DEUS AGORA?

Vídeo a seguir.

 

Aprenda: quanto maior o tamanho da tela, mais você vai pagar pelo conteúdo

by

650_1000_htc-one-m8-pantalla

Tamanho é documento? Para o chefe da Dreamworkd Animation, sim. Inclusive pensa em um sistema de pagamentos por visualização que ninguém havia pensado até agora: pagar pelo conteúdo de acordo com o tamanho da tela que você está assistindo.

Jeffrey Katzemberg já apresentou esse sistema em uma conferência na Califórnia (EUA). Depois de uma janela de três finais de semana, com estreia exclusiva nos cinemas, o chefe da Dreamworks propôs uma distribuição onde o usuário vai pagar de acordo com o tamanho do gadget de destino. Entendemos que o preço sobe diante da possibilidade de que sejam mais pessoas que podem aproveitar esse conteúdo. Mas isso na teoria.

Assim como é teórica a forma que eles pretendem controlar ou medir o tamanho da área de visualização.

O custo por polegada planejado é inicialmente de US$ 15 para ver o conteúdo em uma tela de cinema, ou US$ 2 para uma tela de smartphone. Resta saber os valores para TVs de grande porte (75 polegadas, por exemplo).

E aí? O que achou da ideia?

Via FastCompany

Xbox Originals, o serviço de conteúdos de cinema e TV exclusivo para as plataformas da Microsoft

by

xbox-originals

O Xbox One, queira ou não, está focado desde o princípio no conceito de central multimídia e entretenimento global. E mais uma prova disso é o lançamento da Xbox Originals, um novo serviço de entretenimento que estará disponível em junho.

A plataforma segue a linha de conteúdo exclusivo que a Microsoft até então centrava nos jogos, mas agora, é aplicado nos conteúdos de cinema e TV. A Microsoft considera a manobra uma evolução lógica, para enriquecer a experiência dos seus consumidores em geral, e não apenas nos gamers.

Para as primeiras produções, a Microsoft aposta no óbvio: os jogos. Steven Spielberg e Ridley Scott estão por trás das primeiras produções relacionadas com o universo Halo, mas também teremos uma série relacionada com o futebol, aproveitando a proximidade da Copa do Mundo FIFA 2014, e vários documentários relacionados ao mundo dos games, inclusive aquele que vai mostrar que fim levou aquele monte de cartuchos do jogo E.T. do Atari.

Esse conteúdo exclusivo estará disponível para os consoles Xbox e para qualquer dispositivo do ecossistema da Microsoft. Por enquanto, não foram informados quais mercados receberão esses conteúdos.

Via news.xbox.com