Arquivo para a tag: chrome os

O novo Acer Chromebook é mais resistente a pancadas e golpes

by

acerchromebook11

 

A Acer apresentou na CES 2016 o seu novo Chromembook, o CB3-131.

O modelo segue básico nas suas especificações, com um processador Intel Celeron, de 2 a 4 GB de RAM, 16 e 32 GB de armazenamento e portas HDMI, USB 3.0, leitor de cartões SD e WiFi 802.11 ac. Mas o mais interessante desse modelo está na sua carcaça, que por conta de sua fabricação de plástico e alumínio, é capaz de suportar até 60 kg de peso na tampa, além de quedas de até 60 cm de altura.

Não estamos diante de um indestrutível Panasonic Toughbook, mas são detalhes que agradam em um notebook de sua categoria. Além disso, seu peso e espessura não são muito elevados (1 kg, 18.6 mm). Seu preço ficará abaixo dos US$ 200 (US$ 179,99) quando chegar ao mercado em fevereiro.

Os Chromebooks conquistam as escolas norte-americanas

by

chromebooks-escolas

Os Chromebooks da Google ganharam terreno nas escolas norte-americanas nos últimos anos, e um novo relatório da Futuresource Consulting deixa claro que esse avanço se consolidou nos últimos meses.

Segundo o estudo, os Chromebooks já representam mais da metade dos equipamentos adotados nas salas de aula dos colégios dos EUA. Em 2012, essa porcentagem era de apenas 1%. A Apple passou de 52% há três anos para 24% de cota hoje, e a Microsoft, de 42% para 24%.

Rajen Sheth, responsável pelo programa do Android e do Chrome nas empresas e escolas, afirma que “foi incrível para nós ver como esse crescimento se produziu em um período tão curto de tempo”. O executivo, que muitos qualificam como “o pai dos Google Apps”, conseguiu impulsionar o uso desses dispositivos de forma notável.

chromebooks

Dos 8.9 milhões de dispositivos vendidos nas escolas, 4.4 milhões eram Chromebooks. A cada dia, são ativados 30 mil portáteis de baixo custo da Google nas escolas norte-americanas. O esforço não é centrado apenas nos Chromebooks, mas também na loja específica de aplicativos educacionais, a Google Play for Education, que conta com aplicativos e livros selecionados por professores de pedagogos para ajudar e apoiar as tarefas educacionais.

A conquista da sala de aula por parte dos Chromebooks e do Chrome OS é algo singular, ainda mais levando em conta que o debate sobre a privacidade era especialmente delicado nesse âmbito. A Google já se comprometeu a não escanear as contas do Gmail dos estudantes, mas recentemente voltaram a aparecer acusações da EFF sobre os potenciais riscos para a privacidade dos usuários desses equipamentos.

Via CNBC

ASUS Chromebit, um computador de bolso com Chrome OS

by

ASUS_Cgromebit

O ASUS Chromebit é um mini-PC no format de um pendrive, conectado à porta HDMI de uma TV ou monitor, que pode ser utilizado como um computador funcional com Chrome OS.

O produto tem o mesmo conceito do Intel Computer Stick, mas com Chrome OS. Conta com um processador ARM Rockchip 3288 com 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento, além de WiFi ac, Bluetooth 4.0, porta USB 2.0 e porta HDMI para se conectar na tela.

O ASUS Chromebit chega ao mercado em novembro, com um preço sugerido de US$ 85.

asus-chromebit2

Esse é um novo formato de uso para o Chrome OS, indo além dos Chromebooks. Apesar de suas limitações em comparação como Windows ou o Linux, ele tem um foco na nuvem que pode ser muito bem vindo para alguns setores específicos, principalmente para o setor educacional.

E, para aqueles que diziam que o Chrome OS estava morto, esta é mais uma resposta que não é bem assim.

Google desmente o fim do Chrome OS

by

chrome-stick

Hiroshi Lockheimer, vice-presidente sênior do Android, Chrome OS e Chromecast, deixou claro que a informação divulgada na semana passada (que dava conta que a Google tinha a intensão de fundir o Android ao Chrome OS) era errada, causando certa confusão. Até o momento, não há planos de encerrar gradualmente o desenvolvimento do Chrome OS.

O executivo também adiantou parte dos planos para a plataforma. De acordo com suas palavras, “queremos redefinir o rumo das plataformas de desktops”, de modo que nos próximos meses conheceremos mudanças importantes, onde a ideia é dar um novo impulso por meio dos Chromebooks, já que eles pensam em lançar o primeiro dispositivo focado na produtividade do mercado empresarial.

Por outro lado, Hiroshi menciona que o Chrome OS terá novas características, como um novo reprodutor de mídia, nova interface (Material Design), melhorias no desempenho e um novo e renovado foco na segurança, entre outras coisas.

Veja como será o novo Chrome OS no vídeo a seguir.

 

Via Google

Google pretende fundir Chrome OS e Android em 2017

by

chromeos-android

Segundo o The Wall Street Journal, a Google estaria trabalhando nos últimos dois anos para unificar Chrome OS e Android. Os resultados desse sistema operacional unificado devem aparecer de forma oficial em 2017, mas é possível que a primeira versão apareça já no ano que vem.

O WSJ informa que que esta nova versão do Android também vai rodar nos PCs, mas não está claro que a Google se refere ao Windows e Mac ou se é uma versão rebatizada do Chromebook. A primeira opção não é tão descabida, já que o navegador Chrome já contem a maioria das funcionalidades do Chrome OS.

Levando em conta que a Google quer levar a sua loja Google Play para o máximo de dispositivos possível, faria bastante sentido ver uma versão que funciona com uma grande quantidade de computadores com Windows e Mac. Os Chromebooks, por sua vez, teriam outro nome, até agora não revelado.

Desde que Sundar Pichai assumiu as rédeas do Android e Chrome OS em março de 2013, especulou-se muito sobre a fusão dos dois sistemas operacionais. Ainda que Pichai tenha dito inicialmente que eles se manteriam separados, o certo é que Hiroshi Lockheimer foi designado para administrar os dois sistemas operacionais no final de 2014, mas ao que parece, eles não estão mais tão separados como parecia.

Ainda falta muito para ver esse novo sistema operacional combinado, mas provavelmente na próxima Google I/O ele será conhecido pela primeira vez.

Via The Wall Street Journal

HP Chromebook 14 é atualizado, com mais bateria e uma redução de preço

by

hp-chromebook-14

A HP atualizou o seu Chroembook 14, que recebe uma bateria maior e uma redução de preço.

O laptop com sistema Chrome OS agora conta com mais de 9 horas de autonomia de uso, uma hora a mais longe da tomada em relação ao modelo anterior. E esta não é a única novidade adotada pela HP: o modelo com tela de 1366 x 768 pixels abandona o processador NVIDIA para receber um Intel Celeron N2840, com 2 GB de RAM. O usuário também pode optar por telas Full HD, mas não terá a mesma autonomia de bateria que o modelo com resolução de tela menor.

O novo HP Chromebook 14 estará disponível nos EUA em 8 de novembro, com preço sugerido de US$ 250 para a versão HD, e US$ 280 para a versão Full HD. Não sabemos se a HP vai distribuir os novos notebooks em outros mercados.

Chromebook14-840x473 HP_Chromebook HP_Chromebook_3-619x450

Toshiba Chromebook 2 é atualizado, com melhor processador e teclado retroiluminado

by

toshiba-chromebook-2

A Toshiba anunciou uma atualização do Toshiba Chromebook 2, com sensíveis melhorias no dispositivo.

Os novos modelos chegam com processadores Intel Core i3 de quinta geração (Haswell), até 4 GB de RAM, tela IPS de 13.3 polegadas (1080p) com alto-falantes da Skullcandy, microfones dual e webcam 720p. Nas laterais, tempos uma porta USB 3.0, outra USB 2.0, saída HDMI, leitor de cartões SD e slot para trancas de segurança.

Outra novidade do novo Toshiba Chromebook 2 é a presença de um teclado retroiluminado, algo muito bem vindo para aqueles que vão trabalhar no computador à noite.

Philip Osako, responsável pelo marketing da Toshiba, afirma que os portáteis com Chrome OS são usados para tarefas mais e mais exigentes, e ‘precisam estar equipados para essas demandas de processo elevadas e construídos com características de hardware, que otimizam o uso do Chrome OS’.

O novo Toshiba Chromebook 2 chega aos EUA em outubro.

Via 9to5Google

Acer Chromebook R11, o primeiro notebook conversível com Chrome OS

by

02113250733297

A Acer apresentou na IFA 2015 o Chromebook R11, o primeiro notebook conversível com o sistema Chrome OS.

O modelo possui tela IPS multitouch de 11.6 polegadas (1366 x 768 pixels), peso de 1.25 kg e sistema de dobradiças que permitem o giro de tela em até 360 graus, para o uso em modo tablet. São dois modelos com processadores Intel Celeron N3050 e N3150 (Braswell) de 14 nanômetros, com 4 GB de RAM, 16 ou 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD), conectividades WiFi 802.11ac, Bluetooth, saída HDMI e USB 3.0, além de webcam 720p.

O preço de referência do Acer Chromebook R11 é de US$ 299. Claramente pensado no setor educacional, ele já chega enfrentando os novos modelos com Windows 10 com valores reduzidos. Será uma briga interessante.

acer_chromebook-r11_white_360-100612188-orig

Dell Chromebook 13, um notebook premium com Chrome OS por US$ 399

by

Dell Chromebook 13-01

A Dell apresenta um novo notebook com Chrome OS, o Dell Chromebook 13, equipamentos que chegam com configurações que vão além do básico, pensando em um uso mais avançado.

O design desses modelos é similar ao dos Dell XPS 13, com algumas linhas ou componentes, como o seu touchpad de cristal, carcaça externa em fibra de carbono e parte inferior de alumínio. No seu interior, ao redor do teclado e touchpad, temos um revestimento de magnésio.

Suas configurações de hardware partem de um conjunto modesto, com um processador Intel Celeron de 1.5 Ghz, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento, além de tela IPS de 13.3 polegadas (1080p), webcam 720p, porta HDMI, USB 2.0, USB 3.0, entrada para fones de ouvido e porta microSD.

Dell Chromebook 13-02

No modelo mais avançado temos um processador Intel Core i5, 8 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e tela touch com Gorilla Glass. Duas outras opções intermediárias – com e sem tela touch – completam a linha. A bateria desses notebooks prometem uma autonomia de uso estimada em 12 horas.

Os novos Chromebooks da Dell são destinados especialmente aos usuários empresarias que baseiam o seu trabalho em aplicativos web. O Chrome OS instalado nesse equipamento recebeu melhorias interessantes, orientadas para esse grupo de usuários.

Uma das mais importantes novidades é o suporte VPN, que chega via aplicativo Dell SonicWALL Mobile Connect, permitindo o uso de redes privadas virtuais para se conectar aos ambientes de trabalho empresarial.

Dell Chromebook 13-03

Também são importantes os avanços realizados no software de virtualização Dell Appliance for Wyse – e Workspace no Chrome OS, permitindo aos usuários executar aplicativos do Windows no sistema do Google. Além disso, a Dell quer oferecer um suporte especializado para esses usuários, facilitando a resolução de problemas.

O Dell Chromebook 13 tem preço inicial sugerido de US$ 399, alcançado os US$ 899 na versão mais completa. Os modelos desembarcam nos Estados Unidos no dia 17 de setembro. Não há informações sobre sua distribuição em outros países.

Via Dell

Acer C738T Chromebook… com Intel Braswell?

by

Chromebook-Acer-C738T

A Acer informa que está trabalhando em um novo modelo de Chromebook, que será o primeiro a contar com um design conversível. O Acer C738T Chromebook será um portátil com tela touch de 11.6 polegadas e uma dobradiça com ângulo de 360 graus, permitindo a adição do monitor atrás do teclado, transformando o dispositivo em um tablet.

Além de ser o primeiro Chromebook conversível da Acer, o C738T pode ser um dos primeiros modelos a contar com os microprocessadores Intel Braswell, versão mais potentes que os atuais Intel Atom Cherry Trail, especulando-se o modelo Intel Celeron N3150 de 6 watts quad-core, com gráficos Intel HD Graphics.

Do mais, tudo indica que o modelo vai receber 4 GB de RAM, 16 GB de armazenamento eMMC, conectividades WiFi e Bluetooth, webcam de 720p, tela IPS de 11.6 polegadas (1366 x 768 pixels), saída HDMI, leitor de cartões SD, portas USB 3.0 e 2.0 e peso de 1.4 kg.

Via Liliputing

Acer Chromebase está pronto para chegar ao mercado

by

acer-chromebase-topo

A Acer finalmente apresentou o dekstop Acer Chromebase como um produto oficial. O computador foi apresentado pela primeira vez em abril, sendo este o segundo ‘all in one’ com o sistema operacional Chrome OS, depois do LG Chromebase.

O modelo apareceu na página da Acer na internet, revelando suas características e design final. O Acer Chromebase (DC221HQ) possui uma tela de 21.5 polegadas (touch) Full HD, hardware Tegra K1 da NVIDIA (ARM), 16 GB de armazenamento em SSD e 4 GB de RAM.

O produto conta com um pé ajustável, que permite que o mesmo fique na posição vertical, se deslocando na horizontal em até 75 graus. Além disso, o Acer Chromebase conta com webcam HD, alto-falantes 3W integrados, porta HDMI, portas USB 3.0 e USB 2.0 e slot para cartões microSD.

O Acer Chromebase custa US$ 430 nos EUA, e estará disponível no mês de julho. Uma versão sem tela touch está disponível por US$ 330. Mais imagens do produto a seguir.

acer-chromebase-topo-02

Via Acer

O Chromebook mais vendido agora roda Windows

by

chromebook-windows

As vendas dos Chromebooks seguem em alta. A consultoria Gartner prevê um crescimento de 27% para 2015, alcançando 7.3 milhões de unidades vendidas. Mesmo não sendo um dispositivo para tudo ou para todos, os Chromebooks podem ser dispositivos perfeitos para uma parte dos usuários que buscam um notebook portátil e barato para os serviços conectados e aplicativos de escritório mais básicos.

Parte dos usuários criticam as limitações do sistema Chrome OS, e existem na internet registros de tentativas de instalação de outros sistemas, como por exemplo o Linux e o Ubuntu. Agora, um usuário foi capaz de instalar o Windows 8.1 no Acer C720 Chromebook, o mais vendido com a plataforma. O modelo possui tela de 11.6 polegadas (1366 x 768 pixels), processador Celeron 2955U dual-core com arquitetura Haswell e 4 GB de RAM, com preço de US$ 200.

O resultado final mostra um conjunto onde quase tudo funciona, incluindo a aceleração de vídeo por hardware. O trackpad não funcionou, mas foi possível instalar um mouse na porta USB. Alguns modelos como o HP Stream (US$ 199) são alternativas Windows aos Chromebooks, mas nesse caso temos um desenvolvimento de solução com Chrome OS e Windows.

 

Lenovo ThinkCentre Tiny in One: um Chromebox em um módulo

by

lenovo-ThinkCentre Tiny in One-01

A Lenovo apresentou o novo ThinkCentre Tiny in One, um Chromebox que oferece uma proposta mais clara de integração com os demais produtos da empresa. Eles imaginam que o seu Chromebox é um módulo que deve ser acoplado com os monitores da empresa, utilizando estruturas e espaços pensados para que o Tiny in One se aloje. É claro que o produto também pode ser utilizado sobre a mesa, mas essa não parece ser a melhor solução.

Além de deixar o desktop atrás do monitor, e pensando nos perfis profissionais – e até no grande público -, o produto pode ficar vinculado ao monitor através de sistemas de segurança. Também se complementa a oferta com outros acessórios modulares, como discos ópticos.

O tamanho do Lenovo ThinkCentre Tiny in One é realmente pequeno (um quadrado de 7 polegadas de lado, com profundidade de apenas 1.4 polegadas) um peso abaixo de 1 kg, que abriga boas configurações de hardware, quatro portas USB 3.0, saída HDMI, porta DisplayPort, Ethernet e entrada para fones de ouvido.

 

Lenovo-ThinkCentre Tiny in One-02

O novo ThinkCentre Chromebox da Lenovo chega ao mercado norte-americano em junho, com um preço inicial de US$ 199. O vídeo cita que o produto terá versões com o processador Intel Core i7, ou seja, podemos esperar por modelos acima dos US$ 400.

Por US$ 279, é possível adquirir o conjunto completo (ou o ThinkCentre Tiny in One), e para quem já tem um monitor e quer que o seu equipamento descanse em uma estrutura parecida com a da foto acima, a Lenovo criou um suporte que custa US$ 30.

 

2560_3000 2560_3000 (1) 2560_3000 (2) 2560_3000 (3) 2560_3000 (4) 2560_3000 (5) 2560_3000 (6) 2560_3000 (7) 2560_3000 (8)

Chromebit: o Chrome OS no seu bolso em um dongle HDMI, por US$ 100

by

chromebit

O Google anunciou o Chromebit, que tal como você vê nas imagens desse post, é um dongle HDMI com o Chrome OS em suas entranhas, capaz de transformar qualquer TV ou monitor em um computador com o sistema operacional da gigante de Mountain View.

O Chromebit possui um SoC Rockchip 3288, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno, GPU ARM Mali 760, suporte WiFi 802.11ac, Bluetooth 4.0, controlador Smart Ready e porta USB 2.0, que se encarrega de energizar o dispositivo. Tal e como o Compute Stick da Intel, ele pode se conectar a qualquer TV ou monitor com uma porta HDMI livre, para transformá-lo em um PC improvisado com o sistema Chrome OS.

chromebit_2

Dispositivos como o Chromebti tem como principal objetivo expandir a presença do Chrome OS no mercado. É um produto que pode muito bem ser adotado em escolas e universidades, por conta do baixo custo e da versatilidade aplicada. Além disso, pode ser uma solução de baixo custo para as instituições que querem substituir os PCs com Windows pela solução do Google.

O Chromebit ainda está em fase de protótipos e testes, e o Google não revelou mais detalhes sobre o mesmo. Ao menos sabemos que essa primeira versão do produto foi fabricada pela AUS. Seu preço sugerido é de US$ 99, e seu lançamento deve acontecer no final do verão norte-americano (setembro).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Via ZDNet

Google apresenta nova versão do Chromebook Pixel

by

650_1000_power

A Google apresentou oficialmente a nova versão do seu Chromebook Pixel. O primeiro produto foi apresentado no começo de 2013, e só agora recebe uma atualização.

O novo Chromebook Pixel mantém uma aparência muito similar ao primeiro modelo. No design, não há surpresas: mantém as mesmas linhas retas, material de alta qualidade como o alumínio da carcaça, e a chamativa luz multicolorida (Lightbar) na sua tampa superior.

As melhorias são internas, com componentes que tornam o portátil com Chrome OS mais capaz. O produto está disponível em duas versões, onde o modelo mais básico custa US$ 999 nos Estados Unidos. A seguir, a lista das principais especificações técnicas dos dois modelos:

– Intel Core i5 (2.2 GHz Broadwell-U) com 8 GB de RAM e 32 GB em SSD
– Intel Core i7 (2.4 GHz Broadwell-U) com 16 GB de RAM e 64 GB de armazenamento (esse modelo, conhecido como ‘LS’ – ou ‘ludicrous speed’ – custará US$ 300 a mais).

1000_1000_2-7

É um preço elevado para um Chomebook, mas é menor do que aquele cobrado pelo primeiro modelo, que desde o começo foi vendido como um dispositivo especial, para desenvolvedores ou entusiastas.

Nos dois casos temos a mesma placa gráfica, a Intel HD Graphics 5000. Sua tela não sofreu mudanças, com uma diagonal de 12.95 polegadas (2.560 x 1.700 pixels, touchscreen). Não vemos nenhuma opção de oferta da conectividade LTE, como aconteceu com o primeiro Pixel, limitando o usuário (por enquanto) à internet WiFi.

O elemento diferencial desse portátil é a lux externa, batizada como Lightbar, que usa as cores do Chrome, mas também tem a sua utilidade, indicando a quantidade de bateria disponível.

 

Dois conectores USB Type-C

Como o recém apresentado MacBook, aqui também temos o conector USB Type-C, mas felizmente temos duas no lugar de uma. A implementação do novo padrão é bem vinda, por conta de suas possibilidades, por ser reversível, mas sem deixar de lado as outras opções, como duas portas USB 3.0, slot para cartões SD e conector para fones de ouvido.

Os novos Chromebook Pixel marcam a estreia do novo sistema de economia de energia, que permite que os novos portáteis alcancem as 12 horas de uso, podendo recuperar 2 horas de bateria com apenas 15 minutos de carga, e uma carga completa em apenas duas horas.

Os novos portáteis podem ser encontrados a partir de hoje (11) nas nova loja online lançada pela Google. A compra dá direito ao uso de 1 TB de armazenamento no Google Drive de forma gratuita durante três anos.

Via Chromebook Pixel

Google estaria preparando um Nexus Chromebook

by

chromebook-pixel-1st-gen

Segundo o site Digitimes, ao longo de 2015, veremos dois novos notebooks Chromebooks fabricados pela Google, e vendidos diretamente por eles. Um deles será a segunda versão do Pixel, que possui características e preço de top de linha. Já o segundo modelo seria uma espécie de ‘híbrido’ entre Android e Chrome OS, que faria parte da nova linah Nexus Chromebook.

Levando em conta que boa parte do sucesso dos Chromebooks está no preço, a Google pode estar preparando o lançamento de um híbrido tablet-notebook, com os sistemas Android e Chrome OS. Na verdade, esse tablet funcionaria com o Android, mas ao se conectar com o teclado externo, executaria o Chrome OS.

650_1000_chromebooks

Essa seria a resposta da Google aos vários notebooks conversíveis com Windows impulsionados pela Microosft e que, em alguns casos, competem diretamente com os Chromebooks, tanto nas características como no preço (como é o caso do HP Stream). A Google lançaria esse novo produto com um preço reduzido, cientes de que esse é um fator determinante para a compra de um Chromebook.

hp-chromebook-turquesa

O Digitimes também informa lançamento desses novos modelos aconteceria no segundo trimestre de 2015. Lembrando que essa é uma informação que não está confirmada oficialmente. Por outro lado, a Google I/O 2015 tem como datas oficiais os dias 28 e 29 de maio. Ou seja, segundo trimestre de 2015.

Vamos esperar para ver.

Novos Chromebooks da Acer são mais resistentes, à prova de crianças

by

acer-chromebook-c910

A Acer tem dois novos Chromebooks que se destacam por serem mais resistentes para um uso escolar, principalmente quando usados pelas crianças. Os novos C910 – foto acima – (15.6 polegadas) e C740 (11.6 polegadas) contam com carcaças que suportam até 60 kg de peso, dobradiças reforçadas para que não se quebrem com facilidade, e cantos que suportam quedas de até 45 cm de altura.

Além dessa resistência, nos deparamos com notebooks com Chrome OS, que podem ser configurados com processadores Intel Celeron (Broadwell) ou Core i3, com 2 ou 4 GB de RAM. O modelo C910 é o mais completo dos dois, com tela LCD a 1080p, 32 GB de armazenamento interno e uma bateria com autonomia de até 8 horas. Seu preço é de US$ 279.

acer-chromebook-c740 (1)

Já o C740 – foto acima – (que não é um sucessor do C720) é menor e mais simples, com uma tela com resolução de 1366 x 768 pixels, SSD de 16 GB e uma bateria com até 9 horas de autonomia. Seu preço sugerido é de US$ 250.

Os dois modelos estarão disponíveis no mercado norte-americano em fevereiro, e não deve demorar a desembarcar em outros mercados.

acer-chromebook-c740 650_1000_acer_chromebook_15__cb5-571__white-front_up_left_angle_start_bar.0

Via DigitalTrendsAcer

HP Chromebook 14 recebe uma tela touch com resolução Full HD

by

650_1000_hp-chromebook-14-touch

Um Chromebook não precisa ser necessariamente um equipamento potente. Mas se ele puder ser – e manter um preço competitivo -, melhor para todo mundo. É o que a HP quis fazer com o seu Chromebook 14, que recebeu uma evolução através de uma nova tela de 14 polegadas, que passa a contar com resolução Full HD e suporte touch.

O novo HP Chromebook 14 G3 (14-x050nr) conta com um processador NVIDIA Tegra K1 de 64 bits, trabalhando em conjunto com 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento em SSD. Possui conectividade WiFi ac e Bluetooth 4.0, além de duas portas USB 2.0, uma porta USB 3.0, slot para cartões microSD e saída HDMI.

650_1000_hp-chromebook-14-x050nr-3

O modelo possui 1.7 kg de peso e dimensões de 34,3 x 24,1 x 1,77 cm, que abriga uma bateria com autonomia estimada de oito horas de funcionamento. Ainda resta dúvidas se o Chrome OS vai rodar tão bem em um chip da NVIDIA como acontece com os processadores da Intel.

Seu preço sugerido nos EUA é de US$ 440, um pouco mais caro que os demais modelos da sua categoria, mas com um conjunto de hardware melhor. De fato, ainda é um terço do que custa o Chromebook Pixel do Google, mas com especificações semelhantes.

650_1000_hp-chromebook-14-x050nr-1-800x420

Via HP

Os Chromebooks passam a escutar o ‘OK, Google’

by

chromeos-ok-google

O Chrome OS recebeu uma inesperada atualização, que vai deixar os pequenos portáteis em estado de alerta 24 horas por dia, através da função do assistente por comandos de voz. O recurso permite solicitar ações para o portátil através de uma frase pré-determinada.

A função chega escondida na última atualização para os desenvolvedores, e deve ser ativada manualmente para funcionar. Aos interessados, basta fazer o download dessa versão do Chrome OS, e ativar o recurso em ‘chrome://flags/#enable-hotword-hardware’ a partir do navegador.

Infelizmente, não existe nenhuma opção que permite a modificação do comando que ativa a função. Ou seja, o comando será o mesmo para o smartphone, o relógio Android Wear e o computador. E, nesse caso, um simples ‘OK, Google’ pode ativar os três dispositivos. E isso seria o sinônimo de caos entre os gadgets.

Via Slashgear