Arquivo para a tag: Centrais Muldimídia e Media Players

O iPod completou 10 anos de vida

by

Dez anos se passaram desde que os primeiros iPods apareceram no mercado, revolucionando a indústria dos players MP3 e a música em geral. Todo mundo sabe o que aconteceu depois do seu lançamento, mas é preciso olhar para trás para saber porque eles fizeram esse sucesso todo. Afinal, os iPods não foram os primeiros players digitais a chegarem no mercado, muito menos os menores, e nem os que ofereciam uma maior capacidade de armazenamento.

De qualquer forma, nenhuma dessas características importou muito, porque eles dominaram o mercado com o seu atraente design e interface intuitiva. Muitos opinam que os iPods foram os responsáveis pelo ressurgimento da Appe, depois de vários problemas econômicos e de liderança sofridos pela empresa no final dos anos 80/começo dos anos 90. Esses pequenos aparelhos ajudaram a formar parte do vocabulário do usuário, e conseguiram lucros que, até hoje, são impressionantes.

As novas gerações do iPod já quase não usam a curiosa roda, que tanto sucesso fez. Hoje, o iPod explora muito bem as telas de toque e conexões sem fio. Porém, a roda que hoje só está presente no iPod Classic, e que desaparecerá a qualquer momento, ganhou um espaço na história dos grandes produtos de tecnologia, e no coração dos usuários que chegaram a utilizá-la.



via Yahoo

Seagate GoFlex Cinema permite que você tenha até 3 TB de arquivos multimídia na sua TV

by

É difícil chamar o GoFlex Cinema da Seagate de disco rígido, porque ele vai muito além disso. O pequeno dispositivo pode reproduzir arquivos multimídia de vários formatos, como MKV e MP4, com resolução de até 1080p, por meio de conexões HDMI, composta e S/PDIF.

O modelo ainda conta com uma porta mini USB para transferência de arquivos de computadores e discos rígidos externos, e uma USB Host, para você conectar dispositivos secundários, como câmeras digitais. Para navegar pela sua interface, um pequeno controle remoto acompanha o produto.

O Seagate GoFlex Cinema já está disponível na Europa, com preço inicial de 99 euros (1 TB), podendo chegar a 179 euros (3 TB).

Via SlashGear

[Dicas de Compras] Samsung Galaxy S G70, o player portátil Android com tela de 5 polegadas, chega ao Brasil

by

O Samsung Galaxy S WiFi chegou ao Brasil, oferecendo as funcionalidades de um smartphone (sem a função de telefonia) e a usabilidade de um tablet, mas em um tamanho que o deixa no meio do caminho dos dois. O produto conta com tela de 5 polegadas, sistema Android 2.2, câmera de 3.2 MP, 8 GB de memória interna (expansíveis em até 32 GB, com cartão microSD/SDHC) e um potente processador de 1.0 GHz.

O produto pesa 182 gramas, e tem dimensões de 7,8 x 14,2 x 1,2 cm. O Galaxy S WiFi conta com a interface Touchwiz da Samsung, que funciona por cima do Android 2.2. Você pode utilizar aplicativos Java, acessar sites com JavaScript e Flash Player 10.1.

Para acessar a internet pelo Galaxy S WiFi, você conta com um WiFi 802.11 b/g/n. Além disso, você pode compartilhar arquivos via Bluetooth, e através do AllShare, você pode compartilhar arquivos de mídia entre TVs e notebooks com DLNA. Sem falar que você ainda conta com GPS integrado e o Samsung Apps, que oferece uma grande gama de aplicativos.

Preço: R$ 749,00

JetStream HD turbina o lado multimídia do iPad (vídeo)

by

A esta altura do campeonato, afirmar que o iPad é um excelente reprodutor multimídia não é nenhuma novidade, mas vamos pensar que isso pode ser melhorado, e muito. A JetStreamHD acaba de apresentar o Nuyyyo, que é uma torre que se conecta ao roteador e envia por streaming o conteúdo multimídia para o iPad, prometendo o envio de uma imagem com resolução mais elevada possível. Preço: US$ 199. Abaixo, vídeo demonstrativo do produto.



via Engadget

Cowon iAudio 10 conta com sistema de cromoterapia

by

A Cowon apresenta ao mundo o iAudio 10, que se destaca por ser um modelo fino, com tela de 3 polegadas (240 x 400), saída para TV, rádio FM e sistema de visualização de documentos e imagens. A unidade é compatível com diversos formatos multimídia, e pode ser encontrado em versões que variam entre 4 e 32 GB de armazenamento.

Segundo o fabricante, a grande vantagem do iAudio 10 é a possibilidade de personalizar a sua interface, atendendo as necessidades da cromoterapia, sem comprometer a simplicidade do produto (ou seja, você não vai ter no seu bolso um spa). As mudanças não vão além de modificar a cor do texto ou o plano de fundo da área de trabalho do player.

via Anything But iPod

Sony Walkman Z: tela de 4.3 polegadas, Tegra 2 e Gingerbread

by

A Sony decidiu que era hora de lançar o Walkman Z, um player multimídia que conta com uma generosa tela de 4,3 polegadas, processador Tegra 2 de 1 GHz, sistema operacional Android Gingerbread, conexão WiFi b/g/n e uma bateria com autonomia prometia de 20 horas de reprodução de música, ou 5 horas de reprodução de vídeos.

A fabricante japonesa não se esqueceu de adicionar um conector HDMI e a possibilidade de compartilhar conteúdos de modo sem fio com os televisores BRAVIA, através da função Sony Throw. Seus preços não foram anunciados, mas sabemos que ele será lançado no mercado japonês em 10 de dezembro.

via Engadget

ASUS O!Play Mini Plus, um novo media player compacto

by

A família O!Play da ASUS continua a crescer. Eles anunciaram a chegada do ASUS O!Play Mini Pus, um media player compacto com grandes aspirações sociais, incorporando no controle remoto do produto um botão dedicado ao Facebook, onde você pode publicar conteúdos diretamente na sua conta.

Além disso, você poderá acessar diversas plataformas online, como YouTube, Picasa, Flickr ou Dailymotion, além do portal europeu Acetrax. O modelo vem com porta Ethernet, WiFi 802.11n, conector USB 2.0, porta combo eSATA/USB 2.0, saída de áudio/vídeo analógica, saída de áudio digital S/PDIF, leitor de cartões 4-em-1 e porta HDMI.

O modelo chega na Europa no final do mês de outubro, com preço sugerido de 115 euros.



via Engadget

Sony Blu-ray S185 e Media Player N200, novas apostas em equipamentos multimídia

by

A Sony apresentou durante a IFA 2011 dois novos produtos para entretenimento doméstico, o Blu-ray player S185 e o media player N200. Abaixo, vamos conhecer os produtos e algumas de suas características.

Com um design muito parecido com um PlayStation 3, o novo Blu-ray player S185 da Sony tem tudo o que queremos em um equipamento atual, com um preço bem competitivo. Por apenas 100 euros (na Europa), você tem um player compatível com discos de DVD (com upscalling para 1080p), saída HDMI a 1080p, suporte ao modo 24p, compatibilidade com os formatos AVCHD, DivX, WMV9, m2ts, MKV, entre outros, além de compatibilidade com DLNA. Infelizmente, o modelo não conta com Blu-ray 3D, WiFi ou BRAVIA Sync, mas permite a conexão com internet via cabo de rede.

Já o Media Player N200 é compatível com o formato 3D, possui porta USB e conectividade WiFi, além de ser compatível com vários modelos de TVs. O dispositivo pode exibir arquivos por streaming de outros periféricos, além de transmissões de filmes da Sony Entertainment Network, acesso à internet, conectividade DLNA e controle de suas funções através de smartphones com sistemas iOS e Android. Sem preço, nem data de lançamento anunciados.

via Gizmologia

Sony apresenta os novos modelos de players MP3 e MP4 da linha Walkman

by

Novos modelos da linha Walkman chegam ao mercado. São três novos modelos que a Sony apresenta, que não contam com muitas inovações, mas possuem a já consagrada qualidade que a fabricante emprega em seus players portáteis.

O NWZ-S760 conta com conectividade Bluetooth e autonomia de 50 horas de som, ou 10 horas de vídeo. Seu acabamento é em alumínio, e o modelo possui muitas tecnologias integradas, como o Clear Audio (com Clear Bass e Clear Stereo), a DSEE (Digital Sound Enhancement Engine) e fones EX, para oferecer uma melhor qualidade aos seus ouvidos.

O modelo NWZ-E460 (foto no topo do post) é voltado para os usuários mais jovens, graças ao seu colorido alegre. O modelo possui a função Sense Me e modos Karaoke e Lyrics, e sua bateria também oferece 50 horas de música.

Os adeptos aos exercícios físicos vão gostar do NWZ-W260, um MP3 sem cabos que se ajusta à cabeça e orelhas do usuário, para uma maior comodidade durante a prática de exercícios, além de ser resistente à água. O modelo conta com a função ZAPPIN da Sony, que oferece 1 hora de música com apenas 3 minutos de recarga, e sua autonomia é de 8 horas de uso contínuo.

Os novos modelos da linha Sony Walkman estarão disponíveis no final do mês de agosto. Preços: 130 euros (NWZ-S760), 80 euros (NWZ-E460) e 75 euros (NWZ-W262).

via Engadget

Sony Walkman NWZA865B é visto em site de distribuidora britânica

by

Ao que parece, a Sony já tem pronto um novo um novo modelo para integrar a sua família de produtos Walkman, com o modelo NWZA865B, que é um player multimídia com design muito mais atual. O modelo foi visto em terras britânicas, e conta com uma capacidade de armazenamento de 16 GB, mas também pode ser encontrado nas versões de 8 e 64 GB. Segundo comenta o pessoal da CNET, uma das características principais do produto é a sua conectividade WiFi, que proporcionaria um sistema de troca de arquivos sem fio, além de streaming de áudio. O modelo começa a ser oferecido no Reino Unido a partir do dia 31 de julho, por um preço de aproximadamente US$ 213.

via CNET

iriver mosta o seu player multimídia P8 em seu site russo

by

Os players da série P da iriver não eram atualizados há tempos, e já era hora de vermos algo como o novo P8 no mercado. O novo player oferece nada menos que 9 horas de funcionamento no modo de vídeo, e 40 horas de música com apenas uma recarga de bateria.

O modelo conta com tela touch de 800 x 480 de resolução, está disponível em versões de 8 ou 16 GB de armazenamento, slot para cartões microSD e até saída HDMI. O único problema do modelo é que ele não foi visto em nenhum outro lugar, a não ser no site russo da iriver. Sem preço, nem data de lançamento anunciados.

via Engadget

Gadmei P83, um player 3D sem óculos e com preço competitivo

by

É possível que você não conheça a Gadmei, mas se eu disser o nome Brando, as coisas mudam de figura. A loja online asiática incluiu em seu catálogo de produtos um player multimídia que permite a visualização de conteúdos em 3D sem a necessidade de utilizar óculos.

O Gadmei P83 conta com uma tela de 8″ (1280 x 768), 4 GB de armazenamento, slot para cartões SD e reproduz a maioria dos formatos multimídia que você conhece. Mas, muito além de suas especificações técnicas, o que realmente merece destaque é o seu preço: apenas US$ 179. Abaixo, vídeo demonstrativo do produto.

via Crunch Gear

Review | Media Player Seagate FreeAgent Go TV

by

Recebemos do pessoal da Seagate para testes mais um Media Player, o Seagate FreeAgent Go TV, que é uma evolução de outros produtos da linha. E esse é um modelo que deixa uma impressão ainda melhor que o modelo anterior, não apenas pelo seu design, mas principalmente por causa de suas funcionalidades. E vamos ver essas melhorias a partir de agora. E, antes de qualquer coisa, deixo claro que deixei os plásticos do produto simplesmente porque tinha que devolvê-lo. E falo isso com dor no coração, pois o desejo que ele ficasse em casa foi grande.

Aqui está a caixa do produto. Sem muito o que comentar aqui.

Ao abrir a caixa, você se depara com o folheto de propaganda do Netflix. Lá, você pode testar o serviço gratuitamente, para só depois pagar a assinatura mensal de US$ 8,99 se assim desejar (e você vai desejar, acredite). Reforçamos que, até o momento desse post, o Netflix não funciona no Brasil. Existem os rumores que o serviço chegue ao país até o final de 2011, mas nada confirmado.

O player disposto em sua caixa. Muito bem acondicionado.

O manual de instruções do produto. Vale a pena dar uma boa olhada, não só para conhecer o funcionamento do produto, mas para compreender todas as suas possibilidades e novidades.

A primeira diferença do FreeAgent Go TV é o seu tamanho. Ele se tornou mais compacto, o que é uma grande vantagem para quem tem pouco espaço, além de ser um produto mais discreto que o modelo anterior testado. Ele lembra um HD externo, sem ter um HD. E, de quebra, é mais prático para o transporte.

Em uma de suas laterais, temos uma porta USB e um botão para reset, caso alguma coisa dê errado no player, ou caso você deseje refazer as configurações de fábrica do produto. A porta USB na lateral foi convenientemente colocada, para que o usuário conecte de forma mais fácil os pendrives e HDs externos do usuário.

Abaixo, visão geral da parte traseira do produto.

Aqui, encontramos basicamente as mesmas portas de comunicação e saída de vídeo do modelo anterior que testamos.

Na lateral traseira esquerda do media player, você tem o conector de energia, e as saídas de RCA, RGB e saída de áudio ótico.

Na lateral direita, temos a saída HDMI, a entrada para cabo de rede, e mais uma porta USB.

Aqui, encontramos no Go TV o mesmo problema que encontramos no Theater+: a ausência de uma conectividade WiFi nativa no produto, o que causa inconvenientes para aqueles que querem acessar o conteúdo online. Ou o usuário vai ter que gastar um pouco a mais em um adaptador WiFi USB, ou será obrigado a trazer a sua conexão de internet para próximo da sua TV. A boa notícia é que na embalagem do produto é informado que a Seagate possui um adaptador WiFi USB compatível com o equipamento.

Outro destaque do FreeAgent Go TV é a sua construção. O produto é muito bem construído, sendo o mais compacto possível, e com a preocupação de contar com pezinhos de borracha para diminuir o contato do produto com a superfície onde ele será instalado.

O seu controle remoto é exatamente igual ao controle encontrado com o Theater+. Logo, sem muitas novidades.

A sua fonte de energia também é parecida com a fonte de outros produtos da Seagate. Ela também conta com uma área deslizável para receber outros modelos de tomadas internacionais.

O cabo RCA, para conectar na TV, seguindo o padrão de ter apenas um pino de conexão, para 3 pinos de saída de vídeo e áudio. Já estamos nos acostumado pra que produtos como esse media player tenha a possibilidade de enviar imagens para a sua TV através dessa solução mais simples.

Pena que, mais uma vez, a Seagate não disponibiliza o cabo HDMI junto ao kit que acompanha o produto. Um produto que tem como objetivo principal a reprodução de conteúdos multimídia deveria vir com esse acessório para que o usuário já possa aproveitar topo o potencial do player multimídia desde o primeiro minuto.

Aqui está o grande diferencial do FreeAgent Go TV. Na sua parte frontal, temos uma tampa que, ao ser deslizada para cima, encontramos um slot conector para os HDs da empresa da linha FreeAgent GoFlex (já testamos esse produto no TargetHD; clique aqui para acessar), fazendo com que o disco rígido externo fique perfeitamente ajustado no player, sendo uma solução prática, funcional e inteligente, pois ocupa um menor espaço e se integra melhor ao produto do que no modelo anterior.

Imagem do conector para HDs FreeAgent GoFlex, que citamos acima.

E aqui está o HD devidamente conectado ao produto (e antes que falem alguma coisa, com o seu plástico protetor, pois o produto é da Seagate…).

Hora de ligar o aparelho. No meu caso, foram só esses os cabos a se conectarem na TV, mas dependendo do seu nível de exigência de uso do produto, você pode ter uma quantidade considerável de cabos a mais atrás da televisão.

Na sua interface principal, temos as mesmas características dos demais modelos da empresa. Não houveram mudanças muito expressivas nesse aspecto, mantendo assim a usabilidade do produto intacta. Quem já sabia navegar pelos menus dos modelos anteriores, não terá dificuldades nesse modelo.

Aqui vemos a indicação que um HD externo está conectado (no nosso caso, o próprio HD da Seagate conectado).

A interface dos conteúdos online do produto, que inclui serviços como Flickr, Netflix, YouTube, previsão do tempo, feed de notícias e finanças.

Um destaque positivo do FreeAgent Go TV é que, como ele pode trabalhar com uma interface de transmissão de dados mais rápida (quando utilizada com o HD externo Seagate FreeAgent GoFlex), você tem uma navegação do conteúdo das páginas mais rápida, e uma leitura de arquivos mais eficiente. Isso tudo representa, no final das contas, uma performance mais rápida para a exibição dos arquivos do disco, e uma experiência de uso mais prazerosa. Acessar arquivos e navegar pelas pastas se tornou uma tarefa mais rápida e prática.

Utilizamos para teste de vídeo dois arquivos no formato RMVB e dois arquivos AVI em resolução 720p.

A exibição de arquivos no formato RMVB é perfeita. Até mesmo os usuários mais exigentes ficarão impressionados com a qualidade que a imagem é exibida. Tudo bem, não tem a mesma riqueza de detalhes de uma imagem AVI, mas fica com uma qualidade próxima (ou superior) da imagem que encontramos em alguns sistemas digitais de TV por assinatura.

A barra de informações do arquivo em execução continua presente nessa versão, e oferece tudo o que você precisa saber sobre o arquivo visto: tempo de vídeo, tempo total, nome do arquivo, tipo de vídeo, entre outros.

A imagem em AVI continua impecável, e aqui, o FreeAgent Go TV tem uma característica que me agradou muito: a possibilidade de personalizar as legendas dos arquivos de vídeo. Nesse player, apesar de ainda contarmos com a cor branca nas legendas, você pode aumentar e diminuir o seu tamanho e modificar a sua posição, deixando a legenda posicionada no lugar mais confortável para você.

Outro detalhe importante é o tamanho da fonte do produto, que pode ser ajustável para um tamanho maior ou menor, tornando o produto mais acessível para quem se incomoda com legendas pequenas.

Por fim, o media player Seagate FreeAgent Go TV foi APROVADO. O produto é uma clara evolução dos modelos anteriores, com uma performance mais rápida, uma qualidade de imagem excelente, e bem ajustado com as novas propostas de periféricos da empresa. Vale lembrar que o FreeAgent Go TV também pode reproduzir arquivos em 1080p, oferecendo assim uma qualidade de imagem perfeita para quem possui uma TV com essa capacidade de resolução. Enfim, é um excelente investimento para quem quer o melhor em qualidade de imagem e entretenimento.

Review | Media Player Seagate FreeAgent Theater+

by

Mais um review para o blog TargetHD.net. Recebemos da Seagate um modelo do seu Media Player FreeAgent Theater+, que oferece recursos bem interessantes para quem quer ver filmes e séries em formato digital, além de alguns vídeos do YouTube. Além disso, é sempre bom fazer uma comparação com outros produtos que já testamos, e conhecer novas propostas de entretenimento doméstico.

Como é tradicional do nosso blog, vamos começar pelo unboxing do produto.

Após retirar o produto de sua caixa, você encontra os manuais, certificados e folhetos informativos do produto. Aqui, vale a pena dar uma olhada no manual, justamente para conhecer os seus principais recursos.

O produto também vem com um CD com o software de sincronismo de mídia, caso você conte com um dos HDs da Seagate e queira utilizá-lo para ver seus vídeos no aparelho. Não é um item indispensável, pois você pode simplesmente salvar os arquivos no disco pelo Windows Explorer. Por outro lado, o software pode facilitar a vida dos usuários mais inexperientes.

Sua fonte de alimentação possui conectores do tipo achatados. Certifique-se que na sua casa você possui uma tomada compatível, e procure conectá-lo à um filtro de linha, e não diretamente na tomada, para sua própria segurança. No produto enviado pela Seagate, estava presente apenas esse adaptador de encaixe, mas acredito que em versões internacionais do produto, ele conte com mais opções de tomadas.

Aqui, o adaptador para rede elétrica. Conforme indicamos anteriormente, pelo seu formato, deve ser compatível com outros tipos de tomadas.

O cabo RGB, para conexões em TVs compatíveis como o sistema.

E aqui tem o cabo RCA com o conector único, que já se tornou comum nesse tipo de equipamento.

Aqui está o cabo de dados do produto, para você conectar ao seu roteador de internet. Um dos problemas do Seagate FreeAgent Theater+ é que ele não possui conectividade WiFi integrada. Ou seja, você é obrigado a ter o seu roteador de internet próximo ao local aonde o media player está instalado. Uma forma de se solucionar isso é adquirindo um adaptador WiFi via USB.

Outra coisa que observamos é que no kit enviado para testes não constava o cabo HDMI. Isso gera um gasto adicional para o usuário, e é um item que poderia acompanhar o produto sem problemas, em virtude do preço pago pelo produto.

O seu controle remoto tem um bom tamanho, e oferece ao usuário o controle completo dos recursos mais básicos do player.

Agora, mostramos os detalhes físicos do media player.

O Seagate FreeAgent Theater+ é um produto com um tamanho considerado médio. Ele não é tão pequeno quanto alguns players existentes no mercado, mas é menor que um receptor de TV por assinatura, por exemplo. O player fica bem acomodado em espaços relativamente pequenos, sem chamar a atenção. Afinal, o produto tem uma carcaça em preto black piano, e seu design é bem sóbrio. Pode até mesmo ser confundido com um receptor digital.

Na lateral frontal esquerda do player, você tem uma das portas USB que o produto oferece, além do infra-vermelho do controle remoto. Uma USB frontal facilita a conexão de HDs externos e pendrives no produto.

O produto se destaca pela sua construção e pelos seus detalhes. A parte de baixo do produto é feita de plástico sólido, o que faz com que o calor gerado pelos componentes internos. Outro detalhe é que seus pés de sustentação são relativamente altos, o que garante uma maior segurança ao produto, evitando superaquecimentos.

Outro fator que contribui para sua segurança é que o produto é bem ventilado, tanto na sua parte traseira, quanto na parte inferior. Ou seja, a saída de ar quente está garantida, e o media player não vai sofrer com as altas temperaturas nacionais.

Visão geral da parte traseira do produto, onde ficam todas as conexões disponíveis.

Na lateral esquerda, a saída de áudio/vídeo RCA, a saída RGB, e a saída de áudio ótico.

Na lateral direita, temos a porta HDMI, a porta de rede, a porta USB, o conector para rede elétrica e um botão de reset, para deixar o media player com as configurações de fábrica.

O produto possui um compartimento para que o usuário conecte os HDs portáteis da Seagate. Fizemos um review de um desses HDs externos da empresa (se você não leu esse review, clique aqui).

E, como vocês vão poder ver na foto abaixo, a unidade se encaixa perfeitamente no produto.

Um detalhe que os usuários podem estranhar é que a tampa do aparelho não fecha quando o produto está com HD externo conectado. Na verdade, ele não precisa dessa tampa por cima enquanto está funcionando nesse modo. Ou seja, é normal deixar o produto em funcionamento sem a tampa.

Outras imagens do produto com o HD externo da Seagate.

Agora, vamos ligar o media player.

Essa é a tela principal do player. Nela, você encontra os principais recursos disponíveis no produto, além dos serviços online que o produto oferece. Vale lembrar que o serviço do Netflix está bloqueado para o Brasil. Os demais recursos estão todos disponíveis.

Como o produto não pode ser conectado na internet em virtude das dificuldades físicas (meu roteador fica longe da televisão), não podemos testar como serviços como Picasa, Flickr e YouTube são executados pelo media player. Outro detalhe que observamos é que há uma certa dificuldade de acesso às configurações para conectividade online, com telas e informações adicionais que, para os usuários menos experientes, podem representar uma certa dificuldade para deixar o produto devidamente configurado para esses recursos.

Os itens armazenados no HD externo podem ser listados em ícones ou listas. Recomendamos a visualização por listas, para uma identificação mais prática. Para acionar o player, basta dar o play com o cursor posicionado em um dos arquivos listados.

A visualização dos arquivos é muito boa, nos diversos modos de vídeo que o player reproduz. Vamos aqui mostrar nos dois formatos mais utilizados pelos leitores do blog. Começamos pelo formato RMVB.

A qualidade de imagem de arquivos em RMVB é muito boa, com o player fazendo os respectivos ajustes de proporção de imagem de acordo com a resolução escolhida.

A barra de informações do arquivo é bem completa. Durante a execução, você pode ver o nome do arquivo, tempo do arquivo já executado, tempo total do arquivo e informações sobre qualidade de áudio e vídeo.

Abaixo, mais imagens de um arquivo executado em RMVB.

Agora, vamos ver a qualidade dos arquivos executados no formato AVI.

Tal como os usuários fazem no computador, o arquivo de legendas dos vídeos em AVI devem ficar na mesma pasta do arquivo de vídeo, e devem ter exatamente o mesmo nome.

A qualidade de imagem é excelente, uma vez que o media player faz o ajuste da resolução de imagem automaticamente. As fontes da legenda são exibidas com um tamanho generoso, mas infelizmente são exibidas em branco, o que atrapalha na hora de imagens com fundo mais claro, como no exemplo acima. Porém, esse não é um problema do player da Seagate, e sim de vários produtos existentes no mercado. Deveria existir alguma recurso (ou na geração do arquivo de legendas, ou no media player) de deixar as fontes da legenda em tom amarelo, por exemplo.

Abaixo, mais imagens do arquivo executado em AVI.

Concluindo, o media player Seagate FreeAgent Theater+ está APROVADO. É um produto com diversas opções para que o usuário aproveite de seus vídeos com qualidade de imagem em alta definição. Além disso, as opções conectadas podem ser um grande atrativo para aqueles que querem ver os vídeos do YouTube no conforto do sofá da sala, além de feeds de notícias, previsão do tempo e fotos. Enfim, é uma central de entretenimento com recursos bem completos, que pode se destacar na sua sala, com grandes chances de fazer parte dos seus itens de tecnologia da sua casa.

Niexus Fusion XS: Marwell e Android 2.2 para os vídeos que são exibidos em sua TV

by

Não é segredo para ninguém que as vendas do Google TV não são aquilo que se pode chamar de “sucesso”. Muito menos é aquilo que esperávamos. E parece que o produto vai ter o mesmo destino do Android: vai precisar de algumas versões até se firmar no mercado. Mas, enquanto o tempo passa, fabricantes como a Niexus seguem apostando na versão convencional do sistema operacional do Google com o Fusion XS, um streamer de vídeo com processador Marvell 88DE3010, 2 GB de memória flash e 512 MB de RAM.

Seu núcleo é o mesmo usado pela OnLive em seu MicroConsole, de modo que não deverá ter problemas ao rodar streamings de vídeo em HD com o sistema Froyo, e a coleção de codecs e arquivos suportados parece bem extensa, contando, por exemplo, com a compatibilidade com ISOs de Blu-ray. Para completar, ele vem com um conector HDMI, duas entradas USB 2.0, uma Ethernet e uma saída ótica de áudio. Preço: US$ 170. Lançamento previsto para esse trimestre.

via AnandTech

Xtreamer Ultra, um HTPC de 200 euros, e bem completo

by

A família Xtreamer segue aumentando, e o novo integrante da turma é um HTPC que, como vem sendo comum nos produtos da marca, apresenta dimensões reduzidas e um potencial que pode fazer a alegria daqueles que buscam a conectividade multimídia, em um produto que reúna todos os plugins que você precisar. O Xtreamer Ultra chega com processador Intel Atom D525 Dual Core, de 1.83 GHz e gráficos NVIDIA ION 2 GT128, com 512 MB de memória dedicados.

Além disso, o sistema conta com 4 GB de memória RAM DDR3, e permite que o usuário instale seu sistema operacional preferido em seu disco rígido de 2,5″ sem maiores problemas (inclusive o Windows 7 com interface Aero). Ainda que esse último passo seja opcional, uma vez que o produto vem com um pendrive USB com o sistema Lite OS pré instalado, com todos os drivers necessários para começar a brincar com o produto.

Por fim, ele possui WiFi n, Bluetooth, gigabit Ethernet, saída óptica, fones de ouvido, entradas de linha, 6 portas USB 2.0 (2 frontais e 4 traseiras) HDMI, DVI, porta eSATA e infra-vermelhos integrados, permitindo o envio de sinal de um controle remoto (incluso). Dimensões: 21,3 x 14,2 x 5,35 cm. Preço: apenas 200 euros, mas nõa se anime. O produto ainda não está a venda, e isso só vai acontecer depois que ele for apresentado oficialmente na CeBit.

via Xtreamer

Samsung Galaxy Player, em detalhes – CES 2011

by

A Samsung realmente marcou a CES 2011 com vários lançamentos. Um dos mais procurados foi o novo Samsung Galaxy Player. O novo reprodutor multimídia dos coreanos é um claro exemplo que existe vida além do iPod.

Com um desenho herdado do Galaxy S, o dispositivo com tela Super Clear LCD de 4″ (com uma qualidade que não fica muito para trás das telas AMOLED) chega para enfrentar o iPod Touch com seu Android 2.2, câmera traseira de 3,2 MP, câmera frontal para vídeo chamadas, GPS, bússola e diversas configurações muito próximas ao do já bem sucedido smartphone.

Ele é tão leve quanto o Galaxy S, e conta com um toque muito agradável na tela. Por enquanto, ele está disponível em versões de 8 e 16 GB, mas não devemos duvidar que poderá chegar uma versão de 32 GB. abaixo, mais fotos tiradas pelo pessoal do Engadget.

A. C. Ryan FLUXX, um player mutimídia com streaming full HD e processador Atom CE4150

by

A A. C. Ryan atualizou o seu catálogo de produtos, com um novo player multimídia, o FLUXX. Ele conta com um processador Intel Atom CE4150 (o mesmo que está nos dispositivos Google TV), 1 GB de memória DDR3, conexões Gigabit Ethernet e WiFi n (opcional). Ele reproduz conteúdos em 1080p, através da rede ou via SATA II interno. Ele ainda conta com porta para vídeo componente, vídeo composto e HDMI 1.3a. Preços ou datas de lançamento não foram revelados.

Fonte

Media Player da Elgin, o MPE322, é uma interessante opção para ver suas mídias do sofá da sala

by

A Elgin apresenta o  Media Player MPE322, um modelo nacional de player multimídia que está se tornando cada vez mais popular entre os usuários brasileiros. O aparelho permite que você assista filmes, vídeos e músicas a partir de dispositivos de armazenagem com interface USB e de cartões de memória SD/ MMC/ MS direto na tela do televisor.

Fácil de instalar, não é necessário utilizar software ou computador, basta conectá-lo diretamente à TV. O MPE 322 é compatível com diversos formatos de vídeo, áudio e foto como RM/ RMVB, DAT, AVI, DIVX, XVID, VOB, MP3, WMA, JPG, BMP, PNG, entre outros. Proporciona comodidade e praticidade para reprodução de vídeos, fotos e músicas, pois ao invés de você ver esses conteúdos na frente do PC, você os assiste a partir do sofá da sala de sua casa.

A novidade é uma opção interessante para reproduzir fotos de alta qualidade com resolução de até 1024 X 576 pixels. Já para o vídeo, a resolução é de até 720 linhas e suporte de visualização em 16:9 e 4:3. O modelo vem acompanhado de um cabo HDMI e um cabo vídeo composto, além de controle remoto. Preço sugerido de R$ 299,00.

via assessoria de imprensa