Arquivo para a tag: Canalys

Huawei é líder no mercado de smartphones na China no 3º trimestre de 2015. E a Xiaomi?

by

huawei-logo-teaser

Segundo os dados da Canalys (publicados pelo Wall Street Journal), a Huawei é hoje a maior vendedora de smartphones no cobiçado mercado da China, durante o 3º trimestre de 2015. Ela tira a liderança da Xiaomi.

Vale lembrar que o relatório só considera as empresas chinesas. Somando todas, Samsung e Apple devem estar brigando pelo topo no país. Porém, é a primeira vez na história recente que a Huawei está na liderança de vendas entre os fabricantes locais.

Também ressalto que são as unidades vendidas, e não de arrecadações ou lucros. A Xiaomi cai nas vendas por conta de um motivo que ocorre com todos os fabricantes: a falta de novidades. Um novo topo de linha podem mudar tudo. Já a Huawei registrou um crescimento espetacular de 81% em comparação com o mesmo período do ano passado.

A Huawei decidiu melhorar a imagem da sua marca, aproximando-se das comunidades de usuários e melhorando a qualidade dos dispositivos de linhas inferiores. Tudo isso resultou em uma melhora de imagem internacional, o que culminou no Nexus 6P, que foi muito elogiado após a sua apresentação oficial.

O relatório da Canalys não apresenta muitos detalhes. Seria interessante saber onde outros grandes competidores se encontram (Lenovo, ZTE), ou qual foi o desempenho das empresas independentes (Oppo, Vivo).

Via Canalys, Wall Street Journal

Tablets com quedas de vendas no final de 2014. Culpa dos phablets, é claro…

by

650_1000_ipad-phablet

Os phablets são os grandes culpados por devorarem parte do mercado dos tablets, por conta das telas com tamanho aproximado e peso mais cômodo, além de oferecer a tecnologia necessária para comunicações. Ao longo de 2014, sua popularidade aumentou, e as vendas dos tablets foram bem reduzidas.

O ponto mais significativo ficou evidente no último trimestre de 2014. IDC e Canalys analisaram o comportamento do mercado nesse período, e interessantes dados foram revelados, ajudando a entender o que o mercado quer.

A IDC informa que a queda nas vendas dos tablets de 2013 para 2014 foi de 4.4%, com 229.6 milhões de unidades vendidas. Em relação ao quarto trimestre dos dois anos, a queda foi de 3.2%, a primeira desde que os tablets começaram a ser contabilizados como um dispositivo em separado, lá por 2000.

650_1000_q

Como esperado, Apple e Samsung seguem como protagonistas, com significante diferença pra os demais. Porém, suas cotas de vendas e mercado estão caindo, algo que também aconteceu com outros dois fabricantes desse suporto top 5: ASUS e Amazon.

Contra a Amazon, o estrago no Kindle Fire é maior, pois eles venderam 70% a menos de tablets no mercado durante o ano de 2014 – eles só atualizaram o HDX 8.9 durante o ano. A favor da Amazon, vale lembrar que a IDC não inclui as vendas de modelos de 6 polegadas, para nenhuma marca, e ali existem modelos que podem ter vendido muitas unidades, e isso pode ter ajudado a Amazon de alguma forma nas vendas.

650_1000_aNo final das contas, com todos os movimentos, a Lenovo é uma das vencedoras no relatório da IDC, se posicionando na terceira posição. Melhorou a sua quota anual, assim como fez no último trimestre de 2014. Oferecer modelos com Android e Windows e sua forte presença na Ásia ajudaram e muito nesse crescimento.

 

Canalys

650_1000_3

Os números da Canalys não são muito diferentes, mostrando uma queda de 12% nas vendas de tablets no último trimestre de 2014. Um dos culpados? Mais uma vez, os phablets.

O segundo culpado está no ciclo de vida ou renovação de um tablet. A grande maioria dos dispositivos comprados em 2013 estão ativos e funcionais, dispensando a necessidade da troca, com um intervalo muito maior do que acontece com os smartphones.

Nessa lista, Apple e Samsung seguem liderando, mas a Amazon tem números melhores (4 milhões de unidades vendidas, com 6% de mercado). Lembrando que a Canalys coloca todo o tipo de tablets nessa equação, e com esse cenário, a Lenovo seria a quarta colocada, com 3.7 milhões de dispositivos vendidos no último trimestre.

Via IDCCanalys

Xiaomi supera a Samsung em vendas na China. Crise para os coreanos?

by

650_1000_650_1000_xiaomi-mi4-launch-03-1024x576

A Canalys apresentou os seus números do mercado mobile na China, um importante e cobiçado mercado para os fabricantes do setor. E até lá a Samsung perde participação do mercado, ficando atrás da Xiaomi (agora Mi), que só atua nesse país. Por enquanto.

Estudos da IDC e da Strategy Analytics já mostraram que Samsung e Apple perderam espaço para empresas como Lenovo e Huawei, mas é a Xiaomi que mais chama a atenção nesse grupo. Durante o segundo trimestre de 2014, a empresa – que basicamente está apenas na China e em países vizinhos – vendeu nada menos que 15 milhões de unidades dos seus smartphones.

650_1000_samsung-xiaomi-china

A Xiaomi destronou a Samsung na China, vendendo 14.99 milhões de unidades no país, contra 13.22 milhões dos coreanos. Um detalhe que torna o estudo da Canalys ainda mais interessante é que a maioria dos concorrentes (Lenovo, Yulong ou Huawei) venderam no mesmo período uma quantidade de unidades similar à Samsung.

No grupo dos “outros” (onde nomes como Apple ou ZTE estão presentes), temos importantes 39% de cota, o que mostra como o mercado chinês oferece uma disputa equilibrada.

650_1000_samsung-xiaomi-china-2

E a pergunta persiste: acabou o tempo das vacas gordas da Samsung no mercado mobile?

Via Canalys

Canalys: Fitbit e Pebble dominam o mercado de pulseiras inteligentes

by

650_1000_ht_fitbit

O último estudo trimestral da Stategy Analytics mostrou que a Samsung estava reinando no mercado de smartwatches. Agora, a Canalys mostra o seu estudo, dividido em duas partes: pulseiras quantificadoras e relógios inteligentes.

A Canalys revela que no primeiro trimestre de 2014, foram vendidos 2.7 milhões de dispositivos inteligentes para o pulso humano. Relativos aos quantificadores, a Fitbit é quem obtém o maior sucesso, com uma cota de mercado de aproximadamente 50%. Na sequência, vem a Jawbone, que cresce com a distribuição internacional de seus produtos. Na terceira posição fica a Nike, com suas Fuelbands, com 10% de cota de mercado (detalhe: a Nike vai deixar esse segmento de mercado em breve).

210514-fitbit-accounted-for-nearly-half-of-global-wearable-band-shipments-in-q1-2014

Os números obtidos pela Fitbit são muito bons, levando em conta um período de problemas sérios (usuários com alergia à Fitbit Force, principalmente no Canadá e Estados Unidos).

Já no segmento de smartwatches, encontramos uma contradição com os dados revelados pela Strategy Analytics, uma vez que o estudo da Canalys aponta o Peeble como líder de mercado, na frente de gigantes como Sony ou Samsung.

pebble-steel

A Pebble tem 35% de cota de mercado de relógios inteligente, seguida pela Sony, com 29%, e pela Samsung, com 23%. As projeções feitas pela Canalys sobre as vendas de smartwatches indicam que serão vendidas 8 milhões de unidades em 2014, 23 milhões em 2015, e 45 milhões em 2017.

Via Canalys

Smartphones com telas de mais de 5 polegadas já conquistam um terço do mercado

by

650_1000_samsung-galaxy-note-3

Os últimos números da consultoria Canalys mostram que a distribuição de smartphones com telas de 5 polegadas ou mais cresceram em 369% no primeiro trimestre de 2014, em relação ao mesmo período de 2013. Isso confirma a popularidade dos smartphones com grandes telas.

O crescimento é claramente maior do que o restante do mercado que ainda se mantém saudável. As vendas de smartphones no primeiro trimestre de 2014 foi de 279.4 milhões de unidades, 29% maior que no mesmo período do ano passado.

Desses, 34% contam com telas com 5 polegadas ou mais. Algo normal, se levarmos em conta que praticamente todos os fabricantes oferecem modelos com esse tamanho de tela em seus lançamentos mais recentes, inclusive nos produtos de linha média.

A cota do Android segue se destacando, com 81% do mercado, enquanto que os smartphones com iOS (aka iPhone) representam 16% do total. Os modelos com Windows Phone representam 3%.

Entre os fabricantes, o estudo da Canalys confirma a posição dominante da Samsung, com 31% dos smartphones vendidos. A Apple fica na segunda posição, com 16%.

Ainda falando sobre os modelos com telas de 5 polegadas ou mais, a Samsung repete o seu sucesso nesse segmento, com 44% dos seus dispositivos vendidos contando com essa característica.

Via LA Times

HP volta a ser o principal fabricante de computadores, roubando a liderança da Apple

by

A batalha para alcançar o primeiro lugar no posto de fabricantes de computadores no mundo é bem complexa, mas dessa vez, a HP pode proclamar-se como vencedora (temporária), utilizando um informe publicado pela empresa especializada no estudo de mercado Canalys.

No documento, eles informam que a HP se transformou na fabricante com o maior número de equipamentos distribuídos, contando com 40 mil unidades a mais que as 15,8 milhões da Apple. Dito isso, temos que levar em conta que os 11, 8 milhões de iPads vendidos pela Apple são considerados como “computadores” nesse documento, e essa é uma classificação bastante discutível.

Sobre os demais fabricantes citados no estudo, temos que mencionar que os cinco primeiros colocados se completam com marcas como Lenovo, Acer e Dell, que ajudaram o mercado a crescer em 21%, se comparados ao ano anterior, e registrando a marca de 107 milhões de unidades enviadas durante o primeiro trimestre de 2012.

Os tablets representam 19% do volume total de computadores vendidos, mostrando um crescimento de 11% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

As notícias são boas para os fabricantes de computadores, mas a Canalys alerta que o próximo trimestre poderá registrar uma redução nesses números, por causa da instabilidade econômica global. A possibilidade que os volumes de vendas totais sejam inferiores no futuro é algo sempre presente, mas isso não quer dizer que a HP não deva comemorar as marcas registradas até o momento.

Via Canalys

Segundo a Canalys, os smartphones superaram os PCs em 2011

by

O ano de 2011 entra para a história como o ano em que os smartphones alcançaram o topo, superando os PCs. Um estudo realizado pela empresa Canalys Research informa que, baseado nos valores contabilizados ao logo do ano passado, é possível afirmar que foram distribuídos mais smartphones do que PCs.

Vale lembrar que distribuição não significa venda final. É o envio para lojas de varejo, operadoras e afiliados. Os números da Canalys são um pouco peculiares, uma vez que eles incluíram tablets de todos os tamanhos nos números dos PCs. Seja como for, o domínio dos smartphones segue pleno: durante o ano de 2011, 414,6 milhões de PCs (incluindo tablets) foram despachados, contra 487,7 milhões de smartphones.

No que se refere aos segmentos e marcas, os desktops contabilizaram 112,4 milhões de unidades, 209,6 milhões foram de notebooks, 29,4 milhões de netbooks, e os “pads” (que é como a Canalys se refere aos tablets), 63,2 milhões unidades.

93,1 milhões de iPhones foram despachados em 2011. A Samsung, segue na cola, com 91,9 milhões de unidades dos seus smartphones, e a Nokia ficou em terceiro, com 19,6 milhões. A RIM ficou em quarto lugar em telefones enviados, mas sem dados concretos enviados pela Canalys.

Via Canalys

Android supera o Symbian e já é a plataforma dominante do mercado

by

O Android dominou o mundo. Quem diz isso é um estudo feito pela consultora Canalys, e se refere aos dados que fecham o último trimestre de 2010. A plataforma do Google colocou, nesse período, 32,9 milhões de aparelhos com Android, superando o Symbian, que vendeu 31 milhões de telefones. Se você acha que esse dado não é expressivo, vale então destacar a evolução do Android, que saiu de 20,3 milhões de terminais vendidos no terceiro trimestre de 2010, para os 32,9 milhões do último trimestre.

Não podemos porém dizer que a Nokia teve queda de vendas de aparelhos Symbian, mas sim uma crescimento de vendas bem menor do que eles esperavam. A Nokia vendeu 29,9 milhões de unidades no terceiro trimestre, e 31 milhões no quarto trimestre. Ou seja, seus adversários tiveram um número de vendas maior do que eles no trimestre natalino. E aí está a diferença.

via Yahoo News

[notícias] Android é o sistema operacional móvel que mais cresce, com 866 por cento!

by

Que os telefones Android estão crescendo a uma velocidade assustadora, não é surpresa, nem novidade para ninguém. Porém, uma informação passada pela Canalys nos mostra a dimensão desse crescimento. Seus dados analisam ponto por ponto as vendas de smartphones registradas no segundo trimestre de 2010. E, como descrito no título deste post, o crescimento do Android teve números mais que expressivos. Simplesmente foram 866% de aumento, se compararmos com o mesmo período do ano passado. A Nokia continua sendo a empresa líder de vendas, com 38% do mercado, enquanto que a RIM se mantem em segundo, com 18%. A Apple está em terceiro, com 13% do mercado, mas não há dados concretos da porcentagem de mercado das demais plataformas (entre elas, o Android e o Windows Mobile), que repartem os 31% restantes. Vendo estes números, é necessário salientar que a RIM está preparando um grande lançamento em breve, e que ainda precisamos esperar mais um pouco para ver qual o impacto que o iPhone 4 pode promover nas vendas internacionais. Logo, estes números podem mudar no próximo trimestre. Por fim, vale o registro de que o mercado de smartphones cresceu em 64% no último ano (para mais dados da pesquisa, clique aqui).

Fonte