Arquivo para a tag: buscas

União Europeia obriga a Google a cumprir o “direito do esquecimento” na internet

by

650_1000_google-patentes

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) emitiu a sua sentença em um processo judicial, que decidiu a favor do “direito do esquecimento” dos usuários do continente, diante dos interesses comerciais da Google.

A sentença determina que os usuários podem eliminar os seus dados pessoais que aparecem em buscadores de internet, quando esses dados não possuem “relevância pública”, e podem comportar um prejuízo grave ou danos aos direitos do afetado. Com isso, a Google terá que eliminar essas informações dos seus resultados de busca, caso algum usuário europeu assim desejar.

A Google não se manifestou oficialmente sobre a decisão.

A Google evitava reconhecer esse direito dos usuários do seu buscador, e as resoluções da Agência Espanhola de Proteção de dados foram sistematicamente recorridas pelos advogados de uma empresa que defendia os seus interesses comerciais. A gigante de Moutain View justificava o uso desses dados alegando o direito à liberdade de expressão, mas o Tribunal considera o buscador totalmente responsável pelos links que aparecem nas buscas, oriundo dos seu motor de busca.

A sentença destaca que os motores de busca devem eliminar os dados sensíveis de sua lista de resultados, quando por exemplo a busca é feita a partir do nome de uma pessoa. Os links para páginas de internet publicadas por terceiros, que contém informações sobre essa pessoa também devem ser eliminados, ainda mais quando a publicação em tais páginas seja algo considerado ilícito.

Via Público

Samsung pede a ajuda da Google na sua eterna batalha legal contra a Apple

by

apple-vs-samsung2.jpg

A Apple está pedindo nada menos que US$ 2 bilhões para a Samsung por conta dos danos da infração de cinco de suas patentes, entre elas as mundialmente conhecidas “tocar para buscar” e “deslizar para desbloquear”. Diante de tal cenário, os coreanos decidiram pedir ajuda para a Google, solicitando que os seus engenheiros falem sobre a criação do Android diante da Suprema Corte.

Entre os engenheiros intimados, temos personalidades históricas do sistema operacional do robô verde, como ninguém menos que Andy Rubin. A ideia é que tais explicações e provas que esses profissionais apresentem coloque a questão por encerrada de uma vez por todas, e que se chegue ao parecer que os dois sistemas operacionais foram desenvolvidos de forma independente.

Levando em conta o cenário, até que demorou para a Google aparecer nessa novela. Porém, é algo necessário: afinal de contas, a Apple está pedindo uma média de US$ 40 em royalties por dispositivo, e se eles obtiverem uma vitória contra a Samsung, está aberto um precedente bilionário (literalmente) contra os demais fabricantes de smartphones com Android.

Por outro lado, a Samsung respondeu com um outro processo, acusando a Apple de roubar duas tecnologias que são hoje utilizadas no iPhone e no iPad.

Em resumo: essa babaca, estúpida e imbecil guerra de patentes não deve acabar nunca.

Via Business Insider
Via Wall Street Journal

Google Now e barra de buscas do Android reproduzirão músicas quando solicitado

by

google_now_busquedas_musica

Se você é um daqueles que possui horas e horas de conteúdos musicais em sua biblioteca, mas sempre acaba escutando as mesmas músicas, a Google quer te dar uma mãozinha. Eles começaram a liberar uma nova função para o Google Now e a barra de buscas do Android, que basicamente se encarrega de reproduzir músicas quando você quiser.

O serviço escolhido para essa tarefa não poderia ser outro: é o Google Play Music, que vai gerar rapidamente uma lista de reprodução aleatória, baseada em suas reproduções mais recentes. A frase mágica para esse modo entrar em ação é “play some music”, um comando que, segundo o blog oficial da Google, será traduzido para outros idiomas.

Um detalhe importante a se levar em consideração é que, por enquanto, esse é um serviço exclusivo para os usuários com assinatura Premium da plataforma musical da Google, mas sua disponibilidade vai variar de país para país. Imagina-se que, pelo fato da Google já falar do assunto abertamente, não deve demorar muito para que o recurso se transforme em uma função padrão no sistema.

Via Google+
Via Blog de Google

Google Zeitgeist 2013: os assuntos mais pesquisados do ano em vídeo

by

google-zeitgeist

Mais um importante resumo de melhores do ano. A Google divulgou o seu já tradicional resumo anual Google Zeitgeist, apresentando os itens mais buscados na sua ferramenta.

De acordo com a Google, o estudo de 2013 é o mais global que eles já realizaram, com mais de 1.000 lisas de Top 10 nas mais diferentes categorias, como pessoas mais populares, eventos mais pesquisados, pesquisas em destaque, entre outros itens. A pesquisa desse ano coletou dados pesquisados no Google Search em 72 países.

Entre os itens em destaque em 2013 temos: Nelson Mandela (ex-presidente da África do Sul, falecido recentemente), Maratona de Boston (que foi local de um dos atentados mais sérios dos EUA em 2013), e Tufão Haiyan (que atingiu as Flilipinas, vitimando milhares de moradores no local, o que fez com que outro item relacionado ficasse entre os mais citados, o Doar para as Filipinas). Também merecem destaque as mais de 1.7 milhão de versões do Harlem Shake (que foi o segundo vídeo em destaque no YouTube), e as buscas iniciadas pelo termo “O que é…”.

A seguir, as 10 pesquisas globais em destaque de 2013:

1. Nelson Mandela
2. Paul Walker
3. iPhone 5s
4. Cory Monteith
5. Harlem Shake
6. Boston Marathon
7. Royal Baby
8. Samsung Galaxy 4s
9. PlayStation 4
10. North Korea

Também é possível ver as pesquisas realizadas nos anos anteriores (desde 2001), e até um mapa global interativo em 3D, com os itens de maior destaque em 2013, organizados por dia nas cidades ao redor do mundo. Basta girar o globo, escolher uma cidade e começar a explorar os tópicos mais citados em qualquer dia do ano.

Zeitgeist-GIF-Small

As 10 pesquisas em destaque no Brasil em 2013:
1. BBB 13
2. Telexfree
3. Salve Jorge
4. Enem 2013
5. MC Daleste
6. A Fazenda
7. Pronatec
8. Amor à Vida
9. PEC 37
10. BBom
Via Google Zeitgeist

Estudo da Microsoft sugere que Google segue manipulando os resultados de suas buscas

by

google-ipod-heatmap

E temos uma das últimas polêmicas de 2013 se formando no mundo da tecnologia. A Microosft parece ser da opinião que as mudanças propostas pela Google para atender as exigências das autoridades anti-monopólio seguem sendo insuficientes. A ponto do pessoal de Redmond realizar um curioso teste para provar que a galera de Mountain View segue agindo de forma ilícita nos resultados das buscas realizadas pelo seu mecanismo.

Uma organização pertencente à própria Microsoft, batizada com o sugestivo nome de Iniciativa por um Mercado Online Competition (ou ICOMP, na sua sigla em inglês), realizou um estudo baseado no seguimento ocular, que sugere que a distribuição dos links patrocidados, produtos e mapas que o Google apresenta nos resultados de suas buscas ainda seguem atraindo mais interesses do que o necessário, tal como mostra o gráfico que ilustra esse post.

Segundo indica o estudo, por conta disso, os demais links e serviços ofertados pelo buscador só conseguem obter êxito com uma pequena fração das visitas, o que entra em detrimento em relação às propostas relacionadas de outras empresas.

Dada a natureza do estudo (uma vez que foi algo financiado pela Microsoft), temos que manter um pé atrás sobre sua veracidade. De qualquer forma, é mais um ponto que certamente fará com que as autoridades pertinentes fiquem de olho e tirem suas próprias conclusões sobre a questão. E, vendo como eles estão de marcação cerrada com o Google por causa disso, imagino que não vai demorar muito para que novidades apareçam.

Via GigaOM, i-comp.org

Google Handwrite permite que você grave suas buscas (e lembre dos erros cometidos na hora da escrita)

by

Você simplesmente odeia os teclados virtuais dos tablets e smartphones? Sem problemas! O Google apresenta o Handwrite.

Na página mobile do buscador de internet, será possível a realização de buscas simplesmente escrevendo sobre a tela, e sem a necessidade de instalação de nenhum tipo de complemento. Tudo o que você precisa fazer é ativar as opções de escrita no Google.com e usar o dedo ou uma caneta stylus.

O recurso é compatível com um smartphone Android 2.3 ou superior, um tablet Android 4.0 ou superior, ou um dispositivo iOS 5.0, seja ele qual for. Parece ser promissor, apesar que escrever com os dedos não é algo que eu gostaria de fazer.

Via Google Blog

Twitter adiciona função de autocompletar em sua feramenta de buscas

by

A grande atualização que o Twitter está insinuando há tempos está próxima de acontecer, e mesmo que ela não melhore a precisão dos resultados oferecidos com o sistema atual, pelo menos uma bem vinda função foi adicionada: o autocompletar.

O sistema, que como de costume ainda não está disseminado entre os usuários ao redor do planeta, é capaz de realizar correções ortográficas e mostrar sugestões, assim como buscar usuários reais nas pesquisas. Na verdade, esta função já estava disponível há tempos entre os aplicativos oficiais, mas agora (e finalmente) ela chega na versão web.

Via Blog Twitter

Apple elimina o Android das opções de busca do Chomp

by

Entre milhares de aplicativos para smartphones, é sempre bom ter um buscador instalado. Nesse sentido, a Apple decidiu que seria uma boa ideia adotar o Chomp como um de seus buscadores. Esse buscador ajuda o usuário a encontrar aplicativos, baseando sua busca naquilo que eles precisam ou fazem como atividade profissional, indo além do nome do aplicativo.

Até aí, tudo normal. Porém, o buscador, que até então era um desconhecido por boa parte dos usuários, virou notícia quando o pessoal de Cupertino decidiu eliminar o Android das opções de buscas de aplicativos. Para aqueles que visitarem o serviço, poderão observar que não mais poderão contar com a opção de buscar aplicativos para o sistema do Google, deixando aos visitantes apenas as opções para iPhone e iPad.

Veja com os seus próprios olhos, visitando o Chomp!

Google mostra em um mapa as buscas ao redor do globo

by

Lembra dos mapas de ativações Android ao redor do planeta? O Google agora resolveu fazer o mesmo mapa, só que recolhendo dados do seu buscador. Ele serve para mostrar o volume de buscas que temos ao redor do mundo, os idiomas utilizados, entre outros dados. O Google batiza o recurso com o nome Search Globe, onde eles representam as buscas globais em um mapa tridimensional fantástico, onde as cores indicam o idioma que foi feita a busca. Clicando na fonte desse post, você tem acesso às impressionantes reproduções.

via The Official Google Blog (ver Google Data Arts, e Habitantes)

O logo do Google no formato do game Pac-Man custou US$ 120 milhões a empresas no mundo

by

Quase todo mundo jogou o Pac-Man em formato da logo do Google no final da semana passada. Por mais que a gente já estava prevendo que muita gente fosse deixar de trabalhar por causa da brincadeira, não dava pra imaginar que o prejuízo seria tão grande.

Quem fez as contas foi o RescueTime, que é especializado em ferramentas de gerenciamento de tempo, que determinou que o Google Pac-Man consumiu 4.819.352 horas de tempo, ou US$ 120.483.800 em produtividade. O custo foi determinado observando quanto tempo as pessoas gastaram na home do Google no Pac-Man day (48 segundos), contra a média de tempo gasto nos outros dias (11 segundos), multiplicad pelo número de visitantes do site naquele dia (503.703.000 visitas).

Quanto ao dinheiro, a RescueTime levou em conta que a média que o usuário Google produz é de US$ 25 por hora, que é a média mai alta das nações conectadas. Levando-se em conta que não são todos os usuários que utilizaram o serviço naquele dia no horário de serviço, chegamos ao número mágico.

Mas, se você sentiu falta do Google Pac-Man, você pode acessá-lo clicando aqui, e fazer o download do game clicando aqui.

Fonte