Arquivo para a tag: browser

Esepcial | Os melhores navegadores para tablets

by

Firefox_for_Android_tablets

Todo mundo que tem um tablet sabe o quão cômodo é deixar o computador de lado por alguns momentos para se sentar no sofá ou deixar na cama para seguir aproveitando o que a internet tem para oferecer. Houve um tempo que só havia um ou dois navegadores para tablets (no máximo), mas hoje, isso mundou. Uma lista bem completa de opções são oferecidas para buscar a preferência do usuário.

Decidimos fazer uma revisão dos melhores navegadores para tablets, que podem melhorar a sua experiência de navegação, ou complementar o uso que você já possui com o desktop. Vejamos.

Google Chrome

chrome

Com toda uma legião de seguidores, esse é um dos navegadores mais populares para desktops e dispositivos móveis. Os usuários do Chrome no PC ou Mac certamente entenderão que essa é a escolha mais útil para os tablets.

O Chrome para Android ou iPad tem uma função de sincronização que nos permitirá continuar a ler as seções que iniciamos no computador, além de compartilhar os favoritos de forma indiscriminada entre as plataformas. Além de ter um dos melhores motores de renderização e oferecer uma rica experiência de navegação, as versões móveis do Chrome incluem uma opção para visualizar sites como se estivesse em um desktop, muito útil em diversas páginas web que não ficam tão bem ajustadas no formato mobile.

Disponível para Android, iPad ou Windows

Dolphin Browser

dolphin

Dolphin é, se não o melhor, um dos melhores navegadores para tablets que podemos encontrar. Foi um dos primeiros a permitir a navegação por janelas, e desde sempre esteve na frente na hora de implementar novas inovações em seu aplicativo.

Além de contar com um gerenciador de downloads, o aplicativo conta com um completo catálogo de funcionalidades extras, como gestos e comandos de voz. Além disso, dentro das respectivas lojas de aplicativos, também vamos encontrar um bom punhado de complementos, que permite a adição de funções extras, sem falar na sincronização de dados com o navegador do desktop, através da extensão Dolphin Connect, que é compatível com os navegadores Chrome, Firefox e Safari.

Disponível para Android e iPad.

Skyfire

skyfire

Um dos navegadores mais populares do Android antes da era Flash também se transformou em uma das referências para os usuários do iPad. O Skyfire não é um dos navegadores mais versáteis, ou o que tem mais opções. Na verdade, nem me atrevo a dizer que é o melhor da lista. Porém, ele tem um diferencial que chama muito atenção, que é permitir a visualização de forma simples das páginas em qualquer plataforma, sem a necessidade do uso do Flash.

Desse modo, se o vídeo está no formato Flash e o seu tablet iPad ou Android não pode executar esse script, o Skyfire vai reproduzir esse vídeo para você, utilizando os seus servidores para converter o tal vídeo, e entregá-lo em um formato que torne a reprodução algo possível.

Disponível para iPad (eles deixaram de dar suporte para o Android).

Firefox

firefox

Desde sempre o Firefox foi um dos navegadores mais populares da internet. No Android, as coisas não são muito diferentes do que acontece nos desktops, e o Firefox é considerado por muitos o melhor navegador para tablets, especialmente para aqueles que o utilizam no computador, e tiram o máximo proveito de suas opções de sincronização.

Pese a tudo isso, muitos seguem considerando o Firefox um navegador beta no Android, e que sua performance é lenta quando comparado aos demais. Sobre a sua versão para tablets Windows, ela já inclui o suporte para a interface Metro, e é provavelmente o melhor que poderemos utilizar em tablets com Windows 8 ou superior.

Disponível para Android e Windows.

Internet Explorer

internet-explorer

Depreciado por muitos, e recentemente amado por outros tantos, a história do Internet Explorer é longa, complexa e repleta de má fama. Porém, todos sabemos muito bem que as últimas versões do navegador da Microsoft melhoraram muito (bom, é o que dizem: eu mesmo não quis arriscar).

De qualquer forma, o Internet Explorer é, ao lado da alternativa da Mozilla, o melhor navegador para um tablet com o Windows 8 e sua interface Metro, já que se adapta perfeitamente à plataforma. Vale a pena o experimento.

E para você? Qual é o navegador que você usa no seu tablet, ou qual é o melhor navegador de internet para tablets na sua opinião?

Uso da internet através do Windows 8.1 duplicou depois do seu lançamento

by

grafico-uso-windows-81

O uso da web não serve para medir a cota de mercado, mas mostra o índice de aceitação que que os sistemas operacionais recebem após o seu lançamento. Um exemplo claro disso é o recém estreado Windows 8.1. Segundo a empresa de análise Net Applications, desde o lançamento da nova versão do sistema operacional da Microsoft, a utilização da web pelo Windows 8.1 quase duplicou.

É claro que os números ainda são relativamente pequenos. Hoje, o Windows 8.1 é responsável por apenas 1.7% de todo o tráfego da web gerado pelas versões do Windows. Por outro lado, o Windows 8 registrou uma acentuada queda de consumo de tráfego, saindo de 8.02% para 7.49%.

Os dados possuem uma certa lógica, levando em conta que muitos usuários preferiram passar para a nova versão, já com o objetivo de resolver os eventuais problemas vistos na versão anterior, como por exemplo o desempenho geral e a ausência do botão iniciar.

Não apenas o Windows 8.1 registraram bons dados de adoção. A última versão do Mac OS X (10.9 Mavericks) obtém expressivos 0.84% do tráfego gerado na web, superando as versões 10.4 e 10.5 do OS X. Nesse caso, o aumento está diretamente ligado à gratuidade do serviço, algo que a Apple vai seguir adotando nos seus próximos lançamentos.

Via The Next Web, Net Applications

Opera Mini 4.5 mantém a tradição de navegação de primeira classe em celulares básicos

by

opera-mini-4-5

Com o navegador Opera Mini, milhões de usuários acessam a Internet no mundo inteiro, mesmo sem utilizar smartphones de última geração. Hoje, com o navegador Opera Mini 4.5 para celulares, é possível ter uma ótima experiência de navegação – resultado de uma lista extensa de novos recursos, como:

Gerenciador de downloads: o usuário tem mais controle ao baixar novo conteúdo, além de pausar, continuar e administrar o processo de download com os mesmos recursos de celulares sofisticados, ou até smartphones.

Modo de privacidade: Ao emprestar o celular para um amigo verificar o Facebook? Primeiro, ative o modo Privacidade e os logins do Facebook ou informações onde o amigo navegou não serão armazenados pelo Opera Mini. Depois de receber o celular de volta, todos os dados pessoais da pessoa que emprestou seu celular serão eliminados depois de fechar a aba de privacidade.

Novo visual: O visual do Opera Mini 4.5 foi atualizado. É mais leve e ainda mais amigável, com recursos de toque para celulares habilitados.

O navegador ajuda a economizar na conta do celular também. O Opera Mini é um navegador econômico, oferecendo mais tranquilidade em relação ao custo de uma conexão de dados. Usando tecnologia de compressão de dados, o custo de visualizar uma página web pode ser apenas 10% do que custa em outros navegadores – perfeito para assinantes de telefonia móvel que pagam por megabyte baixado.

Mesmo os celulares mais básicos podem usar o navegador Opera Mini 4.5 e acessar a Internet. O próprio site Opera (m.opera.com) escolha a melhor versão para o dispositivo. Aparelhos com mais recursos habilitados com Java, o usuário tem a opção de baixar uma versão mais avançada, o Opera Mini 7.5.

O Opera Mini 4.5 e os outros navegadores da linha Opera são gratuitos.

Via Assessoria de Imprensa

O Mozilla Firefox completa hoje 8 anos de vida

by

Temos mais um aniversariante ilustre. Recentemente, o sistema Android comemorou cinco anos de vida, e hoje, a Mozilla comemora o oitavo aniversário do Firefox (originalmente chamado de Phoenix, posteriormente chamado de Firebird). A primeira versão do navegador foi lançada em 09 de novembro de 2004, e desde então, se tornou parte da história da internet moderna.

Desde o começo, a Mozilla apostou no potencial da comunidade de entusiastas e programadores engajados e curiosos, com o desejo de poder mudar as coisas, colocando como princípio básico a satisfação dos consumidores no lugar dos lucros. Isso deu resultado, e o Firefox conseguiu a impressionante marca de mais de 100 milhões de downloads no seu primeiro ano de vida.

Então, no começo de 2011, a Mozilla decidiu mudar o seu ciclo de desenvolvimento, com o lançamento do Firefox 4.0. A partir daquele momento, eles decidiram lançar atualizações estáveis, com uma janela de poucas semanas de intervalo, adotando uma estratégia similar a adotada pelo Google Chrome. A decisão não agradou aos seus desenvolvedores, uma vez que eles tinham que lidar com os diversos problemas de falta de compatibilidade de suas extensões. Afinal de contas, você mal terminava o desenvolvimento de uma versão compatível, e em pouco tempo, tinha que começar o processo novamente, para atender a atualização recém chegada.

Mesmo assim, as versões deste navegador eram cada vez mais rápidas, mais seguras, mas exigindo um maior consumo de memória (esse último problema foi parcialmente resolvido, mas ainda é um problema para muitos usuários). Além disso, o usuário agora possui um grande poder de personalização em cima do Firefox, tornando o navegador mais fácil de ser utilizado. Recentemente, a Mozilla levou todo o potencial do Firefox para os milhões de usuários de smartphones Android, expandindo assim a sua clientela.

Em um mercado competitivo como é o dos navegadores, onde a inovação e novas ferramentas são uma peça fundamental para o sucesso, a Mozilla segue investindo em sua aposta de expandir as suas possibilidades de “ser social”  e “ser colaborativo”. No dia 22 de outubro, ele passou a integrar uma API social do Facebook dentro do navegador.

Parabéns à Mozilla pelo oitavo aniversário do Firefox. Esperamos para os próximos anos um navegador mais rápido e eficiente, mas que também tenha um menor consumo de memória. Mesmo com 8 GB de RAM e Windows 8, nossos computadores agradecem!

Novidades do Google: Código fonte do Jelly Bean disponível, e Google Chrome com multimídia sem Flash

by

Duas notícias importantes sobre o Google para esta terça-feira. A primeira delas se refere ao Android 4.1 Jelly Bean. O Google publicou hoje (10/07) o código fonte da última versão do seu sistema operacional, permitindo assim aos desenvolvedores o download imediato para compilação, adaptação e desenvolvimento de aplicativos para os dispositivos que já contam com o sistema operacional móvel (até o momento o Nexus 7 e o Galaxy Nexus). Também foi informado que os códigos binários do Jelly Bean para o Nexus S e Motorola Xoom estarão disponíveis em breve.

A disponibilidade do código fonte indica que fabricantes e desenvolvedores de mods (como o pessoal do CyanogenMod) poderão trabalhar em suas versões do sistema operacional a partir de hoje, permitindo que os usuários mais corajosos instalem os mods do Jelly Bean em aparelhos que originalmente não vão receber a mais recente versão do sistema operacional (como o Galaxy S II) em breve.

A segunda notícia está ligada ao navegador do Google, o Chrome. Ainda que para muitas pessoas o uso de uma webcam com o navegador não represente algo muito importante, a realidade é que a tecnologia que permite a exibição de vídeos em um PC conectado à Internet está mudando rapidamente. E a nova versão do Chrome é uma amostra disso.

Na demonstração da versão beta do novo Google Chrome, graças a uma integração do padrão WebRTC, já não é necessário ter um plugin como o Flash instalado para obter acesso à webcam e microfone. A API de vídeo (getUserMedia) desenvolvida pelo Google permite o uso de filtros CSS e WebGL para aplicar modificações e efeitos ao vivo nos vídeos transmitidos.

E essa não é a única novidade. O novo software inclui ainda uma API JavaScript para joysticks, que permite uma interação dos usuários de forma mais cômoda e natural com os seus jogos. O melhor de tudo é que já é possível fazer o download da versão beta do navegador, para que você possa testar por sua conta e risco (ou seja, certamente está sujeita a bugs e imperfeições; pense bem antes de instalar o software).

Via Google (link 01 e link 02)

Google I/O [dia 02]: Google Computer Engine, Google Docs “offline”, Google Drive e Chrome para iOS

by

Um segundo dia de Google I/O dedicado efetivamente aos softwares na nuvem da empresa de Mountain View. Em um evento bem menos chamativo que o de ontem, os presentes no Moscone Center puderam conferir algumas das novidades da empresa para tornar a sua vida conectada mais funcional e ágil. Novidades para diversas plataformas foram anunciadas, e vamos nesse post destacar alguns dos novos recursos anunciados pela empresa.

Começamos pelo Google Play, que a partir de agora permite ao usuário atualizar ou desinstalar aplicativos a partir do próprio navegador web, a partir da aba “Meus Aplicativos Android”. Com isso, a vida do usuário fica agilizada, pois não é sempre que o smartphone ou tablet está por perto para fazer as atualizações desses aplicativos. Além disso, em caso de problemas mais sérios, é possível recorrer ao computador para desinstalar o aplicativo conflitante.

Outro anúncio importante foi o da chegada do navegador Chrome nos dispositivos iOS (leia-se iPhone e iPad). A versão do navegador para os gadgets da Apple oferece opções de sincronização de abas e até de seções de navegação. Desta forma, as credenciais entre os dispositivos são as mesmas, e até a rotina de navegação. Essa é uma excelente sacada, pois se você começa uma pesquisa no desktop e precisa deixar o computador por qualquer motivo, pode continuar essa pesquisa na volta para casa, através do smartphone.

Algo interessante que eles anunciaram durante a coletiva é que o Google Chrome já conta com mais de 310 milhões de usuários ativos ao redor do planeta. Também informaram que, baseado no seus números, o Chrome é o navegador “mais popular” de todos, mas particularmente, deve ter algum equívoco nessa informação, pois ainda é difícil de imaginar que em tão curto espaço de tempo o Chrome tenha desbancado o Internet Explorer da posição de navegador mais utilizado do planeta.

O Google Chrome for iPhone/iPad está disponível na App Store a partir de hoje (28/06).

Outro destaque do segundo dia do Google I/O 2012 está no Google Drive, que também chega ao iOS e ao Chrome OS, depois de estar disponível para Windows, Mac e Android (até o momento, não temos notícias sobre a sua prometida versão para Linux).

O aplicativo para dispositivos da Apple contará com as mesmas opções presentes na versão do Android, como o OCR e o reconhecimento de imagens. Ao longo de sua demonstração durante a coletiva, foi possível ver suas características, como a identificação rápida do texto depois de registrada a foto e sua ágil indexação. Além disso, outro recurso interessante foi a rápida identificação de palavras-chave para acesso às fotos relacionadas ao texto digitado, com a devida geolocalização através do Google.

Para o Chrome OS, a palavra chave é “integração”. O cliente nativo do Google Drive é capaz de sincronizar rapidamente os dados, abrindo ainda possibilidade para a edição de documentos offline (vamos falar disso daqui a pouco). Ou seja, o Dropbox que se prepare, pois os recursos do Google chegam para bater de frente. E os números provam isso: o Google informou hoje que o Google Drive já conta com mais de 10 milhões de usuários.

Uma das novidades mais comemoradas é a disponibilidade do Google Docs em modo offline. Ele vai fazer parceria com o Google Docs, pois será possível a criação e edição de arquivos de escritório (editor de textos, planilha de cálculos e editor de apresentações) sem ter a necessidade de utilizar uma conexão à internet, de modo que os documentos criados ou modificados sejam depois sincronizados com o Google Drive, quando você estiver com uma conexão ao seu alcance.

Tal mudança é bem vinda para os usuários que já estão habituados a manterem os seus documentos na nuvem, mas que dependem de contar o tempo todo com uma conexão à internet para editar seus documentos. Outra vantagem é para os usuários que desejam contar com um pacote de aplicativos para escritório em seu computador, sem ter que pagar pelo Microsoft Office, ou utilizar um pacote de programas alternativos, que em muitos casos, só pesam no computador, sem apresentar o mesmo desempenho que um pacote mais robusto.

Outro anúncio importante ficou por conta do Google Computer Engine, que se torna oficial. O recurso vai oferecer máquinas virtuais Linux para que os desenvolvedores de todo o planeta possam utilizar da plataforma para criar os seus aplicativos, em um “sistema de computação de grande escala”. O Google anunciou também que o seu serviço vai oferecer “50% a mais de computação por dólar” que a concorrência. O serviço está disponível em versão beta, permitindo o acesso a mais de 700 mil cores.

Por fim, Sergey Brim, usando sua unidade do Google Glass (dizem as más línguas que ele agora dorme com uma dessas…), deixou escapar para o pessoal da Bloomberg que o desenvolvimento dos óculos/computador seguem dentro do previsto, e que o Google pretende lançar o produto para o mercado em geral durante o ano de 2014. A grande pergunta é: qual será o seu preço dentro de dois anos? Sim, porque, qualquer estimativa de preço feita nesse momento é um erro sem precedentes.

Firefox para Android é lançado oficialmente

by

A Mozilla torna oficial a sua versão para smartphones e tablets Android do seu navegador de internet. O novo Firefox para Android já está disponível para download na Google Play, prometendo uma navegação mais rápida e simples para os dispositivos móveis no sistema operacional móvel do Google.

Entre as novidades mais destacadas, temos um novo portal de boas-vindas, abas curvilíneas e, obviamente, o suporte ao Flash e HTML5. Como não podia ser de outra forma, a Mozilla se propõe a focalizar na eficiência do dispositivo, garantindo que ele é pelo menos duas vezes mais rápido que o navegador padrão que já está no sistema operacional Android. Abaixo, você pode conferir o desempenho desse novo navegador, através de dois vídeos de demonstração.

Como é de costume, o Firefox Sync vai permitir que você importe as preferências e todas as informações que você considerar importantes da versão para desktops. Contando anda com uma nova tela de histórico de navegação, marcadores e outros dados coletados pelo navegador desde a primeira busca na web.

Clique aqui e faça o download do Firefox para Android na Google Play.

Mozilla decreta o fim do Firefox 3.6, e anuncia o beta do Firefox 13

by

Com desculpas como mal gerenciamento de memória ou simples desconformidade, muitas pessoas simplesmente se recusaram a sair da versão 3.6 do Firefox. Porém, a Mozilla pode forçar à toda essa resistência a ceder ao novo, uma vezes que a empresa anunciou o fim do suporte para esta versão “vintage” do navegador. Para aqueles que ainda contam com o Firefox 3.6, prepare-se: durante o mês de maio, todos serão atualizados para a versão 12 automaticamente.

A medida da Mozilla faz com que a empresa libere recursos para trabalhar em novas versões, como a 13, que passa a ser considerada beta. Essa futura versão inclui novidades como suporte para o protocolo SPDY do Google. E, com isso, a Mozilla segue o seu ritmo frenético de lançamentos de novas versões.

Via Mozilla (link 1 e link 2)

Google Chrome para o Android Ice Cream Sandwich, em modo beta

by

O próximo passo do Google para unificar os seus serviços é o lançamento do seu famoso navegador Chrome para a plataforma Android. A versão beta do aplicativo acaba de chegar ao sistema operacional móvel da empresa, mas apenas para os smartphones que rodam a versão Ice Cream Sandwich, e como já vem sendo habitual na sua versão para computadores, o programa chega com várias opções de sincronização para a configuração e os marcadores, assim como a possibilidade de gerenciar as abas de forma muito mais confortável nos dispositivos móveis. Abaixo, um vídeo demonstrativo do aplicativo.

Via Google Blog

Firefox 4 lançado: conheça as suas principais novidades

by

Todos os grandes desenvolvedores de browsers para internet resolveram atualizar seus produtos. A Mozilla não quis ficar para trás, e lançou a nova versão do Firefox. O segundo navegador de internet mais usado do mundo chegou à sua versão 4, depois de quase dois anos de desenvolvimento. Abaixo, vamos ver as principais novidades desse novo navegador, que chega com o objetivo de recuperar terreno perdido para os adversários.

O novo navegador promete ser mais rápido na sua execução, carga de páginas e aplicativos, uma vez que usa o compiler JägerMonkey JIT e o suporte para reprodução de gráficos WebGL. Outra novidade é que a aceleração gráfica agora está disponível para os dispositivos Mac, graças ao OpenGL. Antes, ela estava presente apenas no Windows. Outra melhoria foi no suporte aos vídeos em Flash. Na prática, tudo foi feito para que o navegador tivesse um desempenho mais rápido como um todo, uma vez que uma das queixas dos usuários é que as últimas versões se tornaram pesadas, a ponto de causarem travamentos e consumo excessivo de memória do computador.

O design do Firefox 4 foi bem modificado, apostando em uma proposta de contar com textos no lugar de ícones para cada uma das funções. A tática foi adotada pelo Opera no passado, e pode facilitar a vida do usuário, uma vez é mais fácil identificar o comando de um navegador por texto do que por ícones. O sistema de abas também foi modificado, ficando agora acima da barra de endereços (URL), lembrando o que vemos no Google Chrome. Outro detalhe, é que em cada aba nova aberta, uma pequena animação é gerada, tornando a interface mais amigável. Além disso, temos como novidade o botão App Button, na parte superior do navegador, que oferece ao usuário um acesso rápido aos comandos do navegador.

O novo Firefox 4 conta com o motor HTML 5, o que o torna mais rápido na sua inicialização. O novo motor promete carregar as páginas web de forma mais rápida, principalmente as que possuem animações, vídeos e serviços online. As configurações de extensões do navegador foram remodeladas, agora, ficando todas em uma página com aparência semelhante à uma página web. A galeria de plugins ficou bem amigável e intuitiva, facilitando seu uso e configuração, inclusive dispensando a necessidade do internauta visitar o site de plugins da Mozilla para instalar seu recurso preferido.

Por fim, o Firefox 4 ainda conta com um melhor recurso de gerenciamento de addons e suporte à transições do CSS 3, além das novas App Tabs, que permite que o usuário armazene aplicativos na barra de abas, como e-mail e calendário. Ou seja, com tantas novidades, vale a pena ao menos fazer um teste do Firefox 4, para saber se ele pode concorrer com as novidades dos adversários.

Para fazer o download do Firefox 4, clique aqui.

A tradição continua: Microsoft envia um bolo para equipe do Firefox, em alusão ao Firefox 4

by

Não é a primeira vez que a equipe da Microsoft faz isso, e isso mostra que a competição entre as duas empresas não é tão acirrada assim. Além disso, um bolo é sempre bem vindo. Então, a Microsoft mais uma vez manda um bolo para a equipe do Firefox 4, para comemorar o seu lançamento e os recordes de downloads que o browser está batendo. A cada nova versão do navegador da raposa, a empresa de Redmond manda um bolo pelo lançamento. Bom, fica o exemplo.

via WinRumors

Internet Explorer 9: conheça as principais mudanças do navegador da Microsoft

by

Os clientes que atualizarem o Internet Explorer 8 perceberão melhorias de desempenho, uma experiência mais segura que coloca em foco seus sites favoritos e inovações na interface do usuário — mudanças que fazem seus sites brilharem. Lembrando que o Internet Explorer 9 é compatível com as versões Vista e 7 do sistema operacional Windows. Para os usuários do Windows XP, mantenham (ou atualizem) para a versão 8 do Internet Explorer.

Há três pilares importantes que representam como reinventamos o papel do navegador com o Internet Explorer 9 para proporcionar uma experiência que faz com que a Web pareça tão nativa quanto os aplicativos em execução no PC:

•    Desempenho: Parte da reinvenção do papel do navegador é proporcionar experiências na Web imersivas e envolventes é o novo conceito de desempenho. Hoje, a velocidade tem uma definição muito restrita, como o tempo de carregamento da página. Amanhã, o navegador não poderá chamar a si próprio a menos que deixe as pessoas interagirem com sites e aplicativos repletos de elementos gráficos na velocidade da luz. Gráficos, textos, vídeos e áudio totalmente acelerados por hardware através do Windows significa que a mesma marcação não só funciona na Web, mas também funciona mais rápido e proporciona uma experiência mais aprimorada. Desenvolvido para tirar total proveito do poder do hardware do seu computador através do Windows, o Internet Explorer 9 fornece experiências dinâmicas tão rápidas e responsivas quanto as aplicações nativas instaladas no computador.

•    Clareza: o Internet Explorer 9 coloca em foco os seus sites preferidos, com uma experiência clara para sua Web que está de acordo com o local em que você se encontra. Com o Internet Explorer 9 e o Windows, reinventamos o papel do navegador e a maneira como as pessoas interagem com sites e aplicações Web. Enquanto outros navegadores focam em si próprios, o Internet Explorer 9 é voltado para os sites, e não para o navegador.

•    Confiança: Quanto mais a Web se torna parte do nosso dia a dia, mais complexos se tornam os problemas de segurança online e segurança do navegador. Quando executada corretamente, a criação de um navegador confiável ajuda os clientes a se sentirem conectados à Web, sem a distração dos problemas de confiabilidade, privacidade e segurança. O Internet Explorer 9 é o método confiável de acesso à Web porque tem um conjunto robusto de tecnologias integradas de segurança, privacidade e confiabilidade que podem ajudar a mantê-lo mais seguro e deixar sua experiência de navegação praticamente ininterrupta.

Desenvolvido para tirar total proveito do hardware do computador baseado no Windows, o Internet Explorer 9 permite que os desenvolvedores criem experiências graficamente avançadas e imersivas na Web que são tão rápidas e responsivas quanto as aplicações instaladas em seu computador, proporcionando uma experiência melhor para os clientes. Esses novos recursos tornam a Web totalmente rápida com o Internet Explorer 9 no Windows.

•    Total aceleração de hardware.  Textos, vídeos e gráficos acelerados por hardware significam que seus sites funcionam como aplicações instaladas diretamente no seu computador baseado no Windows.

•    Novo mecanismo JavaScript.  O Chakra, mecanismo JavaScript otimizado recentemente, interpreta, compila e executa o código em paralelo aproveitando os vários núcleos da CPU.

Com a aparência limpa e uma área de visualização maior, o Windows Internet Explorer 9 coloca em foco as coisas que você gosta e deixa seus sites em evidência. Seus sites favoritos são retirados da caixa do navegador, com integração perfeita com o Windows 7.

•    Navegador com interface do usuário limpa. No Internet Explorer 9, a interface do usuário simplificada e a experiência do usuário voltada para o site colocam em foco o conteúdo de cada site. Isso significa que o navegador ocupa menos espaço na tela, permitindo que as pessoas naveguem e experimentem o que os sites têm a oferecer.

•    Sites fixos. Com os sites fixos, seus sites favoritos podem ser acessados diretamente da barra de tarefas do Windows 7 sem precisar abrir o navegador primeiro. Você pode vincular os sites à barra de tarefas arrastando a guia ou o ícone à esquerda da URL para a barra de tarefas, e encontrar e iniciar facilmente os sites que você acessa com mais frequência — assim como as aplicações nativas no PC. Quando um site fixo é iniciado a partir da barra de tarefas, o quadro do navegador e os controles de navegação integram o ícone do site e a cor principal, enfatizando o site e proporcionando uma experiência ainda mais focada no site.

•    Listas de atalhos. Com as listas de atalhos, você tem uma maneira rápida e fácil de acessar uma tarefa de site comum sem precisar iniciar o navegador primeiro. Para os sites fixos, onde os desenvolvedores criaram recursos de listas de atalhos, você pode criar rapidamente uma nova mensagem de email, verificar sua caixa de entrada, mudar sua estação de música, aceitar o convite de um amigo ou ver as notícias de última hora.

•    Windows Aero Snap para seus sites. Normalmente você precisa usar mais de um site ou página para executar uma tarefa. No Internet Explorer 9, a Microsoft reduziu o quadro, dando mais espaço do que a concorrência para colocar seus sites em evidência. Além disso, remover uma guia arrastando-a para longe do navegador e usar o Windows Aero Snap para posicionar o conteúdo são a melhor forma para mostrar dois sites ou páginas lado a lado.

•    One Box. O One Box oferece às pessoas um único lugar para começar, não importa se elas querem navegar para um site específico ou procurar um site. O One Box no Internet Explorer 9 incorpora a funcionalidade de pesquisa à barra de endereços. Com o One Box, você pode navegar para um site, procurar um site, alternar entre provedores de pesquisa ou acessar o histórico de navegação, Favoritos ou sugestões dos provedores de pesquisa.

O Internet Explorer 9 tem um conjunto robusto de tecnologias integradas de segurança, privacidade e confiabilidade que ajudam a mantê-lo mais seguro e deixam sua experiência de navegação praticamente ininterrupta. Esses novos recursos ajudam a proporcionar confiança de que você precisa para se sentir seguro on-line.

•    Proteção contra Rastreamento. O conteúdo de alguns sites pode ser usado para rastrear sua atividade enquanto você navega na Web. A Proteção contra Rastreamento permite limitar a comunicação do navegador com certos sites – determinados por uma lista de proteção contra rastreamento – para ajudar a manter a privacidade das suas informações. Qualquer pessoa pode criar listas de proteção de rastreamento, e algumas estão disponíveis no momento.

•    Filtragem ActiveX. O ActiveX é uma tecnologia que permite que os desenvolvedores da Web criem conteúdo interativo em seus sites, mas isso pode representar um risco à segurança. O Internet Explorer 9 permite bloquear controles ActiveX todos os sites e reativá-los somente para os sites em que você confia com a nova opção de filtragem ActiveX.

•    Recuperação de travamentos. No Internet Explorer 9, esse recurso isola o impacto de uma guia travada na guia individual, para que as outras guias e o navegador em geral continuem a funcionar. Quando um site trava devido a um script de longa execução ou a outra operação, ele faz com que o navegador pare de responder. A recuperação de travamentos no Internet Explorer 9 significa que você pode continuar a navegar em outras guias. Esse novo recurso complementa o isolamento das guias e a recuperação automática de falhas, que também ajuda a manter sua navegação e evitar a perda de informações.

•    Modo de Exibição de Compatibilidade. Você pode ficar tranquilo em saber que seus sites favoritos funcionarão na versão mais recente do Internet Explorer. Se o Internet Explorer 9 detectar um site que não tenha especificado seu modo de exibição desejado, o botão Modo de Exibição de Compatibilidade aparece ao lado do botão Atualizar na barra de endereços. Pressionar o botão Modo de Exibição de Compatibilidade faz com que o Internet Explorer 9 mude para um modo de documento existente. O estado do botão é salvo para essa página da Web, para que não haja a necessidade de pressioná-lo novamente quando retornar à mesma página posteriormente.

•    Atualizações automáticas. Obter as atualizações mais recentes do navegador ajuda a manter você protegido com o passar do tempo. Você pode optar por ter as atualizações importantes instaladas automaticamente assim que elas são disponibilizadas. As atualizações instaladas automaticamente podem incluir atualizações de segurança, atualizações críticas, atualizações de definição, atualizações cumulativas e service packs do Windows Update.

•    Suporte para políticas de grupo. Para os profissionais de TI, o Internet Explorer 9 continua a fornecer excelente suporte à política de grupo. Com praticamente 1.500 configurações de política de grupo, incluindo novas configurações para suportar recursos do Windows Internet Explorer 9, os profissionais de TI têm o controle de que precisam para gerenciar as instalações do Internet Explorer após a implantação.

Grave marcações interoperáveis com o HTML5 e o Windows Internet Explorer 9

O suporte para HTML5, gráficos vetoriais escalonáveis (SVG), folhas de estilo em cascata de nível 3 (CSS3), ECMAScript 5 e DOM fornece um novo conjunto de recursos que ajudará os desenvolvedores a gravar um conjunto de linguagem de marcação e saber se ele irá funcionar e ter a mesma aparência em todos os navegadores modernos. O Internet Explorer 9 foi projetado para oferecer suporte aos padrões de mercado integrados para ajudar a assegurar que a mesma linguagem de marcação funcione da mesma forma em todos os navegadores.

Para fazer o download da versão final do Internet Explorer 9, clique aqui.

via assessoria de imprensa

LG anuncia seu novo arsenal para 2011: LED TV, SmartTV, Blu-ray 3D e mais – CES 2011

by

A LG anunciou na CES 2011 grandes novidades em muitos dos seus setores onde atua.

Começando pela sua nova plataforma SmartTV, um serviço que permite às HDTVs, players Blu-ray e outros equipamentos acessarem seus conteúdos por streaming, aplicativos e até navegação na web. São quatro serviços principais: TV Live, Premium Content, TV Apps e Launch Bar. Além disso, oferece serviços online, como Vudu, Netflix, YouTube, CinemaNow, Hulu, Amazon VOD, NHL, NBA Live e MLB TV. Todos eles virão inclusos em todos os equipamentos da LG em 2011.

Falaram ainda do SmartTV Upgrader, um pequeno adicional que coloca em dia as TVs “antigas”, que não contam com os serviços anteriormente mencionados, de modos que eles sejam acoplados via HDMI e já possam contar com estas novidades, tal como os novos modelos.

13 novas TVs HDTV, de LED e LCD foram anunciadas para 2011, onde devemos destacar a presença das lentes polarizadas para o 3D, que dispensam o uso de óculos. Todas elas contam com a já citada plataforma SmartTV e serão lançadas primeiro nos Estados Unidos em janeiro, e nos demais territórios do mundo a partir de fevereiro.

Passando para o setor de TVs de plasma, falaram sobre o Infinia PZ950, e as linhas PZ750, com resolução 1080p, com telas a partir de 50 e 60 polegadas, respectivamente. Ambas podem ser controladas por dispositivos com iOS e Android. Preços e datas de lançamento não foram revelados.

Sobre os players de Blu-ray e home cinemas, o BD690 3D suporta discos Blu-ray em 3D e conta com um disco rígido de 250 GB e SmartTV. A maioria dos demais modelos também incluem WiFi, DLNA, entre outros.

Imagens e mais informações sobre os anúncios da LG traremos em breve aqui no TargetHD.

via Engadget.com