Arquivo para a tag: bbm

BlackBerry Messenger abandona o Windows Phone

by

BBM

A BlackBerry não vai bem no mercado de smartphones, contando hoje com uma cota de mercado minúscula e com tentativas de melhorar o seu cenário fracassando miseravelmente. Isso fez com que a empresa centrasse seus esforços nos seus principais serviços de software, como por exemplo o BlackBerry Messenger (BBM).

Como bem sabemos, o Windows Phone/Windows 10 Mobile também bão passa por um bom momento, e isso fez com que os canadenses tomassem a polêmica decisão de remover a compatibilidade do BlackBerry Messenger com o sistema operacional móvel da Microsoft, deixando o mesmo impossível de ser baixado.

 

Os motivos para essa decisão

BBM-2

A BlackBerry não deu explicação oficial para a decisão, mas imaginamos que a baixa cota de mercado do sistema operacional móvel da MIcrosoft e o domínio dos aplicativos como WhatsApp estão diretamente relacionados.

Também é preciso ter em conta que é muito provável que os canadenses estão tentando reduzir os gastos considerados desnecessários, e manter o BBM no Windows Phone/Windows 10 Mobile pode ser considerado um deles.

É uma péssima notícia para quem utilizavam o aplicativo, e uma medida até irônica, já que a decisão é anunciada depois do anúncio do WhatsApp pelo fim do suporte oficial do seu aplicativo para o BlackBerry OS 10, pelo mesmo motivo: a baixa cota de mercado dos canadenses.

Via Softpedia

Você está usando o BBM para Android?

by

bbm-android

O BlackBerry Messenger (BBM) para Android e iOS deram muita notabilidade para a BlackBerry no final de 2013. Os canadenses não estavam no seu melhor momento, e abrir o BBM para outros sistemas era uma boa oportunidade para ganhar quota em um segmento dominado pelo WhatsApp.

Em apenas 24 horas, foram mais de 10 milhões de downloads do BBM nessas plataformas. Agora, a BlackBerry informa que foram 100 milhões de downloads do aplicativo para o Android. Porém, esse número não indica que temos o mesmo volume de usuários ativos.

A BlackBerry destaca que os stickers disponíveis também foram um sucesso, com ‘mais de um bilhão de envios’ pelos usuários. Porém, de novo, uma coisa são o número de downloads (ou envios), e outra é a base de usuários ativos.

Aconteceu o mesmo com o ChatON, aplicativo de mensagens da Samsung, que também ultrapassou a marca de 100 milhões de downloads, mas fechou as suas portas em 2015. E os números do BBM, mesmo sendo bem decentes, acabam se contrastando com os mais de 700 milhões de usuários ATIVOS do WhatsApp, que se convertem em 30 bilhões de mensagens trocadas todos os dias.

Por fim, refaço a pergunta do título do post: quem está usando o BBM para Android?

De verdade?

Via The VergeBlackBerry

Sony Pictures recorreu para smartphones BlackBerry depois de sofrer o ciberataque

by

650_1000_bb-1

Depois de sofrer o ciberataque que vazou vários TB de dados dos seus servidores, a Sony Pictures tomou a radical decisão de desempoeirar um monte antigos telefones BlackBerry, além de voltar alguns procedimentos que eram feitos automaticamente pelos computadores para o modo manual.

O uso do BlackBerry faz todo sentido: no meio do caos, os computadores da Sony não funcionavam, a rede interna estava offline e o serviço de e-mail corporativo ficou comprometido e fora do ar. Só restou aos executivos resgatar os antigos telefones da empresa canadense, que contam com o seu próprio serviço de e-mails, para uma comunicação segura.

Eles também recorreram ao BlackBerry Messenger para discutirem sobre as medidas contra o ataque, organizando uma rede de distribuição de notícias entre os funcionários.

Não foram revelados maiores detalhes sobre quantos aparelhos foram ressuscitados.

Via The Wall Street Journal

BlackBerry pensa em colocar o BBM no seu pulso

by

IMG_9778

John Sims, presidente de serviços empresarias da BlackBerry, afirmou que gostaria de ver o BBM rodando em um dispositivo vestível. Ele afirma inclusive que a empresa já faz testes com isso, e apesar de não haver nenhum plano de lançamento, que já alcançam resultados notórios.

A afirmação mostra uma direção contrária ao que John Chen (foto acima), CEO da BlackBerry, afirmou em fevereiro, quando disse que a empresa canadense não ia entrar na corrida dos wearables, preferindo se centrar em um único mercado, pensando na recuperação da marca no segmento de smartphones.

Ou seja, o discurso parece ter mudado. Sims ainda revela que não só há testes com wearables, mas também que esses equipamentos sincronizariam com o smartphone, podendo ser controlado por voz.

São discursos muito diferentes. O tempo vai dizer qual deles prevaleceu.

Via PCMag