Arquivo para a tag: assistente pessoal

Adeus, Google Now. Olá, Google Assistant

by

google-assistant-02

De acordo com a última beta do aplicativo Google Now, a interface vai mudar de nome, passando a se chamar Google Assistant.

A Google esta revolucionando o seu ecossistema de aplicativos Android. Já vimos a chegada do aplicativo de videochamadas Google Duo, o novo aplicativo de mensagens Google Allo, um preview da nova launcher que vai estrear com os smartphones Google Pixel (que por sua vez abandonam a marca Nexus) e agora, essa mudança do seu assistente pessoal.

 

Google Assistant e Screen Search

A mudança de nome do Google Now para Google Assistant não é a única coisa que a Google muda no seu assistente.

O Now on Tap também muda de nome, e passa a se chamar Google Screen Search, buscando ser uma ferramenta mais completa para busca de informações sobre qualquer aplicativo.

As mudanças foram implementadas na versão 6.5.25 do Google Search, liberada hoje (20). Nela, vemos como as Now Cards desapareceram, para dar espaço ao segmento Feed, nome que deixa claro que este é o local onde habilitamos as fontes de informação para que o Assistant seja mais útil e completo.

O Google Now chegou o mundo em 2012, como parte do primeiro Google Nexus 7, e que hoje se renova para dar as boas vindas para os smartphones Google Pixel e Google Pixel XL. Parece que a ideia da Google de levar os seus serviços um passo além está bem clara.

Ventos de mudança

google-pixel

 

Smartphones com marca própria (ainda que fabricados pela HTC), uma nova launcher para os modelos Pixel e que se diferenciariam da versão AOSP por incorporar melhorias concretas e possivelmente mais apps integrados, uma nova versão do Android Nougat (7.1)…

A Google quer levar o seu ecossistema um passo além, e introduz várias mudanças.

Vamos ver se toda esta resolução resulta em smartphones mais atraentes, ou que entregam vendas melhores para a Google. Se a tudo isso somarmos o futuro tablet fabricado pela Huawei e uma desejável segunda geração do Google Pixel C, o ecossistema ofertado nos próximos meses será realmente interessante.

Via Android Police

Mark Zuckerberg quer o J.A.R.V.I.S. na sua casa em 2016

by

jarvis-iron-man

Mark Zuckerberg estabeleceu como objetivo para 2016 criar um sistema de assistência pessoal com características similares ao do J.A.R.V.I.S., sistema que Tony Stark utiliza como assistente pessoal inteligente.

O fundador do Facebook comentou que aos poucos quer desenvolver esse projeto, começando por coisas que hoje já funcionam, como o controle das luzes, termostato programável e música via streaming. Mas o objetivo final é transformar esse assistente pessoal em um tecnologia baseada em inteligência artificial, permitindo o suporte a comandos de voz, reconhecimento de visitantes na porta e até supervisão da casa com recém nascidos.

Por enquanto, essa é uma iniciativa pessoal de Zuckerberg, mas que também pode ajudar no seu trabalho, com a visualização de dados através da realidade virtual. A ideia é poder melhorar a qualidade dos serviços e dirigir as organizações de forma mais efetiva.

mark-zuckerberg

Ainda que esse assistente pessoal seja o mais destacado, Zuckerberg também revelou os seus demais objetivos para 2016: ler dois livros por mês, aprender mandarim e conhecer uma nova pessoa por dia.

Via Facebook.com/zuck

Facebook também tem o seu assistente pessoal, o ‘M’

by

facebook-m

O Facebook anunciou o seu assistente pessoal. Se chama ‘M’, e ele já estaria em testes entre alguns usuários dentro do aplicativo de mensagens do Messenger.

Como explica o responsável pelo novo serviço dentro do Facebook, David Marcus, o Facebook M chegará integrado no aplicativo de mensagens com um diferencial em relação aos seus rivais: ele pode realizar tarefas ‘reais’, como comprar um produto pela Internet ou reservar um quarto de hotel se assim desejamos.

 

Inteligência artificial, com muita ajuda humana

facebook-m-02

Este é o diferencial que o Facebook M vai se apoiar: no fator humano. Marcos falar disso abertamente, indicando que além da inteligência artificial, teremos pessoas reais por trás do seu funcionamento. O Facebook os denomina como ‘treinadores M’, que são encarregados para que nenhuma pergunta ou tarefa fique sem resposta ou ação.

Marcus também deixa claro que fazer algo diferente no smartphone é uma prioridade para o Facebook, além de fazer dinheiro executando ações que incluem transações apoiadas no que o próprio Facebook já sabe sobre nós. Aqui, fica claro o motivo pelo qual eles deixaram o PayPal como um dos responsáveis pelo M.

Porém, nos primeiros testes, o M não reconhecerá dados de nossas atividades no Facebook (e só o fará posteriormente se assim o usuário permitir), e as respostas que serão geradas, assim como as interações, se basearão exclusivamente naquilo que nós vamos indicando na conversa. Iniciar o M é tão simples como enviar uma mensagem para um novo contato.

O assistente do Facebook vai interpretar o que queremos fazer ou buscar, e iniciará uma conversa que pode acabar em uma ação correta ou não. Em todos os casos, o usuário não saberá se está conversando com um computador ou com um treinador M.

facebook-m-03

Por enquanto, o Facebook não revela detalhes sobre quantos treinadores M estão trabalhando no projeto, mas no futuro podem ser milhares que estarão atendendo as solicitações dos usuários. O custo operacional (partindo do princípio que eles contam hoje com pelo menos 700 milhões de usuários ativos) poderá ser imenso para eles.

Sobre isso, Marcus também deixa claro: o lucro que eles podem obter com as transações que eles vão intermediar, assim como os acordos com estabelecimentos comerciais para facilitar a contratação de produtos e serviços pelo M compensarão todo o investimento.

Vamos ver.

Via Wired

Cortana chega oficialmente ao desktop, com o Windows 10

by

Microsoft-Cortana-Build-2014-000

O Cortana chegou aos PCs, através do Windows 10. O software está disposto a ajudar o usuário com tudo o que ele estiver interessado em fazer. Tudo o que é necessário é um comando vocal para começar.

É possível inclusive indicar quais são os temas que mais te agrada, para que o Cortana prepare uma seleção de itens que podem ser realmente úteis para o dia a dia do usuário, antecipando determinados eventos e tarefas (algo parecido com o que o Google Now faz), em modo de agenda pessoal.

Joe Bielfore foi o encarregado de demonstrar como o Cortana funciona, e apesar de lembrar que o software apresentado no evento de hoje (21) ser uma build muito inicial, os resultados alcançados são muito promissores. Alojado no canto inferior esquerdo, o assistente usa o Bing para realizar todo e qualquer tipo de buscas na internet.

Além disso, é possível executar programas, abrir fotos de uma determinada data, ou executar determinadas músicas. É possível inclusive ditar as tarefas que devem ser armazenadas na agenda. Tudo com relativa fluidez e naturalidade, além de um nível de interação vocal que esperamos que se mantenha quando o Cortana estiver disponível para testes públicos.

O Cortana para Windows 10 estará disponível para os Insiders (desenvolvedores que participal do programa da Microsoft) nos próximos meses, em vários países.

Api.ai quer ser o assistente pessoal a desafiar o Cortana, o Google Now e o Siri

by

api-ai-1-2

O Api.ai é um projeto de um assistente pessoal desenvolvido pelos mesmos criadores do Speaktoit, um assistente virtual para o Android. Eles trabalham em uma solução mais centrada na Internet das Coisas, utilizando o reconhecimento de voz como um componente essencial para integrar essa solução com outros dispositivos conectados, não ficando restrito ao smartphone e tablet.

A API se baseia na criação e gerenciamento das chamadas ‘entidades’ e ‘intensões’. Cada entidade é um grupo de coisas que compartilham certas similaridades, representadas por palavras chaves. As intensões oferecem a conexão entre a entrada de usuário e a ação ou saída que o aplicativo oferece diante dessa entrada.

A ideia é que esta API resolva essas situações de forma inteligente, permitindo que especifiquemos contextos baseados em interações prévias. Essa interação não se limita aos comandos de voz, mas também via teclado. Seus criadores oferecem um SDK para as plataformas Android e iOS, além de seguirem com o desenvolvimento de um SDK para aplicações web (nada foi dito sobre o Windows – Phone).

O vídeo a seguir resume o conceito.

 

Via The Next Web

Viv, um assistente de voz que quer ir muito além do Siri

by

650_1000_her-asistente

A Viv Labs é uma empresa que tem dois anos de vida, e nesse tempo, eles estão trabalhando naquilo que muitos esperam ser o assistente de voz definitivo, o Viv. Suas configurações (segundo seus criadores) vão muito além daquilo que o Siri e outros softwares similares alcançaram até hoje.

O projeto (até então secreto) tem os seus primeiros detalhes revelados. Um deles é que o Viv será capaz de aprender por si mesmo, e de “usar suas preferências pessoas e uma rede de conexões quase infinita para responder a praticamente qualquer pergunta, e realizar praticamente qualquer função”.

Dag Kittlaus, um dos co-fundadores da Viv Labs, afirma que “o Siri é o primeiro capítulo de uma história muito maior e mais longa”. Ele foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento do Siri, em parceria dos outros dois co-fundadores da empresa, os engenheiros Adam Cheyer e Chris Brigham. Os três deixaram a Apple para criar um projeto revolucionário nesse segmento. Eles afirmam que estão orgulhosos com o resultado do Siri, mas “em muitas coisas ele poderia ir além”. A ideia é que o Viv não funcione apenas em smartphones, mas sim em todo o tipo de segmento.

siri-ios-assistant

Kittlaus indica que tanto o Siri como o Google Now ou Cortana estão muito limitados. No caso do assistente pessoal da Apple (por exemplo), ele não pode ir além daquilo que foi programado, ou seja, respondendo perguntas simples (como “onde nasceu Abraham Lincoln?” ou “Qual é a população da cidade X”), e não sentenças mais complexas (como “Qual é a população da cidade que nasceu Abraham Lincoln?”).

Já o Viv é capaz de construir o seu próprio código, e elaborar interconexões para responder as perguntas. Com isso, o resultado final prometido é de um assistente digital que saberá exatamente o que você quer antes mesmo que você pergunte.

Resta esperar para ver se o Viv será mesmo mais inteligente que os demais.

Via Wired

Sherpa Next, o assistente pessoal que quer fazer com que você esqueça o Google Now

by

650_1000_sherpa-1

A startup espanhola Sherpa possui 11 funcionários e um investimento de US$ 2.2 milhões, e essa combinação resultou em um interessante assistente pessoal para o Android e iOS, o Sherpa Next.

O aplicativo, entre outras coisas, combina “uma experiência com previsibilidade, uma busca inteligente e um assistente pessoal”, que atua como alternativa ao Google Now, prometendo inclusive fazer com que o usuário se esqueça do assistente nativo do Android.

Os responsáveis pelo aplicativo acreditam que o Sherpa Next pode oferecer uma experiência de uso mais personalizada e centrada nas buscas que outros aplicativos similares, como por exemplo o Everything.me, Friday ou Cover (este último recém comprado pelo Twitter.

O aplicativo é capaz de recomendar restaurantes na região onde nos encontramos, aprender o nosso uso do dispositivo para criar uma tela inicial personalizada e até publicar mensagens com nosso status no Facebook, se assim desejarmos.

Por enquanto, o aplicativo não está disponível, e quando estiver, deve suportar apenas o espanhol e o inglês. Mas você pode conhecer mais sobre o aplicativo no vídeo a seguir.

 

Via Sherpa

Apple quer que Siri aprenda a usar os seus aplicativos

by

apple-siri

O Siri, assistente pessoal da Apple, ainda tem muito o que aprender (inclusive a compreender o português… #fail, Apple). Um dos aprendizados pendentes é a interação com aplicativos, algo que estaria em desenvolvimento pelo pessoal de Cupertino, para permitir que o assistente ofereça resultados que vão além da simples busca de informação.

De acordo com as fontes do site The Information, esta nova versão do Siri será capaz de reconhecer os aplicativos que estão instalados no seu smartphone, e tirar proveito quando você pedir algo concreto. Dessa forma, se você precisa de um táxi, você não vai precisar se dirigir para o ponto mais próximo, ou te mostrar os números de rádio táxi habituais, mas sim iniciar um aplicativo específico para isso, economizando tempo.

É necessário dizer que a Apple já podia acessar a determinados aplicativos externos por conta de parcerias estabelecidas como empresas como OpenTable, Fandango e Wolfram Research, mas a ideia é qu todos os aplicativos disponíveis possam ser consultados pelo Siri, sem a necessidade que os seus desenvolvedores tenham fechado qualquer tipo de acordo.

É uma tarefa bem complexa, mas a Apple conta com o estímulo de saber que a Google já está trabalhando com características similares, usando um “índice semântico”, que permite que o seu próprio assistente possa saber para que exatamente serve cada aplicativo.

Via TechCrunch

Vídeo | Veja o Cortana, assistente pessoal do Windows Phone 8.1, em ação

by

Cortana1

O Cortana, o assistente pessoal por voz do Windows Phone 8.1 é, talvez, o recurso mais esperado (e vazado) da próxima grande revisão do sistema operacional móvel da Microsoft. Agora, podemos ver mais detalhes do recurso, graças ao vídeo vazado pelo pessoal do site Unleash The Phones.

O vídeo mostra algumas das opções de configuração do serviço, que é a tentativa da Microsoft em fazer concorrência contra o Siri, ou ao sistema de sugestões por voz da Google. O vídeo começa com um eloquente “Oi. Sou Cortana. Posso fazer com que a vida seja um pouquinho mais fácil”.

Sendo esse um serviço residente na nuvem, a primeira coisa que o Cortana pede antes de reconhecer a sua presença é uma conta da Microsoft e acesso a algumas funções essenciais do smartphone, incluindo o microfone, os serviços de localização, sua lista de contatos, calendário, histórico de navegação, e-mails e basicamente todos os dados necessários para oferecer ao usuário respostas contextuais mais precisas possíveis para as perguntas que podem ser formuladas.

Uma vez concedida as permissões, o Cortana vai realizar quatro perguntas básicas ao usuário:

1. Como você prefere passar suas noites?
2. Quais são as coisas mais importantes quando você pensa em comida?
3. O que te motiva na hora de assistir a um evento, ou praticar algum tipo de atividade?
4. Qual seção de notícias você consulta primeiro quando deseja se atualizar?

Com as respostas para essas perguntas, o Cortana pode elaborar um perfil de usuário, onde pode oferecer recomendações relevantes. Não menos interessante é a função “horas de silêncio”, que vai permitir a marcação de janelas de tempo onde será o próprio assistente que vai responder as suas chamadas e mensagens SMS, para que você não seja incomodado.

Tal como aconteceu com os demais vazamentos relacionados com o Windows Phone 8.1, o Cortana deve ser anunciado oficialmente no começo do mês de abril, na BUILD Conference, evento para desenvolvedores organizado pela Microsoft.

 

Via Unleash The Phones, WMPowerUser

Assim é a Cortana, a assistente pessoal do Windows Phone 8.1, em imagens vazadas

by

cortana-windows-phone

Faz um bom tempo que sabemos que a Microsoft está preparando um assistente de voz para substituir o Bing como centro das buscas no Windows Phone. O seu nome, Cortana, é uma clara referência à célebre saga de jogos Halo, e agora, temos imagens capturadas de sua aparência.

As imagens foram publicadas pelo site The Verge, que citam como fontes “pessoas próximas ao desenvolvimento do serviço”. As imagens permitem a confirmação que a Microsoft não vai utilizar a imagem do personagem do videogame, mas sim um simples ícone circular animado.

cortana

Tudo lembra muito tanto o Siri, o assistente de voz do iOS, como o Google Now, proposta integrada ao Android a algum tempo. A Cortana vai oferecer a possibilidade de realizar buscas de voz, aprender nossas buscas e até como utilizamos o nosso smartphone.

Essa proposta, que estará presente no Windows Phone 8.1, se assemelha muito ao Google Now, já que o Cortana vai consultar nossos e-mails (por exemplo) para responder de forma relevante as nossas perguntas sobre todos esses dados armazenados no smartphone (ou na nuvem), nos momentos onde queremos acessar tais dados de forma mais simples e direta.

Também será possível personalizar as saudações, alertas, sugestões e qualquer tipo de notificações, além de indexar os seus e-mails para colher informações importantes (como horário de voos, compromissos, reuniões, etc), e tudo isso sem perder a segurança como foco principal.

Por enquanto, ainda não sabemos se o catálogo de serviços do Cortana guarda mais algumas surpresas – acredito que sim, e que veremos tais surpresas conforme os vazamentos forem acontecendo. Também não será surpresa se mais alguém acabar revelando novidades sobre o assistente antes da BUILD Conference da Microsoft.

De qualquer forma, vamos ficar de olho nas próximas semanas.

Via The Verge

Cortana, a assistente pessoal do Windows Phone, vai combinar o melhor do Siri e do Google Now

by

cortana

A essa altura do campeonato, não estamos descobrindo a roda quando falamos que a Microsoft pretende se lançar de cabeça na piscina dos assistentes pessoais para dispositivos móveis. E o salto responde pelo nome de Cortana, o seu próprio assistente pessoal.

Ainda falta um pouco para o seu lançamento oficial (que deve acontecer na Build Conference 2014, no começo de abril, junto com o Windows Phone 8.1), mas temos novidades vazadas sobre o assunto. Por enquanto, sua aparência final é um dos segredos mais bem guardados pela Microsoft, mas tudo indica que eles devem seguir os passos do Siri e do Google Now, combinando as melhores características das duas plataformas.

Segundo o site The Verge, a Cortana vai substituir o sistema de buscas do Bing, contando como interface principal um ícone circular animado da mesma cor que está ressaltada nos elementos do sistema. Além disso, oferecerá indicativos visuais em função do seu estado de ânimo, e até uma personalidade própria, muito no estilo da Siri da Apple, podendo inclusive te cumprimentar pelo nome.

Sua base de dados foi batizada com o nome “Notebook”, e entre outros elementos, ela seria capaz de armazenar suas informações pessoais, localização, registros na agenda de compromissos, contatos ou comportamentos pessoais. A ideia é que, com o tempo, o sistema e acostume a cada usuário, antecipando-se às suas necessidades. A Microsoft quis se prevenir de eventualidades diversas, colocando grande ênfase na privacidade, permitindo ao usuário a edição ou remoção de todas essas informações.

Por último, mas não menos importante, a Cortana não vai trabalhar sozinha. Deve se apoiar em aplicativos de terceiros, como por exemplo o Foursquare para tornar a sua experiência ainda mais completa, algo que pode dar uma certa vantagem ao assistente pessoal da Microsoft em relação aos demais.

Em resumo: se a Microsoft conseguir implantar o Cortana em outras das suas plataformas, como por exemplo o Windows e o Xbox, teremos um potencial sucesso aparecendo em um futuro não muito distante.

Via The Verge

Windows Phone 8.1 contará com uma central de notificações real e o seu próprio assistente pessoal

by

nokia-lumia-1520-windows-phone-8

A conferência BUILD 2014 deve ser especialmente interessante para os seguidores do Windows Phone. Se você é uma dessas pessoas, vale a pena lembrar que a última edição do simpósio que a Microsoft mantém todos os anos com os seus desenvolvedores não apresentou muitas novidades referentes à versão móvel do Windows, mas segundo Tom Warren de The Verge, a Microsoft pensa em aproveitar o evento a ser realizado em abril de 2014 para explorar ao máximo o Windows Phone 8.1, que vai incorporar uma central de notificações de verdade (e não aquilo que vimos até agora) e um assistente pessoal, que vai servir de (tentativa de) resposta ao Siri e ao Google Now.

As duas tecnologias já foram filtradas recentemente, através de várias ROMs em desenvolvimento, mas agora temos novos detalhes sobre como elas podem funcionar em sua versão definitiva. A central de notificações é (talvez) a novidade mais esperada pelos usuários do Windows Phone, uma vez que as Live Tiles – que são interessantes e práticas – não oferecem um registro eficiente ou consolidado sobre as atividades do smartphone.

De acordo com as fontes de Warren, a central de notificações do Windows Phone não terá uma tile específica, mas sim poderá ser vista através de um movimento de deslizar, a partir da parte inferior da tela, com um gesto de baixo para cima. Há quem pense que essa é uma ideia totalmente calcada no Android, mas aparentemente a solução da Microsoft terá alguns detalhes únicos, como a possibilidade de exibir as configurações rápidas do telefone com um gesto curto, ou exibir todas as notificações com um gesto único e longo.

Por outro lado, o (ou a) Cortana, o assistente pessoal desenvolvido pela Microsoft vai finalmente fazer parte do Windows Phone, a partir da versão 8.1 do sistema operacional. O software (que recebe um nome muito conhecido dos fãs de Halo) vai substituir a ferramenta de buscas do Bing tal e como conhecemos, adicionando o suporte de voz e a capacidade de aprendizagem, para oferecer resultados mais precisos personalizados. Os dados oferecidos serão ainda contextuais, analisando a posição do usuário para oferecer características mais relevantes para o usuário.

Obviamente, nem a central de notificações, nem o (a) Cortana serão as únicas novidades a serem apresentadas pelo Windows Phone 8.1. Outras características estarão presentes, como o volume independente para os sonso do telefone e a reprodução musical, compatibilidade com as redes VPN para usuários empresariais, integração com o Facebook e o Twitter no hub de contatos e uma busca inteligente no Bing que (aparentemente) vai aproximar os resultados tradicionais do buscador do que aqueles que podemos encontrar nesse momento nos tablets e desktops com Windows 8.1.

E o que acontece com essa história dos botões virtuais (de busca, início e voltar) que foram filtrados pelo @evleaks nesse final de semana?

Aparentemente, são reais, e veremos eles em um dos dois smartphones que eles estão trabalhando com a Nokia para serem apresentados no ato do lançamento do Windows Phone 8.1. Um dos rumores é que aparentemente esses botões podem ser controlados através de gestos sem contato, dispensando o toque na tela.

Em resumo: todas as atenções na BUILD 2014. Muitas novidades a caminho…

Via The Verge

Você sabia que… o Apple Siri pode prevenir tentativas de suicídio?

by

siri-suicide

A última atualização do assistente pessoal inteligente da Apple, o Siri, trouxe muitas novidades. Entre elas, um modo que pode prevenir tentativas de suicídio, ou pelo menos detectar quando a pessoa está insistentemente pesquisando sobre o assunto, e de forma automática, recomendar ajuda especializada.

Na prática, o software pode detectar quando a pessoa está com sérios problemas na vida, através das buscas e palavras digitadas, e recomenda automaticamente o número do telefone do National Suicide Prevention LIfeline, podendo inclusive discar diretamente para esse telefone, caso o usuário assim deseje. De forma alternativa, se o dono do iPhone não quiser discar para o NSPL, o Siri mostra automaticamente locais de entidades de prevenção ao suicídio, com indicações de mapas e telefones.

A Apple não é a pioneira nesse tipo de ferramenta. Desde 2012, a Google adicionou o recurso de análise de palavras-chave digitadas pelo usuário, para tentar detectar se o mesmo está fazendo uma busca por termos relacionados ao suicídio. Caso isso aconteça, a ferramenta de busca faz automaticamente a indicação para o National Suicide Prevention Lifeline, sugerindo ao usuário que faça a ligação para o centro.

O novo recurso pode estar relacionado à um recente estudo publicado pelo The New York Times, que informa que morrem mais norte-americanos pelo suicídio do que por acidentes de carro.

Via