Arquivo para a tag: arte

Jogos da Nintendo em pôsteres no estilo Pulp Fiction

by

video-game-pulp-fiction-covers-1

Essa é uma pequena parte da coleção de pôsteres de jogos da Nintendo no estilo Pulp Fiction. A coleção foi criada pelo artista Ástor Alexander, que utilizou jogos como Metroid, Super Mario e Zelda para recriar um ambiente mais sombrio e sofisticado.

Da minha parte, digo que trabalhos assim são animadores. Mostram uma perspectiva diferente de algo que já temos concebido em nossa mente. Reinventam propostas visuais e conceituais, para deixar tudo mais moderno e interessante, até para quem já conhece os jogos de longa data.

Você pode conferir outros trabalhos de Alexander, na sua página no deviantART. Mais imagens a seguir.

video-game-pulp-fiction-covers-2 video-game-pulp-fiction-covers-3 video-game-pulp-fiction-covers-4

Sorria… ou você não poderá ver as imagens dessa TV

by

650_1000_smile-tv

A Smile TV é um projeto artístico muito curioso. Quando nos colocamos diante da TV, só vamos ver a imagem distorcida. Para ver a imagem limpa, teremos que sorrir constantemente, já que um sensor de encarregará de ver se estamos sorrindo em tempo real.

De acordo com o seus criadores, essa é uma transição da recepção como processo. No passado, quando a qualidade da imagem era pior do que a de hoje, era o ato da manipulação da antena que modificava a qualidade desse sinal e das imagens. Agora, em uma cultura e economia ligada às coisas que nos agradam, pensemos por exemplo na corrente positiva formada pelas redes sociais, como em seus botões “like” ou favoritos. E somos nós que, através de um sorriso, nos tornamos os receptores desse conteúdo.

Uma câmera conectada a um computador com o software FaceOSC é quem detecta se o usuário está sorrindo ou não. Dependendo do gesto no rosto, a imagem fica mais nítida ou não. O acabamento da estética retrô não é por acaso, pois lembra as TVs de tubo do passado, que foi alvo de muitas críticas sobre o uso dessa tecnologia como meio de comunicação.

A Smile TV foi parte da exibição da Royal College of Art de Londres (Reino Unido), e por enquanto, não há planos que o projeto volte a ser exibido. É um projeto bem curioso, e levando em conta a tecnologia de alguma Smart TVs, é até possível reproduzir o experimento em modelos mais modernos.

Via Creative Applications

Vovô japonês pinta lindos quadros com a ajuda do Excel

by

quadros-com-excel

O máximo de diversão que você poderia extrair do Excel até hoje foi correr as células com o cursor, para saber até onde chega o contador do software. Porém, isso muda a partir de hoje. Um vovô japonês muito talentoso faz quadros a partir de planilhas de Excel.

O senhor Tatsuo Horiuchi, de 73 anos de idade, não teve que trabalhar com o Excel enquanto ainda trabalhava. Via os seus colegas de trabalho “brigando” com a ferramenta, e criando gráficos tradicionais (pizza, barras, etc), mas tudo isso não o chamava a atenção. Mas quando descobriu que era possível utilizar o Excel para criar arte, decidiu dar um passo além, e criar uma nova proposta para a ferramenta.

Quando a aposentadoria chegou, Tatsuo comprou um computador, e começou a brincar com o Excel de forma criativa. Muitos podem se perguntar: “mas… por que ele utilizou o Excel, uma vez que ele poderia utilizar o Paint?”. Por mais inacreditável que possa parecer, a resposta do velhinho foi que “o Paint pareceu mais complicado que o Excel para criar desenhos, e o software de criação de planilhas oferecia mais opções”.

Uma vez apresentados os motivos, conhecemos a técnica. O mais lógico aqui seria tratar cada célula como um pixel, e fazer quadros a partir da combinação desses pixels coloridos. Ou poderia criar complicadas funções matemáticas, cujo resultado seriam as figuras. Porém, Tatsuo utiliza as formas de desenho que já estão presentes no Excel para modificá-las, inserindo as cores e, depois, pintando na tela.

Por exemplo, ele pega a forma geométrica disponível no Excel, faz as modificações, e aplica as cores desejadas antes de inserir no quadro. E mesmo que o método pareça muito simples, temos aqui uma verdadeira obra de arte. Afinal, o resultado final não se baseia somente na adição das formas (algo que qualquer criança de 3 anos de idade poderia fazer), mas também no conjunto e composição dessas formas, de modo que tudo fique harmonioso na tela.

O resultado? Verdadeiras obras de arte. Clique aqui para ver mais telas do Sr. Tatsuo.

Via Gizmologia

Relógios com alarme controlados por joysticks. Será?

by

Vamos admitir: acordar pela manhã, depois de uma madrugada navegando pela internet ou jogando videogames é uma das tarefas mais complicadas que temos. E isso porque o dia está apenas começando. Aquele desejo de ficar mais alguns minutos dormindo é incontrolável, e todo e qualquer método para tornar o seu despertar mais ágil é válido. E, ao longo dos anos, vimos diversos tipos de despertadores alternativos, que prometem te colocar a postos para um dia de batente. Ou, pelo menos, vai te acordar forçosamente. Mas poucos deles acertaram tão em cheio no fanatismo de um segmento de consumidor: os videogames.

O designer Roger Ibars criou projeto de nome Hard-Wire Devices, que nada mais é do que uma série daqueles rádio-relógios despertadores que temos na nossa casa, mas modificados para serem supostamente controlados pelos controles de mais de 20 consoles de videogames clássicos. A ideia é que, ao invés de você utilizar o botão do despertador, você precisa, obrigatoriamente, utilizar o joystick, como se fosse um jogo, para desativar o alarme. 

O resultado final das modificações é bem satisfatório. O designer utilizou de criatividade e boa dose de nostalgia para apresentar produtos que, convenhamos, muitos dos games gostariam de ter na sua casa. De joysticks de Atari até a primeira versão de PlayStation, temos aqui uma grande revisão da história dos videogames, em um elemento tão emblemático dos jogadores ao longo das décadas. 

Fica o registro que não dá pra afirmar se as obras criadas no projeto Hand-Wire Devices são plenamente funcionais, uma vez que seu objetivo é artístico. Mas podemos ver essas obras como uma grande homenagem ao mundo dos videogames. Para você ver mais das obras do Hand-Wire Devices, é só acessar a fonte dessa notícia.

via Fubiz

Nomad Brush, um “pincel capacitivo”, para explorar o artista digital que existe em você

by

O que você vê acima é o Nomad Brush, um curioso periférico que faz as vezes de brocha digital. Suas cerdas capacitivas permitem que você tenha toda a inspiração possível para que você expresse sua arte em telas de smartphone ou tablets, na hora que quiser, sem ter que carregar um cavalete e kit de tintas junto com você.

O invento já está disponível no site do fabricante, por um preço de US$ 24. Abaixo, vídeo que demonstra do Nomad Brush.


via TUAW

Tableau: mesa de cabeceiro com funções de scanner e impressora para seus tweets

by

Dizem que os mascotes lembram os seus donos. E parece que nossa mobília também pode refletir, de alguma forma, nosso afã por tecnologia. De modo que o designer John Kestner resolveu tornar a vida daqueles que gostam disso um pouco mais fácil. O que você vê é o Tableau, uma mesinha de cabeceira com funções de scanner, tela, impressora e até mesmo cliente de Twitter. O conjunto foi fabricado com materiais reciclados, e para não cair no mais do mesmo, a mesa conta até com um sistema de alerta que avisa quando novas mensagens chegam iluminando a maçaneta da gaveta. Por enquanto, a única unidade do produto está disponível apenas na Bienal de Design de Saint-Étienne, mas seu criador espera poder colocá-lo à venda ao longo do próximo ano.

Fonte

Um professor de arte instala uma câmera digital em seu crânio

by

A vida de Wafaa Bilal, um professor de tecnologia da Universidade de Nova York, não seria importante para o mundo da tecnologia se não fosse pelo próximo projeto de arte que ele tem em mente. Wafaa decidiu instar uma câmera digital completa em seu crânio, com o objetivo de captar centenas de imagens que ele pretende apresentar em uma exposição que ele vai inaugurar no Museu de Arte Moderna Mathaf Arab, em 30 de dezembro. Ainda que a ideia pareça algo futurista (e absurdamente maluca), na prática ele conta com uma placa de titânio integrada no crânio, que serve de base para conectar uma câmera digital de dimensões consideráveis para os dias de hoje. Abaixo, vídeo com as primeiras declarações do professor depois da intervenção dos médicos. E eu nem sei o que comentar direito sobre isso.

Fonte

Cabeça de Steve Jobs em pixel art 3D, para vigiar o seu trabalho no escritório

by

Hora de falar diretamente para os Apple Fanboys que estão lendo o TargetHD.net neste momento.

Um produto como esses pode ter dois efeitos psicológicos distintos. O primeiro deles é aquele da devoção. Afinal, nada mais satisfatório do que você trabalhar suas 8 horas sagradas no seu escritório tendo o seu maior mentor ao seu lado, abençoando sua atividade profissional. Tudo bem, Steve Jobs estaria em uma arte pixelada, mas estaria presente. O segundo efeito é o da intimidação. Todo mundo sabe como Jobs é exigente com os seus comandados, e como ele não dá folga para ninguém que fique de corpo mole no trabalho. Por isso, saber que, de alguma forma, o mandatário da Apple está de olho na sua produtividade pode te lembrar que você tem que trabalhar. Bom, o que importa é que esta pequena peça éfeita pela empresa Shapeways, e foi desenvolvida pela empresa dinamarquesa Sevesheaven Design Studio. Ou seja, se você é um geek nórdico, tem grandes chances de conseguir um desses.

Fonte

Relógio tenta colocar ordem no caos do tempo, parecendo que está quebrado

by

Os relógios foram criados com um objetivo específico: mostrar o tempo de forma organizada, para que possamos gerenciar melhor a nossa vida. Bom, não é o caso do Order in Chaos. Na verdade é, mas ele não exibe as horas com os números minimamente ordenados. Segundo seus autores, o relógio é um “paradigma entre a anarquia que existe em nós e o universo que nos conecta”. Ok, eu também não faço ideia do que ele quis dizer, mas o que importa é que ele é bem legal, pois conta com números perdidos e quebrados, que mostram as horas, e conforme você vai progredindo no tempo, estes números vão se montando, até chegar na hora completa, este número fica inteiro, perfeito. Repare que ele só tem o ponteiro dos minutos, logo, na foto acima, você vê que são 12:10. Preço: US$ 2.000.

Fonte

[pra descontrair] Artista fabrica um skate flutuante que nos traz "de volta para o futuro"

by

Na lista de sonhos de produtos impossíveis de muitos geeks, aparece este skate flutuante do filme “De Volta Para o Futuro”, que flutua sobre terra e água. Bom, fique sabendo que agora, o produto é real. Ainda que apenas parcialmente. Usando eletro imãs, e um sistema laser para mantê-lo flutuando, Nils Guadagnin conseguiu tornar realidade a nossa fantasia de imitar Michael J. Fox. Como você compreendeu nesta breve explicação, ele não pode ser usando em nenhum lugar, mas abre as portas para que alguém consiga fabricar um modelo de verdade. Como? Não me pergunte. Mas já é um começo.

Fonte

[pra descontrair] Transformaram um OLPC nesta coisa que você vê abaixo, com a ajuda de microoondas.

by

Ok, tá vendo este troço aí em cima que se parece com um alien? Ok, ele foi um dia um OLPC XO que morreu por causa de um incêndio. É obra de um cabelereiro conhecido por criar estas coisas bizarras no microondas, o Kenny Irwin. Esta obra está à venda no eBay, pelo preço atual de US$ 26.001. Quer dar uma olhada no vídeo promocional desta “obra de arte”? É só conferir abaixo.

Mais @Engadget.com