Arquivo para a tag: arm

Em breve os smartphones vão superar o Xbox One e o PS4

by

smartphone-8-games

Não resta dúvida que o Xbox One e o PS4 representam mudanças importantes dentro do mundo dos videogames, principalmente pela mudança de arquitetura para os processadores x86 e pelo uso de soluções gráficas convencionais, ou seja, de modelos que não contam com nenhum particular se comparado com outros gráficos disponíveis no mercado.

Isso era visto com bons olhos no começo, pois permitia planejar conversões perfeitas de jogos do console para o PC. Porém, a realidade foi muito diferente. Vários jogos da Ubisoft (AC: Unity e Batman: Arkham Knight como exemplos clássicos) tiveram suas adaptações para o PC fracassando de forma notável.

Deixando de lado essa polêmica, o desempenho do Xbox One e do PS4 é limitado, a ponto de equivalerem hoje a de um PC de linha média-baixa, algo que reforça o argumento que os dois consoles serão superados pelos dispositivos móveis em um ano. Quem afirma é Nizar Romdan, diretor do ecossistema ARM, que comenta que os tablets e smartphones top de linha atuais já são mais potentes que o Xbox 360 e o PS3, se aproximando perigosamente do Xbox One e PS4.

Com isso em mente, Romdan se atreveu a comentar que é muito provável que, em 2017, os hipotéticos Galaxy S8 e iPhone 7s vão superar a potência dos consoles de nova geração, algo que não implica necessariamente que veremos jogos com um nível de qualidade gráfica equivalente. De fato, não parece ser nada provável, a não ser que essa potência extra poderia ser aproveitada para obter novas e melhores experiências de realidade virtual (por exemplo).

Via Neowin

Windows 10 ARM Desktop a caminho?

by

Windows10ARM

Windows 10 ARM Desktop é uma nova versão do sistema operacional que a Microsoft estaria trabalhando. O nome apareceu em uma documentação presente no blog oficial da empresa, o MSDN.

A Microsoft suporta a arquitetura RISC do ARM há muito tempo. Desde as primeiras versões do Windows Mobile e Windows Phone, e no novo Windows 10 Mobile e no Windows RT, especialmente destinado a cobrir o setor dos tablets. O Windows 10 ARM Desktop seria uma novidade por ser destinado também aos tablets, com suporte completo para todas as versões, já que são mencionadas as variantes Home, Pro, Enterprise e Education.

O objetivo da versão é suportar a execução de aplicativos Win32, algo que o Windows RT não fazia (por isso acabou em fiasco). A Microsoft estaria trabalhando desde 2013 com um emular (JIT x86-to-ARM), mas não sabemos se este seria o método a utilizar para executar aplicativos.

A imagem abaixo mostra que o Windows 10 ARM Desktop não é o único sistema listado na documentação do MSDN, porque também apareceram as versões Windows 10 Mobile ARM64 e Windows 10 Mobile x86. Destaque para este último que seria destinado a gerenciar o especulado Surface Phone, smartphone de linha alta com chipset Intel capaz de executar nativamente aplicativos Win32.

Windows10ARM_2

Vale a pena assinalar por fim que a Microsoft trabalha há tempos com o ARM em servidores, algo que se concretizaria com o Windows 10 Server ARM, que completaria a plataforma com a ideia de unificação total. O Windows 10 seria capaz de ser instalado em qualquer dispositivo, desde um smartphone até um servidor, com arquiteturas x86 ou ARM.

Algo sem dúvida muito interessante. Vamos acompanhar as próximas pistas sobre o assunto.

Via MSDN

Thread Group: Samsung e Nest unidas pelo lar inteligente

by

Thread-Group-nest

Uma nova iniciativa chamada Thread Group nasceu hoje, onde as gigantes de tecnologia Google, Samsung e ARM assumiram o controle da Nest Labs, com o objetivo de investir recursos na pesquisa de soluções para a busca do lar inteligente.

O novo padrão estaria focado em conectar produtos desenvolvidos exclusivamente para o lar, com a promessa que qualquer dispositivo com conectividade sem fio (padrão IEEE 802.15.4) poderá se conectar a outro dispositivo, com uma simples capa de software.

As vantagens do padrão Thread Group seriam:

– O baixo consumo de energia
– Uma capa de segurança para a comunicação entre os dispositivos
– A compatibilidade com produtos já existentes, que suportam padrões e protocolos de conectividade atuais, como as lâmpadas inteligentes da Philips ou o termostato inteligente da Nest.

O primeiro passo já foi dado. Há uma ampla gama de dispositivos que podem se integrar com outros, bastando a integração de um chip compatível com o padrão já citado. É bem mais simples enviar uma atualização de software do que fabricar um novo produto com uma frequência diferente. Além disso, essa é uma aliança que aposta principalmente no hardware que já existe, diferente de outras iniciativas.

O principal objetivo da Thread é utilizar uma nova forma de conectar os dispositivos que funcionam dentro do conceito de lar conectado (ou internet das coisas), tentando utilizar o padrão WiFi ou Bluetooth como meio de conexão dos dispositivos envolvidos.

Segundo o site oficial da aliança, o primeiro padrão será publicado em algum momento de 2014, mas os dispositivos que receberão os novos rádios Thread só chegariam ao mercado no meio de 2015, até que a iniciativa se volte ao hardware, e seja mais “amigável” para outras propostas.

TG_ThreadHomeNetwork_illo_v2

Via Thread Group

Europa quer construir um supercomputador baseado na CPUs dos smartphones

by

650_1000_newmontblanc-blade2

O consórcio European Technology Platform for High Perfomance Computing é o responsável por uma nova inciativa chamada Mont-Blanc, que visa criar um supercomputador que funciona com a combinação da potência de processadores móveis.

A ideia nasceu na Barcelona Supercomputing Center, uma das instalações mais avançadas do planeta dedicadas à supercomputação. A iniciativa conta com 22 milhões de euros de investimentos até setembro de 2016, e já desenvolveu um primeiro protótipo de servidor blade, que conta com processadores Samsung Exynos 5.

O consumo desse sistema seria ente 1/15 e 1/13 parte da energia consumida pelos processadores utilizados em sistemas de computação, mas sua potência também é bem mais baixa. Jean-François Lavignon, presidente dessa plataforma, esclarece que os processadores x86 e sua combinação com modernas GPUs seguirão dominando a famosa lista Top 500, mas a supercomputação ARM pode ser um caminho interessante para o futuro.

Não é de hoje que vemos como os fabricantes de servidores começam a desenvolver e produzir máquinas baseadas em ARM, e agora o salto parece ser pensado nas tarefas mais exigentes. É mais que provável que o primeiro supercomputador hexaflop chegue através do x86, mas pode ser que os processadores ARM apresente uma alternativa de futuro notavelmente interessante.

Via IEEE Spectrum

É possível um smartphone de US$ 20? O ARM Cortex-A5 afirma que sim!

by

0307edeproductsatmel

A ARM sabe muito bem aproveitar o fenômeno do momento dos smartphones, e também sabe que os dispositivos de entrada são aqueles que despertam o interesse de muita gente. A empresa aposta que o maior crescimento da categoria nos próximos anos está no segmento de produtos de entrada, e a previsão é que apenas no ano de 2015 sejam vendidos aproximadamente 1.75 bilhão de smartphones.

Mas a ARM pensa a longo prazo. Eles acreditam que em 2018, mais de 2.5 bilhões de smartphones serão distribuídos no mercado, e 50% serão de modelos de entrada, com preços inferiores a US$ 150.

Pensando em tudo isso, a ARM está convencida que o preço mínimo que as pessoas estarão dispostas a pagar por um smartphone de entrada no futuro será de US$ 20. Mais: é possível que esse preço para um telefone inteligente básico pode ser alcançado ainda em 2014. O único problema para tal marca ser alcançada estão nos demais componentes que compõem um smartphone que ainda não podem ter o seu preço reduzido.

Firefox-OS-25-dólares

O dispositivo com preço de US$ 20 poderia contar nesse momento com um muito discreto processador Cortex A5 single core, similar ao que já está presente no dispositivo que podemos considerar como um smartphone, e com preço mais barato até agora: o smartphone com Firefox OS que foi apresentado na última MWC de Barcelona. Na ocasião, a Mozilla informou que esse dispositivo poderia custar até US$ 25, e esse processador consegue ser mais potente que o Cortex A11 presente no primeiro iPhone, de 2007.

Par a ARM, algo menor nas especificações que esse chip seria algo inviável para um ecossistema como o Android.

Via Arstechnica

Armiga, o emulador ARM do Amiga 500 quer ressuscitar os seus velhos disquetes de 5,25 polegadas

by

armiga-foto

A nostalgia pode resultar em coisas realmente surpreendentes, como fazer com que um computador do passado volte à vida. Um grupo de entusiastas do Amiga, a mítica máquina da Commodore, decidiram ressuscitar o computador com a ajuda de um emulador.

Desenvolvendo um controlador específico, eles conseguiram ler os discos flexíveis que eram usados nos computadores Commodore, e alocaram tudo em uma memória SD, que executa o software necessário para que tudo funcione. O coração de tudo isso é um Raspberry Pi, que como bem sabemos, funciona com um processador ARM – e por isso temos o nome Armiga.

O projeto do Armiga está em fase de crowdfunding no site Indiegogo, e custa 99 euros. Abaixo, um vídeo demonstra melhor o projeto.

 

Via Armiga
Via Indiegogo

Windows RT não será compatível com um bom número de impressoras

by

O lançamento de um novo sistema operacional introduz sempre um certo ponto de incerteza para o usuário. Ainda que a retrocompatibilidade dos dispositivos pareça ser extensa, e a maioria dos fabricantes oferecem drivers atualizados para nossos produtos, é inevitável que alguns desses mesmos produtos fiquem de fora da lista de atualizados. E é exatamente isso que vai acontecer com o Windows RT e uma boa quantidade de impressoras.

Dell e HP publicaram a sua lista de dispositivos de impressão compatíveis com a versão do Windows para dispositivos ARM, deixando claro porque a Microsoft considera o Windows RT uma opção mais focada para o entretenimento do que para a produtividade. Das 200 impressoras LaserJet e ColorJet enumeradas pela HP, apenas 34 são 100% compatíveis com o Windows RT, enquanto que a grande maioria dos produtos no catálogo da empresa funcionará sem problemas no Windows 8. Dessa lista de 200 modelos, 83 não vão funcionar, e outras funcionarão com “suporte limitado”, para funções básicas de impressão, sem os seus parâmetros avançados.

Sobre a Dell, 32 das 110 impressoras enumeradas por eles funcionam com o Windows RT. Das impressoras compatíveis, duas são de injeção de tinta, e as demais são impressoras do tipo laser.

Como você pode ver, o Windows RT não vai oferecer na hora de trabalhar a mesma flexibilidade de hardware do Windows 8, mas mesmo assim, ainda será muito superior a outros sistemas operacionais para dispositivos com tela sensível ao toque. Para saber a lista de impressoras HP LaserJet e ColorJet compatíveis, clique aqui. Para ler a lista completa de produtos HP compatíveis, clique aqui. Para ler a lista de impressoras da Dell compatíveis, clique aqui.

Via

Google e Samsung lançam um Chromebook Exynos de 11.6″, resolução 1080p e 6.5 horas de bateria

by

Nem todos os lançamentos precisam do seu próprio evento para receber destaque. Um ótimo exemplo do que eu estou falando é o anúncio do novo Chromebook ARM, produto da Samsung em parceria com o Google. O dispositivo é baseado em um processador Exynos 5 Dual 5250 da fabricante sul-coreana (que assume o lugar do tradicional processador Intel de baixo consumo) para evitar o uso de ventiladores e oferecer ao mesmo tempo um desempenho aceitável.

Dito isso, esse novo processador promete ser um dos responsáveis para que o portátil atinga uma autonomia de bateria de mais de 6.5 horas de uso (isso, na teoria), além de oferecer o desempenho adequado para reproduzir vídeos a 1080p, o que é considerado mais que o suficiente para as necessidades mais essenciais dos geeks itinerantes, ou até mesmo dos usuários mais básicos, que usam o computador para navegar na internet, fazer algum trabalho rápido com o Google Docs e jogar Angry Birds com sua tela de 11.6 polegadas (1366 x 768).

As demais especificações do produto são: 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno (lembrando que esse é um ultrabook que vai trabalhar com aplicativos online), uma porta HDMI, Bluetooth e WiFi a/b/g/n, com o adicional de contar com 100 GB de espaço no Google Drive por dois anos. Na prática, para os usuários mais exigentes, ele não chega a competir com um utrabook autêntico, mas acredito que esse não é o propósito principal do Google com esse produto. O objetivo deles é conquistar o mercado escolar.

Não sabemos se haverá algum plano de desconto para a instituição que decidir comprar várias unidades do produto, mas sabemos que esse portátil com apenas 2 cm de espessura estará disponível na Play Store dos Estados Unidos em breve, por um preço sugerido de US$ 249. Abaixo, veja o vídeo promocional do produto.

Via Google, Google

Sim, amigos… a Microsoft mira o iPad com o seu Surface

by

A Microsoft está realmente convencida que o seu tablet, o Surface for Windows RT pode mesmo competir com o iPad. E a empresa não é a única que acredita nessa competição. Muitos acreditam que, se a empresa de Redmond confirmar o seu preço de US$ 199 para a versão mais acessível do tablet com Windows 8, não só a Apple, mas empresas como ASUS e Dell deverão ficar muito atentas com a manobra, pois aí a competição passaria a ser muito dura.

Quem afirma isso é o analista da IDC, Bob O’Donnell, que acredita que tudo vai depender do preço final que a Microsoft vai adotar para o seu produto. O iPad de 32 GB custa hoje nos Estados Unidos US$ 599, e é o produto que todo o mercado está de olho, principalmente no fator preço. Para o analista, mesmo a versão Windows 8 Pro, dedicadas aos processadores Intel, podem contar com um preço pelo menos similar ao modelos mais completo da Apple, o que já criaria uma competição interessante.

Mas, voltando aos tablets com Windows RT e processadores ARM. Um detalhe importante que vale a pena se destacar é que a versão do Windows 8 ARM não é compatível com as versões antigas dos softwares Windows, diferente da versão Windows 8 Pro. Levando em conta que o único produto que não compete diretamente com o iPad (Surface for Windows 8 Pro), e que vai disputar mais como o segmento de ultrabooks no quesito preço (entre US$ 899 e US$ 999) só vai chegar ao mercado no começo de 2013, a Apple precisa mesmo é esperar para ver se a Microsoft vai mesmo confirmar os rumores, lançando o seu tablet por um preço inferior a US$ 200, tendo até prejuízo inicial apenas para “roubar” mercado da líder do segmento.

O Google também precisa ficar de olho com essa manobra da Microsoft. Afinal de contas, a Microsoft pode oferecer um produto melhor (em hardware e software) que o Nexus 7, e pelo mesmo preço. Ou seja, o que eles estavam comemorando no lançamento do tablet (e, por tabela, fazendo o pessoal da Amazon chorar de desespero), pode ser um pesadelo para a empresa de Mountain View.

Por outro lado, a própria Microsoft afirmou em junho que o Surface for Windows RT (ARM) estaria mais destinado a competir com os “tablets ARM atuais” em termos de preço, o que poderia posicioná-lo em uma faixa de preço de US$ 300 a US$ 500. Tal afirmação pode ser um ponto de alívio para aqueles que já estão no mercado de tablets. Porém… é difícil afirmar qualquer coisa. Para a Microsoft, é tentador repetir a estratégia adotada no Kinect: oferecer um produto com um preço muito competitivo, com perspectivas muito positivas, e atraente para o consumidor.

O objetivo? Fazer barulho. Chamar a atenção. Atrair mais consumidores pelo hype. E, nesse caso, um hype positivo.

Saberemos se a Microsoft terá esses culhões a partir de outubro (ou antes disso, se o preço final do tablet for revelado de forma precoce).

Archos Child Pad possui agora tela capacitiva, e um preço mais caro

by

O Child Pad da Archos chamou a atenção por ser um tablet desenvolvido especificamente para as crianças, desde sua concepção até a sua fabricação. E como todo produto, de tempos em tempos, ele merece ser atualizado. Nesse caso em especial, o tablet Android de 7 polegadas agora tem uma tela capacitiva multitouch, que deixa o produto um pouco mais caro em relação ao modelo anterior. Por uns US$ 140, os pais podem presentear seus filhos com um tablet com Ice Cream Sandwich, processador ARM de 1 GHz, 1 GB de RAM e 4 GB de armazenamento, características essas que são consideradas básicas, mas suficientes para a sua proposta.

Via Archos

Microsoft Surface com Windows RT chega ao mercado no dia 26 de outubro

by

Já era sabido quando que o Windows 8 estaria disponível para venda (em lojas físicas, via download ou com novos desktops e notebooks). Para completar o combo de lançamentos, agora se confirma a data em que o Microsoft Surface (versão ARM) chegará ao mercado: no mesmo dia que a nova versão do sistema operacional chegar às lojas.

A partir do dia 26 de outubro, será possível adquirir o Microsoft Surface for Windows RT. Acredito que sua disponibilidade inicial estará restrita ao mercado dos Estados Unidos, mas vale lembrar que a empresa de Redmond está inaugurando lojas em diferentes cidades, que certamente deverão distribuir os equipamentos e demais acessórios. O comunicado da empresa diz o seguinte:

“A próxima versão do nosso sistema operacional, Windows 8, estará disponível em 26 de outubro de 2012. Nesse momento, vamos começar a vender o Surface, além de uma série de dispositivos de hardware desenvolvidos e fabricados pela Microsoft”.

A versão do Surface com Windows 8 Pro estará disponível 90 dias depois do lançamento da versão a ARM, a partir de 26 de outubro. Algo interessante sobre a janela de intervalo para o lançamento das duas versões é que pode ser a intensão por parte da Microsoft de “dar uma chance” aos seus parceiros, tal como vem fazendo a Nokia no Windows Phone 8, de manter a exclusividade sobre outros fabricantes durante alguns meses. Vale lembrar que a Microsoft admite que eles vão competir com os seus sócios no mercado de tablets, mas da mesma forma, eles podem estar buscando um equilíbrio, para que esse bom relacionamento entre as partes não seja prejudicado.

Nada foi dito sobre o seu preço, mas baseado nos rumores recentes, podemos ter valores elevados para os tablets, que podem alcançar a exorbitante marca de US$ 1.000. Fato é que, no dia do seu lançamento, não veremos apenas o tablet nas prateleiras, mas também outros produtos similares, tal como portáteis (principalmente Ultrabooks), além dos novos acessórios, como mouses e teclados, que já vimos no TargetHD.

Via CNET

Microsoft simplifica a arquitetura de impressão do Windows 8

by

Todo mundo sabe como é complicado instalar uma impressora ou multifuncional de forma correta no Windwos, principalmente porque os controladores oferecidos muitas vezes não funcionam corretamente, ou porque introduzem um monte de lixo eletrônico no computador. Depois de muitas reclamações, a Microsoft decidiu mudar as coisas no Windows 8, com uma arquitetura de impressão completamente nova, que recebe o nome de v4.

O blog Building Windows 8 explica que, apesar da versão 3 (utilizada desde o Windows 2000 até o Windows 7) ainda ser funcional com o novo Windows, a quantidade de controladores necessários para uma instalação completa será bem menor do que a atual, mas oferecendo suporte para uma maior quantidade de dispositivos.

O curioso era saber que o Windows Vista necessitava de 768 MB de espaço livre em disco para usar as opções de impressão, enquanto que o Windows 8 só vai exigir 184 MB para a mesma missão. Nesse caso, a Microsoft explica que esse tipo de otimização é necessária especialmente para o Windows RT, uma vez que os processadores ARM transformam serviços desnecessários em ciclos de execução do sistema.

Segundo Adrian Lannin, chefe de programadores da equipe de impressão, o novo sistema “simplesmente funciona”. Bom, esperamos que assim o seja, uma vez que no passado, muitos de nós desperdiçamos valiosas horas de nossas vidas configurando servidores de impressão. Tarefa essa que era dificultada por causa dos ridículos problemas que implicava utilizar uma simples impressora.

Via MSDN.com

Samsung pode lançar tablet com Windows RT, diz a Bloomberg

by

Para quem achava que nenhum fabricante de tecnologia ia “desafiar” a Microsoft na proposta de tablets com Windows 8, leia essa notícia vindo da Bloomberg. A Samsung deve apresentar tablets com Windows RT ao mercado tão logo o sistema operacional da Microsoft esteja oficialmente lançado.

Fontes ligadas à empresa sul-coreana (fontes anônimas, como sempre), afirmam que o dispositivo vai contar com um processador Qualcomm Snapdragon, o que de certa forma confirmaria os rumores de parceria entre as duas empresas, que ventilam na imprensa desde o final do ano passado.

Por incrível que pareça, essa é uma ótima notícia para a Microsoft. Afinal de contas, passa a ter ao seu lado uma das maiores marcas de tecnologia do mundo. A notícia é bem vinda também pelo fato da HP anunciar na semana passada que não produziria tablets com a plataforma ARM, pendendo assim um forte “garoto propaganda” da versão Windows RT.

Porém, os problemas da Microsoft vão além da simples desistência dos fabricantes. A Qualcomm e a Texas Instruments, que fabricam processadores na plataforma ART, já afirmaram que estão com dificuldades para desenvolver seus produtos para o Windows RT. A Microsoft sabe disso, e está ciente das dificuldades que vai enfrentar no mercado. Talvez por isso tenha anunciado o seu próprio tablet com a plataforma ARM e chip NVIDIA, apostando no conceito “se quer fazer direito, faça você mesmo”.

Com tudo isso, fica a questão: será mesmo que as fontes da Bloomberg estão certas nas informações passadas? Com tantas dificuldades, a notícia de um tablet da Samsung com a Qualcomm é algo, no mínimo, inusitado. É esperar para ver os próximos acontecimentos.

Via Bloomberg

HP não vai fabricar tablet ARM com Windows RT. Pelo menos, por enquanto

by

Os notos tablets Surface da Microsoft realmente chamam a atenção,mas acreditava-se que o seu anúncio faria com que os fabricantes pensassem duas vezes antes de competir com eles. Na realidade, não podemos confirmar a relação entre essa notícia da HP com o anúncio dos tablets Surface, mas não seria surpresa nenhuma se os assuntos estivessem relacionados.

A HP confirma que, pelo menos por enquanto, não vai fabricar tablets com Windows RT (processador ARM), mas que em todo o caso, não se esquecem dessa linha de dispositivos por completo, porque vai continuar a fabricar tablets da plataforma X86.

A HP chegou a esta decisão “por influência de nossos clientes” e que este é um “ecossistema robusto e estabelecido, que oferece a melhor experiência de usuário neste momento e em um futuro imediato”. Vale adicionar que o primeiro tablet com Windows 8 da HP está destinado ao mercado corporativo, e essa informação estaria justamente relacionada com os detalhes na foto acima.

Não culpamos a HP por investir dinheiro em uma plataforma testada e conhecida, mas esperamos que eles não demorem muito em apostarem no novo sistema Windows RT, que promete ter um bom futuro.

Via Bloomberg

Microsoft apresenta os seus próprios tablets: Surface for Windows RT e Surface for Windows 8 Pro

by

Senhoras e senhores, a Microsoft acaba de iniciar uma nova fase, ao anunciar hoje (18/06) em Los Angeles o seu primeiro tablet oficial com Windows 8, o Surface.

O novo dispositivo, batizado curiosamente com o mesmo nome que a famosa mesa multitouch da Microsoft, utiliza como estrutura e cobertura um fino, porém, resistente chassi de magnésio, denominado VaporMg. Com esse material, é possível ter uma espessura máxima de até 9,3 mm e um peso de 576 gramas, apesar que o material que integra a sua parte traseira possui apenas 0.7 mm.

A Microsoft, curiosamente, não quis deixar nenhuma porta fechada: o novo tablet Surface utilizará processadores ARM e x86. Na demonstração, Steve Ballmer utilizou um modelo com processador Intel Core i5 Ivy Bridge, mas também terá pelo menos uma versão ARM, que roda Windows RT, com a assinatura da NVIDIA. A versão Intel, que recebe o nome Pro, será um pouco mais espessa e pesada, com 13,5 mm de espessura e 903 gramas.

Além da variedade de processadores, a fina estrutura do Surface integra uma tela Full HD ClearType de 10,6 polegadas, com proteção Gorilla Glass 2, especialmente desenvolvida para o seu uso no Windows 8, e duas antenas WiFi MIMO 2×2, assim como uma porta USB 2.0/3.0 (ARM ou Intel, respectivamente) e uma HDMI. O armazenamento estará disponível em versões de 32, 64 ou 128 GB de memória interna (32 e 64 em ARM, 64 e 128 com Intel) e um leitor microSD.

Também merece destaque o anúncio dos primeiros acessórios oficiais: um case protetor que esconde o seu próprio teclado com touchpad, e uma stylus “Palm Block” para a versão Pro.

Preços? Por enquanto, não temos muitos detalhes sobre isso, salvo que a Microsoft promete que a versão ARM será “competitiva”, se comparada com outros dispositivos do seu tipo, enquanto que a versão Pro, que será lançada três meses mais tarde, vai competir com os ultrabooks.

As datas de lançamento também não foram confirmadas, mas devem se alinhar com o mesmo período de lançamento do Windows 8.

Via Microsoft

Conferindo mais de perto o tablet híbrido da Toshiba com Windows RT

by

Apesar da Computex ser um dos eventos de referência internacional para os fabricantes de produtos eletrônicos e de consumo, principalmente para os fabricantes que estão interessados em apresentar os seus últimos lançamentos tecnológicos, a Toshiba só contava na feira com um triste protótipo não funcional do seu futuro tablet híbrido com Windows RT. Talvez por isso surpreenda que apenas alguns dias depois do final da feira, o pessoal do site Anandtech conseguiu algumas imagens do polivalente produto com processador ARM da Texas Instruments em pleno funcionamento.

Temos que dizer que a demo registrada pelo site é um uma revisão extremamente superficial do tablet/laptop, não muito diferente daquele apresentado na feira de Taipei pela Texas Instruments, que mostra o bom desempenho dos seus processadores OMAP 4470 (dois ARM Cortex A8 com GPU PowerVR SGX544MP1), mas se você quer conhecer o produto mais de perto, é só ver os dois vídeos abaixo.

Via Anandtech

Acer, ASUS e Toshiba apresentarão tablets com Windows 8 na #Computex 2012

by

Será que podemos considerar essa uma notícia? Bom, antes que você responda, eu te digo: não responda, pois é uma pergunta retórica, apenas para iniciar o post. De qualquer forma, o pessoal da Bloomberg revela que a grande feira de Taipei, a Computex, vai servir de cenário para que o mundo inteiro conheça tudo aquilo que o Windows 8 será capaz de fazer na sua versão para tablets, uma vez que segundo fontes bem informadas, ASUS, Acer e Toshiba mostrarão novos dispositivos com o novo sistema operacional da Microsoft.

Pelo visto, o pessoal de Redmond tem a intensão de dar preferência à ASUS durante a sua conferência na Computex, mostrando tablets com o Windows 8 inspirados no Transformer, utilizando tantos processadores Intel como Tegra (presente ao menos em um produto). Quanto à Acer, parece que os “vizinhos” da ASUS se inclinarão exclusivamente aos processadores Intel, enquanto que a Toshiba teria escolhido uma solução ARM, com a assinatura da Texas Instruments.

Seriam estes os únicos fabricantes a contar com um hardware com tela sensível ao toque com Windows 8? Com certeza não. Os rumores indicam que a Qualcomm estará presente na Computex, com um protótipo baseado na sua plataforma Snapdragon, mas a esta altura do campeonato, nem vale a pena ficar especulando muito sobre isso. A feira de Taipei começa na semana que vem, e vamos mostrar para vocês todos os detalhes.

Via Bloomberg

Windows 8 em apenas 3 versões: Windows 8, Windows 8 Pro e Windows RT

by

Já era sabido que o Windows 8 chegaria ao mercado em, pelo menos, duas versões: uma para máquinas x86, e outra, para equipamentos ARM. Agora, a Microsoft resolveu apresentar as denominações das diferentes versões do sistema operacional que estarão disponíveis no mercado.

Segundo um artigo publicado no blog do Windows, os dispositivos ARM contarão com a versão Windows RT, enquanto que os dispositivos com x86 e x64 (32 e 64 bits) contarão com as versões Windows 8 e Windows 8 Pro. O Windows Media Center, por sua vez, chegará como um complemento para os usuários da versão Pro. Para todos os detalhes e informações, é só acessar a fonte desse post.

Via Windows Team Blog

Ubuntu prepara a sua chegada em tablets, telefones, veículos e televisores inteligentes. Mas só em 2014!

by

Já pudemos presenciar o Ubuntu em telefones e tablets de modo não oficial, mas rumores apontam que a Canonical pode estar trabalhando a interface Unity para que ela seja compatível com outros tipos de dispositivos. Para isso, a versão Oneiric da distribuição Linux teve suporte para ARM integrado, e recentemente, Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, pediu aos desenvolvedores que comecem a pensar além do computador convencional.

Mark surpreendeu aos presentes do evento Ubuntu Developer Summit, dizendo que finalmente chegou o momento que o Ubuntu vai dar o seu salto para tablets, telefones, centrais multimídia para veículos e televisores inteligentes. Ele também teve o cuidado de informar que nenhum novo produto está pronto, mas ele se mostra confiante que tudo estará pronto para ser lançado em conjunto com a versão 14.04 do Ubuntu, em abril de 2014.

via Engadget

Samsung vai fabricar a CPU do PS Vita

by

Nem Toshiba, nem IBM, nem a própria Sony. O fabricante da CPU do PS Vita será a Samsung. Quem passa a informação é o jornal japonês The Semiconductor Industry News, em uma rápida menção. O chip, de quatro núcleos, fará uso da tecnologia de 45 nm, e estará baseado em um Cortex-A9, ainda que suas possibilidades gráficas estarão muito além do que é visto nos dispositivos móveis atuais.

A notícia é curiosa, porque entre outras coisas, o novo Galaxy R da Samsung usa um processador Tegra da NVIDIA. Vale lembrar que a Sony pretende comercializar o PS Vita no final do ano, mas rumores indicam que veremos um lançamento gradual, com o Japão recebendo co console portátil primeiro, e o restante do mundo com lançamento no começo de 2012.

via AndriaSang