Arquivo para a tag: apple tv

Sonic desembarca na Apple TV

by

sonic

Você pode ter um videogame do passado guardado em um armário da sua casa, mas certamente o lançamento de velhos clássicos das plataformas atuais tornam a sua vida mais cômoda. No caso de Sonic, podemos encontrá-lo no iPhone ou iPad na App Store a algum tempo, e hoje ele foi anunciado para o Apple TV.

Sonic está disponível nesse momento, enquanto que Sonic 2 e Sonic CD chegarão nos dias 24 e 31 de março, respectivamente. Se você já é proprietário das versões para iOS, basta passar pela loja de aplicativos do Apple TV e fazer o download automático e gratuito.

Tenho certeza que mais de um dos leitores do TargetHD vai comemorar essa novidade, voltando a correr em alta velocidade por fases incríveis e derrotando o Dr. Robotinick algumas vezes. Para os mais novos, o game é altamente recomendado. Foi basicamente o símbolo da SEGA no começo da década de 1990, na ocasião do lançamento do videogame SEGA Genesis/Mega Drive.

Via Sonic (App Store), Sonic 2 (App Store), Sonic CD

Apple obtém um lucro recorde, mas as vendas ficam estancadas

by

iphone-family

A Apple apresentou os seus resultados financeiros relativos ao quarto trimestre de 2015 (primeiro trimestre do ano fiscal da empresa), revelando os volumes de vendas de iPhones, iPads e outras categorias de produtos.

Começando com as boas notícias. A Apple registrou lucros no período de US$ 18.4 bilhões, um recorde que representa uma melhora de 2.2% diante dos resultados do primeiro trimestre fiscal do ano passado.

Agora, as notícias não tão boas assim. A Apple não convenceu dessa vez por um motivo muito simples: As vendas: foram US$ 75.9 bilhões durante o período, um pouco abaixo dos US$ 76.6 bilhões das previsões da empresa.

Ou seja, temos um crescimento em todos os sentidos, mas o grande problema é que eles não só não cumpriram com as expectativas, mas também o produto mais popular da empresa, o iPhone, registrou um crescimento nas vendas de apenas 1%. É algo tão pequeno, que é quase nulo. A porcentagem nos faz pensar que estamos diante de um estancamento claro nas vendas de um ano para outro.

2016-01-2622-06-41

Porém, o grande afetado de um ano para outro foi o iPad, que não conseguiu se salvar nem mesmo com o lançamento do iPad Pro, registrando uma acentuada queda de 25% em relação ao ano passado, com as vendas registrando um descenso de 21%.

Na realidade, combinado com a forte dependência da Apple com o iPhone e o iPad, a empresa acabou sendo penalizada na bolsa de valores norte-americana, onde mesmo registrando lucros as suas ações registraram uma queda de aproximadamente US$ 1. Essa resposta é compreensível, já que o mercado olha não só para o presente, mas também para a projeção futura da empresa.

2016-01-2622-08-01

Algo que a própria Apple previu nos relatórios anteriores é o bom desempenho nas vendas dos seus computadores, que seguem crescendo em vendas e participação, apesar do mercado de computadores em geral viver um momento de queda. Mas ao que parece essa tendência também chegou à empresa de Cupertino, já que os Macs sofreram uma queda de 4% nas unidades vendidas, e 3% nos lucros em relação ao mesmo período do ano anterior.

Apesar disso, dentro do departamento de serviços e “outros produtos”, vemos um crescimento por conta da boa participação que teve tanto o Apple Watch como o novo Apple TV. A Apple segue sem revelar números individuais, como parte de sua estratégia comercial.

Dentro da categoria “outros produtos” que representam apenas 6% as vendas da empresa, estão concentrados o Apple Watch, o Apple TV, os produtos da Beats, o iPod e acessórios. O crescimento nas vendas foi de 62% de um ano para outro. A má notícia é que sua participação é tão pequena, que não representa mudanças significativas para os lucros gerais da empresa.

Será que o iPhone chegou no seu ponto de saturação? O iPad vai conseguir se recuperar?

São perguntas de respostas difíceis, mas que podem ser decisivas para o futuro da Apple a médio e longo prazo.

Via ZDNet, Apple

Tim Cook confirma novo Apple TV para a semana que vem

by

tim-cook

Em entrevista ao evento WSJ Live, o CEO da Apple, Tim Cook, confirmou que o novo Apple TV chegará ao mercado no final do mês de outubro, tal como inicialmente anunciado. De forma concreta, será na semana que vem a sua chegada ao mercado.

O novo Apple TV recebe um novo processador, design levemente modificado e uma boa quantidade de conteúdos a serem gerenciados pelo sistema tvOS. A necessidade de reafirmar a data de lançamento vem depois dos rumores que o dispositivo iria atrasar até novembro, apesar das reservas estarem disponíveis ainda nesse mês de outubro.

Com isso, Tim Cook descarta os rumores, e aproveitou para falar sobre como vê a experiência de TV atual. Para Cook, este ecossistema está uma década atrás do iPhone e precisa ser modernizado agora. Ou seja, a TV tradicional morre um pouco mais a cada dia. E a Apple só quer jogar mais algumas pás de terra em cima dela.

Doom rodando no Apple Watch e no novo Apple TV

by

doom-apple-watch

Útil ou não, alguém fez. Executar o Doom em algum gadget de última geração virou um ritual. Os últimos que alcançaram esse êxito foram o Apple Watch e o novo Apple TV.

Ainda que jogo não rode de forma rápida e fluída, não deixa de ser curioso o game executando de forma nativa, sem a ajuda de emuladores. No caso do Apple TV, Doom roda com agilidade muito maior, chamando a atenção por usar o novo controle remoto do dispositivo como joystick.

Se você quer ver como Doom funciona em cada dispositivo, veja os vídeos a seguir.

 

Via SlashgearLior Tubi

 

Apple TV (2015) é desmontada pelo iFixit

by

apple-tv-ifixit-01

Uma das coisas que mais chamam a atenção na nova Apple TV é a sua espessura. Por motivos até então desconhecidos, a caixa multimídia da Apple apresentou uma aparência idêntica ao seu predecessor, mas com uma espessura consideravelmente maior, contrastando com a evolução natural dos produtos da empresa.

O motivo disso era uma incógnita, já que o dispositivo não conta com nenhum tipo de porta externa que exija mais espaço (pelo contrário: oferece menos portas que o modelo anterior). Pois bem, o iFixit decidiu desmontar o produto para descobrir o que o seu interior esconde.

apple-tv-ifixit-02

Depois de um processo de abertura considerado fácil, nos deparamos com uma placa de proteção que atua como dissipador, e embaixo dela, a placa principal com a memória interna (de 32 GB ou 64 GB) e o processador Apple A8. E é precisamente este último componente que cria a necessidade de um espaço maior, já que para que funcione é necessário uma fonte de alimentação maior e um dissipador de grandes dimensões para reduzir a temperatura do dispositivo.

Esses dois componentes foram o que podemos chamar de ‘piso superior’ do Apple TV, causando o aumento de altura no dispositivo.

Para ver o processo completo de desmontagem do Apple TV, acesse o post do iFixit.

Aplicativos do Apple TV não poderão superar os 200 MB

by

Captura+de+pantalla+2015-09-09+a+las+23.01.02

 

Muitos desenvolvedores já colocaram as mãos no SDK do novo Apple TV, e para isso, deram uma olhada na nova guia de programação para o tvOS. Tal guia serve para que os mesmo se familiarizem com as APIs que aproveitaram as capacidades do dispositivo multimídia da Apple, mas também informa as regras estabelecidas para a nova seção da loja de aplicativos.

E a primeira surpresa já foi revelada: o tamanho dos aplicativos não poderá superar os 200 MB. Caso contrário, eles terão que usar os recursos sob demanda, utilizando apenas o espaço disponível no iCloud. Tal decisão faria mais sentido em aplicativos como o Netflix ou qualquer serviço de vídeo sob demanda, mas no caso dos jogos, as coisas se complicam um pouco mais.

TV_AppleTV_Remote_MetalMorph-PRINT

É preciso esperar para ver como os programadores vão trabalhar para cumprir com esses requisitos, e como esse processo será transparente para o usuário. Usar o espaço do iCloud para jogos não é a forma que muitos imaginavam que os games funcionaria na Apple TV.

Captura+de+pantalla+2015-09-09+a+las+23.07.34

Via Steve T-SApple Developer

 

Diferenças entre o novo Apple TV (2015) e o velho Apple TV (2012)

by

novo-apple-tv-2015

Por fim, um novo Apple TV chegou ao mundo. Foi uma longa espera, mas finalmente a Apple apresenta um novo equipamento multimídia. Agora, você quer saber se vale a pena trocar o seu velho Apple TV por esse, de modo que para tentar eliminar um pouco de suas dúvidas, temos esta tabela comparativa, que mostra as diferenças e similaridades com o seu antecessor.

 

Apple TV (2015)Apple TV (2012)
PreçoUS$ 149 e US$ 199US$ 69
Dimensões98 x 33 x 98 mm98 x 23 x 98 mm
Peso425 gramos272 gramos
Resolução720p, 1080p720p, 1080p
CPUApple A8Apple A5
GPUPowerVR GX6450PowerVR SGX543MP2
RAM1 GB512MB
Armazenamento interno32 / 64 GB8GB
WiFi802.11 a/b/g/n/ac802.11 a/b/g/n
Ethernet10/100 Ethernet10/100 Ethernet
Bluetooth4.04.0
PortasHDMI 1.4, USB Type CHDMI, óptica, USB
Sistema operacionaltvOSiOS 5
Codecs de vídeoH.264 1080p, MPEG-4 480pH.264 1080p, MPEG-4 480p, M-JPEG 720p
Codecs de áudioHE-AAC, AAC, MP3, Audible, Apple Lossless, AIFF, WAV, Dolby Digital 5.1, Dolby Digital Plus 7.1,HE-AAC, AAC, MP3, Audible, Apple Lossless, AIFF, WAV, Dolby Digital 5.1
Formatos de fotoJPEG, GIF, TIFFJPEG, GIF, TIFF
Conteúdos disponíveisiTunes, AirPlay, iCloud, Netflix, HBO Now, Hulu, Showtime, MLB, NBA, NHL, CNN, FOX, PBS Kids, ABC News, Disney Channel, ESPN, USA and moreiTunes, Netflix, NHL, NBA, MLB, AirPlay, iCloud, YouTube, Vimeo, Flickr, WSJ Live, internet Radio
AplicativosSimNão

Apple TV com foco para os videogames, junto com os novos iPhones

by

apple-tv-01

Um Apple TV com foco para os videogames pode ser apresentado junto com os novos iPhones, no evento que a Apple programou para a próxima quarta-feira (09).

O novo Apple TV teria um chipset mais potente para uma maior capacidade gráfica, uma loja de aplicativos para compra de jogos e um controle remoto maior, com funções touch. Esse controle poderia se conectar via Bluetooth, infravermelho e incluiria tecnologia de áudio com microfone para o Siri, ou de som aumentado para a TV.

O Apple TV teria um design renovado, maior capacidade de armazenamento, SDK para desenvolvedores e gerenciado pelo sistema iOS 9. Seu preço inicial sugerido seria de US$ 150.

Fontes da indústria citadas pelo New York Times não acreditam que a novo Apple Tv possa ser rival para os grandes consoles (PS4, Xbox One), mas pode ser uma opção para os gamers casuais, que não buscam um console dedicado, mas que também querem a função de reprodução de conteúdo multimídia e via streaming.

iPhone 6s e iPad Pro: apenas algumas das novidades que a Apple pode apresentar no dia 9

by

iphone-6

Na próxima quarta-feira, 9 de setembro, a Appel vai realizar o seu evento anual de apresentação de novos iPhones. Nesse ano, ele deve se chamar iPhone 6s, e deve vir com o lançamento oficial do iOS 9. Mas os rumores dos últimos dias apontam para um dos eventos mais movimentados dos últimos anos, com novidades não esperadas, como o iPad Pro e até um novo Apple TV.

iPhone 6s, com 16 GB de novo

iphone-6-plus

O iPhone 6s e sua versão maior, o 6s Plus, já podem ser dados como certos. É a época de novos smartphones serem apresentados, e a Apple não pode demorar mais.

A renovação do iPhone vai se centrar em dois aspectos muito distintos: câmera e tela. No primeiro caso, aumentar a resolução e melhorias no foco parecem ser imprescindíveis para um dispositivo sempre muito apreciado no aspecto fotográfico, mas que foi superado por outros modelos (aka Galaxy S6).

No caso da tela, ela não mudaria nos tamanhos (4.7 e 5.5 polegadas) nem na resolução. A novidade seria o Force Touch, e as suas possibilidades que chegariam com o iOS 9, marcando assim um diferencial muito importante para o iPhone 6s.

Uma dessas mudanças pode estar também na memória disponível. Uma vez instalado, o iOS 9 deve ocupar menos espaço que o iOS 8, o que pode ser a desculpa para que a Apple volte a oferecer um modelo do iPhone com 16 GB de armazenamento.

 

Parece que teremos novos iPads…

ipads

Ainda que as primeiras informações não indicassem novos iPads no evento de setembro, o 9to5mac diz o contrário. O protagonista nesse caso poderia ser o esperado iPad Pro de 12.9 polegadas, que entraria na briga onde o Microsoft Surface Pro atua a alguns anos.

Este iPad Pro estrearia a versão 9.1 do iOS, que pode incluir suporte para o uso de stylus e novas funções interativas baseadas no Force Touch, sendo em princípio o primeiro iPad a integrar o recurso. O modelo, com ar mais empresaria, não estaria acompanhado de um novo iPad Air (que só seria lançado em 2016), mas sim de um iPad Mini 4, com novas câmeras e melhor processador (A8), para receber melhor o multitarefa do iOS 9.

 

É a hora do Apple TV e do Siri viverem juntos e felizes

apple-tv

Ainda que o iPhone 6s seja o tema principal do evento, muitos olhos se voltarão para o Apple TV. Depois de anos sem renovação, chegou a hora da Apple seguir em frente com o streamer multimídia.

O movimento pode incluir a Siri e o lançamento de uma loja de aplicativos. Temos que esperar para ver até que ponto a Apple permite uma abertura do seu streamer de conteúdo com um esperado SDK. Sobre o seu design, teremos novidades, mas não veremos um stick HDMI, e o controle com touchpad com Force Touch parece o mais provável.

Entre as incógnitas do novo Apple TV, está o suporte para vídeos 4K ou UHD, onde esperamos que o processador e a conectividade não seja um problema. Tudo vai depender dos acordos que a Apple conseguiu para levar mais conteúdos ao produto, mas os rumores recentes indicam que tudo deve ficar do jeito que está. O armazenamento deve ficar entre 8 e 16 GB, um aumento importante em relação ao modelo atual.

Um aspecto que certamente vai causar polêmica é o preço. O último Apple TV custa apenas US$ 69, mas o novo modelo deve ficar em um valor de aproximadamente US$ 200. Um salto considerável.

Vamos esperar para ver. Dia 9 de setembro, teremos várias respostas.

O próximo Apple TV será muito mais caro

by

apple-tv

Por muito tempo, o Apple TV contou com um preço muito acessível para o bolso da maioria. Porém, esses dias de glória podem chegar ao fim. De acordo com o 9to5mac, a próxima versão do dispositivo multimídia custaria entre US$ 149 e US$ 199 quando chegar ao mercado, algo que dever acontecer no mês de outubro.

Ainda é mais barato que o preço do modelo original, é um aumento importante em relação ao modelo atual. Em compensação, o aumento de preço viria com uma atualização nas especificações, com a presença de um processador A8, mais memória de armazenamento, suporte para comandos de voz com o Siri, uma loja própria de aplicativos e até compatibilidade para o controle de movimentos.

Mas tudo são rumores. E não precisa correr para economizar. Há quem diga que o atual Apple TV vai permanecer n o mercado, mesmo perdendo as novas funções. Ou seja, ainda será possível comprar o produto com um baixo custo.

Via 9to5macTechCrunch

 

Novo Apple TV com Siri e loja de aplicativos pode chegar em setembro

by

apple-tv-01

Segundo o 9to5mac, a Apple estaria preparando o lançamento de uma nova versão do Apple TV, que receberia uma reformulação de design, sendo mais fino que o modelo atual, mas não se tornando um stick HDMI, além do iOS 9 para gerenciar o novo hardware.

Não seria o mesmo iOS 9 dos smartphones e tablets, mas que estaria aberto para muito mais possibilidades que o set-top box atual da Apple. Entre as novidades de hardware esperadas para o novo Apple TV estão um microfone integrado para permitir o uso com o Siri, permitindo o acionamento de comandos de voz para streaming de conteúdo e buscas na loja online.

Melhorar o sistema de buscas é algo já imprescindível para um novo produto, caso a Apple queira mesmo competir com outros streamers de conteúdo. Afinal de contas, os conteúdos já não são fornecidos apenas por uma ou poucas fontes. São várias. Logo, poder filtrar o conteúdo de forma simples é quase uma obrigação.

Entre as opções baseadas no iOS 9, os conteúdos como aplicativos devem ser considerados, já que estamos falando de um sistema operacional muito mais ambicioso, com um SDK próprio que abre as possibilidades do Apple TV receber apps de entretenimento e jogos.

apple-tv-03

Outra grande pergunta a ser respondida no seu hardware é a memória interna. Se consideramos que a RAM e o processador devem melhorar substancialmente (mas sem o 4K, por enquanto), o que deve acontecer com a memória interna? Uma loja de aplicativos vai exigir que a Apple pense inclusive em vários modelos, com diferentes capacidades de armazenamento.

Ainda que o lógico seria que o novo Apple TV passe a ser utilizado principalmente com um smartphone como controle remoto, os rumores dos últimos meses colocam em foco principal um novo controle remoto, com mais controles sensíveis ao toque, que permitem um gerenciamento adequado das novas possibilidades do produto.

apple-tv-02

A base para conseguir um melhor controle está na tecnologia Force Touch, certamente utilizada para configurar um touchpad no próprio controle, que integraria a conectividade tanto via infravermelho como via Bluetooth.

Por enquanto, tudo são rumores. A verdade só será revelada no mês que vem.

Via 9to5mac

Se existe um novo Apple TV, o suporte ao 4K não é uma de suas novidades

by

apple-tv

John Paczkowski revelou nesse final de semana no Buzzfeed que uma nova versão do Apple TV está a caminho, mas não contará com o suporte para conteúdos 4K, algo que era de se esperar pelo fato do suposto processador A9 poder gerenciar essa resolução de imagem com facilidade.

O argumento para a Apple não apostar nos conteúdos 4K estaria na imaturidade do mercado nesse formato. Fontes internas da gigante de Cupertino informam que eles acham o 4K uma tecnologia interessante, mas que ainda está em um estágio muito inicial, e o esforço financeiro exibido na largura de banda ou espaço de armazenamento não compensariam para a empresa.

Os rumores indicam que poderemos ver essa nova Apple TV no final de 2015. Vamos esperar.

Via Buzzfeed

Apple pode lançar serviço de TV por streaming, com 25 canais dos EUA

by

apple_streaming_service

Segundo o Wall Street Journal, a Apple estaria planejando o lançamento de um serviço de streaming de canais de TV dos EUA, incluindo os canas abertos ABC, CBS e Fox (NBC ficaria de fora).

A Apple estaria em negociações com as programadoras para oferecer um pacote com pelo menos 25 canais abertos, incluindo os canais a cabo dos já citados ABC, CBS e Fox (exemplos: ABC Family, Showtime, FX, etc). Os canais do grupo NBC/Universal (NBC, Bravo, Syfy, Oxygen, etc) não estaria participando dessas negociações.

Especialistas do WSJ apostam que esse pacote de canais por streaming – que estaria disponível para todos os dispositivos com o sistema operacional iOS – poderia custar entre US$ 30 e US$ 40 por mês (mais o pacote de internet), o que pode significar uma interessante economia para os assinantes de TV a cabo, que chegam a pagar por lá valores na faixa dos US$ 100/mês para os pacotes mais caros.

O lançamento desse serviço aconteceria no mês de setembro nos Estados Unidos. Lembrando que tudo o que foi dito nesse post são rumores que precisam ser confirmados. E que tal movimento poderia ser um ótimo complemento à iniciativa do HBO NOW, nova plataforma de vídeos por streaming.

Via WSJ

Apple TV agora custa US$ 69

by

apple-tv-01

Para impulsionar o lançamento do HBO NOW, a Apple decidiu reduzir o preço do seu ‘hobby’. O Apple TV – que vai receber o novo serviço de streaming da HBO de forma exclusiva no seu lançamento – teve o seu preço reduzido para US$ 69 (antes US$ 99).

A Apple anunciou que eles venderam mais de 25 milhões de unidades do Apple TV, e com essa redução de preço, o produto se torna um streamer de conteúdo com um preço muito tentador. Passa a competir diretamente com produtos da Google e Amazon, e pode abrir o caminho para que, no futuro, novos serviços pagos de consumo de conteúdo sejam lançados.

A Apple não anunciou nenhuma renovação de hardware no Apple TV, e não está confirmado qual será o novo valor do dispositivo no Brasil.

HBO NOW estreia na Apple TV

by

hbo-now-apple-tv

O rumor se confirmou. A HBO acabou de anunciar no evento da Apple (que acontece nesse momento nos Estados Unidos) o lançamento do HBO NOW, serviço de streaming por assinatura, que será exclusivo para o Apple TV no ato do seu lançamento. A diferença para o atual HBO Go é que o usuário não precisa ser um cliente de TV a cabo para consumir o conteúdo, e qualquer pessoa poderá contratá-lo.

Disponível nos Estados Unidos a partir do mês de abril, o HBO NOW vai custar US$ 14,99/mês. O serviço chega com a estreia das novas temporadas de Veep, Silicon Valley e Game of Thrones, e para impulsionar a oferta, o primeiro mês é de graça. De quebra, a Apple reduziu o preço do Apple TV de US$ 99 para US$ 69. Não estão confirmados o novo valor do Apple TV e preço do HBO NOW (ou se o mesmo estará disponível) no Brasil.

O HBO NOW deve oferecer uma combinação do catálogo atual de séries do canal com as séries e filmes já exibidos no passado. Também não sabemos que os não-clientes do canal à cabo terão alguma limitação em relação ao catálogo adicional. Todo o conteúdo poderá ser visualizado no Apple TV, iPhone e iPad.

650_1000_hbo-go

A partir de agora, a HBO entra de vez em uma competição onde a Netflix reina: oferecer conteúdos originais via internet para qualquer pessoa, no sistema Video On Demand. No passado, eles descartavam completamente essa possibilidade, mas ao constatar que a Netflix já contava com mais assinantes que a HBO através do serviço de streaming, era inevitável a mudança de posicionamento.

E alguns executivos de operadoras de TV a cabo começam a chorar em posição fetal, no escuro e com medo, nesse exato momento.