Arquivo para a tag: anti-vírus

Um comparativo com os melhores anti-vírus para o Windows 7

by

Windows-7

O AV-TEST realizou um interessante comparativo que indica quais são os melhores anti-vírus para o Windows 7 disponíveis no mercado atual. O comparativo é válido pelo simples fato que, nesse momento, o Windows 7 continua liderando o mercado de sistemas operacionais para desktops, e com uma cômoda distância. E tudo indica que esse cenário não vai mudar a curto prazo.

A tabela abaixo avalia três grandes aspectos que influenciam na pontuação final de cada anti-vírus. Por um lado, temos o nível de proteção, enquanto que em segundo e terceiro lugar vemos o desempenho, e por fim, a facilidade de uso.

new-tests-reveal-the-best-antivirus-solution-for-windows-7-492760-3

Baseado nesses itens, as três melhores soluções de consumo geral são: BitDefender, Intel McAfee e Kaspersky Lab, enquanto que as soluções corporativas se posicionam em Trend Micro, BitDefender e Intel McAfee.

new-tests-reveal-the-best-antivirus-solution-for-windows-7-492760-2

Na outra ponta, as últimas posições são ocupadas pelas soluções de segurança da Microsoft e Quick Heal no consumo geral, e Microsoft e Seqrite em setor profissional.

Via Softpedia

AVG pode vender seu histórico de usuários para terceiros

by

info2-

A empresa de segurança AVG atualizou recentemente sua política de privacidade para introduzir pontos importantes, que indicam que eles podem recompilar e vender o seu histórico para terceiros, com o objetivo de obter dinheiro com essas informações.

Revisando os novos termos, é possível ver claramente que a AVG transforma o usuário em produto, com medidas que afetam a versão gratuita do seu software anti-vírus. A empresa pode recompilar informações não privadas dos usuários da versão gratuita de sua suíte, incluindo o histórico de navegação, metadados, do provedor de serviços de internet ou rede móvel e dados relacionados com outros aplicativos.

Um porta-voz da AVG informa que os dados são recompilados de forma opcional, e que os usuários podem desativar o recurso a qualquer momento, sem perda de funcionalidade do software. Mas bem sabemos que a maioria das pessoas não verificam a política de privacidade, e muitos deles vão ‘contribuir’ com a AVG sem saber.

Alexander Hanff, especialista em segurança e CEO da Think Privacy, deixa claro que, com essa mudança de posicionamento, o anti-vírus gratuito da AVG entra na categoria de ‘spyware’, qualificando a atitude da empresa como ‘falta de ética’ e ‘abusiva’, recomendando aos usuários a troca do software caso eles utilizem a versão gratuita da suíte de segurança.

Via Wired