Arquivo para a tag: 10 nanômetros

Snapdragon 830 seria fabricado a 10 nanômetros e suporte a 8 GB de RAM

by

Snapdragon-830

O Snapdragon 830, processador da Qualcomm que vai substituir o Snapdragon 820, só deve chegar ao mercado em 2017, mas os primeiros rumores indicam que este será um chip fabricado em processo de 10 nanômetros, um salto importante diante dos 14 nanômetros do modelo atual.

Porém, as mudanças na arquitetura do processador não serão grandes, já que manteria a atual Kyro utilizada no Snapdragon 820, de forma que é possível que ele receba um simples aumento de núcleos e/o frequências de relógio com o novo processo de fabricação. Além disso, deve receber também um suporte para até 8 GB de RAM, um avanço importante que poderia facilitar o lançamento de smartphones com mais memória do que boa parte dos computadores disponíveis hoje no mercado.

São informações interessantes e com muito sentido, mas que ainda são rumores. De qualquer forma, é uma evolução crível que nos permite imaginar um enorme potencial que teriam os smartphones que veremos daqui a um ano no mercado.

Via WCCFTech

Samsung vai começar em breve a produção de SoCs de 10 nanômetros

by

samsung-soc-10nm

A Samsung informa que vai iniciar muito em breve a produção de SoCs de 10 nanômetros para dispositivos móveis.

Hoje, o Exynos 7420 da Samsung é o chip mais potente que existe dentro do mercado mobile de consumo geral e está fabricando em processos de 14 nanômetros, de modo que a chegada dos seus novos SoCs em processo de 10 nanômetros poderá ser um autêntico golpe de impacto contra os seus concorrentes (Qualcomm, MediaTek, etc).

Entre as principais vantagens da redução dos nanômetros, destacamos um menor consumo e menores temperaturas, deixando uma margem para introduzir por exemplo pequenas mudanças que permitem ainda melhorias no desempenho geral do chip.

Não há duvida que a Samsung é uma das poucas que é capaz de manter um ritmo próximo ao da Intel no processo de fabricação de processadores, além de manter uma excelente taxa de sucesso nos chips funcionais. Isso tornou possível que a sul-coreana se mantivesse como a principal fornecedora de componentes da Apple, que por sua vez renovou o acordo para a produção do novo SoC A9, que dará vida ao iPhone 6s e aos próximos iPads.

Via Fudzilla