Compartilhe

A Sony apresentou na IFA 2019 os seus novos fones de ouvido sem fio Sony WI-1000XM2, em formato ajustável no pescoço e que recebem a tecnologia Noise Cancelling da empresa, trabalhando com o processador de som Noise Cancelling HD QN1.

A Sony tenta replicar essa tecnologia em formatos menores, e nesse caso encontramos fones de ouvido Bluetooth in-ear, mas conectados entre si pelo suporte de silicone que apoia no pescoço, e que protege os cabos que conectam os fones.

É um formato muito popular entre os fabricantes de tecnologia, e uma solução alternativa para quem não quer fones totalmente independentes pelo medo de perderem um dos lados do produto.

 

 

A aposta da Sony no seu cancelamento de ruído

 

 

O Sony WI-1000XM2 traabalha com Bluetooth 5.0 e conectividade NFC para conexão com o smartphone. São fones top de linha com um sistema de cancelamento de ruído que é muito elogiado pela mídia especializada.

Estes fones usam o mesmo processador HD QN1, combinado com a tecnologia Noise Cancelling digital, o processamento de sinal de áudio de 32 bits e um conversor de sinal digital para analógico com amplificador para fones de ouvido, buscando entregar um som limpo e claro. Também recebe dois microfones na sua superfície para captar sons do ambiente e reduzir esses sons em quase todas as frequências.

Os fones contam com um sistema de diafragma híbrido HD, com um diafragma dinâmico de 9 mm com graves profundos e médios claros, combinado com um controle de armação balanceada, que reproduz os agudos de forma delicada e natural.

 

 

O Sony WI-1000XM2 também recebe a tecnologia Digital Sound Enhancement Engine HX (DSEE HX), que converte o sinal das músicas com arquivos comprimidos para melhorar a qualidade do áudio de alta resolução.

São fones desenhados com formato de ângulo para um melhor encaixe no ouvido. O cabo que conecta os fones ao suporte de silicone é totalmente flexível, melhorando o conforto no pescoço para o transporte.

Seus tampões magnéticos permitem uma dobra e transporte mais cômodo enquanto os fones não estão em uso. Sua autonomia de bateria prometida é de até 10 horas com o cancelamento de ruído ligado, com um sistema de carga rápida que promete 80 minutos de reprodução em apenas 10 minutos.

Por fim, os fones são compatíveis com o Google Assistente e Alexa, e trabalha com o app Headphones Connect da Sony, que possui controle de som adaptativo que detecta o que você está fazendo, permitindo o ajuste das configurações para cada atividade.

 

 

O Sony Sony WI-1000XM2 tem preço sugerido de 330 euros, e tem previsão de chegada ao mercado para janeiro de 2020.


Compartilhe