Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Games | Sony acertou ao levar seus jogos exclusivos para os PCs

Sony acertou ao levar seus jogos exclusivos para os PCs

Compartilhe

A Sony não passa mais frio na vida, pois o tempo mostrou que ela estava coberta de razão ao optar por levar os seus jogos exclusivos para os PCs. Aliás, ela enxergou o óbvio: todo mundo sabe que o mercado de consoles de videogames está em crise flagrante.

As vendas de consoles caíram 40% em maio de 2024 quando comparado ao mesmo mês de 2023, confirmando o momento difícil que o setor de videogames está enfrentando atualmente. E saber movimentar as peças para manter o jogo ativo é importante.

Vamos entender melhor o que a Sony fez (e ainda está fazendo).

 

PS5 ainda é líder em vendas de um mercado em queda

Apesar da queda geral nas vendas de consoles, o PS5 ainda lidera entre os dispositivos de nova geração. A essa altura do campeonato, todo mundo entende que o console da Sony ainda é o preferido por causa dos seus títulos exclusivos, que foram escassos nos últimos anos.

De um modo geral, a crise afeta Sony e Microsoft da mesma forma, nos mais diferentes setores. Houve uma queda de 3% nas vendas de jogos, conteúdos digitais e assinaturas em maio de 2024. Essa queda afetou praticamente todas as áreas do setor de videogames.

As vendas de acessórios também foram impactadas, registrando uma queda de 8%, reforçando a perspectiva de redução generalizada no gasto dos consumidores com itens relacionados aos jogos. Se as vendas de consoles caem, as vendas dos itens relacionados também sofrem com essa redução.

 

Gamers investindo mais no mobile e nos PCs

Por outro lado, o gasto com conteúdos móveis, como jogos para smartphones e tablets, cresceu 13%, indicando uma mudança no comportamento do consumidor, que passou a priorizar a mobilidade combinada com o entretenimento.

Uma tendência que está mais do que consolidada para várias outras áreas da eletrônica de consumo. O smartphone é o nosso dispositivo informático principal, os notebooks são mais populares que os desktops entre programadores e estudantes, e hoje assistimos aos filmes da Netflix na tela do telefone.

Os reflexos do aumento de vendas nos PCs já são percebidos pelos números de vendas de alguns títulos. Jogos exclusivos para PC, como “Ghost of Tsushima” e “Helldivers 2”, têm compensado a queda nas vendas de consoles, contribuindo significativamente para os lucros da Sony na área de videogames.

 

Uma nova geração de consoles chegando

A queda contínua nas vendas de consoles sugere um esgotamento do interesse pela geração atual, o que pode inclusive antecipar o lançamento dos consoles da próxima geração (ou de modelos intermediários e atualizados da atual geração), como o PS5 Pro e o Nintendo Switch 2.

O PS5 Pro deve chegar ao mercado entre setembro e novembro de 2024, enquanto o Nintendo Switch 2 é esperado para o primeiro trimestre de 2025. Os dois consoles são muito esperados pelos gamers e por parte da indústria, já que podem revitalizar o mercado de consoles de alguma forma.

Por outro lado, muitos especialistas entendem que os consumidores não adotarão os consoles como principal dispositivo para os games no futuro, seguindo a tendência já estabelecida para outros segmentos de mercado.

Aliás, a estagnação do mercado de videogames pode inclusive impactar o lançamento da próxima geração de consoles em alguns casos.

Rumores indicam que a Nintendo está atrasando o lançamento do Switch 2 devido ao excesso de estoque do Switch original, o que é um indício de que até mesmo o console que está se salvando na atual geração enfrenta dificuldades para se vender e abrir espaço para os novos produtos.

É um cenário mais complexo do que parece. Para todos os envolvidos.


Compartilhe