Muita gente deixa o seu smartphone carregando ao lado da sua cama na hora de dormir, e nem todos sabem se isso é o correto. Ou, se podemos fazer, como devemos fazer da melhor forma.

Esse post responde algumas perguntas, e explica as vantagens e desvantagens de todas as situações possíveis para esse momento de sono.

 

 

Desligando o smartphone

 

É a opção mais radical. E, mesmo assim, você não precisa deixar o smartphone desligado ao lado da cama. Pode deixá-lo na cozinha, por exemplo.

Desse modo, você evita, entre outras coisas, a tentação de ficar verificando o telefone o tempo todo, ou as interrupções noturnas como mensagens, notificações e chamadas. Também não há consumo de bateria.

Por outro lado, desligar um smartphone significa ter um peso de papel ao seu lado no criado mudo, e só passa a ter uma utilidade quando ligamos de novo o telefone. Se ele é o seu despertador, avalie se tal decisão pode virar um problema a mais na sua vida.

Também entenda que o caso de ter o telefone desligado significa que ninguém pode telefonar para você em caso de emergência, desconectando você do mundo ao seu redor, para o bem ou para o mal, dependendo das circunstâncias.

 

 

Colocando o smartphone no modo avião

 

O modo avião é sempre bem útil para cortar todas as conexões sem fio do telefone, mas mantendo o dispositivo ativo para outras finalidades.

No modo avião, desaparecem o WiFi, a conexão de dados, o Bluetooth e outros modos de conexão sem fio. Muito usado durante os voos comerciais, o modo avião pode ser utilizado a qualquer momento, em qualquer lugar.

No modo avião, você não será incomodado com chamadas ou mensagens, mas pode usar o telefone para executar aplicativos como editores de texto, câmera, vários jogos e player de música e vídeo. Você também pode ativar o Bluetooth e o WiFi de forma independente, mas nada de acesso às chamadas.

Nesse modo, o consumo de energia será reduzido, mas não desaparecerá. O despertador continua a funcionar com os alarmes programados. E, ao acordar, basta um simples toque na tela para voltar a ter o telefone 100% funcional.

 

 

Deixar o smartphone no modo Não Perturbe

 

Aqui, temos funções diferentes, dependendo do sistema operacional. Mas as funcionalidades básicas são praticamente idênticas. É o modo para os momentos em que não queremos ser perturbados, e pode ser perfeito para quem quer ter o smartphone funcional, sem desligar o dispositivo.

É também um modo programável, e pode ser ativado automaticamente em um determinado horário, e desativado automaticamente. Ou o ajuste pode ser manual. Você ainda recebe notificações, mas não é avisado sobre elas, silenciando o dispositivo por completo.

É também um modo configurável, onde você pode manter alguns recursos que você considera útil, como por exemplo manter as chamadas ativas e desligar as notificações das redes sociais. E sim… você continua a ter o seu despertador funcionando.

 

 

Conclusão

 

Existe uma solução pensada para quase todas as necessidades. Cada usuário deve escolher a alternativa que melhor lhe convém, ciente de que todas elas tem pontos positivos e negativos.