Slimbook Pro X, o ultrabook Linux mais potente do mundo | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Slimbook Pro X, o ultrabook Linux mais potente do mundo | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notebooks, Ultrabooks e Conversíveis | Slimbook Pro X, o ultrabook Linux mais potente do mundo

Slimbook Pro X, o ultrabook Linux mais potente do mundo

Compartilhe

O Slimbook Pro X é um ultrabook Linux com design e configurações realmente chamativas. Seu design com tela de 14 polegadas está em um corpo muito compacto, e seu desempenho está garantido com um processador Intel Core i7 de oitava geração, trabalhando com ate 32 GB de RAM e até 2 TB de armazenamento. Ah, sim, você também pode contar com o Windows nele.

 

 

Slimbook Pro X: Principais Características

 

 

Sua tela IPS LED mate antirreflexos em formato 16:9 contam com uma diagonal de 14 polegadas, com tecnologia antifuga, brilho máximo de 300 nits e suporte de 99% da gama de cores sRGB. O modelo também conta com gráficos dedicados NVIDIA GeForce MX250 e um sistema para ativar ou desativar esses gráficos quando necessário, entregando o melhor desempenho ou a eficiência energética em diferentes momentos.

Seu sistema de reconhecimento facial conta com uma segunda camada frontal que faz a medição volumétrica e que combina com a awebcam para oferecer um sistema de autenticação mais seguro. O recurso funciona tanto no Linux como no Windows, e permite acessar de forma rápida e simples o início da sessão nesses sistemas operacionais, ou operar com permissões de superusuário no Linux quando precisamos, sem precisar digitar senhas.

 

 

Leve e compacto, mas sem renunciar à conectividade

 

 

O design do Slimbook Pro X chama a atenção pelo seu tamanho e peso, colocando uma tela de 14 polegadas em um espaço de uma tela de 12.8 polegadas. Suas bordas são muito mais reduzidas, alcançando assim uma relação tela/corpo de 86%. Aqui, o truque é contar com uma borda inferior que é parte do chassi de alumínio e magnésio, onde só temos o logo do fabricante.

A combinação de alumínio e magnésio entrega no design um teclado e o touchpado integrados com esses tons, em um notebook com 16.8 mm de espessura. Mesmo assim, a oferta de conectividade é excelente.

Assim, temos duas portas USB 3.1 (Gen 1, Type A), uma USB-C (USB 3.1 Gen 1, nada de Thunderbolt 3 aqui) e uma porta USB 2.0 adicional. Não possui leitor de cartões SD, mas ao menos contamos com uma saída HDMI e conector de fones de ouvido, além da porta RJ45 para uso do Gigabit Ethernet.

 

 

O seu teclado possui teclas grandes e bem espaçadas, e o touchpad é 41% maior que o Slimbook Pro Base, medindo 11,6 x 7,2 cm. O suporte de gestos e a detecção de palma são outras funções nativas para um componente chave para a experiência do usuário.

O Slimbook Pro X conta com RAM e armazenamento expansíveis ou atualizáveis, já que são componentes são soldados, permitindo as trocas nos módulos de memória e nos slots M.2 disponíveis.

Você pode configurar o notebook com configurações mais básicas, algo que poucos OEMs oferecem aos usuários. Você também pode escolher a distribuição Linux pré-instalada (Ubuntu, Elementary OS, Linux Mint, Manjaro, KDE Neon ou Debian, entre outras), mas também pode instalar o Windows 10 Home ou Pro, permitindo o single boot ou dual boot.

A configuração opcional dos modos RAID 0 ou RAID 1 se adiciona à integração das unidades SSD com ou sem suporte NVMe. Há muitas alternativas para um equipamento que só deixa de fora o Thunderbolt 3, além de um leitor de digital como companheiro do reconhecimento facial.

 

 

O Slimbook Pro X tem um preço inicial sugerido de 998 euros, e chega ao mercado em julho. Nesse preço, você pode comprar com a configuração de 8 GB de RAM, 256 GB de SSD (não NVMe) e sem sistema operacional, mas a pré-instalação do Linux é gratuita.

A partir daí, os preços só sobem, até alcançar os 1.773 euros (por 32 GB de RAM, 2 GB de SSD M.2 NVMe em RAID 1), com Windows 10 instalado.

 

 

Via SlimBook


Compartilhe