Wetten.com Brasil Apostas
Home » Dicas de Downloads » Skype, Hangouts, WhatsApp ou Messenger: qual é o melhor para o home office?

Skype, Hangouts, WhatsApp ou Messenger: qual é o melhor para o home office?

Compartilhe

Vamos falar dos apps de mensagens mais populares, e como eles podem ajudar (ou não) ao seu trabalho em casa em tempos de pandemia. Nesse post, analisamos esses softwares de mensagem e vídeo conferências mais utilizados do planeta para determinar qual é o melhor para se comunicar com os seus colegas de trabalho durante o home office.

 

 

 

WhatsApp

 

 

O primeiro nome que vem à mente, com mais de 1.5 bilhão de usuários em todo o planeta. Todo mundo sabe como ele funciona e do que ele é capaz. Então, vamos logo ao que interessa.

Sua variedade de funções o torna atraente para o trabalho, inclusive com uma versão Web que permite o uso no computador com maior comodidade. Porém, o seu maior problema é… ser ele mesmo. Por ser muito popular, a maioria das pessoas tem o WhatsApp para uso pessoal, o que pode ser uma enorme distração para quem quer utilizá-lo para fins profissionais.

Sem falar nos problemas que se tornaram comuns nos ambientes profissionais, como chefes enviando mensagens fora do horário comercial, o que, em alguns casos, é algo ilegal.

É claro que a quarentena torna compreensível o uso de tais tecnologias, mas o WhatsApp não foi prioritariamente desenvolvido para o trabalho, e isso pode gerar alguns problemas para muitos profissionais.

 

 

 

Google Hangouts

 

 

Essa sim, foi pensada especificamente para a necessidade de negócios. Sua interface é simples, suporta até 250 usuários em uma mesma chamada, tem sistema de fácil acesso às reuniões e outros recursos válidos para a tarefa laboral.

Obviamente, o Google Hangouts funciona muito bem com todo ecossistema do Google, facilitando o planejamento de reuniões e edição de textos e planilhas em conjunto. Porém, se a sua empresa é pequena, não sei se vale a pena pagar os preços cobrados pelo G-Suite.

 

 

 

Skype

 

 

Lançado em 2003, agora conta com a opção de chamadas com até 50 usuários simultaneamente, permitindo a realização de reuniões virtuais com facilidade. Possui versão web, o que dispensa o download e instalação de softwares adicionais, e é perfeito para quem tem computadores mais lentos ou mais antigos.

Porém, é mais um aplicativo originalmente pensado no uso pessoal. A Microsoft oferece o plano Business com pagamento mensal, que é a que permite as 250 pessoas na mesma chamada, além de opções de segurança para reuniões com tráfego de informações sensíveis. Sem falar na lousa digital durante as chamadas.

Suas grandes desvantagens são o pagamento mensal e a versão web que não inclui todos os recursos do desktop.

 

 

 

Facebook Messenger

 

 

Quase tão popular quanto o WhatsApp (1.3 bilhão de usuários em todo o mundo), é muito utilizado pelo marketing digital por funcionar com chatbots que se comunicam diretamente com os clientes. Seu engajamento é elevado (70% das mensagens são abertas nos primeiros 60 minutos após o envio).

O Facebook Messenger passou por mudanças recentes suportam um maior número de usuários na mesma chamada, oferecendo mais chances de uso para os profissionais laborais. Por outro lado, é uma plataforma bem mais instável, e está integrada ao Facebook, rede social muito relacionada com a procrastinação e com os vazamentos de dados. Mesmo assim, pode ser a plataforma indicada para você e seu time de trabalho.

 

 

 

Conclusão

 

Nenhuma das plataformas apresentadas é perfeita para o mundo dos negócios, mas pelo menos duas das quatro soluções indicadas no post contam com uma versão Business. No final, só você pode identificar qual plataforma atende melhor as suas necessidades. Basta você se lembrar de usar as ferramentas com responsabilidade e respeito aos horários de trabalho de todos os envolvidos.


Compartilhe