Sites para verificar se um link é seguro (sem clicar no link)

Compartilhe

Navegar na internet não é algo seguro há muito tempo, e qualquer um de nós pode ser vítimas de phishing, malwares, vírus e outras ameaças virtuais, com a nefasta ajuda das URLs maliciosas ou links maliciosos.

Tais links maliciosos e suspeitos podem chegar até você por diferentes vias: por e-mail, WhatsApp, Facebook Messenger e outros. E qualquer pessoa, desde os usuários iniciantes até os mais experientes, podem receber um desses links que, quando executados, podem acabar com a sua vida informática.

Contar com apps antimalwares sempre é uma ajuda, mas você pode antecipar um passo desconfiando dos links suspeitos que você recebe por diferentes vias. Nesse post, apresentamos para você alguns dos mais úteis verificadores de links disponíveis na internet.

 

 

 

Norton Safe Web

 

Um dos grandes nomes do segmento, com uma base de dados de ameaças muito confiável. E esta é uma solução 100% gratuita. Basta inserir a URL suspeita, e o site informa se ele é seguro, com três indicadores: ameaças de malware, ameaças de identidade e fatores de incômodo, onde este último entram os softwares que não são malwares mas podem tentar instalar softwares não desejados. Pode oferecer pontuações e comentários para os usuários.

Acesse | Norton Safe Web

 

 

 

 

Website Reputation Checker da URLVoid

 

O Website Reputation Checker da URLVoid é uma ferramenta que faz o mesmo da solução anterior, mas também oferece informações adicionais sobre a URL suspeita, como o registro do domínio e a localização do servidor, indicando se o link aparece em sua lista negra, com avaliação de riscos. O software é vinculado a empresas e instituições de cibersegurança, como Avira e CERT-GIB.

Acesse | Website Reputation Checker de URLVoid

 

 

 

 

Google Transparency Report

 

A tecnologia Safe Browsing do Google examina milhões de URLs por dia, buscando sites potencialmente inseguros, mostrando avisos de advertência no buscador e nos navegadores web que usam a sua tecnologia. Mas também indica se o site é ou não seguro, e quando foi a última vez que a URL foi verificada.

Acesse | Google Transparency Report

 

 

 

 

Sucuri Sitecheck

 

Este é um serviço voltado a proteger páginas webs diante de ciberataques (de injeção de código, DDoS, etc), e é muito popular entre os administradores de sites baseados em WordPress. Além disso, mantém uma ferramenta online gratuita, que não só verifica a segurança de uma URL (verificando o link em nove listas negras diferentes), mas também indica para onde uma URL redirige (muito útil quando encaramos os encurtadores de links) e se este último conta com versão HTTPS.

Acesse | Sucuri SiteCheck

 

 

 

 

URLEX

 

O URLEX (URL Expander) é uma ferramenta bem simples: ele mostra uma caixa de texto onde podemos introduzir várias URLs encurtadas de uma vez, para que a ferramenta mostre para quais sites os links vão redirecionar de verdade. O site ainda oferece a opção de fazer o download dos resultados em forma de arquivo .csv.

Acesse | URL Expander

 

 

 

 

Conclusão

 

Não há motivos para você arriscar. Não é porque um amigo seu de confiança encaminhou um link encurtado que você vai simplesmente sair clicando nele. Tenha o mínimo de discernimento e bom senso para desconfiar desse link (nem tanto do seu amigo), e verifique se o conteúdo recebido é seguro para ser executado. A regra aqui é a mesma de tantas outras dicas que publicamos no blog: é muito melhor prevenir do que remediar.


Compartilhe