TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Sintomas que o seu trabalho está te levando a sofrer de Síndrome de Burnout | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Sintomas que o seu trabalho está te levando a sofrer de Síndrome de Burnout

Sintomas que o seu trabalho está te levando a sofrer de Síndrome de Burnout

Compartilhe

A Síndrome de Burnout está afetando mais e mais pessoas ao redor do mundo, a ponto da Organização Mundial da Saúde (OMS) considerar uma doença profissional. O problema é que essa é uma enfermidade muito recente, e muitas pessoas sequer sabem que estão sofrendo disso neste momento.

De acordo com a OMS, a Síndrome de Burnout é um estado de estresse crônico no local de trabalho que não foi gerenciado de forma eficiente, se caracterizando por sentimentos de esgotamento ou pouca energia, negatividade em relação ao trabalho e redução da produtividade laboral.

Se você não resolve a Síndrome de Burnout em tempo, ela pode resultar em doenças físicas e mentais mais graves. Neste post, vamos falar um pouco mais sobre essa enfermidade e como podemos evitá-la.

 

 

 

Os principais sintomas da Síndrome de Burnout

Fique atento se você sofre um elevado desgaste emocional no trabalho, com constante cansado ou depressivo. Insônia, ansiedade, inquietude, excitação e inseguranças intensas e constantes no trabalho também são sinais de problemas.

Problemas intestinais, dores nas costas ou no pescoço (que também podem denunciar tensão ou estresse emocional) e a maior propensão em consumir bebidas alcoólicas somadas com a baixa auto estima também denunciam a enfermidade.

E esses são apenas os principais sintomas. Outros sinais mais específicos só podem ser detectados por um profissional que deve ser consultado ao menor sinal de problemas.

 

 

 

As primeiras consequências

O indivíduo não consegue mais relaxar, criando um desgaste constante no organismo. A consequência direta disso é a insônia, o que vai afetar decisivamente na redução da produtividade, cansaço e desânimo, e isso pode gerar em problemas de saúde mais graves, como a depressão, a obesidade e chances maiores de desenvolver diabetes.

O estresse crônico também provoca uma constante tensão física e mental, onde os músculos são diretamente afetados. Isso se reflete em dores no pescoço, nos ombros ou na cabeça. Alguns desses sintomas aparecem pela postura inadequada, uma cadeira ruim e outros fatores e, por isso, é mais que recomendável procurar um médico para melhor averiguar o problema.

 

 

 

Suas defesas ficam mais baixas

Ter constantes infecções e inflamações é um sinal claro que a nossa imunidade está baixa. Nosso organismo está preparado para concentrar a energia nos músculos e o cérebro em situações de alerta, como é o caso do estresse, para que o corpo se coloque em movimento para a ação. E isso faz com que o sistema imunológico conte com menos recursos para se defender.

O normal é que o corpo passe por um momento de descanso relativamente curto após entrar em alerta, para se estabelecer o equilíbrio no organismo e, dessa forma, o sistema imunológico pode fazer o seu trabalho.

Porém, na Síndrome de Burnout, o organismo fica em estado e alerta o tempo todo, centrando quase toda a energia do corpo o tempo todo nos músculos e no cérebro, e é isso que provoca câimbras, dores de cabeça e insônia. E isso é uma porta aberta para vírus e bactérias.

 

 

 

Problemas cardiovasculares

Por fim, a Síndrome de Burnout pode resultar na constante e repetitiva elevação da pressão arterial, o que se reflete na hipertensão que vai danificar as veias e artérias, aumentando as chances de infarto a longo prazo.


Compartilhe