TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Sinais que podem indicar a morte do seu SSD | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Sinais que podem indicar a morte do seu SSD

Sinais que podem indicar a morte do seu SSD

Compartilhe

Você decidiu instalar um SSD no seu computador que já tem cinco anos de atividades, e percebeu rapidamente que essa pequena mudança deu uma sobrevida ao velho equipamento.

Essa satisfação que você está sentindo é o efeito colateral por ter tomado uma sábia decisão na vida. Parabéns!

Porém, nada é eterno neste mundo. Nem o seu computador, nem esse SSD que você instalou. Uma hora os dois vão morrer, e você precisa ser novamente sábio para detectar quando o evento fatídico vai acontecer, em nome da proteção dos seus dados.

Neste post, vamos mostrar cinco indícios que apontam para um SSD que está morrendo. Tome providências antes que o pior aconteça.

 

 

 

Blocos defeituosos

Sim, eles existem também no SSD, principalmente quando o computador tenta ler ou armazenar algum dado e o processo dura muito mais tempo que o normal.

Falhas de leitura e gravação, um aplicativo que acaba congelando ou falhando frequentemente, falhas nas transferências de arquivos, o funcionamento do computador como um todo muito mais lento… todos esses são sintomas de um SSD que está morrendo.

 

 

 

Erros nos arquivos

Quando um arquivo está com falhas constantes, isso pode significar que o SSD está com problemas. Normalmente o sistema operacional detecta que o bloco de dados não está funcionando bem na hora de ler ou armazenar arquivos.

O sistema operacional também pode detectar o problema depois que o arquivo foi salvo no bloco defeituoso. Neste caso, o bloco não será mais lido, e precisa ser recuperado via software, e nem sempre os resultados são satisfatórios.

 

 

 

É preciso recuperar o sistema de arquivos

A tela azul do Windows pode aparecer se você não desligou direito o computador, o que também pode resultar em blocos defeituosos no SSD ou até um problema no conector da unidade.

Tanto o Windows como o macOS contam com ferramentas específicas para resolver este tipo de problema. Vale a pena realizar uma cópia de segurança dos seus dados antes de iniciar este procedimento de recuperação de sistema de arquivos, pois existe a possibilidade de perda de dados durante o processo.

 

 

 

Falhas contínuas na inicialização

Se a cada vez que você inicia o computador uma falha aparece, mas o sistema funciona sem problemas, este pode ser um sintoma que o SSD está morrendo.

Execute uma ferramenta de diagnóstico e, em caso de problemas, faça uma cópia de segurança de seus dados, formate o SSD e instale o Windows. Se o problema persistir, é melhor trocar a unidade de armazenamento.

 

 

 

O disco passa a ser só de leitura

É um problema mais raro, mas pode acontecer. O sistema só permite que os dados sejam lidos, sem permitir o armazenamento de nenhuma informação.

Isso significa que o SSD morreu. Quem sabe a formatação pode devolver a capacidade de armazenamento de dados, mas o hardware não será mais confiável para um uso pleno.

Se os dados ainda podem ser lidos, recupere todos os dados da unidade, fazendo um backup de tudo o que está lá. Só depois disso faça a formatação do SSD e, quem sabe, ele pode voltar a funcionar depois disso.

Mas o mundo perfeito pede que você armazene tudo em um novo SSD.


Compartilhe