TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Simulação do Madden NFL 13 prevê Baltimore Ravens como campeão do Super Bowl XLVII | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Games | Simulação do Madden NFL 13 prevê Baltimore Ravens como campeão do Super Bowl XLVII

Simulação do Madden NFL 13 prevê Baltimore Ravens como campeão do Super Bowl XLVII

Compartilhe

Estamos na semana do Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano da NFL, e mais uma vez, o pessoal da Electronic Arts fez a sua já tradicional simulação da final, com o objetivo de prever o vencedor do confronto. A final só acontece no próximo domingo, 03 de fevereiro, mas o jogo Madden NFL 13 já aponta um vencedor: o Baltimore Ravens.

O Super Bowl terá como finalistas as equipes do Baltimore Ravens e do San Francisco 49ers. Na simulação feita pela EA, os Ravens derrotam os 49ers por 27 a 24. E para aqueles que já estão pensando que essa simulação não serve para muita coisa, vale a pena registrar que esse é o décimo ano que a produtora do jogo mais popular de futebol americano dos consoles de videogames realiza essa simulação, e que nas últimas nove oportunidades, o simulador acertou o vencedor sete vezes.

Das duas vezes que o computador errou o resultado, uma podemos considerar como uma das maiores zebras da história dos esportes norte-americanos. Em 2008, no confronto entre o desacreditado New York Giants e o super favorito (e invicto) New England Patriots, o simulador apontou o resultado óbvio de vitória para New England, mas como todos sabem, em uma final histórica, os Giants venceram a partida nos últimos minutos.

O segundo erro aconteceu em 2011, quando o computador apontou como vencedor do Super Bowl o Pittsburgh Steelers, que no confronto da vida real, foram derrotados pelo Green Bay Packers. Segundo a simulação desse ano, o Super Bowl XLVII pode ser decidido nos minutos finais, com uma falha dos 49ers. Na simulação, foi uma interceptação que deu a vitória aos Ravens.

A simulação desse ano foi feita em um Xbox 360, devidamente atualizado, e no modo de jogo completo, ou seja, quatro tempos de 15 minutos. Os dois times foram controlados pelo computador, e os sistemas de inteligência artificial e faltas não sofreram nenhum tipo de modificação. As contusões foram ligadas, para que a simulação fosse a mais realística possível.


Compartilhe