Compartilhe

É muito difícil resumir uma década de serviços e aplicativos relevantes. Certamente vão ficar itens de fora, mas ainda assim vamos nos atrever a apresentar alguns dos nomes mais relevantes. Nem todos os serviços dessa lista existiram ao longo de toda a década, mas se destacam pela importância e profundo impacto no nosso cenário tecnológico.

 

 

Netflix

No seu formato atual, nasceu em 2010 para se transformar em um serviço que mudou a forma em como consumimos conteúdos de entretenimento. Provocou uma profunda transformação no setor audiovisual, tanto na distribuição de conteúdos televisivos como na dinâmica das produções cinematográficas.

 

 

WhatsApp e Telegram

Não são iguais, mas cada um a sua maneira transformou a forma em que nos comunicamos. O WhatsApp se transformou em uma espécie de padrão para os serviços de mensagens instantâneas, enquanto que o Telegram se destacou pela aposta na segurança e privacidade, além dos recursos adicionais que influenciaram a plataforma líder e os demais rivais.

 

 

Spotify

Assim como a Netlix, modificou a forma em como ouvimos música e, mais recentemente, podcasts. É de graça (com propagandas) e possui alguns diferenciais relevantes. Seu impacto foi tão profundo, que a Apple, que ditava regras com o iTunes, teve que seguir os seus passos com o Apple Music.

 

 

Uber Eats, Glovo e Deliveroo

Tais serviços mudaram a forma em como recebemos comida em casa, ou o delivery. Não ficaram isentos de polêmicas, mas chegaram para ficar. Se você tem dúvidas disso, basta ver as ruas das grandes cidades de diversos países onde os serviços estão presentes.

 

 

Snapchat e Instagram

O Snapchat ganhou notoriedade em 2013, com vídeos compartilhados, mensagens de texto e, principalmente, os seus copiadíssimos stories e filtros. Seu triunfo foi limitado pelo Instaram, que emularam seus benefícios com muita competência, construindo assim uma enorme base de fãs devotos.

 

 

Tinder e Grindr

Nunca foi tão simples encontrar uma pessoa para compartilhar um café, uma cerveja, uma conversa, uma aventura (não importa o tipo) e até, com sorte, a cama. Os dois transformaram por completo a forma de relacionamento das gerações mais jovens, indo além dos círculos de amizades e conhecidos. Basta um gesto na tela do telefone para encontrar a sua metade da laranja (ou algo do tipo).

 

 

Uber e Cabify

Tais serviços mudaram a mobilidade urbana de boa parte da população nas grandes cidades do mundo. Você pode se deslocar de forma rápida e individual, acabando com o monopólio do táxi. As legislações tiveram que se adaptar a tais aplicativos, e este é um segmento que não para de crescer.

 

 

Google Maps

Decretou o fim dos mapas de papel, e se tornou um padrão de navegação por diferentes vias, além de ser uma ótima ferramenta para encontrar lojas, comércios e restaurantes. Sem ele, muitos de nós estaríamos perdidos. Literalmente.

 

 

YouTube

Faz parte do dia a dia de muita gente que consome música, notícias, documentários, conteúdos de youtubers e até o modo de vida de muita gente. É mais uma plataforma que não se salvou de polêmicas de todos os tipos por contar com conteúdos que podem queimar o filme do serviço.

 

 

Twitter

Pode não ter muitos usuários, mas tem uma enorme influência. Tanto é assim, que sua penetração no mundo do jornalismo, da tecnologia ou da política deixa claro que milhões de pessoas se informam sobre o que acontece no mundo através dessa rede social, comentando os eventos televisivos, o que acontece com as suas vidas e outros eventos que podem rodar o mundo.

 

 

Airbnb

Popularizou os aluguéis turísticos ou férias para milhões de pessoas que na hora de viajar, nem pensam em procurar hotéis e outros tipos de alojamento profissionalizado. Porém, também provocou conflitos sérios com vizinhos de cidades onde a plataforma tem maior impacto, ajudando no aumento do preço dos alugueis ao redor do mundo.


Compartilhe