Compartilhe

A Samsung apresentou na CES 2019 a segunda geração da sua linha de notebooks gaming, a Samsung Notebook Odyssey (2019). A principal novidade nessa nova família de computadores portáteis é a presença dos gráficos para portáteis de última geração da NVIDIA.

O PC não é o negócio principal da Samsung, mas nem por isso os coreanos deixam de lado a qualidade final dos produtos, que sempre contam com design interessante e desempenho mais interessante ainda. A prova do que eu estou falando está no recém apresentado Notebook 9 Pen.

Agora, o Samsung Notebook Odyssey (2019) é mais uma evidência de toda essa qualidade e cuidado, mas dedicado à execução dos videogames. O modelo possui um chassi de alumínio que abriga uma tela de 15.6 polegadas (1920 x 1080 pixels) e bordas reduzidas em três lados. O notebook suporta a tecnologia de sincronização G-Sync da NVIDIA e oferece uma frequência de atualização de 144 Hz.

 

 

Sua base de hardware é composta por um processador Intel Core i7 de seis núcleos, acompanhado de 16 GB de RAM e unidades de SSD NVMe que vão de 256 GB até 1 TB de armazenamento.

Mas o grande diferencial das configurações do Samsung Notebook Odyssey (2019) está mesmo na estreia da placa gráfica dedicada RTX 2080 mobile que a NVIDIA apresentou na CES 2019. O portátil possui um design singular, com uma dobradiça na parte central do equipamento. Não está claro se esse detalhe é estético ou funcional, mas sabemos que o portátil recebeu um sistema especial de refrigeração.

Na parte de conectividade, temos Gigabit Ethernet, WiFi ac e Bluetooth, portas USB Type-C, saída HDMI, webcam e alto-falantes estéreo. O notebook oferece vários modos de jogos pré-configurados, desempenho modular e até um “modo besta” para os jogos mais exigentes e funções como Black Equalizer, que ajuda aos usuários a obter vantagens em relação à concorrência, melhorando a iluminação nos jogos e detectar inimigos nas sombras.

 

 

O Samsung Notebook Odyssey (2019) estará disponível no mercado internacional no primeiro trimestre de 2019. Preços não foram revelados, assim como a disponibilidade e seu preço no Brasil.

 

Via TechCrunch


Compartilhe