Samsung Galaxy Z Flip é desmontado pelo iFixit

Compartilhe

O meu ceticismo em relação aos smartphones dobráveis ou com telas flexíveis continua. Não consigo confiar em uma tecnologia que, na minha modesta opinião, ainda não está em um ponto de maturidade elevado o suficiente para chegar ao grande público, e mais apresenta dúvidas do que certezas.

Com o passar do tempo e após conferir algumas análises de especialistas em tecnologia, esse ceticismo vai aumentando e se reforçando. E as evidências que a minha teoria está correta não param de aumentar. A última veio do pessoal do iFixit, que colocou a mão na massa (ou melhor, nas chaves e materiais específicos) para desmontar o Samsung Galaxy Z Flip, novo smartphone com tela dobrável e flexível dos coreanos.

 

 

 

Dúvidas eliminadas

 

 

Desde o primeiro momento em que o Samsung Galaxy Z Flip começou a ser ventilado na internet, uma das dúvidas do grande público era se a Samsung foi mesmo capaz de aprender a lição e desenvolver um produto que ficasse isento dos problemas que motivaram o enorme volume de críticas contra o Galaxy Fold.

Seu design tem vários detalhes modificados, que dão a entender que a Samsung se preparou melhor para o lançamento do Samsung Galaxy Z Flip, que é um produto mais premium do que o seu concorrente direto no segmento, o Motorola Razr. Por outro lado, ficou demonstrado rapidamente que é muito difícil manter a integridade de uma tela flexível. O JerryRigEverything mostrou isso no seu vídeo de tortura com o smartphone dobrável da Samsung.

Mesmo assim, a expectativa com o Samsung Galaxy Z Flip era elevada, e o processo de desmontagem do iFixit era esperado por muita gente. Essa análise é um momento essencial para conhecer como o produto funciona por dentro.

E o iFixit sabia muito bem que todos estavam esperando por ele. Por isso, tomou o máximo de tempo possível para compartilhar em seu canal do YouTube o vídeo oficial com o processo de desmontagem. O Samsung Galaxy Z Flip é desmontado por completo, e alguns detalhes de interesse geral são revelados.

 

 

 

O problema com a poeira continua

 

 

O pessoal do iFixit se concentrou no componente mais curioso e inusitado no Galaxy Z Flip: as escovinhas para prevenir a passagem de poeira para o interior do dispositivo. Esse componente foi integrado para (supostamente) solucionar boa parte dos problemas que foram detectados no Galaxy Fold.

A análise do iFixit foi muito detalhista (como sempre), e para ilustrar o que a escovinha poderia fazer na prática, o site decidiu colocar o Samsung Galaxy Z Flip em uma bolsa cheia de poeira na cor lilás, retirar o smartphone de dentro dessa bolsa e sacudir o dispositivo.

O resultado? Muito pó lilás dentro do telefone dobrável da Samsung.

 

 

Ao desmontar o dispositivo, eles constataram como a poeira efetivamente estava presente, pintando boa parte dos componentes internos do smartphone. O mais bizarro de tudo isso é que as escovinhas estavam relativamente limpas, o que obviamente resultou em alguns comentários maldosos e bem humorados por parte da comunidade conectada.

Por outro lado, o próprio Samsung Galaxy Z Flip adverte no momento de sua primeira inicialização sobre os cuidados que o usuário deve ter, inclusive a não exposição à poeira. E nem precisamos destacar aqui que o teste com a bolsa cheia de poeira lilás é algo extremo e fora de propósito.

Do mais, o Samsung Galaxy Z Flip possui uma nano proteção que entrega uma relativa resistência à água (mergulhos por tempo muito breve), e o dispositivo em si é um pouco mais fácil de ser reparado do que o seu concorrente direto, o Motorola Razr.

O que não quer dizer muita coisa, uma vez que o smartphone dobrável da Motorola registrou a pior nota da história do iFixit na sua capacidade de reparação.

 


Compartilhe