TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Nasceu o Samsung Galaxy S21 FE! | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Análises e Reviews | Nasceu o Samsung Galaxy S21 FE!

Nasceu o Samsung Galaxy S21 FE!

Compartilhe

Finalmente! Nasceu a criança!

Eu não aguentava mais ler sobre o Samsung Galaxy S21 FE. Eram tantas informações vazadas, tantos artigos falando sobre a espera dos usuários e tanto barulho sobre um produto que veio mais atrasado que o dinheiro que o Magazine Luiza tem que me devolver, que tudo isso me cansou.

Eu escrevi bem pouco sobre os milhões de vazamentos que aconteceram nos últimos meses porque só queria falar sobre o Samsung Galaxy S21 FE quando ele se tornasse oficial.

Pois bem… esse dia chegou, e eu estou aqui, pronto para dar os meus dois centavos de opinião sobre ele.

 

 

 

Sem Exynos dessa vez! GRAÇAS A DEUS!

Se tem alguma coisa que os fãs da Samsung precisam agradecer de joelhos é o simples fato do Samsung Galaxy S21 FE não contar com qualquer vestígio de um processador Exynos na sua lista de especificações técnicas.

Até segunda ordem (pois tudo pode mudar nessa vida), o novo Samsung Galaxy S21 FE conta com o chip Snapdragon 888 octa-core de 5 nanômetros, um dos mais potentes processadores da atualidade. E eu não estou dizendo que este é o fim de todos os nossos problemas, mas sim que pelo menos não teremos os problemas oferecidos pelos processadores da própria Samsung.

O que não quer dizer que não teremos que lidar com outros tipos de problemas como, por exemplo, o preço mais elevado no início de sua trajetória comercial. Mas aí é só esperar alguns meses para que o valor cobrado por essa criança seja mais aceitável.

 

 

 

Um design vencedor

O Samsung Galaxy S21 FE não tem grandes novidades na sua estética, já que é totalmente calcado no design do Galaxy S21. E, convenhamos: este é um design vencedor dentro do mercado de smartphones. Logo, não há motivos para realizar grandes mudanças neste aspecto.

Sua tela Dynamic AMOLED 2X de 6.4 polegadas (FullHD+, 2.340 x 1.080 pixels, 401 ppp) possui taxa de atualização de 120 Hz, taxa de resposta ao toque de 240 Hz e apenas um furo na tela para abrigar a câmera frontal de 32 MP. Ou seja, tudo o que o bom senso pede para um smartphone de 2022, seja nos aspectos técnicos como nos estéticos (nada de notch… obrigado, Samsung).

O acabamento em mate é outra coisa que agrada, já que ninguém aguenta mais ter que conviver com as marcas de dedo na carcaça do smartphone. Além disso, as variantes de cores dão um ar descolado ao produto, o que deve chamar a atenção dos mais jovens.

 

 

 

Câmeras básicas?

Eu não diria isso.

Depois de tantos anos, não é possível que você não entenda que o tamanho do sensor não quer dizer nada. O que importa mesmo é o prazer que ele proporciona. E, neste caso, o prazer está em ver fotos incríveis que ele pode registrar.

O Samsung Galaxy S21 FE conta com sensores de 12 MP (principal, f/1.8, OIS) + 12 MP (grande angular, f/2.2) + 8 MP (telefoto, f/2.4, zoom 3x, OIS). Pode parecer um conjunto fotográfico modesto, mas se o software trabalhar bem com ele, tem tudo para entregar excelentes fotos e vídeos.

A câmera frontal de 32 MP (f/2.2) é basicamente a mesma do Galaxy S20 FE, e também não deve decepcionar.

Logo, vale a pena aguardar os primeiros reviews antes de sair criticando a Samsung por essa decisão. Além disso, o histórico dos coreanos nos aspectos fotográficos é bem positivo. Por isso, vale a pena ser paciente e esperar para ver o que os usuários vão nos entregar de feedback.

 

 

 

Será que a bateria dá conta?

Essa é uma das dúvidas que pairam sobre a minha cabeça.

O Samsung Galaxy S21 FE conta com uma bateria de “apenas” 4.500 mAh, com recarga rápida de 25W e recarga sem fio de 15W. E eu digo “apenas” porque ela fica um pouco abaixo do que eu considero como ideal para qualquer smartphone Android hoje manter pelo menos um dia de autonomia (5.000 mAh).

Estamos falando de um hardware potente. É um processador potente, que trabalha com 6 GB ou 8 GB de RAM e 128 GB ou 256 GB de armazenamento. Muitos usuários vão querer extrair a máxima performance do produto, e tenho minhas dúvidas se a autonomia de bateria vai dar conta.

Ainda mais considerando o fato que este dispositivo conta com conectividade 5G, o que é o mínimo que se pede para um smartphone do seu porte (aliás, qualquer telefone que não contar com o 5G daqui para frente está fadado ao fracasso).

A One UI 4.0 (baseada no Android 12) vai ter que trabalhar muito bem com o Snapdragon 888 para garantir um dia de uso para o Samsung Galaxy S21 FE. Quero ver os primeiros testes práticos para descobrir se essa autonomia de bateria aguenta a demanda.

 

 

 

Conclusão

O Samsung Galaxy S21 FE é uma interessante atualização quando olhamos para o Galaxy S20 FE, já que melhora onde precisa melhorar. Pode ser uma alternativa interessante para quem quer comprar um Android novo em 2022, e não está disposto a pagar o que a Samsung deve cobrar pelo Galaxy S22.

E esse é um ponto que você precisa pensar neste momento.

Me pergunto se o Samsung Galaxy S21 FE não chegou meio tarde, principalmente pelo fato da família Galaxy S22 estar chegando. Tá, eu não sou o tipo de pessoa que está queimando dinheiro neste momento (e acho que você também não), mas… cobrar 749 euros por um telefone que vai ficar apenas um degrau abaixo do top de linha do fabricante?

Dá pra dizer que este modelo não chega ao Brasil por menos de R$ 5 mil, e que o Galaxy S20 FE vai ficar no mercado por mais algum tempo, já que é um campeão de vendas custando entre R$ 2 mil e R$ 2.500. Se você acha que as novidades apresentadas pelo novo modelo justificam pagar o dobro por ele, vá em frente.

Fato é que, se isso acontecer, a Samsung conseguiu segmentar bem os grupos de smartphones de linha média-alta, preparando o terreno para um top de linha que deve custar por aqui valores assustadoramente elevados.

Isso mesmo, amigo leitor: a chegada do Samsung Galaxy S21 FE fará com que o Galaxy S22 (e os demais modelos desse grupo) cheguem ao Brasil com preços bem elevados. Por mais que o modelo FE acabe reduzindo de preço depois de alguns meses (o que é normal para a maioria dos smartphones Android do mercado), a pancada inicial deve ser pesada.

E considerando todos os fatores econômicos do nosso país, não tem como terminar este post de outra forma…

“FELIZ ANO NOVO”. 2022 oficialmente começou.


Compartilhe