Ainda existem muitas perguntas sobre o Samsung Galaxy Fold e sua tela dobrável. E para esclarecer algumas dessas dúvidas, a Samsung lançou um vídeo de hands-on, onde é possível ver o dispositivo com um pouco mais de detalhes.

O dispositivo ainda gera muita curiosidade. Mais ainda porque poucas pessoas presentes na MWC 2019 conseguiram ver o dispositivo de perto. Uma das dúvidas de muita gente é para saber se o Galaxy Fold sofre dos mesmos problemas do FlexPai. A Samsung não facilita muito as coisas quando mostra imagens do produto onde estrategicamente jamais conseguimos ver a tela ‘nas suas piores condições’. Porém, o vídeo disponibilizado pelos coreanos mostrou um pouco mais sobre o produto e o seu funcionamento.

Além do pronunciado notch, uma das coisas que se destacam é que, mesmo quando dobrado, o Samsung Galaxy Fold não fica com os dois lados paralelos, com o lado da dobradiça deixando o dispositivo um pouco inclinado quando dobrado. As duas características não pegam muito bem para um smartphone que custa US$ 1.980.

 

 

O vídeo não deixa muito perceptível se há partes visíveis no ponto de dobra na tela, e isso é uma boa notícia. A não ser é claro que a Samsung tenha maquiado as imagens a ponto de ocultar um efeito de dobra mais pronunciado, o que não parece ser o caso. Se fosse, os coreanos seriam duramente criticados quando o dispositivo chegar nas mãos dos primeiros clientes.

Por outro lado, não podemos esquecer que a Samsung não está sozinha nesse segmento de smartphones dobráveis. A Huawei já apresentou o Huawei Mate X (que é ainda mais caro, mas esteticamente melhor resolvido que o modelo da Samsung), e tanto Oppo como Xiaomi devem entrar nessa guerra em breve.

 

 

Pelo menos até agora, a primeira fase da batalha só serviu para alguns fabricantes dizerem para a concorrência que apresentaram suas alternativas, e que estão chamando as demais para a briga.