Compartilhe

A Samsung começou o seu evento Galaxy Unpacked 2019 pelo “One More Thing”. Logo de cara, tornou oficial o Samsung Galaxy Fold, o seu primeiro smartphone com tela dobrável.

 

 

Seria esta a verdadeira definição de phablet?

 

 

A Samsung vende esse dispositivo como o que ele realmente é: um tablet que pode ser dobrado ao meio, para ser utilizado como um smartphone, prometendo assim uma maior versatilidade de uso para aqueles que querem a produtividade de um smartphone e uma tela maior para consumo de conteúdo em um tablet.

 

 

O principal destaque do produto (e, por tabela, o seu maior apelo comercial) é a sua tela. Na verdade, as suas duas telas. O Samsung Galaxy Fold conta com uma tela Infinity Flex Display de 7.3 polegadas (4.2:3, 1536 x 2152 pixels), que é interna, e fica estirada no seu modo tablet. E uma segunda tela externa, de 4.6 polegadas (21:9, 840 x 1960 pixels), fica ativa quando o dispositivo está no modo smartphone.

 

Com isso, a Samsung muda um pouco a abordagem do seu smartphone dobrável. Enquanto muitos apostavam em uma dobra para fora, onde uma das telas ficaria ativa, o Galaxy Fold dobra para dentro, acionando uma tela externa. O que também ajuda a entregar um design mais elegante, levando em consideração que é a primeira geração de um produto.

 

 

Para manter esse dispositivo funcionando por pelo menos um dia de uso, a Samsung colocou duas baterias de 2.200 mAh (total de 4.400 mAh), cada uma em cada “lado” do dispositivo. Lembrando: são duas telas, mais toda a eletrônica dentro do dispositivo. Seu peso é de 200 gramas.

 

 

O Samsung Galaxy Fold conta com um processador Qualcomm Snapdragon 855 octa-core com fabricação de 7 nanômetros, acompanhado por 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento UFS 3.0. Tudo será gerenciado pelo Android 9 Pie com a interface One UI adaptada para esse formato de tela dobrável.

 

 

Nas câmeras, seis sensores traseiros, com grande angular, ultra grande angular e tele objetiva, uma em cada ângulo, além das câmeras frontais, uma em cada face de cobertura, com grande angular e profundidade. Resoluções e especificações dessas câmeras não foram reveladas.

 

 

O Samsung Galaxy Fold tem preço sugerido de US$ 1.980, mostrando que é o típico produto pensado nos early adopters cheios de dinheiro. Não há previsão de lançamento para o Brasil.

 


Compartilhe