A Samsung parece que está sentindo a pressão da Xiaomi que não para de crescer no mercado indiano, e decidiu apostar de forma gradual em novos modelos de linha média em diferentes mercados. Isso pode ajudar a explicar o lançamento do Samsung Galaxy A8 Star.

O modelo conta com características e especificações bem diferentes dos típicos modelos de linha média da Samsung. Lembrando que este modelo foi lançado na China como Galaxy A9 Star, carregando praticamente todas as suas características.

O Galaxy A8 Star conta com uma tela Super AMOLED de 6.3 polegadas (2220 x 1080 pixels, 18:9, 2.5D) com uma relação tela-corpo de 80%. Recebe o processador Qualcomm Snapdragon 660 com características de inteligência artificial, 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento (expansíveis via micro SD de até 400 GB).

Nas câmeras, o Galxy A8 Star conta com uma câmera traseira dupla na vertical, dispostas no canto superior esquerdo, com sensores de 16 MP + 24 MP (ambas com f/1.7). Nas selfies, temos uma câmera frontal de 24 MP (f/2.0). O leitor de digitais na parte traseira desbloqueia o dispositivo em tempo recorde, e sua bateria de 3.700 mAh é recarregada vai porta USB Type-C com um carregador de 15W.

O modelo ainda conta com o sistema operacional Android 8.0 Oreo com a interface Samsung Experience, com o assistente inteligente Bixby integrado, NFC e sistema de reconhecimento facial.

 

 

Pode não ser a proposta mais competitiva do mercado Android no quesito preço. Pelo contrário: é até considerado caro, levando em consideração o preço estimado para o modelo (em torno de 500 euros). Porém, não podemos culpar a Samsung por tentar.

É um dispositivo que impressiona dentro do seu segmento pelas suas especificações e propostas técnicas, mas pode não entregar a melhor relação custo-benefício. Vale lembrar que o recém lançado Xiaomi POCO F1 é um autêntico top de linha, com especificações potentes e preço sugerido de 360 euros na sua configuração mais completa.

Que é muito mais completa que a do Samsung Galaxy A8 Star.