Compartilhe

O ano de 2019 para a Samsung ainda não terminou, e a prova disso foi o lançamento do Samsung Galaxy A51, o sucessor natural do Samsung Galaxy A50, uma das melhores relações custo-benefício entre os smartphones Android de linha média.

Na prática, o Samsung Galaxy A51 é um Galaxy A50s de temporada completa. Logo, vamos tentar associar o modelo anterior e o modelo de meia temporada como um só, e tentar descobrir o que mudou do Galaxy A50 para o Galaxy A51.

 

 

Samsung Galaxy A51 vs Samsung Galaxy A50: as principais diferenças

 

 

O Samsung Galaxy A51 deve contar com o mesmo processador do ano passado, o Exynos 9611 (não temos nenhuma confirmação oficial sobre isso), mas temos evoluções na memória. Se o Galaxy A50 chegou com 4 GB de RAM e o Galaxy A50s manteve esse número e adicionou uma opção com 6 GB, o novo modelo só tem a opção com 6 GB de RAM, com 128 GB de armazenamento obrigatórios em todos os modelos. O slot para microSD está mantido.

A tela também mudou, principalmente por causa da posição da câmera frontal ao abandonar o notch para receber um furo na parte superior central da tela, o que permitiu um aumento de tela, que vai das 6.4 polegadas (19.5:9) do modelo anterior para as 6.5 polegadas (20:9, FullHD+) do novo modelo, que possui 2.400 x 1080 pixels de resolução nominal. O leitor de digitais abaixo da tela está mantido.

O novo modelo mudou bastante nas dimensões e no peso. Agora, possui 7.9 mm de espessura (antes 7.7 mm) e 172 gramas de peso (antes 166 gramas; 169 gramas do A50s). E tudo isso sem variar a bateria, que se mantém com 4.000 mAh e com a recarga rápida de 15W.

 

 

As câmeras já estavam alteradas quando passou do Galaxy A50 para o Galaxy A50s, que contam com três sensores mas no modelo S incluía lentes de 48 MP (ISOCELL da Samsung) + 8 MP (super grande angular) + 5 MP (leitura de profundidade.

Agora, o Samsung Galaxy A51 introduz uma quarta câmera traseira e muda suas resoluções. O sensor principal de 48 MP está mantido, mas a super grande angular sobe para 12 MP, e a lente de leitura de profundidade mantém os 5 MP. Já a nova lente é uma macro, com 5 MP, deixando o novo modelo mais versátil nos aspectos fotográficos.

Na câmera frontal, a única mudança é que sua lente é mais escura. Se no Galaxy A50 e A50s encontramos 32 MP com abertura f/2.0, agora temos uma lente f/2.2, mas mantendo todas as funções de software.

Do mais, repetimos todos os adornos de software da Samsung para esse smartphone de linha média, que mantém o Samsung Pay com o chip NFC, a capacidade do Daul SIM e o Bixby escondido no Android 9.0 Pie com One UI. É de se supor que o modelo será atualizado para o Android 10 com One UI 2.0. Só não sabemos quando isso vai acontecer.

 

 

Vale a pena comprar o novo modelo?

 

 

Se você acabou de comprar o Galaxy A50, não.

As diferenças estéticas não são gritantes, e as mudanças técnicas podem entregar um melhor desempenho (pela maior quantidade de RAM), mas não devem impactar de forma muito significativa na experiência geral do produto.

Só vale a troca pelo Samsung Galaxy A51 quando o novo modelo receber o Android 10 + One UI 2.0, e para os usuários que priorizam os aspectos fotográficos acima de qualquer outra coisa.

 


Compartilhe