Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Smartphones | Samsung Galaxy A14 5G | Primeira Opinião

Samsung Galaxy A14 5G | Primeira Opinião

Compartilhe

O complexo ano de 2022 ficou para trás. Logo, chegou a hora de apresentar novos smartphones para alimentar o mercado de telefonia móvel para 2023. E por que não começar o novo ano com o substituto do Galaxy A13?

A Samsung apresentou de forma oficial o Samsung Galaxy A14 5G, um dispositivo de entrada que se destaca por sua generosa bateria e pela tela com taxa de atualização de 90 Hz que finalmente desembarca nos smartphones de entrada.

Mas não é só por causa desses dois elementos que o Samsung Galaxy A14 5G pode chamar a atenção de quem quer economizar algum dinheiro com um telefone mais acessível no preço. Vamos apresentar os seus principais destaques a partir de agora.

 

Design

O Samsung Galaxy A14 5G tem linhas sóbrias, algo que me agrada para um smartphone, independentemente de seu segmento de preço.

O modelo segue a linha de design adotada pela Samsung nos últimos dois anos, dando um ar de uniformidade aos produtos da marca. Além disso, as opções de cores contam com um acabamento que aparenta ser fosco, o que pode deixar o telefone longe das marcas de dedo.

O seu notch em forma de gota na parte superior da tela para abrigar a câmera frontal é um sinal claro que estamos diante de um telefone de entrada, já que um furo na tela é algo que pode deixar o dispositivo mais caro.

De um modo geral, a estética do Samsung Galaxy A14 5G deve agradar ao público dentro de sua faixa de preço. E quem vê cara não vê o preço do produto.

 

Tela

O fato do Samsung Galaxy A14 5G ter uma tela de LCD de 6.6 polegadas não incomoda tanto quando a Samsung coloca uma resolução FullHD+ com 1.920 x 1.080 pixels e taxa de atualização de 90 Hz.

Aqui, é fácil abrir mão de uma maior qualidade de imagem para obter uma resolução melhor e maior fluidez. Pode não parecer, mas uma taxa de atualização de tela mais alta pode ser decisiva para uma melhor experiência de uso com o sistema operacional Android.

Por isso, entendo que a Samsung acertou nessa escolha. Os usuários não só vão encontrar um melhor desempenho para as tarefas do dia a dia, mas podem também flertar com alguns jogos mais casuais com bons resultados na maioria dos casos.

A Samsung entregou uma interessante melhora de qualidade no Samsung Galaxy A14 5G neste aspecto.

 

Processador, RAM e armazenamento

Também não devemos questionar muito a decisão da Samsung em colocar o processador Exynos 1330 no Samsung Galaxy A14 5G. A escolha nesse caso é em nome da oferta da melhor relação custo-benefício.

Acredito que esse processador pode sim entregar um bom desempenho para as tarefas mais essenciais e populares para a maioria dos usuários, principalmente quando olhamos para os 6 GB de RAM e para os 128 GB de armazenamento, expansíveis via cartão microSD de até 1 TB.

Esse conjunto vai trabalhar com o sistema operacional Android 13 com a interface One UI já atualizada para a versão 5.0. Só espero que as customizações adotadas pela Samsung garantam uma boa otimização para um dispositivo com um hardware mais modesto, como é o caso do Samsung Galaxy A14 5G.

Tudo leva a crer que a experiência de uso será satisfatória com esse conjunto de hardware e software. Mas só poderemos ter certeza disso quando as primeiras análises de especialistas e usuários forem publicadas em sites e redes sociais.

 

Câmeras

Outro grande ponto positivo do Samsung Galaxy A14 5G é a presença de um sensor principal de 50 megapixels na parte traseira, acompanhado de uma lente macro de 2 megapixels e de um sensor de profundidade de 2 megapixels.

Sei que já compartilhei por diversas vezes o pensamento sobre o número de megapixels de um sensor fotográfico em um smartphone, e que números elevados não necessariamente representam uma melhor qualidade de imagem.

Por outro lado, quero acreditar que essa câmera principal de 50 megapixels não seja apenas um apelo comercial da Samsung para convencer o consumidor a investir o seu dinheiro no Samsung Galaxy A14 5G, e que o conjunto técnico pode sim entregar fotos e vídeos com uma qualidade superior em relação aos seus concorrentes na mesma faixa de preço.

Mesmo porque a Samsung tem um bom histórico em entregar câmeras de boa qualidade nos seus dispositivos em diferentes categorias.

A câmera frontal, alojada no notch presente na parte superior da tela deste dispositivo, conta com um sensor de 13 megapixels.

 

Bateria e conectividade

Outro ponto de destaque do Samsung Galaxy A14 5G é a sua generosa bateria de 5.000 mAh. O único problema é o seu carregador a 15W, o que indica que você vai perder mais tempo para recarregar por completo o dispositivo. Mas acredito que você pode lidar com isso em função do preço sugerido para o modelo.

Na parte de conectividade, o Samsung Galaxy A14 5G recebe outro importante diferencial, que é a compatibilidade com as redes móveis de última geração. Tal elemento está se tornando cada vez mais frequente nos telefones de entrada, o que ajuda a popularizar essa tecnologia.

Por fim, o dispositivo ainda conta com WiFi ac, Bluetooth 5, NFC e USB-C.

 

Samsung Galaxy A14 5G: primeira opinião

O Samsung Galaxy A14 5G tem preço inicial sugerido de 229 euros, e não tem previsão de lançamento para o Brasil. Tudo o que foi informado é que o dispositivo chegará ao mercado nos próximos meses, mas sem uma data definida.

Dá para dizer que o Samsung Galaxy A14 5G é um telefone muito promissor, considerando todos os seus aspectos técnicos. Ele até pode custar um pouco mais caro do que alguns dos seus concorrentes de marcas chinesas, mas oferece diferenciais relevantes como a tela de 90 Hz com resolução FullHD+, a conectividade 5G e a generosa bateria.

Se o Samsung Galaxy A14 5G chegar em um preço que possa competir com os modelos mais populares da POCO, Redmi ou Realme, ele pode ser um sério competidor na sua categoria. Mas só podemos ter certeza sobre essa afirmação quando o dispositivo desembarcar de forma oficial no Brasil.

Quando o Samsung Galaxy A14 5G chegar ao mercado brasileiro, vamos produzir outro conteúdo analisando o seu preço, e se vale a pena investir nele ou não.


Compartilhe