Samsung Galaxy A11: o mais modesto foi bem atualizado | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Samsung Galaxy A11: o mais modesto foi bem atualizado | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Smartphones | Samsung Galaxy A11: o mais modesto foi bem atualizado

Samsung Galaxy A11: o mais modesto foi bem atualizado

Compartilhe

O Samsung Galaxy A11 foi apresentado sem pompa ou circunstância, e é a atualização do Galaxy A10 do ano passado, um dos modelos mais baratos.

Nem tudo é top de linha ou premium no mundo da telefonia móvel. Porém, os fabricantes não dão o devido destaque para os lançamentos dos modelos intermediários ou de entrada, que complica um pouco a vida de quem quer economizar alguma grana na compra de um smartphone.

De qualquer forma, o Samsung Galaxy A11 está aí, e foi atualizado para os novos e nossos tempos, inclusive apostando no furo da tela da câmera frontal, que se mostra a solução vencedora para derrotar o notch (adeus, sistema mecânico de câmera… você durou pouco em nossas vidas…).

 

 

 

O mais básico está menos básico

 

 

O Samsung Galaxy A11 ainda é um smartphone de entrada de toda regra (inclusive na sua faixa de preço), mas o dispositivo está renovado para 2020, melhorando algumas de suas especificações que já estavam curtas para o ano passado, deixando o Galaxy A10 um telefone quase imprestável. O novo modelo também aumenta um pouco a sua diagonal de tela TFT, que agora possui 6.4 polegadas (HD+).

O novo modelo está melhor, mas continua um dispositivo modesto em comparação aos demais produtos do portfólio da Samsung. Seu processador não foi especificado (provavelmente é um Exynos da série 7) octa-core a 1.8 GHz e versões com 2 GB e 3 GB de RAM, trabalhando com 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD).

 

 

A mudança mais relevante que o Samsung Galaxy A11 pode entregar está nas câmeras. O furo na tela para a câmera frontal chegou aos dispositivos de entrada da Samsung, e nesse caso recebe um sensor de 8 MP, deixando para trás o notch em forma de V presente no Galaxy A10 e no Galaxy A10s.

Na câmera traseira, o Samsung Galaxy A11 conta com três lentes: uma principal de 13 MP, uma grande angular de 5 MP e uma lente bokeh de 2 MP. Sua bateria também melhorou, para a alegria daqueles que querem ficar mais tempo com o telefone longe da tomada. São 4.000 mAh de capacidade, que trabalham com uma carga rápida de 15W, algo muito bem vindo para um telefone de entrada.

Mais uma surpresa agradável oferecida pelo Samsung Galaxy A11 é o leitor de digitais na parte traseira, algo que ficou de fora do Galaxy A10, mas que estreou no Galaxy A10s. E esse item deveria ser obrigatório em 2020: não há mais desculpas para deixar os usuários dos telefones de entrada sem essa proteção biométrica, pois esse grupo também merece ter os seus dados devidamente protegidos.

 

 

 

Samsung Galaxy A11: quanto custa?

 

 

A Samsung não revelou quando o Samsung Galaxy A11 vai chegar ao mercado, muito menos quanto o dispositivo vai custar. Tão logo as informações apareçam, vamos atualizar esse post. Por enquanto, o que sabemos é que o telefone vai contar com versões com 2 GB e 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento.

Só fico na torcida para que o Samsung Galaxy A11 cumpra o seu papel (quase) social de ser um telefone acessível (abaixo da casa dos R$ 1.000). Se for assim, pode até ser cogitado como opção para os usuários de entrada, ou para quem busca um segundo smartphone (mais modesto) para chamar de seu.

 

 

Via Samsung


Compartilhe