A Samsung apresentou na IFA 2018 as novas TVs QLED 8K com tamanhos de 65, 75 e 85 polegadas, na sua nova família QLED 8K Q900R. Os modelos se destacam por alcançar picos de brilho de até 4.000 nits, algo até então limitado aos equipamentos profissionais do cinema.

Seu sistema de retroalimentação é o mais avançado da Samsung até o momento, e para se ter uma ideia do que isso significa, as TVs LCD/LED mais brilhantes do mercado contam com, no máximo, 2.000 nits. São TVs que oferecem quatro vezes mais pixels que as TVs 4K, e 16 vezes mais pixels que as TVs Full HD.

 

 

A Samsung batizou a sua tecnologia com o nome 8K AI Upscalling, que conta com o reforço da inteligência artificial, melhorando a qualidade de imagem e som, independente da qualidade ou formato escolhido, sendo compatível com qualquer fonte conectada na TV. Seu processador integrado, o Quantum 8K, pode reconhecer o formato de imagem, realizando o upscalling automaticamente.

As TVs Samsung Q900R contam com a tecnologia Direct Full Array Elite, obtendo um maior contraste e um controle mais preciso para a retroiluminação. As TVs podem reproduzir mais cores, onde podemos apreciar mais tons diferentes.

Além disso, a tecnologia Q HDR 8K, baseada no HDR10+, oferece imagens mais realistas aproveitando as possibilidades da resolução 8K. As novas TVs ainda contam com várias características para diferentes usos e sem perdas de qualidade de imagem.

Por exemplo, podem reconhecer e analisar os diferentes dispositivos de entretenimento conectados, incluindo os dispositivos de áudio conectados ao cabo ótico com o One Remote, mudando automaticamente a fonte de entrada da TV e a saída de áudio, melhorando a experiência.

 

 

As novas TVs permitem receber todas as conexões separadamente através de um único dispositivo, que se conecta à TV via cabo ótico de cinco metros de comprimento, que recebe a conexão ótica e a alimentação elétrica.

As novas TVs QLED 8K da Samsung chegam ao mercado em outubro, com preços que variam entre 5.000 euros e 15.000 euros.