Alguns piratas cibernéticos estão investindo tempo em roubar contas do usuários do WhatsApp para fraudes e realizar o stalker, com o objetivo de fazer com que outras pessoas acreditem que está falando com alguém conhecido.

É muito fácil para um cibercriminoso roubar a sua conta do WhatsApp… desde que você seja bem inocente. Mas não me entenda mal: a inocência até é uma virtude para as pessoas de bem, mas em via de regra é uma desvantagem. A nova moda para hackear o WhatsApp se aproveita justamente da inocência do alheio.

Uma mensagem é enviada para você, usando o número de algum conhecido seu para que você faça “um favor”: re-enviar um código que te mandarão inventando algum pretexto. Mas o código é para acessar a sua conta, que deixa de ser sua… para sempre.

A mensagem usando o número de algum conhecido pode ser enviada pela suplantação de identidade.

Os cibercriminosos falsificam inclusive documentos (em alguns casos nem documentos são necessários) para poder acessar as operadoras e relatar o seu número (que não é dele) como roubado. A operadora entrega um chip novo com essa mesma numeração, e pronto: adeus seu número de telefone e, consequentemente, a sua conta de WhatsApp e de outras redes sociais vinculadas.

A partir daí, você pode seguir enviando mensagens enganosas a partir das contas que foram roubadas.

Em resumo: nunca mande nenhum código que chegar ao seu número, nem mesmo se algum conhecido te pedir “um favor”.