TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Review | Lenovo Legion 5 82QJ0000BR (AMD, 2022) | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Análises e Reviews | Review | Lenovo Legion 5 82QJ0000BR (AMD, 2022)

Review | Lenovo Legion 5 82QJ0000BR (AMD, 2022)

Compartilhe

O Lenovo IdeaPad Gaming 3i já virou review aqui no blog, e já está nas mãos de outro usuário. Cumpriu com o seu papel em ser uma ferramenta de produtividade para as minhas tarefas profissionais durante 12 meses. Agora, quem tem essa missão é o Lenovo Legion 5 (modelo 82QJ0000BR).

É importante deixar claro que o modelo que estou testando deste notebook gaming (82QJ0000BR) tem esse nome pela presença do processador AMD Ryzen 7-5800H com placa gráfica dedicada NVIDIA GeForce RTX 3050. Já o Lenovo Legion 5i recebe este nome porque conta com processadores Intel Core.

Ou seja, com exceção de aspectos muito específicos no desempenho de cada versão por conta dos processadores diferentes, a experiência de uso nos dois modelos é basicamente a mesma. Logo, tudo o que será dito sobre o Lenovo Legion 5 vai valer para o Lenovo Legion 5i.

Dito isso, chegou a hora de passar as minhas impressões sobre um dos modelos de notebook gaming mais procurados pelos brasileiros neste momento. O Lenovo Legion 5 é considerado por muitos produtores de conteúdo online uma das melhores opções dentro do seu segmento.

Vamos então entender a partir de agora os motivos que sustentam essa afirmação.

 

 

 

Design e construção

Não podemos negar que o Lenovo Legion 5 é um notebook premium em vários aspectos de design e construção.

Considerando o fato deste ser um notebook voltado para os games, podemos dizer que este é um notebook relativamente fino, mas não tão leve (2.40 kg).

De qualquer forma, é muito mais fácil transportar um computador portátil como esse do que um desktop gaming tradicional e, neste sentido, a mobilidade está garantida para os usuários gamers.

A tampa da tela construída em metal possui um acabamento em mate muito agradável e elegante, não deixando marcas de digitais no corpo do equipamento. A área do teclado e do touchpad é construída em plástico rígido, e seu mecanismo de dobradiça é aparentemente firme, sem dar sinais que pode amolecer com o passar do tempo.

O Lenovo Legion 5 é acessível para os upgrades de hardware, pois utiliza parafusos do tipo Philips para oferecer o acesso aos componentes internos (a partir da parte inferior do equipamento).

Mas o grande trunfo do design do Lenovo Legion 5 está mesmo na parte traseira do equipamento, com a grande maioria das portas disponíveis nesta área.

Assim, a maioria dos cabos e conectores ficam escondidos atrás da tela do notebook, o que deixa a bancada de trabalho mais limpa e organizada.

E reconheço que esse foi um dos motivos que despertaram o meu interesse pelo Lenovo Legion 5. Especialmente pelo fato de utilizar uma mesa um pouco menor como bancada principal.

O Lenovo Legion 5 ganha nos detalhes de sua construção e estética. É um notebook com linhas bem-feitas, ar moderno e até elegante para quem se arriscar a levar o portátil para atividades específicas, como reuniões e campeonatos competitivos.

 

 

 

Tela

A tela IPS do Lenovo Legion 5 conta com 15,6 polegadas em resolução FullHD (1920 x 1080 pixels), com brilho máximo de 250 nits e taxa de atualização de até 120 Hz.

É uma tela competente para uma boa visualização dos elementos gráficos do sistema operacional, mas que pode deixar um pouco a desejar para aqueles que desejam uma maior fidelidade de cores durante os jogos ou consumo de conteúdo em vídeo.

Aqui, só podemos entender que a Lenovo teve que fazer algumas concessões para deixar o Legion 5 mais competitivo no seu valor de venda, apesar de alguns dos seus concorrentes contarem com telas melhores e oferecendo preços finais similares.

Além disso, sua taxa de brilho fica abaixo do desejado para quem se arriscar a jogar em ambientes mais iluminados. Mas como a maioria dos gamers joga no escuro do quarto durante as madrugadas, isso não será necessariamente um problema.

Por outro lado, este notebook entrega um interessante diferencial: a taxa de atualização de imagem em 120 Hz.

Tal característica não só oferece a possibilidade de uma maior fluidez durante os jogos e reprodução de conteúdos multimídia, mas também para o sistema operacional, o que resulta em uma melhor experiência de uso como um todo.

No final das contas, a tela do Lenovo Legion 5 é competente o suficiente para oferecer o necessário para as tarefas do dia a dia. Talvez os usuários que precisam de uma maior precisão de cores para edição de fotos e vídeos não ficarão muito satisfeitos com esse item e, mesmo assim, basta utilizar um monitor externo para contornar essa característica.

 

 

 

Teclado e touchpad

Mais uma vez, a Lenovo acerta no teclado dos seus notebooks.

Comparando com o IdeaPad Gaming 3i, o Lenovo Legion 5 tem um sistema de acionamento um pouco mais resistente, mas é aparentemente mais preciso no ato de digitar.

Ou seja, basta você dedicar um tempo para se acostumar com essas teclas, e a sua produtividade certamente será excelente para quem vai produzir textos por várias horas neste computador.

O teclado em formato chiclet é relativamente silencioso, o que agrada para quem vai trabalhar por muito tempo na frente desse notebook. A retroiluminação em branco é menos eficiente durante o dia, mas é perfeita no uso noturno, e é isso o que importa.

Sobre o touchpad, ele volta a ser de tamanho completo e bem ajustado à interação do usuário. Não percebi qualquer dificuldade ou problema de atraso no deslocamento do ponteiro do Windows, o que é o esperado para um produto desse porte.

Entendo que a grande maioria dos usuários que vão utilizar o Lenovo Legion 5 para a produtividade ou para os games vão adotar um mouse para interagir com os diferentes tipos de software instalados neste notebook.

De qualquer forma, se em algum momento você precisar de um touchpad para interagir com o computador, o Lenovo Legion 5 não vai deixar você na mão. E isso é algo sempre positivo.

Especialmente no caso da Lenovo, que não tem uma dedicação tão alta com os touchpads dos seus notebooks mais básicos.

 

 

 

Conectividade

Um dos grandes pontos positivos do Lenovo Legion 5 está nos aspectos de conectividade.

Não há miséria neste aspecto. O notebook conta com nada menos que quatro portas USB 3.1, duas portas USB-C (com função DisplayPort), uma porta HDMI, um combo de áudio (fone e microfone), e um conector de rede RJ-45.

Ele atende todas as perspectivas da grande maioria dos usuários que precisam conectar vários dispositivos no computador, oferecendo alguns adicionais importantes.

Por exemplo, algumas das portas são energizadas, permitindo que o usuário carregue outros dispositivos enquanto o notebook está desligado (só tome cuidado para não ficar sem bateria com este processo).

Para os gamers, o Lenovo Legion 5 permite a conexão de até três monitores ao mesmo tempo, através das portas USB-C e da porta HDMI. Isso é perfeito para quem quer construir um setup mais robusto no quarto ou no escritório.

E como a grande maioria dessas portas ficam na parte traseira do notebook, esse futuro setup tende a ser mais limpo e elegante, algo que certamente vai agradar a muitos usuários.

Por fim, o Lenovo Legion 5 também é compatível com as redes WiFi 6 (2 x 2 802.11 ax) e com o Bluetooth 5.1, o que deixa o notebook preparado para as mais recentes tecnologias de conectividade sem fio.

 

 

 

Processador, GPU, RAM e Armazenamento

Como já foi indicado um pouco antes neste review, o Lenovo Legion 5 recebe este nome porque conta com o processador AMD Ryzen 7-5800H de quinta geração, trabalhando com uma GPU NVIDIA GeForce RTX 3050.

O modelo analisado neste review conta também com 16 GB de RAM DDR4 de 3.200 MHz e 512 GB de armazenamento em SSD NVMe Gen3 x4.

Já são configurações mais que suficientes para obter um ótimo desempenho na maioria dos cenários projetados de uso para este equipamento, mas ainda existe uma margem para um interessante upgrade para deixar esse notebook ainda mais potente.

Na RAM, o Lenovo Legion 5 suporta até 32 GB a 3.200 MHz, e no armazenamento, ele pode receber até 2 TB de SSD em duas unidades NVMe.

Aqui, algumas observações precisam ser feitas.

A Lenovo fez a bondade em deixar os 16 GB de RAM do Legion 5 em formato 1 Rank, que possui um melhor desempenho para as tarefas de alta demanda, como é o caso dos games. E certamente muitos usuários devem prestar atenção neste aspecto na hora de investir o dinheiro neste equipamento.

Por outro lado, a Lenovo decidiu deixar apenas um dos slots para armazenamento SSD NVMe compatível com unidades no padrão Gen3 x4. O slot secundário possui um padrão com velocidades menores, o que limita um pouco as possibilidades de velocidade de leitura e armazenamento de dados do notebook.

De qualquer forma, a combinação das especificações de hardware desse dispositivo entrega um resultado final muito competente para todas as atividades realizadas no equipamento. E tudo leva a crer que aqueles que se aventurarem a realizar os upgrades disponíveis podem ter nas mãos uma máquina muito potente para todas as atividades.

Também vale a pena destacar que a GPU NVIDIA RTX 3050 com 4GB GDDR6 é uma placa gráfica de entrada dentro do segmento mais premium da marca neste momento (agosto de 2022), já que uma nova geração desse elemento de hardware está chegando.

Aqui, a GPU combinou muito bem dentro da proposta apresentada pela Lenovo para este produto. E todas essas especificações influenciam no excelente desempenho apresentado pelo notebook durante o período de testes.

 

 

 

Bateria

Este é um item que, particularmente, é o que menos uso neste tipo de notebook.

Entendo que o melhor desempenho do Lenovo Legion 5 é mesmo quando ele está conectado na rede elétrica, e é desse jeito que utilizo o portátil na maior parte do tempo enquanto produzo conteúdo para os meus blogs.

De qualquer forma, vale a pena fazer o registro que o modelo abriga nominalmente uma bateria de 60 Wh, que promete uma autonomia de até 7.5 horas de uso longe da tomada.

É claro que a Lenovo não especifica quais são as condições necessárias para que esse tempo de uso na bateria seja alcançado. Essa autonomia certamente é válida para as tarefas de produtividade mais básicas (navegação na internet, leitura de e-mails, digitação de textos, redes sociais, streaming eventual etc.), e não durante os jogos.

De qualquer forma, o seu enorme adaptador de energia de 230W é capaz de carregar até 50% da bateria em apenas 30 minutos, o que é uma ótima notícia para quem não pode ficar sem o notebook funcionando no final do dia de trabalho.

No final das contas, quero acreditar que a maioria dos usuários vai usar o Legion 5 conectado na tomada na maior parte do tempo. E isso é feito para se extrair o melhor desempenho possível do portátil, ignorando os aspectos de autonomia de bateria.

 

 

 

Desempenho

Serei repetitivo, já que usei essa frase para os últimos dois notebooks gaming da Lenovo que utilizei. Mas… este é o melhor computador portátil que tive a chance de usar na vida.

Tudo bem, eu sei que existem máquinas mais potentes do que essa. Porém, posso afirmar com convicção que o Lenovo Legion 5 fez absolutamente tudo o que foi solicitado, e com um desempenho simplesmente fantástico.

Na maior parte do tempo, onde estou usando o notebook para as minhas tarefas de produtividade, ele não emitiu ruídos no seu sistema de dissipação de calor, mostrando toda a sua eficiência na gestão térmica.

E fez isso sem apresentar qualquer tipo de indício de calor nas áreas mais críticas do portátil, como é o caso do teclado. E esse é sempre o ponto que mais me preocupa na hora de escolher um notebook para trabalhar.

Percebi que esse sistema de resfriamento entra mesmo em ação nos momentos em que se faz mais necessário. Na renderização de vídeos ou exportação de arquivos de áudio. E, mesmo assim, muito mais no DaVinci Resolve (que consome mais tempo para exportar o vídeo editado, mas muito menos tempo que o IdeaPad Gaming 3i gastava para realizar essa tarefa) do que no Audacity (onde um arquivo de áudio de 15 minutos é exportado em .MP3 em questão de segundos).

Eu nem preciso dizer que não percebi engasgos e travamentos no sistema operacional ou em qualquer outro tipo de software que foi executado neste notebook. E acredito que a maioria dos jogos que os usuários gaming desejar executar nele devem entregar um ótimo desempenho.

Um notebook pronto para as tarefas mais exigentes. É o mínimo que podemos esperar do Lenovo Legion 5.

 

 

 

Lenovo Legion 5 (82QJ0000BR): vale a pena?

Sem sombra de dúvidas, o Lenovo Legion 5 vale a pena.

Principalmente se você é um usuário gamer mais casual e pretende dar mais foco para a produtividade ao utilizar este produto.

As diferenças técnicas entre as versões com processador AMD e chip Intel acabam se tornando mínimas para quem quer um ótimo notebook para trabalhar, estudar, consumir conteúdos multimídia e jogar alguns games de forma eventual.

Faz um bom tempo que a AMD reduziu de forma considerável a sua distância para a Intel nas suas famílias mais recentes de processadores, e os usuários que querem economizar algum dinheiro e ainda assim alcançar um bom desempenho para as tarefas gerais vai encontrar isso neste notebook.

Se você realmente precisa de um desempenho ainda mais elevado nos jogos (principalmente) quem sabe vale a pena ver os reviews mais técnicos do Lenovo Legion 5i e obter informações mais precisas sobre as diferenças de performance entre as duas versões.

Mas se o seu caso é o mesmo que o meu, ou seja, foco maior na produtividade e uma maior agilidade nas tarefas mais pesadas de edição de áudio e vídeo, o Lenovo Legion 5 é mais do que suficiente para atender as suas necessidades.

Encare a compra deste notebook como um investimento a sério, e sempre pense nas maneiras em que este produto poderá retornar o dinheiro investido para você. Mesmo que esse retorno seja através da satisfação em ter um produto que entregou uma experiência de uso totalmente satisfatória.

Pode investir o seu dinheiro no Lenovo Legion 5. As chances de arrependimento aqui são muito baixas.


Compartilhe