A Razer mais uma vez liberou para testes e review mais um dos seus produtos pensados no unverso gaming, o headset Razer Electra V2 USB. Em 2018, eu tive a chance de testar a versão P2 desse produto (review aqui), e na época eu cheguei a afirmar que seria interessante testar a versão mais avançada desse produto. Pois bem, isso aconteceu.

Eu fiquei duas semanas com o Razer Electra V2 USB em meu poder, e adotei o produto na minha rotina diária, não apenas para uso durante os games, mas também para outras atividades, com gravação de áudio com o Audacity, reprodução de músicas, assistir filmes no computador, entre outros.

Nesse review, eu relato como foi a minha experiência de uso com o produto, identificar as principais diferenças desse modelo para a versão com conector de 3.5 mm, e se o investimento no produto vale a pena.

 

 

Características Físicas

 

 

O Razer Electra V2 USB não se diferencia do modelo com 3.5 mm nesse aspecto. A mesma qualidade de construção e acabamento estão presentes, ou seja, é um produto de alta qualidade nesse sentido. Os seus detalhes em verde limão lembram o ar gaming da família de produtos da marca, mas conseguem manter a sobriedade do preto mate dominante da proposta do produto. Sem falar no logo da Razer que fica iluminado uma vez que o fone está conectado à porta USB.

Diferente do modelo anterior, o Razer Electra V2 USB é de uso específico em computadores e consoles. O que não é um problema. É uma solução. Dedicada, mas é uma solução. É um headset que fica bem confortável na cabeça, com almofadas internas muito macias e o acolchoado no apoio da cabeça que se mantém bem ajustado para as longas jornadas de jogos.

 

 

Vale lembrar que essas espumas contam com efeito memória, o que garante uma adaptação ainda melhor aos diferentes formatos de cabeça de diferentes usuários. A haste em alumínio deixa o conjunto bem leve, reforçando na questão do conforto para um uso mais prologado. Porém, mais uma vez, os cabos tendem a ser esmagados com o movimento de ajuste da haste, tal e como aconteceu com o modelo anterior.

Uma vantagem do microfone removível é permitir um uso mais versátil para diferentes situações. Por exemplo, na hora que você quer apenas assistir a um filme e não quer um elemento bem na sua frente atrapalhando ou incomodando. Esse tipo de versatilidade é bem vindo em um produto nessa categoria.

 

 

Experiência De Uso

 

 

O Razer Electra V2 USB oferece um som surround 7.1 virtual através do Razer Synapse (você tem que instalar o software da Razer para receber esse efeito de som), o que entrega um excelente resultado de reprodução sonora. O áudio realmente é mais imersivo, e no uso com os games ou filmes ele se faz presente de forma efetiva, com um resultado final muito interessante.

Porém, se você quiser utilizar os fones sem o Synapse instalado, pode ficar tranquilo: a qualidade final do áudio ainda é muito boa, com um equilíbrio bem interessante entre graves, médios e agudos. De qualquer forma, o software da Razer permite um maior controle desses ajustes de áudio, onde você pode personalizar os resultados de reprodução de acordo com os seus gostos, interesses e preferências.

 

 

O áudio capturado pelo microfone removível do Razer Electra V2 USB é de boa qualidade, em um som limpo e claro. Obviamente, você vai precisar passar esse áudio gravado por um filtro de som, para remover os ruídos e nivelar as frequências. Mas ao menos podemos dizer que aqueles que querem utilizar o headset para gravações de podcast (por exemplo) pode fazer isso sem problemas (apesar de entender que o Microsoft LifeChat LX-3000 ainda é a melhor relação custo/benefício para os iniciantes e intermediários).

 

 

Entregar uma boa qualidade na captação do áudio do microfone significa também garantir uma boa qualidade durante a comunicação através dos jogos, algo que é muito importante para os gamers multiplayer de jogos de campanha, onde os membros da equipe precisam de uma comunicação clara o tempo todo para aumentar a eficiência das estratégias durante as partidas.

 

 

Lembrando que o grande trunfo do produto nesse aspecto é a sua capacidade de personalização. O usuário tem a chance de realizar vários ajustes que podem resultar em um áudio com uma qualidade mais plena, dependendo das suas necessidades e tarefas a serem realizadas.

 

 

Conclusão

 

 

O Razer Electra V2 USB está aprovado. É um ótimo headset gaming, que pode ser utilizado em diferentes tarefas de entretenimento e produção musical. O produto pode ser encontrado no varejo brasileiro com preço inicial sugerido de R$ 379, algo aceitável para a sua qualidade de construção e para o resultado final oferecido. Logo, entendo que aqueles que se interessarem em investir em um produto como esse contam com grandes chances de ficarem satisfeitos com a experiência de uso como um todo.

 

 

Ah, sim… e a última foto (acima)  é só para dar aquela zoada básica.

 

+info